A A A C
email
Todos os posts escritos por Angela Regina de Freitas, Representante da 3ª CRE
Retornando 39 resultados para o autor 'Angela Regina de Freitas, Representante da 3ª CRE'

Sexta-feira, 14/12/2012

As Três Partes e uma Árvore Especial

Tags: 3ªcre, educaçãoespecial.

 

 

Nosso mundo, cada vez mais inclusivo, acolhe as diferenças com maior carinho, mas ainda precisamos dar atenção a quem tem necessidades especiais e aprender muito com eles. A Classe Especial da Prof.ª Vera Gonçalves, na E.M. Pernambuco da 3ª CRE, nos dá o exemplo.

 

 

 

O livro As Três Partes apresenta a história de três formas geométricas que interagem com uma avó e seus netos assumindo vários formatos. É uma ótima maneira de reconhecer as formas geométricas e as figuras que podemos criar a partir delas. Não conhece o texto? Assista ao vídeo:

 

 


 

 

 

 

A partir dessa história, a professora Vera recortou para os seus alunos da Classe Especial as formas geométricas para que eles pudessem reconhecê-las e com elas formar novas imagens. A imitação é a primeira ação realizada pelos alunos, mas logo eles partiram para outras experimentações. Como nos relata a professora: "Foi um momento de criatividade a partir do seu (deles) entendimento. Uma oportunidade de trabalhar com as diferenças, pois tudo se transforma, assim como também ninguém é igual!“

 

 

 


 

 

 

 

Logo depois, a professora propôs que eles utilizassem suas criações em uma reescritura do texto. Tornando a aprendizagem mais significativa com a produção a partir dos conhecimentos adquiridos, o aluno da Educação Especial se sente mais capaz diante do trabalho pedagógico. Fica claro, através do depoimento da aluna Joice, o quanto a autoestima é importante para o aprendizado desses jovens: "Gostei porque fiz a casa sozinha, a árvore e o barco".

 

 

 

 

 

 

A valorização também é essencial. Sentir-se parte do grupo e ver seu trabalho reconhecido alegra e incentiva a novas atividades. A Classe Especial da E.M. Pernambuco participou da Exposição Meio Ambiente RIO + 20 com seus brinquedos de material reciclado e se sentiram valorizados, como demonstra o depoimento das alunas Joice e Carolina: "Tia Ana (coordenadora da escola) veio na sala e olhou o trabalho e gostou. Ela trouxe a máquina e tirou foto".

 

 

 

 

 

 

 

A atividade fez parte da parceria com a profª de Artes Zuleica, que também auxiliou a turma a fazer a sua Árvore dos Desejos, possibilitando, mesmo aos que não desenvolveram a oralidade, expressar o que gostariam de receber de Natal. A expressão de seus desejos e o reconhecimento de suas produções aparecem na alegria do sorriso desses alunos. Confiram no blog da E.M. Pernambuco!

 

 

 

 

 



Texto adaptado do relato enviado pela professora Vera Gonçalves através da coordenadora Ana Cristina Côrrea
 

 

 

Contate-nos

 

angela.freitas@rioeduca.net

twitter @angeladario

facebook Angela Regina de Freitas

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 12/12/2012

Visitando e Lendo o Sítio

Tags: 3ªcre, riodeleitores, blogsdeescolas.

 

 

A leitura é sempre um mergulho em um mundo novo e inesquecível. Envolve toda a magia de poder viajar nas palavras impressas e conhecer pessoas e lugares nunca antes imaginados. Os alunos da E.M. Professor Visitação, da 3ª CRE, estiveram em um mundo mágico e aprenderam muito.

 

 

As palavras nos transportam não só para novos espaços, mas também a outros tempos. A obra de Monteiro Lobato nos levou a conhecer todo o mundo do Sítio do Picapau Amarelo. A Escola Municipal Professor Visitação mantém a tradição e apresenta à nova geração os personagens dessa deliciosa história.
As atividades fizeram parte do projeto político pedagógico Lendo o Mundo que tivemos o prazer de conhecer no post Felizes e Lendo o Mundo. Durante todo o terceiro bimestre, eles visitaram o Sítio do Picapau Amarelo e os personagens passaram a fazer parte da rotina pedagógica da escola.

