A A A C
email
Todos os posts escritos por Andréa Barreto
Retornando 66 resultados para o autor 'Andréa Barreto'

Quinta-feira, 18/10/2018

Avaliação Diagnóstica

Tags: avaliação, diagnóstica, novembro.

Seguem a Circular E/SUBE nº 62 e o Anexo Circular E/SUBE nº 62 sobre a avaliação diagnóstica:


Circular E/SUBE nº 62           
Rio de Janeiro, 8 de outubro de 2018.

Assunto: AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA 

Senhor(a) Coordenador(a) de E/CRE,
Senhor(a) Gerente da E/CRE/GED,
Senhor(a) Diretor(a) de Unidade Escolar,
Senhor(a) Coordenador(a) Pedagógico(a),
Senhor(a) Professor(a) Regente,

A Secretaria Municipal de Educação, através da Subsecretaria de Ensino e da Coordenação de Supervisão e Avaliação, realizarão, no dia 13 de novembro de 2018, uma Avaliação Diagnóstica para os alunos do 4.º, 5.º, 8.º e 9.º anos, com dois objetivos básicos:
• Os alunos poderão vivenciar procedimentos tais como: prova com itens calibrados que atendem à uma matriz de referência essencializada, o controle rigoroso de tempo e a marcação de cartão-resposta.
• Os professores terão uma análise do desenvolvimento das habilidades de seus alunos, a fim de direcionar uma intervenção pedagógica para a melhoria da aprendizagem.
2. É fundamental que os alunos do 4.º, 5.º, 8.º e 9.º anos sejam estimulados a participar desta diagnose, e que a Unidade Escolar envolva toda a comunidade nesta ação, que visa fornecer um panorama de como os alunos estão se desenvolvendo tanto nos Anos Iniciais quanto nos Anos Finais da Rede, por meio da análise do desenvolvimento das habilidades presentes na matriz de referência. Com os resultados desta Avaliação, acredita-se ser possível sinalizar as intervenções pedagógicas mais indicadas para que os alunos estejam cada vez mais aptos para encarar os desafios que os aguardam no futuro.

3. ORIENTAÇÕES
3.1. As provas foram elaboradas nos mesmos padrões das avaliações externas e constarão de:
• Para o 4.º e 5.º anos – 44 questões, divididas em 4 blocos de 11 questões, sendo 2 blocos de Língua Portuguesa e 2 blocos de Matemática.
• Para o 8.º e 9.º anos – 52 questões, divididas em 4 blocos de 13 questões, sendo 2 blocos de Língua Portuguesa e 2 blocos de Matemática.
Os alunos marcarão suas respostas no cartão-resposta que estará na capa da Avaliação Diagnóstica e elas deverão ser lançadas no sistema DESESC, até o dia 19 de novembro.
3.2. Quanto ao professor aplicador:
• Para o 4.º e o 5.º anos deverá ser um professor dos Anos Iniciais, que não seja o regente da turma.
• Para o 8.º e o 9.º anos deverá ser um professor dos Anos Finais que não seja o de Língua Portuguesa ou de Matemática.
• A Unidade Escolar deverá designar um aplicador para os alunos na perspectiva inclusiva das turmas regulares que farão a Avaliação. Nestes casos, é sugerido que seja um professor regente que atue diretamente com os alunos (Sala de Recursos, Sala de Leitura, mediador, entre outros). Este professor será responsável pelo preenchimento do cartão-resposta, caso o aluno não consiga fazê-lo. 

3.3. O passo a passo para a aplicação está descrito no ANEXO desta circular.

4. ANÁLISE DE RESULTADOS
4.1.É importante ressaltar que este resultado não deve ser considerado para fins de atribuição do Conceito Global de nossos alunos.
4.2. Por ser aplicada próximo ao final do ano letivo, a análise criteriosa realizada pela Equipe de Avaliação, será divulgada para as Unidades Escolares no início do ano letivo de 2019. O objetivo é disponibilizar um manual para análise dos dados, bem como relatório que apoiem o corpo docente das Unidades Escolares em suas práticas pedagógicas.
5. A Coordenação de Supervisão e Avaliação permanece à disposição para esclarecer qualquer dúvida que surja durante o processo, por meio do endereço eletrônico csasme@rioeduca.net ou do telefone 2976-2287.
6. Solicita-se ampla divulgação para que haja ciência desta Circular a toda a comunidade escolar.

