A A A C
email
Todos os posts escritos por Professora Neilda Silva - Representante Rioeduca, da 8ª CRE
Retornando 2 resultados para o autor 'Professora Neilda Silva - Representante Rioeduca, da 8ª CRE'

Quarta-feira, 12/02/2014

Sala de Artes Cândido Portinari: Entre Brincadeiras e Muros!

Tags: 8ªcre.

As professoras de Artes Amir Regina e Gabrielle Domingues da E. M. Professor Lauro Travassos apostaram em um projeto onde cores, formas e criatividade são um meio de envolver toda a comunidade escolar em diferentes aprendizagens.

 

Desse projeto nasceu a Sala de Artes Cândido Portinari! 
 

 

Alunos da E. M. Professor Lauro Travassos observando os carimbos que foram feitos pelos responsáveis.

 

As professoras Amir Regina e Gabrielle Domingues são regentes de Artes Visuais na Escola Municipal Professor Lauro Travassos. Juntamente com a equipe pedagógica da escola, essas professoras investiram em um grande projeto: a criação de um novo espaço no ambiente escolar.

 

Esse novo espaço deveria proporcionar não só aos alunos, mas a toda comunidade escolar experiências e sensações que contribuam para o desenvolvimento de diferentes conhecimentos a respeito de si mesmo e do mundo. Foi criada, então, a Sala de Artes Cândido Portinari da Escola Municipal Professor Lauro Travassos.

 

A exposição de trabalhos no auditório da escola.

 

"É importante saber que a Sala de Artes é um espaço educacional que visa o desenvolvimento artístico, expressivo e crítico do aluno.

É fundamental ter um ambiente que seja propício para explorar as diferentes linguagens artísticas e que também seja um espaço integrado à escola, com projetos que envolvam outras disciplinas."

 

                                                                 Gabriellle Domingues, Professora de Artes.

 

 

Uma releitura das obras de Portinari que retratam a sua infância.

 

Por que Portinari?

 

A Sala de Artes tem um nome que homenageia um grande artista!

 

A escolha do artista Cândido Portinari surgiu de seu contexto político, sua participação no Movimento de Arte Moderna, na Semana de Arte Moderna realizada em São Paulo e, principalmente, sua infância presente nas telas.

 

As obras de Portinari permitem a observação dos elementos visuais utilizados, presentes nas orientações curriculares de artes visuais: tais como ponto, linha, forma, cores, estilização, naturalismo. Em linguagens visuais: desenho, pintura, escultura, gravura. Em movimentos artísticos como: o Cubismo, o Modernismo e a Pintura Muralista presente em tal contexto histórico.

 

Oficina de Carimbo para os pais.

 

O Projeto Portinari ficou dividido em duas temáticas de acordo com as turmas:

 

1º, 2º e 3º anos: Portinari e seus temas infantis - A Infância e a Brincadeira.

4º e 5º anos: A Pintura Muralista de Portinari e suas referências e o mural Guerra e Paz de Portinari.

 

Os responsáveis também tiveram um dia exclusivo para participar

 

No dia 12 de junho, os pais foram convidados para uma oficina na escola. Aqueles que compareceram conheceram não só o projeto da unidade, mas também tiveram a oportunidade de aprender um pouco sobre as obras de Portinari participando da Oficina de Carimbos.

 

Foram mostradas imagens de pinturas em azulejo do artista Portinari, os motivos utilizados, suas influências, cores e lugares onde essas pinturas estão presentes. Após uma conversa sobre esses conteúdos, os pais começaram a trabalhar e produzir os seus carimbos.

 

Alunos visitando a exposição.

 

A professora Vania Videira, que é a diretora da escola, falou ao Rioeduca da emoção dos alunos ao entrarem no auditório e reconhecerem seus singelos trabalhos expostos como verdadeiras obras de arte!

 

E o projeto não para por aí, pois está prevista uma visita ao Museu da Chácara do Céu, onde os alunos poderão entrar em contato com as pinturas de Portinari que fazem parte do acervo, entre outros pintores brasileiros e europeus. Aproveitarão também o jardim do espaço, que favorece momentos lúdicos, além da vista privilegiada da cidade do Rio de Janeiro.

 

Partindo da esquerda: Dina Lucia, Coordenadora Pedagógica, Suely Coordenadora do Projeto Portinari, Vania Videira, Diretora da E. M. Prof. Lauro Travassos, Gabrielle Domingues, Profesora de Artes, e professora Valdineia, da Gerência de Educação da 8ª CRE.

 

O Rioeduca parabeniza toda a comunidade da Escola Municipal Professor Lauro Travassos pela realização do projeto!

 

Se você deseja saber mais sobre este projeto, clique abaixo e faça uma visita ao Blog

Sala de Artes Cândido Portinari

 

Professora Neilda Silva - Rioeduca 8ª CRE

neildasilva@rioeduca.net

Twitter: @Prof_Neilda

 

 

 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 15/01/2014

Acolhimento e Inclusão: de Mãos Dadas Rumo ao Sucesso!