 

 

 

 

 

 

Cada turma produziu textos de diversos tipos à medida que os personagens se tornavam mais íntimos. As receitas da Tia Anastácia rechearam as aulas do EI-30, fazendo-os conhecer este tipo de narrativa e suas características, muito parecidas com a estrutura dos feitiços da Cuca estudados pela turma 1302. Assim, cada aluno pôde utilizar o caldeirão da bruxa para inventar o seu próprio feitiço. 

 

 

 

 

 

 

A descrição, tipo de texto que apresenta as características físicas e psicológicas dos personagens, foi utilizada para mostrar quem são o Visconde de Sabugosa e o Marquês de Rabicó. Para os pequeninos, a melhor maneira de conhecer o personagem é se vestir como ele, sentindo na pele sua personalidade.

 

 

 

 

 

 

Claro que ela não passaria despercebida. A boneca mais famosa da nossa literatura aparece toda prosa nos trabalhos que caracterizam a personagem e, em todos, seu jeito sapeca se destaca. As crianças se identificam muito com a curiosidade da boneca-gente, e sua vontade de aprender contagia a todos. 

 

 

 

 

 

 

A culminância do subprojeto Visitando o Sítio do Picapau Amarelo coincidiu com a festa do Dia das Crianças e aproximou ainda mais os personagens dos alunos da escola. A produção dos alunos foi a decoração da festa e todos puderam aprender com o conhecimento exposto por seus colegas. Ler é assim: mergulhar no mundo da fantasia e trazer um pouco dele para o seu mundo também.
Saiba mais sobre o projeto acessando o blog da E.M. Professor Visitação. Tem muito mais do trabalho da escola por lá.

 

 

 

 

 

 

Contate-nos

 

angela.freitas@rioeduca.net

twitter @angeladario

facebook Angela Regina de Freitas

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 07/12/2012

Fazendo o Futuro Acontecer

Tags: 3ªcre, eventos, protagonismojuvenil.

 

 

Cada aluno deve ser consciente de que seu futuro depende de suas atitudes no presente e que é através delas que ele pode mudar seu destino. O projeto político pedagógico da E.M. Delfim Moreira tem esse objetivo e, em sua Mostra Cultural, prepara o futuro.

 

 

"Aprendizado este
Que mudará nosso viver
Tornando-nos cidadãos críticos
Conscientizando-nos do nosso poder"
Prof.ª Rosângela Borges

 

 

O mundo atual, cada vez mais veloz, nos empurra para uma vivência centrada no presente, mas nossas ações, reflexões, conhecimentos e experiências preparam nosso futuro. O projeto político pedagógico "Seu Futuro Começa Agora. Não Espere Acontecer." da Escola Municipal Delfim Moreira é focado em conscientizar seus alunos de que seu comportamento diante do conhecimento, sua vida escolar e suas relações presentes são responsáveis pelas conquistas que ele obterá no futuro.
 A Mostra Cultural é uma atividade anual para que o aluno possa exercer essa reflexão. As atividades e conhecimentos adquiridos ao longo do ano se tornam palpáveis e são exibidos para toda comunidade escolar. É a escola cumprindo seu papel de mantenedora do patrimônio cultural, e também de produtora de cultura.

 

 

 



 

 

 

O corredor principal da escola, já conhecido como Corredor Cultural, ganha vida com as dezenas de trabalhados elaborados ao longo do ano letivo pelos alunos do E.I. até o 9º ano. A Mostra ocorreu nos dias 28 e 29 de novembro e foi difícil conseguir um momento em que estivesse vazio para fotografar o evento. Os temas desse ano não poderiam fugir da temática do meio ambiente e, por isso, o foco foi a sustentabilidade e as diversas formas de energias que proporcionaram a manutenção da nossa presença no planeta. As marcas culturais da humanidade foram retratadas nos trabalhos sobre o folclore nacional e o estrangeiro, cada vez mais presentes em tempos de globalização.

 

 

 

 

 

 

Em ano olímpico, a Educação Física destacou os jogos paraolímpicos. E nas diversas áreas das Artes, tivemos vários homenageados. Luiz Gonzaga foi, certamente, o mais estudado por sua produção vasta que permite a interdisciplinaridade com a Geografia, História, Música e Língua Portuguesa. As apresentações no auditório da escola se sucederam com as turmas expondo aos colegas e responsáveis um pouco do trabalho desenvolvido. O verso que abre esta postagem é da produção da Prof.ª Rosângela Borges e sua turma 1503 sobre a importância da comunidade escolar, sua integração e seu objetivo.

