A A A C
email
Todos os posts escritos por Renata Carvalho _ Representante do Rioeduca na 2ª CRE
Retornando 3 resultados para o autor 'Renata Carvalho _ Representante do Rioeduca na 2ª CRE'

Terça-feira, 24/07/2012

Projeto E. M. Sergio Vieira de Mello e a Rio + 20

Tags: 2ªcre, meioambiente, eventos.

Aproveitando que a cidade do Rio de Janeiro foi sede da Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável – Rio + 20 no mês de junho, a E. M. Sérgio Vieira de Mello desenvolveu com seus alunos um projeto sobre conscientização ambiental.

 

 

O projeto desenvolvido por esta unidade escolar culminou com uma Feira Ambiental. Os trabalhos apresentados nesta feira foram desenvolvidos pelos alunos e professores durante o segundo bimestre de 2012.

 

 

Exposição de trabalhos durante a Feira Ambiental

 

É importante ressaltar que ao longo do projeto os alunos puderam conhecer sobre o Meio Ambiente e Sustentabilidade vivenciando práticas que colaborem com estes.


O início do projeto aconteceu quando a escola participou do concurso “Cartas para um Mundo Sustentável”, que teve como objetivo mobilizar e despertar nos alunos a consciência ambiental. Abaixo temos a carta escrita pelos alunos do grêmio da E. M. Sérgio Vieira de Mello, com a colaboração da professora responsável.

 


“Senhores Delegados da Conferência Rio+20,


Todos nós, alunos da Escola Municipal Sergio Vieira de Mello, situada no bairro do Leblon, temos a honra e a responsabilidade de compartilhar com os senhores as nossas preocupações e opiniões sobre a sustentabilidade e a conservação para com o Planeta Terra. Vale a pena registrar trechos do poema da autora Gabriella Mistral, constatando o ‘’Prazer de servir’’ da nossa rica natureza. 


“Toda natureza é um anseio de serviço. Serve a nuvem, serve o  vento, serve a chuva.
Onde houver uma árvore para plantar, plante-a você, onde houver  um erro para corrigir, corrija-o você. Onde houver um trabalho e todos se esquivem, o aceite você...”


Essa leitura contribui muito para nossas constatações e reflexões. É mesmo uma grande doadora a nossa natureza, mas por outro lado, ela exige ações responsáveis de cada humano do planeta.


Há vinte anos tivemos avanços preciosos: a vontade e a conscientização cada vez maior da população mundial, mas precisamos avançar mais. Nas aulas, tomamos conhecimento de ações de crianças de todo o mundo para desenvolver a saúde do planeta Terra.


Qual poderia ser a nossa contribuição imediata?


Cada um de nós deve e pode ser multiplicador das ações em favor da nossa grande casa. Com a ajuda dos nossos pais, amigos e vizinhos, cada um fazendo um pouquinho, muito ajudará ao planeta. Esperamos que esta Conferência assuma responsabilidades e tenha um olhar especial para com os nossos irmãos mais necessitados, até porque, no mundo de hoje, algumas pessoas têm  além  do que necessitam e muitas  outras nem tem o básico para sobreviver. Desejamos que todo o mundo se mobilize a reduzir, reciclar e reutilizar  todo o lixo. É urgente evitarmos o desperdício.


É importante que vocês, governantes, invistam em pesquisas para descobertas de novas formas de obter energia limpa; que haja incentivo e esclarecimento sobre o aproveitamento das águas das chuvas em escolas, prédios, estádios, fábricas, etc. É preciso exigir a redução de emissão de gás carbônico em todos os países. Não podemos mais aceitar que o esgoto seja jogado no mar.


Juntos, somos mais fortes. Com muitos amigos, podemos multiplicar e fazer uma grande diferença nesse mundo. Vamos abraçar o compromisso de sermos unidos. Somos parceiros!