Atenciosamente,
Bruno Rainho Mendonça
Assessor III da E/SUBE/CSA
Matrícula 50/296.829-5

Maria de Nazareth Machado de Barros Vasconcellos
Subsecretária de Ensino 
Mat. 70/193.141-9

 


Anexo Circular E/SUBE nº 62, de 08/10/2018 
INSTRUÇÕES PARA A APLICAÇÃO DA AVALIAÇÃO DIAGNÓSTICA


I. ANTES DA APLICAÇÃO
O Professor Aplicador deverá:
1. Verificar a organização das carteiras da sala de aula.
2. Verificar se todos os alunos possuem o material adequado para a realização da prova (lápis, borracha, caneta azul ou preta).
3. Informar aos alunos que cada questão possui apenas uma resposta correta.
4. Lembrar que todos deverão permanecer em silêncio.
5. Informar aos alunos que eles não deverão se retirar da sala durante a aplicação. Caso o aluno precise ir ao banheiro, solicitar que levante a mão e aguarde até que sua saída temporária será autorizada.
6. Informar aos alunos que o cartão-resposta deve ser preenchido com caneta esferográfica azul ou preta, de forma clara, evitando rasuras.

II. AO INICIAR A APLICAÇÃO
O Professor Aplicador deve proceder da seguinte forma:
1. Explicar aos alunos a importância e o objetivo da avaliação, enfatizando que devem realizar a prova com todo o empenho, pois seus resultados vão permitir aos professores perceberem as dificuldades que ainda possuem.
2. Explicar que a prova se divide em 4 blocos, sendo dois de Língua Portuguesa e dois de Matemática, e que haverá tempo marcado para fazerem cada bloco, conforme indicado na tabela apresentada a seguir.
3. Distribuir o Caderno de Prova cuja capa contém o cartão-resposta. 
4. Solicitar aos alunos que aguardem a autorização para começar a prova e que preencham a capa do Caderno de Prova, de forma legível, especialmente seu nome completo.


III. DURANTE A APLICAÇÃO
O Professor Aplicador deverá:
1. Autorizar o início do bloco I da prova.
2. Avisar aos alunos sobre o tempo restante para término do bloco, quando faltarem 5 minutos.
3. Informar sobre o fim da realização do bloco I da prova.
4. Repetir os procedimentos 1, 2 e 3 para o bloco II.
5. Autorizar o preenchimento do cartão-resposta das questões dos blocos I e II.
6. Repetir os procedimentos 1 ao 5 para os blocos III e IV.
7. Avisar aos alunos, no início da marcação do cartão no bloco IV, que o Caderno de Prova será recolhido por você, Professor Aplicador, na carteira de cada aluno.


FINAL DA APLICAÇÃO
Finalmente, caberá ao Professor Aplicador:
1. Solicitar aos alunos que fechem o Caderno de Prova e deixem em cima da carteira.
2. Recolher todos os Cadernos de Prova, solicitando que os alunos permaneçam sentados até o término do recolhimento.
3. Juntar e contar todos os Cadernos de Prova e entregá-los ao Coordenador Pedagógico ou ao Diretor, para lançamento no DESESC.
4. Agradecer aos alunos pela participação.


         


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 17/10/2018

Resultado do Concurso de Práticas Socioemocionais

Tags: concurso, socioemocional.

Parabenizamos todas as Escolas que participaram do Concurso e em especial as Escolas que foram destaques.

Independente do resultado, esperamos a presença do todas as Escolas que participaram do concurso a comparecer no dia da premiação.

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 20/09/2018

Planejamento da Matrícula para 2019

Tags: matrícula, calendário, 2019.

 

Gestores e Professores, fiquem atentos!

 

Nenhum calendário foi divulgado até o momento.

 

 

A Secretária Municipal de Educação informa que, o processo de planejamento da matrícula para o ano de 2019 ainda está em vias de finalização e o calendário será divulgado nos canais oficiais, bem como na mídia.


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 09/07/2018

I Seminário de Adolescências, Saúde e Direitos Sexuais e Reprodutivos

Tags: pse, adolescência.

“Vocês querem entender a gravidez na adolescência? Então é preciso olhar para além da nossa barriga, ouvir também nossa cabeça e nosso coração.”
(Depoimento de uma adolescente da Oficina sobre Gravidez na Adolescência: Voz de Adolescentes e Especialistas)

 

O PSE convida para o I Seminário de Adolescências, Saúde e Direitos Sexuais e Reprodutivos 

Dia: 12 de julho de 2018.
Horário: das 8h às 13h
Local: Espaços Asas Rio (Ambientes de Saberes e Aprendizagens em Saúde)
Público alvo: Profissionais da Assistência Social e
Direitos Humanos, Educação, Saúde, representantes do Conselho Escola Comunidade e demais parceiros.

