A A A C
email
Todos os posts escritos por Renata Carvalho
Retornando 78 resultados para o autor 'Renata Carvalho'

Quarta-feira, 14/10/2015

Influências Culturais e o Nosso Folclore

Tags: 2ªcre, folclore.

 

 

 

Os alunos da Escola Menezes Vieira conheceram as riquezas do folclore brasileiro, através de pesquisas e de projetos interdisciplinares.

 

De acordo com o portal “Sua Pesquisa”, folclore é um conjunto de mitos e lendas que são transmitidos de geração para geração. O dia do folclore é comemorado em 22 de agosto e é um assunto importante para ser trabalhado nas escolas, pois aguça a curiosidade dos educandos e, principalmente, transmite os valores culturais.


O folclore brasileiro é muito rico, pois nele estão presentes as características dos povos que contribuíram para a formação da nação brasileira, sobretudo de africanos, indígenas e europeus. As influências podem ser encontradas na comida, maneira de vestir e nas lendas.


Na tentativa de um resgate da nossa cultura e valores, a Escola Menezes Vieira desenvolveu o projeto “Influências culturais e o nosso folclore”. O objetivo é garantir a perpetuação das tradições e costumes de gerações passadas através da interdisciplinaridade. As atividades desenvolvidas foram enriquecedoras para toda a comunidade escolar, que participou de forma ativa na realização do projeto.

 

A dança "Pindorama" apresentada pela turma do 1º ano.

 

O projeto teve a duração de dois meses, e envolveu os alunos desde a Educação Infantil até o sexto ano do Ensino Fundamental e seus respectivos professores. O objetivo principal é fornecer a aprendizagem através da interdisciplinaridade e proporcionar aos alunos conhecimentos, atividades e produções relativas ao tema, além da socialização, autocuidado e importância da reciclagem.

 

Produção do 4º ano na aula de Artes e produção de máscaras africanas do 5º ano.

 

Durante o período de realização do projeto, foram desenvolvidas diversas atividades. Os alunos da Educação Infantil ouviram lendas sobre animais contadas pelas professoras, fizeram desenhos com o professor de Artes, e participaram da confecção do brinquedo pé de lata com a professora de Educação Física.

 

Pés de lata e bilboquês feitos pelas turmas da Educação Infantil e 1º ano nas aulas de Educação Física.

 

Os educandos do primeiro ao quinto ano também participaram de várias atividades como: registro de textos das lendas de forma coletiva, pesquisas das danças folclóricas das cinco regiões do Brasil, confecção de murais sobre os índios e lendas folclóricas conhecidas, busca e mapeamento da influência africana no folclore brasileiro.

 

Dança do Pezinho com a turma da Educação Infantil.

 

Os alunos do sexto ano conheceram a literatura de cordel e produziram poemas de cordel com o auxílio da professora da Sala de Leitura. Nas aulas de Artes, elaboraram xilogravuras para ilustrar os poemas produzidos na Sala de Leitura. Durante as aulas de Educação Física, o trabalho foi construção de um vídeo sobre brincadeiras de antigamente para apresentá-lo à Educação Infantil, 1º, 2º e 3º anos no dia da festa de encerramento. Além disso, fizeram pesquisas sobre algumas lendas folclóricas para contar ao público no dia da festa.

 

Produção de poesias de Cordel com o auxílio dos professores de Artes e Sala de Leitura.

 

No dia da festa de encerramento, o espaço escolar foi organizado para receber as oficinas do projeto, as danças, os vídeos produzidos nas aulas de Educação Física e as exposições dos trabalhos realizado pelos alunos e professores. A festa foi agradável para todos que participaram, e contribuiu para agregar conhecimentos sobre o folclore brasileiro a toda comunidade escolar.


Agradecemos a Escola Menezes Vieira por compartilhar conosco essa experiência pedagógica. Desejamos sucesso a toda equipe da unidade escolar!

 

O contato da unidade escolar é: emvieira@rioeduca.net.  

 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

Renata Carvalho - Professora da Rede e representante do portal Rioeduca na 2ª CRE

renata.carvalho@rioeduca.net


 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 30/09/2015

Amigos de Lobato

Tags: 2ªcre.

 

 

 

Os alunos do quarto ano do CIEP Samuel Wainer estão conhecendo a obra de Monteiro Lobato de uma maneira dinâmica, divertida e integrada com os conteúdos do bimestre.

 

 

A professora Sônia Cristina do Amaral Pereira, regente no CIEP Samuel Wainer, costuma trabalhar com suas turmas através de projetos. A professora enviou ao portal Rioeduca relatos do projeto “Amigos de Lobato”, que foi desenvolvido na unidade escolar em parceria com a professora Karol Behrens, também regente no quarto ano do Ensino Fundamental.