Atenciosamente,


Grêmio Estudantil da Escola Municipal Sérgio Vieira de Mello”


 

 

Alunos aprendendo atitudes que colaborem com o Meio Ambiente

 

Cada série ficou responsável por desenvolver um tema relacionado ao meio ambiente e, para trocar experiências, a escola resolveu realizar uma Feira Ambiental. Desta forma, estaria reunindo e compartilhando o aprendizado adquirido sobre o tema.


Ao longo do projeto, os alunos estiveram envolvidos em várias ações práticas relacionadas ao tema como: as atividades da cartilha ambiental, a cinemateca ambiental e a horta suspensa.

 

 

A Feira Ambiental da E. M. Sérgio Vieira de Mello foi um sucesso, pois reuniu professores, alunos, responsáveis e escolas convidadas, para prestigiar este trabalho de valorização do Meio Ambiente e conhecer práticas de sustentabilidade.

 

 

Para conhecer mais sobre o trabalho desta escola visite seu blog

http://escolamunicipalsergiovieirademello.blogspot.com.br/

 

Professor, divulgue também o blog ou projetos que desenvolvidos por sua escola. Entre em contato com o representante de sua CRE. Clique aqui para conhecê-lo!

 

Gostou desta publicação? Clique em curtir para compartilhá-la com seus amigos no Facebook e deixe um comentário.

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 19/06/2012

Oficinas de Blogs – Criando Parceria entre CREs

Tags: 2ªcre, 5ªcre, blogsderioeducadores, capacitação.


Durante o mês de junho aconteceram duas “Oficinas de Blogs”, a primeira na 5ª CRE e a segunda na 2ª CRE. Estes encontros foram bastante proveitosos, pois pudemos compartilhar nossos conhecimentos e contribuir com a prática de nossos colegas professores.

 

 Professoras Renata Carvalho, representante do Rioeduca na 2ª CRE, e Professora Regina Bizarro, representante do Rioeduca na 5ª CRE.

 

Desde o mês de março a professora Regina Bizarro, representante do Rioeduca na 5ª CRE, e eu, realizamos algumas oficinas para professores sobre blogs. A ideia de criarmos estas oficinas surgiu após a professora Regina ter auxiliado várias escolas criando seus blogs e orientando como utilizá-los. Já realizamos ao longo do primeiro semestre de 2012 nove oficinas: cinco na 5ªCRE, duas na 4ª CRE e duas na 2ª CRE, sempre muito bem recebidas pelos professores e equipes das CREs.


As “Oficinas de Blogs” têm como objetivo discutir sobre vários aspectos do blog educacional e também como criá-lo. Nossos encontros iniciam-se com três perguntas, que tentamos responder ao longo da oficina, “Afinal, o que é blog? Para que serve? Como criar o meu?”


Conversamos sobre as funcionalidades do blog educacional, suas contribuições para o trabalho de uma escola, vemos exemplos de alguns blogs e iniciamos a parte prática. Neste momento, sorteamos uma escola que esteja representada na oficina, que ainda não tenha blog e o criamos mostrando o passo a passo.


Além das oficinas, criamos um blog cujo título é “Oficinas de Blogs 2012 - Compartilhando Experiências”. Através dele, divulgamos as oficinas, fazemos as inscrições, além de disponibilizarmos material para aqueles que se mostram interessados nos blogs educacionais. Costumamos ler textos sobre o assunto e também agregar nossas experiências como professoras.

 

 

Sugestões para blogs educacionais - Retirado do blog "Oficina de Blogs 2012"

 

Como Aconteceram as Oficinas de Blogs no Mês de Junho

Após termos feito quatro oficinas na 5ª CRE, a professora Regina Bizarro resolveu juntar os PETs, Núcleo de Artes e Clube Escolar  num só local para ministramos oficinas, pois os mesmos não dispunham de blogs.


Porém, pela falta de oportunidade de juntarmos os integrantes deste programa, ela resolveu convidar outras escolas que já haviam sinalizado estarem com dificuldades de postagens por algum motivo. Foi então que aconteceu a quinta oficina de blogs no auditório da 5ª CRE, com dezesseis participantes.


