A A A C
email
Todos os posts escritos por Laura Fantti Davilla Serpa (Texto da profª Fernanda)
Retornando 1 resultado para o autor 'Laura Fantti Davilla Serpa (Texto da profª Fernanda)'

Quarta-feira, 22/06/2016

Trabalhando com projetos: O trabalho no Formigueiro

Tags: 11ªcre, especial, projetos.

 

 

 

A professora Fernanda Xavier tem respondido muitas perguntas da sua turminha de educação infantil regular, na E. Especial Municipal Rotary Club, localizada na Ilha do Governador. CONFIRA!

 

 

Tudo começou com um pássaro imóvel no chão coberto de formigas que chamou a atenção dos alunos, que levantaram diversas questões: formiga come passarinho morto? Para onde o estão levando? Elas voam? Põe ovos? São do bem ou do mal? 

Partindo dessas perguntas a professora tem desenvolvido um trabalho através da metodologia de projetos, intitulado "O trabalho no formigueiro".

 

Alunos pesquisadores: Observação de formigas

 

Na verdade, este é um recorte do projeto que começou com o nome de "Mundo das formigas", porém atualmente já se chama "Mundo do trabalho: Aprendendo com as formigas", pois a proposta do itinerário do projeto, como relata a professora, é feita à base de poucas fixações, com trajetória mutável oportunizando uma postura investigativa em relação ao mundo natural e social, através de diferentes fontes de pesquisa, segue arriscando novos caminhos e ampliando visões de mundo.

A turma tem demonstrado bastante interesse em saber cada vez mais sobre o mundo das formigas, munidos de lentes de aumento, passaram a procurá-las pelo parquinho, coletando-as para observação.

 

Mãos na massa, ou melhor, argila! Criação do formigueiro

 

Através dos conhecimentos compartilhados foi criado um planejamento coletivo, onde os alunos começaram, então, a trazer fotos, livros, filmes, potinhos com o inseto e pesquisas feitas na internet por mães muito participativas. O enorme envolvimento do grupo deixou clara a importância do planejamento participativo.

 

Formigas, ovos, larvas feitas com massinha de modelar

 

Seguindo o planejamento coletivo, iniciaram com muita empolgação a construção, por toda a turma, de um grande formigueiro de argila com suas diversas câmaras, onde cada formiga representava sua respectiva função. O inseto, ovos e larvas foram feitos com a massinha de modelar produzida pelas próprias crianças com farinha de trigo e sal.

Como haviam combinado que o formigueiro faria parte de um lindo jardim, a professora apresentou o livro “Lineia no jardim de Monet” para inspirá-los nessa atividade. Foi então, recriado na maquete o lago, a ponte e as ninfeias de uma de suas obras, com cores vivas e fortes, pois decidiram que, se Monet fosse pintá-lo, escolheria fazê-lo em um dia ensolarado.

 

Desenho dos alunos. Conhecimento adquirido através de muita pesquisa e observação 

 

Para construir o Sol, que também estava nos combinados e queriam que fosse bem diferente, o aluno Rafael foi influenciado pela observação de uma pintura da artista Tarsila do Amaral, onde o Sol lembrava uma laranja cortada e que conheceram através do livro “Uma aventura no mundo de Tarsila”.

“Tudo isso cria uma trama que faz com que indaguem, busquem e sigam um fio condutor que não surge de maneira espontânea nem pré-fixada, mas sim da interação, do diálogo pedagógico...” - Profª Fernanda

A culminação aconteceu com a confecção, pelas crianças, do bolo formigueiro em uma festa muito animada que contou com a presença das mães.

 

Professora Fernanda juntamente com seus alunos da educação infantil

 

As descobertas sobre as diferentes funções dos membros do formigueiro, o trabalho exaustivo das operárias, o fato da rainha e do macho não trabalharem nem cuidarem dos filhos, faz com que reflitam, agora, sobre diferentes tipos de família: mas e em nossas casas, como é o trabalho? Começa aqui, então, outra história... Ou seria a mesma??

 

O trabalho por projetos visa a re-significação do espaço escolar, transformando em um espaço vivo de interações aberto ao real e as suas múltiplas dimensões. Aprender deixa de ser um simples ato de memorização e ensinar não significa mais repassar conteúdos prontos. (Dewey)

 

 

Quer saber mais sobre o projeto?

Unidade Escolar: E. Especial Municipal Rotary Club

E-mail: emrotaryc@rioeduca.net

Telefone: 2463-0156 ou 3393-4215

 

 

 

Parabéns, professora Fernanda, por proporcionar aos alunos uma aprendizagem significativa, de forma lúdica e construtiva, que com certeza levarão para a vida toda!

 

 

Laura Fantti Davilla Serpa
Representante Rioeduca da 11ª CRE
Facebook: https://www.facebook.com/groups/1607751852842237
Twitter: https://twitter.com/laurafanttini
E-mail: lauradavilla@rioeduca.net

 

 

 

                            

 

 

 


   
           



Yammer Share