A A A C
email
Todos os posts escritos por Greice Duarte - Representante Rioeduca 9ªCRE
Retornando 2 resultados para o autor 'Greice Duarte - Representante Rioeduca 9ªCRE'

Quinta-feira, 30/11/2017

Projeto: Quem lê vive mais, no CIEP Lamartine Babo

Tags: 9ªcre, leitura, projeto.

 

As histórias estão presentes em nossa cultura e o hábito de contá-las e ouvi-las tem inúmeros significados: cuidado afetivo, construção da identidade, desenvolvimento da imaginação, capacidade de ouvir o outro e à se expressar. No CIEP Lamartine Babo os alunos da Professora Elaine Sardinha vivenciam o Projeto: "QUEM LÊ VIVE MAIS!". Em diversas atividades os alunos vivem a leitura de histórias, que aproxima do universo letrado e colabora para a democratização de um de nossos mais valiosos patrimônios culturais: a escrita.

 

 

A infância é o período crucial na formação do indivíduo e a leitura de suma importância no seu processo cognitivo. A professora Elaine Nascimento, do CIEP Lamartine Babo, tem como meta principal a alfabetização de seus alunos do 1º ano de escolaridade, na interação com o lúdico, através da contação e dramatização de histórias narradas por professores do 1º ano e com a participação dos alunos do 1º ano.

 

 

Pensando nisso, através deste projeto, a professora procura formar um elo entre a criança, a família e o prazer da descoberta através do mundo encantado da leitura. A professora Elaine trabalhou ainda em seu projeto com professores aposentados e responsáveis, que vieram à Unidade para contar histórias para turma e também com alunos para o desenvolvimento do hábito de ler e dramatizar histórias. O trabalho consiste também no registro de dramatizações, estimulando a atividade artística e criativa, bem como a escrita.

 

 

Objetivo Geral: Criar formas de incentivo à leitura buscando proporcionar à criança, juntamente com a família, um estreitamento entre o mundo da literatura e o seu, visando propiciar ao aluno novas descobertas na área da leitura e escrita.

Objetivos Específicos:

  • estimular o gosto pela leitura desde a infância;
     
  • promover momentos de contação de histórias;
     
  • escolher os livros para leitura, apreciar e participar das rodas de leitura.
     
  • envolver a família com a criança no mundo literário dentro e fora da escola.
     
  • interessar-se pela leitura de diferentes tipos, como fonte de prazer.
     
  • confeccionar livros de histórias;
     
  • criar peças teatrais.

 

Atividades de leitura que acontecem no CIEP Lamartine Babo:

  • Família na escola: mamães do 1º ano contando histórias para as turmas;
  • Alunos do 6º ano contando histórias para o 1 º ano;
  • Momento literário( cada aluno escolhe o seu livro para ler na sala para um colega );
  • MALETA VIAJANTE: a cada semana 4 alunos levam as maletas para casa e dentro delas têm: 1 livro (escolhido pelo aluno), 1 caderno de registros, lápis, borracha, apontador e giz de cera. As crianças fazem a leitura e o registro em casa com a ajuda dos responsáveis e na sala de aula relatam aos colegas e professores como foi a experiência. 

 

 

Parabéns à Professora Elaine e toda equipe do CIEP Lamartine Babo! 

 

QUER SABER MAIS SOBRE A UNIDADE: 

CIEP LAMARTINE BABO

Endereço: R. Campo Maior - Campo Grande, Rio de Janeiro - RJ, 23015-160
Telefone: (21) 3394-6154


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 17/07/2017

EDI Dalila Tavares: Construindo a arte de sentir e aprender brincando

Tags: 9ªcre, artes, edi.

 

O mundo é repleto de símbolos e significados que possibilitam grandes descobertas nesta fase da infância. A arte possibilita o desenvolvimento de atitudes essenciais para o indivíduo como o senso crítico, a sensibilidade e a criatividade.  O EDI Dalila Tavares fica localizado na Zona Oeste do Rio, no bairro de Campo Grande e a a proposta de trabalho  é baseada na Arte que possibilita o desenvolvimento de atitudes essenciais para o indivíduo, como o senso crítico, a sensibilidade e a criatividade.

 

A arte faz parte da vida da criança como instrumento de leitura do mundo e de si mesma. No segundo bimestre foi realizado um trabalho com as Artes Visuais. PORTINARI tem sido nosso artista inspirador para diversas ações pedagógicas. As crianças foram apresentadas ao artista Cândido Portinari, conhecendo sua vida e obra, tendo contato com as artes plásticas, como figuras, imagens, desenhos e pinturas, assim como, conhecimento de mundo e expressões. As informações foram compartilhadas de forma lúdica, usando a linguagem da criança. A intenção era formar vínculos, entre a criança e Portinari.


As obras foram apresentadas na caixa surpresa, a turma EI 54, da professora Dircelene Bard ficou encantada com as obras. Os alunos puderam manusear, olhar de pertinho, observar e descrever os detalhes do que era analisado. Perceberam que ele retratava várias brincadeiras infantis. A obra que mais gostaram foi Brincadeira de roda. E, como brincar é muito bom, a turma foi para o pátio brincar de roda.
 

 

 

A professora Giulianna Abreu montou uma exposição com as obras para turma EI 42. Os alunos puderam observar e escolher a obra que mais gostaram. A turma ficou muito animada para saber qual seria a obra mais votada. Registraram suas escolhas na confecção do gráfico. A obra mais votada foi Plantando Bananeira.

 

   

 

Portinari, em suas obras, registrava suas brincadeiras de infância favoritas. Hoje, muitas brincadeiras estão ficando esquecidas. A turma EI 41, da professora Aline, procurou fazer um resgaste dessas brincadeiras e contou com a participação dos pais que responderam as pesquisas feitas pelos filhos. Os dados da pesquisa foram contabilizados num gráfico.

 

 

Em várias obras, encontramos papagaios ou pipas. A turma EI 31, da professora Sônia Maria confeccionou pipas, mas a melhor parte foi brincar com elas. Empinar papagaios. 

 

    

 

A turma do Maternal I, EI 21, da professora Cláudia Corrêa foi apresentada a obra Brincadeira de roda. Eles fizeram de forma alegre e divertida a releitura da obra. A ludicidade e encantamento foram explorados em cada momento.

 

 

 “No processo de aprendizagem em Artes Visuais, a criança exterioriza seu mundo interno, sua personalidade e seu modo de ver e de sentir as coisas. Ela traça um percurso de criação e construção individual que envolve escolhas, experiências pessoais, aprendizagens, relação com materiais e sentimentos.” 

 

Desta forma, Cândido Portinari, passou a fazer parte do universo das crianças do EDI Dalila Tavares.

Parabéns à equipe!

 

DADOS DA UNIDADE:

EDI Dalila Tavares
Direção Geral: Glória Regina
Diretora Adjunta: Flávia Alvarenga
Email: editavares@rioeduca.net
Facebook: https://www.facebook.com/dalila.tavares.102

 


   
           



Yammer Share