O projeto “Amigos de Lobato” surgiu do interesse e curiosidade demonstrados pelas crianças durante a leitura de um texto sobre as personagens do Sítio do Picapau Amarelo. Teve como objetivo favorecer o desenvolvimento criativo das crianças, o despertar do interesse pela linguagem oral, e o incentivo à leitura e escrita, respeitando os descritores propostos pela Secretaria Municipal de Educação.

 

Professora Sônia e alunos.

 

A partir das inesquecíveis histórias, músicas e personagens do Sítio do Picapau Amarelo, as crianças foram motivadas na busca de novos conhecimentos para o seu cotidiano, e tiveram contato com diferentes gêneros de texto como: e-mail, receitas, letras de músicas, avisos, cartazes, cardápios e notícias.

Também tiveram contato com a produção artística e diferentes recursos midiáticos relacionados ao tema. Aprenderam sobre valores morais, meio ambiente, espaços geográficos, matemática, ciências, cultura, entre outros temas, sempre buscando a formação de um leitor proficiente, capaz de interagir e dialogar em variadas situações comunicativas e agir com autonomia de pensamento e de expressão.

 

Mural com exposição de trabalhos realizados durante o projeto.

 

Atividade de produção de um convite com o tema do projeto.

 

Através desse projeto, foi possível trabalhar todos os conteúdos previstos para o bimestre, além de outros que foram surgindo a partir do interesse e curiosidade da turma, sempre de forma contextualizada e significativa. O tema escolhido foi muito enriquecedor e envolvente, pois favoreceu a interação entre as disciplinas de forma lúdica, sensível, crítica, questionadora, poética, divertida e emocionante.

 

Integração do projeto "Amigos de Lobato" com os conteúdos do bimestre.

 

A professora Sônia Amaral possui um blog onde compartilha experiências sobre os projetos pedagógicos que desenvolve com suas turmas. Esse blog possui informações que podem contribuir com ideias para o cotidiano escolar. Clique aqui para conhecer!


Agradecemos a professora Sônia Amaral por compartilhar conosco essa rica experiência de trabalhos com projetos, pois é notório o quanto essa abordagem pedagógica estimula e contribui para a formação integral de nossos alunos, formando leitores e na aquisição dos conteúdos da série. Desejamos sucesso a toda equipe da unidade escolar!

 

O contato da professora Sônia Amaral é: soniamaralpereira@gmail.com.

 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

Renata Carvalho - Professora da Rede e representante do portal Rioeduca na 2ª CRE

renata.carvalho@rioeduca.net

 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 23/09/2015

Ler é um Prazer!

Tags: 2ªcre.

 

 

 

Em agosto, foi inaugurado o novo espaço de leitura da Escola Camilo Castelo Branco.

 

 

No último dia 21 de agosto, a Escola Municipal Camilo Castelo Branco completou seu cinquentenário em grande estilo. Para comemorar a data, recebeu muitos convidados como ex-alunos e ex-professores, alguns fizeram parte da primeira turma do Colégio Estadual Camilo Castelo Branco em 1966. Para registrar o evento, a escola contou com o precioso apoio da MultiRio.

 

Evento em comemoração ao cinquentenário da escola.

 

A cerimônia, realizada na quadra da escola, lembrou a importância de resgatar a história da unidade escolar na construção de uma memória capaz de alicerçar os novos caminhos que a educação nos propõe.


Nesse dia especial, foi oficializada a reabertura da Sala de Leitura Monteiro Lobato, que estava em reforma desde março. O novo espaço de leitura ganhou mobiliário novo e adequado, bem aconchegante para os leitores, além de um acervo renovado.

 

Novo espaço da Sala de Leitura.

 

Tudo isso foi possível a partir do prêmio recebido no Concurso Escola de Leitores, promovido pelo Instituto C&A. O instituto, além da reforma do espaço, propiciou a duas professoras da escola uma viagem à Colômbia, país que se sobressai na América do Sul pelo seu Sistema de Bibliotecas Parque, com destaque para Bogotá, que recebeu da UNESCO, em 2007, o título de Capital Mundial do Livro. Também garante, desde setembro de 2014, a presença da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ), que contribui para a formação literária dos docentes, e auxilia na condução dos projetos de leitura desenvolvidos.

 

Professoras Jenny, Sala de Leitura, e Liane, Artes, na Biblioteca Parque El Tunal em Bogotá, Colômbia, em maio de 2015.

 

O projeto da escola, enviado em 2014, tem como título “Nossas Heranças Culturais: Leituras e Memórias”, e foi selecionado juntamente com outros seis na 3ª edição do prêmio. Neste mesmo ano, todas as ações do projeto culminaram na II Feira Cultural da Camilo, que abordou a importância das raízes indígenas e africanas para a contribuição da identidade brasileira.

