A A A C
email
Todos os posts escritos por Ana Accioly - Representante Rioeduca da 4ª CRE
Retornando 54 resultados para o autor 'Ana Accioly - Representante Rioeduca da 4ª CRE'

Quinta-feira, 11/06/2015

A Luz que Acende o Olhar da Escola Andrade Neves

Tags: 4ªcre.

 

 

O trabalho com projetos é positivo para o aluno e para o professor, pois a informação é tratada de forma construtiva e proveitosa, em que o estudante desenvolve a capacidade de selecionar, organizar, priorizar, analisar, sintetizar etc.

 

Em geral, o projeto nasce de um questionamento, de uma necessidade de saber, que pode surgir tanto do aluno quanto do professor. A chave do sucesso de um projeto está em sua base: a curiosidade, a necessidade de saber, de compreender a realidade. Assim nasceu "Luz que Acende o Olhar" da Escola Municipal Andrade Neves.

 


Os recursos naturais.


“(...) o projeto rompe com as fronteiras disciplinares, tornando-as permeáveis na ação de articular diferentes áreas de conhecimento, mobilizadas na investigação de problemáticas e situações da realidade. Isso não significa abandonar as disciplinas, mas integrá-las no desenvolvimento das investigações, aprofundando-as verticalmente em sua própria identidade, ao mesmo tempo, que estabelecem articulações horizontais numa relação de reciprocidade entre elas, a qual tem como pano de fundo a unicidade do conhecimento em construção” (ALMEIDA, 2002).


Conheçam a luz dos caminhos da Escola Municipal Andrade Neves

 


Homenagem a Tasso da Silveira.


"Nosso projeto vem trazendo a luz nas suas mais diferentes formas. Iniciamos o trabalho com os 450 anos do Rio de Janeiro e focamos no poder da luz do Sol, contando e cantando as belezas do nosso povo, com seus atrativos e seus problemas sociais, sempre clamando pela dignidade de todos que fazem parte dessa Cidade maravilhosa. Seguimos com a pesquisa acerca do Profeta Gentileza, que também foi luz para o Rio através de sua poesia - durante tanto tempo tatuada nas pilastras da Perimetral, no centro da cidade. Ainda, relembramos o drama vivido pelas crianças da E. M. Tasso da Silveira, numa homenagem que pediu paz para o nosso Rio, o Rio que amamos, o Rio que queremos." Texto enviado pela Professora Shayenne Moreira - Coordenadora Pedagógica da Unidade Escolar.

 


Trabalhando o Profeta Gentileza.


As principais vantagens de se trabalhar através de projetos é que a aprendizagem passa a ser significativa, centrada nas relações e nos procedimentos. Uma vez identificado o problema e formuladas algumas hipóteses, é possível traçar as ações a serem desenvolvidas, que evidentemente serão determinadas pelo tipo de pesquisa. É importante lembrar que o aluno é o elemento central da construção do conhecimento, visto e respeitado como sujeito sociocultural. Aquele que traz suas experiências, que vê respeitada sua identidade e seu ritmo de aprendizagem.



Parabéns a todos dessa equipe, por garantir aos alunos as possibilidades de estabelecerem relações significativas entre as diferentes áreas do conhecimento.

 

 

Professora Ana Accioly - 4ª Cre

Email: anaaccioly@rioeduca.net
 

 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 13/02/2014

Escola e Família por uma Sociedade mais Justa!

Tags: 4ªcre.

 

Cada vez mais as Unidades Escolares investem na parceria família/escola a fim de garantir um desenvolvimento pleno dos nossos alunos no mundo atual. Elas estão juntas para o fortalecimento do seu papel social, num trabalho em conjunto para proporcionar um convívio social mais adequado, visando a felicidade e o crescimento do ser humano.

 

 

"Portanto, a família, ao assumir a responsabilidade educativa, que lhe é imposta pela sociedade, necessita de auxílio para desempenhar esta tarefa. Família e escola assumem a responsabilidade então, de preparar .os membros jovens para sua inserção futura na sociedade e para o desempenho de funções que possibilitem a continuidade da vida social." (SZYMANSKI, 2007, p. 98).

 

É urgente que as Unidades Escolares, sentindo a consciência desta responsabilidade, se empenhem e se preocupem com a educação para a cidadania. Com isso, fez-se necessário que escola  e família se unissem em prol do fortalecimento e da qualidade da Educação de nossas  crianças.

 

Assim, nossas escolas passaram a desenvolver ações que estão de acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8069/90), nos artigos 4° e 55; 

 

Tal mobilização garante a Política Nacional de Educação Especial que adota, como umas de suas diretrizes gerais, utilizar mecanismos que incentivam a participação efetiva da família no desenvolvimento global do aluno. 

 

 

Unidades Escolares Valorizando a Presença da Família no Espaço Escolar

 

Imagens retiradas dos blogs das respectivas Unidades Escolares da 4ª CRE. Representam as ações integradoras ESCOLA/FAMÌLIA de todas as nossas escolas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O importante, nessa proposta, é que a parceria se desenvolverá na base dos recursos e possibilidades pessoais da comunidade e não a partir das suas dificuldades e limitações. O papel social destas instituições, frente ao ato de educar, volta-se para a garantia de uma convivência social mais humana, mais harmoniosa e menos violenta, visando seres humanos capazes, atuantes e felizes, convivendo, de fato, numa sociedade mais justa e fraterna.

 

 

“Quando os pais se envolvem na educação dos filhos, eles aprendem mais”. Declaração do Ministro Paulo Renato Souza.

 

 

Parabéns a todas as Unidades Escolares que, com a união destas duas instituições, escola e família, ajudam a formar indivíduos mais íntegros e capazes de conviver em uma sociedade mais justa e feliz.