 

PROGRAMAÇÃO


8h - Credenciamento e café da manhã


9h - Abertura 
Cesar de Queiroz Benjamin – Secretário Municipal de Educação
João Mendes de Jesus – Secretário Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos
Marco Antonio de Mattos – Secretário Municipal de Saúde


9h30min - “MÃES MUITO JOVENS E DIREITOS SEXUAIS E REPRODUTIVOS”
Moderadora: Soraya Oliveira (Instituto Pereira Passos)


9h50min – Conferência “DIREITOS SEXUAIS E REPRODUTIVOS” - Dra. Miriam Ventura da Silva


11h - “AQUELA CONVERSA” Moderadora: Viviane Manso Castelo Branco (Asas Rio)
Convidados: Katia Regina de Oliveira Rios Pereira dos Santos – Núcleo Interdisciplinar de Apoio às Escolas (NIAP/SME)
Flavia Souza Barcelos – Gerência de Área Técnica de Saúde da Criança e do Adolescente (SMS)
RAP da Saúde – Rede de Adolescentes e Jovens Promotores da Saúde (SMS)


12h30min – Discussão nos espaços dos Ambientes de Saberes e Aprendizagens em Saúde (Asas Rio)


13h - Encerramento

A participação, nos diferentes espaços, estará condicionada à inscrição prévia, através do link abaixo:

 

Espaços ASAS

AP 1.0 (Asas Centro) - 120 vagas - Auditório Bárbara Starfield da CAP 1.0, Rua Evaristo da Veiga, nº 16, 4º andar – Cinelândia, Rio de Janeiro, RJ
AP 2.1 (Asas Copacabana) - 40 vagas - Auditório do CMS João Barros Barreto - Rua Tenreiro Aranha, s/nº, 4° andar, Copacabana, Rio de Janeiro, RJ
AP 2.1 (Asas Rocinha) - 43 vagas - Auditório da Clínica da Família Rinaldo de Lamare - Avenida Niemeyer, nº 776, sala 1506/1507, 15º andar, São Conrado, Rio de Janeiro – RJ
AP 2.2 (Asas Tijuca) - 35 vagas - Auditório da CAP 2.2 - Rua Conde de Bonfim nº 764, Fundos, Tijuca, Rio de Janeiro – RJ
AP 3.1 (Asas Penha) - 60 vagas - Auditório da Clínica da Família Felippe Cardoso - Avenida Nossa Senhora da Penha, nº 42, 3° andar, Penha, Rio de Janeiro, RJ
AP 3.2 (Asas Lins) - 48 vagas - Auditório da CAP 3.2 - Rua Aquidabã, nº 1037, 2° andar, Lins, Rio de Janeiro, RJ
AP 3.3 (Asas Madureira) - 50 vagas - Auditório da CAP 3.3 - Rua Manuel Martins, nº 53, térreo, Madureira, Rio de Janeiro, RJ
AP 4.0 (Asas Barra) - 40 vagas - Auditório da CAP 4.0 - Avenida Ayrton Senna, nº 2001, térreo, Barra da Tijuca, Rio de Janeiro, RJ
AP 5.1 (Asas Bangu) - 40 vagas - Auditório da Policlínica Manoel Guilherme da Silveira Filho - Avenida Ribeiro Dantas, nº 571, 2º andar, Bangu, Rio de Janeiro – RJ
AP 5.2 (Asas Campo Grande) - 40 vagas - Auditório da Clínica da Família Antônio Gonçalves Villa Filho - Estrada do Campinho, nº 2899, Campo Grande, Rio de Janeiro, RJ
AP 5.3 (Asas Santa Cruz) - 60 vagas - Auditório da Policlínica Lincoln de Frutas Filho - Rua Álvaro Alberto, nº 601, 2º andar, Santa Cruz, Rio de Janeiro - RJ
 
Transmissão simultânea :
Auditório Barbara Starfield – CAP 1.0 para ESPAÇOS ASAS descentralizados
Público-alvo: Assistência Social e Direitos Humanos, Educação, Saúde, representantes dos Conselhos Escola Comunidade e demais parceiros.
 

 

Inscrição
 


 Inscrições até o dia 06/07/2018.


Vagas limitadas!

Telefones para contato:

Assistência Social - 2976-1517

Educação - 2976-2315

Saúde - 2293-4956


   
           



Yammer Share