Mais uma vez a oficina sagrou-se vitoriosa pelo fato dos presentes terem criados seus blogs, além de criarmos ao vivo o portfólio digital do PET José Emydgio.

 

“Os Polos de Educação pelo Trabalho funcionam em diferentes pontos da Cidade do Rio de Janeiro, oportunizando uma interação sociocultural entre comunidades diversas. A participação nos polos é opcional e os alunos podem frequentar tantas oficinas quantas sejam possíveis conciliar os horários. Os alunos frequentam as oficinas em turno diferente daquele em que estão matriculados na escola. O objetivo geral dos Polos de Educação pelo Trabalho é a formação de um espaço de reflexão interdisciplinar tendo o trabalho como um princípio educativo, enfocando, entre outras questões, as relações de trabalho e suas transformações diante do novo contexto mundial. Visam também contribuir, através das oficinas, com aspectos considerados significativos na formação da cidadania.

Retirado de http://www0.rio.rj.gov.br/sme/projprog/programas/pet.htm acesso em 17/06/2012

 

 

Professores participantes da oficina de blogs realizada no auditório da 5ª CRE

 

A oficina do dia 13 de junho reuniu professores de escolas e creches da 2ª CRE. Convidamos para participar as escolas e creches que ainda não possuíam blogs ou o responsável que não consegue interagir com a plataforma de seu blog e, desta vez, nos reunimos com cerca de vinte e cinco professores.


A professora Maria Inez Brazuna, Coordenadora da 2ª CRE, iniciou a oficina dando boas vindas aos professores, falando sobre a relevância deste encontro e da troca de conhecimentos sobre os blogs educacionais.

 

 

Momentos da segunda oficina de blogs na 2ª CRE

 

Gostaria de registrar sinceros agradecimentos aos participantes das “Oficinas de Blogs 2012” que aconteceram ao longo do mês de junho.


Para conhecer mais sobre este trabalho e ter acesso a dicas sobre blog educacionais acesse
 

 

Professor, o portal Rioeduca é um espaço feito por e para professores. Divulgue seu trabalho e o de sua escola! Basta entrar em contato com o representante de sua CRE.

 

Gostou desta publicação? Deixe um comentário e clique em curtir para compartilhá-la com seus amigos no Facebook.

 

Professora Renata Carvalho _ Representante do Rioeduca na 2ªCRE

Twitter: @tatarcrj

Email: renata.carvalho@rioeduca.net

 


 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 12/06/2012

Jogando Xadrez nas Aulas de Educação Física

Tags: 2ªcre, entrevistas, jogos.


O Xadrez é um jogo que exige concentração e interesse. Foi com o objetivo de desenvolver estas habilidades que a professora Fernanda Derzi acrescentou este jogo às aulas de Educação Física.

 

 

Fernanda Derzi Saldanha é licenciada em Educação Física pela Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ e no momento está lotada na E. M. Lúcia Miguel Pereira. Para nos contar sobre o desenvolvimento desta atividade durante suas aulas, a professora concedeu uma entrevista ao portal Rioeduca.

 

 

Professora Fernanda Derzi Saldanha

 

Rioeduca: Como surgiu a ideia de agregar o xadrez às aulas de Educação Física?


Fernanda Derzi: Tudo se iniciou quando meu filho, com apenas seis anos, começou a ter aulas de xadrez na escola. Achei muito interessante, pois passei a observar a crescente capacidade de raciocínio e concentração que ele demonstrava nos minitorneios realizados pela escola, e nas tomadas de decisões no seu cotidiano. Isso ficou na minha cabeça. No início deste ano, surgiram algumas mudanças no sistema escolar e algumas aulas de Educação Física passaram a ser ministradas em sala de aula. Foi quando surgiu a oportunidade de fazer o minicurso de xadrez realizado pela própria prefeitura. Lá aprendi algumas técnicas e progressões pedagógicas para serem usadas com as crianças. Nesse ínterim, a diretora da escola disse que tinha disponível alguns jogos de xadrez guardados no almoxarifado. Pronto, me entusiasmei, e uni o útil ao agradável.