 

 

Ana Accioly é Professora da Rede Municipal

e Representante Rioeduca da 4ª Coordenadoria Regional de Educação

E-mail: anaaccioly@rioeduca.net

Twitter: @Ana_Accioly 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 06/02/2014

GES - O Ginásio Experimental do Samba da 4ª CRE

Tags: 4ªcre, ges.


 

O Ginásio Experimental do Samba Francisca Soares Fontoura de Oliveira (GES), voltado para a excelência acadêmica, trabalha com alunos do 7º ao 9º ano do ensino fundamental. Em 2013, para ir além da proposta do GEC, o GES será vocacionado para a educação musical, atraindo estudantes pelo currículo adicional especializado e temático em Música e Samba.

 

 

 "A música é um instrumento educacional mais potente do que qualquer outro”. Platão

 

                                                                                                                                                               

A Escola fica em Olaria, na Zona Norte, e terá ensino integral para estudantes do ensino fundamental. Estudar no GES significará crescer em muitas áreas. Além de dominar o currículo da Rede Municipal de Ensino do Rio de Janeiro, os  350 estudantes do GES irão experimentar currículo complementar com ênfase na Educação Musical, aprendendo por meio das disciplinas eletivas em Música.

 

 Grupo de alunos

 

Audição de flauta doce

 

A escola, que homenageia uma das fundadoras do bloco Cacique de Ramos, tradicional no carnaval da cidade, faz parte do grupo de 156 colégios participantes do Programa Turno Único,  que prevê a implantação do ensino integral para a rede municipal, com até oito horas de aulas por dia.

 

 

                                                                                                    Francisca Soares Fontoura de Oliveira 

 

Para trabalhar nessa unidade, foram escolhidos professores especialistas, selecionados entre os professores de música da rede municipal, por meio de processo seletivo. Esse processo procurou por profissionais com perfis específicos para atuarem de forma diferenciada nas aulas de música.

 

 

O Rioeduca exalta a escolha do nome da patronesse do GES: Francisca Soares Fontoura de Oliveira. Por ser uma mulher, aproveitamos para homenagear todas as mulheres que conseguem transmitir a importante e dura tarefa de mudar hábitos com a clareza e a delicadeza necessária, despertando o envolvimento de cada indivíduo e enaltecendo a importância da mudança de cada um.
 

 

 

Ana Accioly é Professora da Rede Municipal

e Representante Rioeduca da 4ª Coordenadoria Regional de Educação

E-mail: anaaccioly@rioeduca.net

Twitter: @Ana_Accioly

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 13/06/2013

Grêmio do CIEP Juscelino Kubitschek

Tags: 4ªcre, projetos, eventos.

 

O grêmio estudantil é a entidade que representa o estudante e contribui na formação de sua cidadania. Além disso, é também um importante espaço de aprendizagem, cidadania, convivência, responsabilidade e luta por direitos.

 

O Grêmio Escolar deve ampliar a interação dos estudantes com as equipes gestoras e com a comunidade  escolar. As iniciativas do grupo devem promover o fortalecimento das parcerias, visando o sucesso técnico-pedagógico na resolução de problemas, além do incentivo e apoio às atividades de protagonismo juvenil.

 

O Grêmio Escolar deve propiciar aos alunos ricas e proveitosas experiências que muito contribuirão para seu desenvolvimento pessoal e para sua formação. Tem em vista o exercício crítico, consciente, responsável, de ações nos diferentes campos - cultural, político e social - indispensáveis às sociedades pluralistas e democráticas. 

 

Reflexão e Diálogo na Formação do Grêmio Escolar

 

"No dia 13 de maio, cerca de 40 estudantes se reuniram para refletir sobre as funções do grêmio no CIEP Juscelino Kubitschek, Escola do Amanhã, integrante do Bairro Educador Manguinhos.
 

 

Alunos do CIEP Juscelino Kubitschek.

 

A equipe do Bairro Educador e os integrantes da última gestão do Grêmio Estudantil do CIEP JK visitaram todas as salas de aula convidando os estudantes interessados em participar da reunião. Em seguida, todos foram encaminhados para a sala de informática, onde foram recebidos por alguns professores e representantes do Conselho Escola Comunidade (CEC) e  pelo representante da Coordenadoria de Cooperação Social – FIOCRUZ, Jorge Luis Silva.

 

 

Alunos do CIEP Juscelino Kubitschek.

 

Os professores falaram sobre o calendário para a eleição do grêmio e o representante do CEC falou sobre as responsabilidades que os integrantes do Grêmio Estudantil devem ter. Jorge Luis Silva foi convidado pelo Bairro Educador para falar sobre o mesmo assunto a partir de suas experiências de integrante de Grêmio Estudantil."

Texto disponível no Bairro Educador

 

A Escola deve reconhecer que o grêmio escolar é a instância colegiada e deliberativa, a partir da qual os estudantes se organizam de modo mais sistemático, considerando os fundamentos históricos e políticos da constituição, do movimento estudantil e da sua participação no processo de redemocratização da nossa Cidade, Estado e País.

 

Parabéns ao Bairro Educador, ao CIEP Juscelino Kubitschek e à FIOCRUZ por incentivarem a formação do Grêmio Escolar, visto que esse é um veículo de formação para a cidadania e espaço de desenvolvimento social para toda a comunidade escolar.

  

 

 

Ana Accioly é Professora da Rede Municipal e

Representante Rioeduca da 4ª Coordenadoria Regional de Educação

E-mail: anaaccioly@rioeduca.net

Twitter: @Ana_Accioly


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                              

 

 

 


   
           



Yammer Share