Tags: 8ªcre, acolhimento.

 

 

Uma sala de aula que segue a proposta da Inclusão não é só um espaço onde todas as crianças são bem-vindas. Inclusão significa entender, conviver e compartilhar!

Hoje, o Rioeduca apresenta uma professora que entende que o Acolhimento deve durar o ano todo, e a Inclusão, por toda a vida!

 

Inclusão: dever e direito!

 

A Inclusão é um movimento mundial de luta das pessoas com deficiências e seus familiares na busca dos seus direitos e lugar na sociedade.

 

Essa busca por direitos e espaços na sociedade começa bem cedo e tem seus primeiros passos na escola! 

 

A ideia de uma Escola Inclusiva se fundamenta numa filosofia que reconhece e valoriza a diversidade, como característica inerente à constituição de qualquer sociedade.

 

Uma escola para ser realmente Inclusiva precisa garantir o acesso e a participação de todos, a todas as oportunidades, independentemente das peculiaridades de cada individuo.

 

Incluir não é tarefa fácil, mas constitui-se um dever da sociedade e um direito do indivíduo.

 

 

"O princípio fundamental da Educação Inclusiva é a valorização da diversidade e da comunidade humana. Quando a Educação Inclusiva é totalmente abraçada, nós abandonamos a ideia de que as crianças devem se tornar normais para contribuir para o mundo".

                                                                                              Kunc , 1992 

 

 

Alunos da turma 1201 da E.M. Getúlio Vargas jogando "Na Trilha do Alfabeto".

 

Na Escola Municipal Getúlio Vargas, o Acolhimento teve como princípio a Inclusão de todas as crianças no espaço, nas ações e nos projetos que serão desenvolvidos posteriormente.

 

Na turma 1201, do 2º ano, o aluno Henzo Miguel é uma das crianças com Necessidades Educacionais Especiais.

 

Diagnosticado como tendo TGD (Transtorno Global do Desenvolvimento), Henzo Miguel é um aluno que encontrou nesta turminha a oportunidade de desenvolver todas as suas habilidades e vencer, a cada dia, os desafios que lhe são propostos.

 

Henzo Miguel conta com a professora Maria Cristina como sua principal aliada neste processo. A professora acompanha a turma desde o ano passado, o que facilita muito sua comunicação com o aluno e o acompanhamento da evolução da aprendizagem.

 

 

Alunos da turma 1201 da E. M. Getúlio Vargas participando da dinâmica de Boas-Vindas!

 

Quando o professor inicia sua busca por respostas para atender à diversidade, o processo pedagógico certamente se torna mais rico e proporciona uma melhor qualidade de educação para todos!

 

É desta forma que todos podem se beneficiar da Educação Inclusiva, pois os envolvidos se enriquecem: alunos, professores, família e comunidade.

 

Para a primeira semana de aula, a professora Maria Cristina planejou atividades de revisão usando jogos e brincadeiras como estratégia.

 

Para o aluno Henzo Miguel, foi muito importante participar das atividades em grupo e, para seus colegas, não foi diferente: todos gostaram muito das brincadeiras!

 

 

 

 

Henzo Miguel, aluno da turma 1201 da E.M. Getúlio Vargas demonstrando seu conhecimento sobre ordem numérica.

 

 

 

A Semana de Acolhimento, tão comum na Educação Infantil, se estabelece como parte integrante das ações que visam estreitar os laços entre o aluno, o professor, os colegas da turma e o espaço escolar, independente do grupamento ou faixa etária.

 

É importante saber que tanto os alunos iniciantes, quanto aqueles que retornam às aulas, merecem ser recebidos com carinho e com atividades planejadas especialmente para estes dias.

 

Sendo o Acolhimento um momento tão importante, certamente ele pode contribuir positivamente para o sucesso do processo pedagógico!

O sorriso do aluno Henzo Miguel demonstra que ele se sente acolhido todos os dias do ano!

 

 

 

Professora Maria Cristina recebendo flores do aluno Henzo Miguel

 

 

Acolhimento e Inclusão são princípios de uma escola que vislumbra oferecer Educação de Qualidade como um direito de todos!

 

A professora Maria Cristina diz que Henzo Miguel é a criança mais surpreendente e amorosa que ela conheceu em 2012!

 

Nesta relação que valoriza a aproximação, professores acolhem alunos e alunos também acolhem seus professores!

 

 

Professores, queremos conhecer e divulgar o Blog e os projetos de sua escola.

Entre em contato com o representante da sua CRE.

 

 

 

Neilda Silva

Professora e Representante do Rioeduca na 8ª CRE

neildasilva@rioeduca.net

Twitter: @Prof_Neilda

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share