A A A C
email
Todos os posts escritos por Profª Leticia Monteiro (Profª Larissa Guimarães)
Retornando 2 resultados para o autor 'Profª Leticia Monteiro (Profª Larissa Guimarães)'

Quinta-feira, 29/10/2015

Projeto Caminhos do Rio

Tags: 3ªcre, caminhosdorio, visita.

 

 

 

 

Como parte integrante das comemorações dos 450 anos do Rio, a Escola Brigadeiro Faria Lima aderiu ao Projeto Caminhos do Rio, que realiza passeios culturais guiados por professores de História, tendo como tema norteador a história da cidade.

 

 

 

Atendendo à missão de promover a aprendizagem significativa de todos os alunos, a Escola Municipal Brigadeiro Faria Lima aderiu ao Projeto Caminhos do Rio.

Composto de palestras, visitas guiadas e registros fotográficos, o projeto tem por objetivo, de forma lúdica e agradável, apresentar a história da cidade do Rio de Janeiro e demonstrar a integração do Rio urbano antigo ao atual.

Os passeios são realizados para turmas do ensino fundamental com conteúdo adequado para essa faixa etária. São realizados num dia inteiro sob a liderança de professores de História ligados ao projeto que convidam alunos e professores a relacionar o que está escrito nos livros ao que estão visitando in loco.

O Roteiro varia de acordo com o planejamento realizado com as escolas.

Este foi o realizado pela Brigadeiro:

  • Igreja da Lapa dos Mercadores
  • Arco do Teles 
  • Chafariz do Mestre Valentim
  • Ladeira da Misericórdia
  • Paço Imperial 
  • Igreja da Ordem 1ª 
  • Igreja da Ordem 3ª de Nossa Senhora do Carmo
  • Igreja de Santa cruz dos Militares 
  • Mosteiro de São Bento e Igreja de Nossa senhora de Monserrate



 

Objetivos do projeto

  • Trazer a história, a arquitetura e a arte do Rio para as salas de aula;
  • Incentivar o olhar do estudante a apreciar e analisar as construções e obras de arte antigas da cidade;
  • Colaborar com a formação dos professores do ensino fundamental;
  • Promover o conhecimento do patrimônio histórico da cidade.

 

Caminhos do Rio 

É um projeto cultural realizado através dos incentivos fiscais do PRONAC (Programa Nacional de Apoio à Cultura), que tem como objetivo promover o conhecimento sobre o Patrimônio Histórico da cidade do Rio de Janeiro no ensino fundamental. Quer principalmente trazer a história, a arquitetura e a arte do Rio para as salas de aula, incentivando os estudantes a apreciar e analisar as construções e obras de arte antigas da cidade através da participação fundamental do professor.

O projeto almeja multiplicar o saber sobre a cidade por meio de passeios culturais realizados com o auxílio de um caderno de atividades especialmente elaborado para os estudantes, que será entregue gratuitamente aos grupos escolares no dia do evento.

 


 

Olha a Brigadeiro aí!

Que disposição sair da Água Santa na manhã chuvosa do dia 10 de setembro para conhecer a história da nossa cidade. Cidade maravilhosa, rica em histórias e registros que merecem ser conhecidos por todos os seus habitantes! 

A primeira parada foi na Igreja de N. S. da Lapa dos Mercadores.

 

 

Em 1743, vários comerciantes e moradores da rua do Ouvidor, no trecho denominado "da Cruz", ergueram um oratório dedicado à N. S. da Lapa.

A planta da igreja é uma combinação do oval da nave, coberta por cúpula e lanterna, com forma retangular tradicional da capela-mor. A sua concepção arquitetônica com espaço curvilíneo assemelha-se à da Igreja N. S. da Glória do Outeiro. A decoração interior é muito colorida, como era de gosto da classe comercial, com as talhas de madeira se confundindo com o estuque. Detalhes que a torna única entre as igrejas do Rio. A obra da talha interna foi executada por Mestre Antônio de Pádua e Castro, e o trabalho em estuque são de Antônio Alves Meira. O teto da capela-mor apresenta pinturas nas quatro paredes com histórias da Virgem.
 

 

Não existe coisa melhor do que uma aula de história ao ar livre!

 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 23/07/2015

Quede Água? O Velório do Planeta em Água Santa!

Tags: 3ªcre, água, sustentabilidade.

 

   

 

 

Você já ouviu falar em aquecimento global e sua influência nas mudanças climáticas? O planeta Terra pode morrer! O que você está fazendo para preservá-lo? O professor Rafael Bastos e seus alunos criaram um ambiente para pensar no futuro. E os alunos da Escola Faria Lima discutiram esse e outros temas na Feira de Sustentabilidade.

  


 

SUSTENTABILIDADE é o princípio segundo o qual o uso dos recursos naturais para a satisfação das necessidades presentes não pode comprometer a satisfação das necessidades das gerações futuras.

Nós fazemos isso? NÃO! Água Santa morre!
O Planeta Morre!

 

 

Sob a orientação do professor Rafael Bastos, sejam bem-vindos ao projeto "Quede água? O velório do Planeta em Água Santa!"

 

 

Quede água é uma instalação artística livremente baseada na canção "Quede água?", do cantor e compositor Lenine. A canção tem por temática principal os problemas que o planeta e, mais especificamente o Brasil, vêm sofrendo com relação à falta ou escasseamento de água potável.

 

 

Alguns versos inspiraram jovens fotógrafos, alunos das Escola Municipal Brigadeiro Faria Lima, a fotografar o bairro em que vivem, Água Santa, retratando a realidade refletida nos versos da canção. 

 

 

Aproveitando a discussão da temática, após pesquisas, os alunos descobriram um teste que revela se os hábitos e atitudes sustentáveis fazem parte do cotidiano dos visitantes da Feira de Sustentabilidade. Mais uma forma de conscientizar, de forma lúdica, sobre os problemas que cercam o Meio Ambiente.

 

 

Parabéns a alunos, professores e demais membros da equipe da escola Brigadeiro Faria Lima. Uma escola que faz a diferença!

 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share