 

 

Rioeduca: Conte-nos sobre o desenvolvimento das aulas de Educação Física utilizando os jogos de xadrez.


Fernanda Derzi: No início do bimestre, comecei contando um pouco da história do xadrez, e iniciamos com as batalhas dos peões, seguindo sempre uma sequência pedagógica para que eles pudessem ir acompanhando aos poucos. Logo depois, fui introduzindo outras peças de fácil manuseio. Por fim, chegamos ao final desse bimestre jogando xadrez com todas as peças do tabuleiro, o que gerou um grande fascínio nos alunos. Agora, estamos começando a organizar minitorneios dentro de suas próprias turmas, para que possamos, a seguir, organizar um torneio com todas as turmas. Para isso, estou usando uma ferramenta bem interessante que é o programa Swiss Perfect 98, que organiza os participantes, diz quantas rodadas são necessárias para aquele quantitativo de alunos, vai criando o ranking de classificação, até chegar ao campeão. Muito interessante! Eles adoraram a novidade.

 

 

Rioeduca: Jogar xadrez exige muita concentração. É possível perceber a mudança de postura dos alunos durante as aulas?


Fernanda Derzi: Sim, com certeza. Percebo claramente nas aulas de Educação Física no pátio e durante as próprias aulas de xadrez, que existe uma euforia natural inicial, mas quando se voltam para a atividade é como se mais nada existisse lá fora. É fantástico! Eu me surpreendo quando vou passando pelas mesas e observo uma dupla totalmente concentrada, trabalhando o raciocínio lógico, e o discernimento entre tomar uma decisão certa ou errada.

 

 

Alunos jogando xadrez durante as aulas de Educação Física

 

 

Rioeduca: Como acontece a participação dos alunos durante as aulas?


Fernanda Derzi: Eles são bastante participativos, criativos, dão sugestões de jogadas visando suas consequências, etc. E assim, vamos ilustrando todo esse esquema no quadro. E eles também entraram na história dos castelos medievais, dos cavaleiros, das torres bem altas, dos conselheiros do rei, e do próprio rei e rainha. A aceitação foi instantânea!

 

 

Alunos da turma 1401 jogando xadrez

 

Os alunos também deixaram suas opiniões sobre jogar xadrez durante as aulas de Educação Física. Vejamos:
 

 

 

Maria Clara da Silva: “Foi muito bom aprender xadrez porque é muito bom para o aprendizado e para a concentração. A gente faz campeonato e quando estamos jogando nós nos divertimos. Eu aprendi a jogar xadrez porque a professora ensinou muito bem e agora estou aqui, fera no xadrez. Eu adoro xadrez!”

 

Flávia Júlia de Souza Netto: “Eu aprendi muita coisa, também melhorei em Matemática, gostei muito porque eu competi na sala, e ensinei a minha família a jogar, meus amigos e colegas estão sempre jogando.”

 

Douglas Silvestre Ferreira da Silva: “Jogar xadrez é a melhor coisa que eu aprendi quando a Educação Física é na sala. Eu adoro fazer torneio na sala.”

 

Parabéns à professora Fernanda pela iniciativa de agregar esta atividade tão enriquecedora às aulas de Educação Física. Muito sucesso!

 

 

Professor, divulgue também o seu trabalho e o de sua escola no portal Rioeduca. Entre em contato com o representante do Rioeduca em sua CRE.

 

 

Gostou desta publicação? Deixe um comentário e clique em curtir para compartilhá-la com seus amigos no Facebook.

 

 

Professora Renata Carvalho _ Representante do Rioeduca na 2ªCRE

Email: renata.carvalho@rioeduca.net

Twitter: @tatarcrj

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share