Foram expostos trabalhos realizados pelos alunos em parceria com os professores, além de muitas apresentações e debates sobre o tema sempre conduzidos pelos docentes e estudantes da unidade escolar.

 

II Feira Cultural da Camilo em 2014.

 

Agradecemos a professora Jenny Fernandez, regente da Sala de Leitura da unidade escolar, por compartilhar conosco essa experiência de valorização e incentivo à leitura. Desejamos sucesso a toda equipe da E. M. Camilo Castelo Branco!

 

O contato da unidade escolar é: emcbranco@rioeduca.net.

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

Renata Carvalho - Professora da Rede e representante do portal Rioeduca na 2ª CRE

renata.carvalho@rioeduca.net
 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 16/09/2015

Rio 450 Anos: Aqui Eu Moro, Aqui Nós Vivemos

Tags: 2ªcre.

 

 

 

Os pequeninos da Escola Rinaldo De Lamare estão conhecendo o Rio de Janeiro através da leitura e de aventuras com os personagens do Sítio do Picapau Amarelo.

 

 

A Escola Municipal Rinaldo De Lamare fica no bairro de São Conrado, e atende turmas da Educação Infantil. Este ano, em comemoração ao aniversário de 450 anos da cidade, os pequeninos estão conhecendo o Rio de Janeiro através de pesquisas, rodas de leitura e muita aventura com a turma do Sítio do Picapau Amarelo.

As turmas começaram o ano conhecendo a história da fundação da cidade do Rio de Janeiro, com ilustrações e vocabulário próprios para a Educação Infantil. Além disso, junto com os professores, construíram um alfabetário com os nomes dos pontos turísticos da cidade, que foram apresentados às crianças de forma lúdica, com histórias, pesquisas na internet e músicas. Para complementar o projeto, a escola trabalhou algumas personalidades e músicas que falam de nossa cidade.

No mês de maio, a turma do Sítio do Picapau Amarelo resolveu fazer um passeio pelo Rio de Janeiro. Eles vieram de balão, e passearam por todos os pontos turísticos. Os pequeninos se divertiram muito com as aventuras dessa turma maravilhosa.

 

Emília visita a escola, e ajuda aos pequeninos a conhecerem o Rio de Janeiro. 


A proposta para o segundo semestre, pensando também no letramento, é a volta da Emília para o Rio de Janeiro morando na Rocinha. Ela traz uma mala cheia de coisas com as quais os alunos construirão um novo alfabetário. Dessa vez, será a Emília quem contará a história da cidade, a vinda da família real para o Rio de Janeiro, quando Pedro tinha 9 anos. A proposta é fazer, junto aos pequeninos, uma pesquisa sobre a Rocinha.

A escola, também, recebeu a visita da Gerência de Educação Infantil, representada pela gerente Simone de Jesus Souza, que promoveu uma roda de conversa com os pequeninos. Nessa atividade, as próprias crianças contaram sobre o projeto que vem sendo desenvolvido ao longo do ano letivo. Falaram sobre como foram feitos os trabalhos da exposição, e o que eles aprenderam sobre a cidade em que vivem. Na roda de conversa, participaram alunos de diferentes turmas do grupo de três, quatro e cinco anos de idade.

 

Roda de conversa com a Gerência de Educação Infantil.

 

Aproveitando a Semana da Educação Infantil, a Emília esteve novamente na escola e trouxe uma mala cheia de objetos que serão utilizados ao longo do segundo semestre. Nessa visita, a Emília também levou, em sua mala, livros de presentes, enviados pela Secretaria Municipal de Educação. Ela foi em todas as salas entregar os presentes aos alunos. As crianças ficaram encantadas com a presença da personagem do Sítio do Picapau Amarelo e com os livros que lhes foram entregues.

 

Emília entregando os livros aos pequeninos.

 

Alunos com os livros que receberam na Semana da Educação Infantil.

 

Nesse evento, a escola contou com a presença da Simone de Jesus Souza, Gerência de Educação Infantil, e sua equipe, da professora Maria Inêz Brazuna, Coordenadora da 2ª CRE, e Gisele Bandeira, sua assistente. O dia foi de muitas emoções e aventuras incríveis para os pequeninos.

 

Professor Paulo Libonati, diretor da unidade escolar, professora Maria Inêz Brazuna, coordenadora da 2ª CRE, e visitantes que prestigiaram o evento.

 

Agradecemos o professor Paulo Libonati, diretor da unidade escolar, e a professora Daniela Mariath, coordenadora pedagógica, por compartilhar conosco este trabalho de incentivo à leitura e formação da cidadania desde a Educação Infantil. Desejamos sucesso a toda equipe da unidade escolar!

 

O contato da unidade escolar é: emrlamare@rioeduca.net.

 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

Renata Carvalho - Professora da Rede e representante do portal Rioeduca na 2ª CRE

renata.carvalho@rioeduca.net


 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share