 

 

 

 

 

 

E, enquanto escola do século XXI, nossa produção extrapola a sala de aula e ganha a escadaria externa, marca registrada da U.E. Nela, a professora Wladia Pacheco, de Música, conduziu seus alunos do 6º ano em uma exibição que parou o entorno da praça. Os alunos encantaram utilizando cocos e chocalhos de garrafa PET, além da própria voz, para espalhar no ar as canções de Luiz Gonzaga.


Sabemos que o conhecimento adquirido em um ano não pode ser exposto em dois dias numa Mostra Cultural ou nesta postagem. Porém, nesse processo, os alunos se apropriaram do direito de aprender, expor e ensinar ao colega, ao seu responsável, inclusive através do Belo.


Belo que vemos na releitura do famoso poema de Carlos Drummond de Andrade, feita pela professora Márcia Tádea, de Artes Visuais, com suas turmas.

 

 

 

 

 

 


Contate-nos

 

angela.freitas@rioeduca.net

twitter @angeladario

facebook Angela Regina de Freitas

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 05/12/2012

Nas Ondas do Saber

Tags: 3ªcre, protagonismojuvenil, blogsdeescolas.

 

 

Estimular os alunos a desenvolver suas potencialidades com prazer e adquirir os conhecimentos necessários à sua vida adulta é o papel de toda a escola. A Escola Municipal Londres tem um projeto que continua marcando a história de seus alunos.

 

 



A tecnologia aproxima pessoas até seus interesses e recordações. Os blogs das nossas escolas são visitados não só pela atual comunidade escolar, mas por ex-alunos e professores. Navegando pelo blog da E.M. Londres, me deparei com o depoimento, infelizmente, anônimo, mas muito significativo:
“Faz 8 anos que saí dessa escola e mudei de estado mas nunca esqueci e não vou esquecer essa linda escola que me incentivou muito e da RÁDIO LONDRINHO, onde eu fui um repórter, piadista e locutor. Mas agora eu trouxe para minha cidade esse projeto de rádio na escola e estou participando!!!! Abraços a Todos!!!!”

E que projeto foi esse que proporcionou um aprendizado tão marcante na vida desse ex-aluno? Que memória é essa que ainda atua na vida dessa pessoa formada em nossas escolas municipais?

A Rádio Londrinho nasceu em 2004 sob a atenção da professora Solange Carvalho da Sala de Leitura. Foi criada a partir do curso oferecido pela Multirio com o Zé Zuca da Rádio Maluca. Os objetivos eram integrar os projetos da escola, exercitar o hábito da leitura e da escrita, estimular a autoestima do alunos e o saber ouvir, essencial para acompanhar esta mídia.

 

 

 

 

 

 

Então, aquele ex-aluno do comentário participou das primeiras edições da Rádio Londrinho. Certamente, também deve ter participado dos primeiros concursos de cartazes para a rádio. Este ano o concurso esteve bem movimentado, com mais de 20 inscritos. A eleição foi bastante disputada e os vencedores ficaram muito orgulhosos.

 

 

 

 

 

 

 

A Rádio Londrinho vai ao ar uma vez por bimestre e funciona como uma rádio ao vivo. Os locutores se revezam apresentando os reportéres, piadistas e “artistas” da escola. A leitura tem espaço privilegiado e as histórias aparecem sob vários formatos: dramatizações, contação, fantoches e outras. Os concursos e desafios também têm sua vez. O soletrando é o mais esperado deles.

 

 

 

 

 

 

A plateia faz seu papel e mantém o silêncio que só é quebrado quando o DJ solta o som. A Rádio Londrinho, nas ondas do saber (iê,iê!), vem marcando ouvintes e locutores com a aprendizagem significativa e cheia de prazer. As professoras Solange Carvalho e Waleria Gomes conduzem todos os envolvidos em busca da “Criança Cidadã: Construindo o Caminho do Amanhã” que é o projeto político pedagógico da escola.

 

 

 

 

 

 

No blog da escola, mais detalhes das apresentações e de outras atividades. Embarque você também nas ondas do saber. Confira os vídeos que trazem imagem das últimas apresentações. Visitem e comentem!

 

 

 

 

Imagens e informações do blog da escola.

 

 

Está realizando um projeto que está marcando vidas como esse? Então,

 

Contate-nos

 

angela.freitas@rioeduca.net

twitter @angeladario

facebook Angela Regina de Freitas

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share