A A A C
email
Todos os posts escritos por Roberta Vitagliano
Retornando 18 resultados para o autor 'Roberta Vitagliano'

Quarta-feira, 19/10/2016

Professores Inspiradores - 7ªCRE

Tags: 7ªcre, projetos.

 

 

 

No dia 15 de outubro é comemorado o Dia do Professor. Uma data mais que especial que celebra a importância deste profissional nas instituições escolares.

 

O Rioeduca parabeniza a todos os professores e lembra da importância desse profissional para a formação dos indivíduos. Um professor inspirador pode fazer a diferença na vida das pessoas.

A origem do Dia do Professor se deve ao fato do Imperador D. Pedro I ter instituído um decreto sobre o Ensino Elementar no Brasil, em 15 de outubro de 1827, assim criando as escolas de primeiras letras em todos os vilarejos e cidades do país.

No ano de 1947, o professor paulista Salomão Becker, em conjunto com três outros profissionais da área, teve a ideia de criar nessa data um dia de confraternização em homenagem aos professores. Mais tarde, em 1963, a data foi oficializada pela lei Decreto Federal 52.682, que, em seu Art. 3º, diz que “para comemorar condignamente o dia do professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo delas participar os alunos e as famílias”.

Para homenagear esta data tão importante, conheça a história de professores inspiradores da 7ª CRE que fazem a diferença nas suas unidades escolares e na vida de muitos estudantes.

 

 

 

 

 

Professora Ana Paula Crespo Marques

 

Ana Paula Araújo Crespo Marques, regente na Escola Gastão Monteiro Moutinho, é formada pela Escola Normal Carmela Dutra desde 1993, tendo realizado estudos adicionais em Educação Infantil no ano seguinte. Desde cedo, demonstrou amor e entusiasmo pelos pequeninos, investindo numa dinâmica criativa, lúdica e prazerosa para as turmas de Educação Infantil.

Em 2002 tornou-se professora regente da Rede Municipal de Ensino do Rio de Janeiro, tendo passado desde então por vários anos escolares. Trabalhou do 1º ao 5º Ano Escolar, sempre demonstrando o mesmo dinamismo e comprometimento. Entretanto, seu encontro mais produtivo deu-se com as turmas de Educação Infantil. Reconhecida por toda a comunidade escolar, Tia Ana Paula, como carinhosamente é conhecida pelas mães, é, sem dúvida, a professora que encanta e emociona pelo seu empenho, seu vigor e amor pelos alunos.

Formada em Educação Física, coloca muito a sua formação em prol das suas aulas. Explora todos os sentidos, aguça o saber e transmite felicidade, que contagia as crianças. Sua aula é sempre um grande divertimento!

Atuante nos Projetos da escola, proporciona a todos os colegas o compartilhamento de ideias, sugestões e colabora para que sempre a proposta político-pedagógica da escola "Para que a Escola nos dê cidadãos" esteja pontuada em todo o percurso escolar.

Reinventando-se a cada momento, inspira nossa escola a continuar trilhando o caminho do sucesso, investindo não só na capacitação profissional, como também no planejamento, na transformação de um currículo e na forma como trabalhamos, desafiando-nos dia a dia.

 

 Professora Ana Paula ensinando sobre a higiene dos dentes.

 

 

Professor Luiz Felipe Lins

 

O professor Luiz Felipe Lins atualmente leciona na E. M. Francis Hime. Mestre em Matemática pela UniRio, com Pós Graduação em Educação Matemática pela PUC. Regente na rede municipal desde 1996. Atuou da 5ª a 8ª série na Escola Municipal Silveira Sampaio e também no Ensino Médio no Colégio Estadual Brigadeiro Schortch.

Se pudéssemos resumir a trajetória do Professor Luiz Felipe em uma palavra, seria campeão. Com participação nas Olimpíadas de Matemática como OBMEP, OMERJ, CANGURU e OBM já são 425 premiações para alunos, 221 medalhas, 12 premiações de professor e 29 premiações para a escola. Pelo trabalho que realiza, pelos alunos que conquista com o aprendizado da Matemática e com um resultado tão expressivo, temos um professor inspirador.

O professor Luiz Felipe foi aluno da rede muncipal, das Escolas Alina de Brito e Silveira Sampaio e do Colégio Estadual Brigadeiro Schortch. Luiz Felipe conta "que teve no Colégio Estadual Brigadeiro uma professora que me mostrava uma Matemática de maneira diferente: desafiadora, prazerosa e com finalidade. Aos 20 anos, oriundo de uma escola pública de qualidade desde a pré-escola, ingresso na Universidade Estadual do Rio de Janeiro no curso de Matemática com a intenção de dedicar-me à carreira docente e fazer com que essa disciplina se torne prazerosa e desafiadora."

Os jogos fazem parte do fazer pedagógico do professor Luiz Felipe. O professor já nos relatou anteriormente que "os jogos sempre fizeram parte do meu fazer pedagógico. Não consigo reportar minha prática sem associar o uso de jogos na minha rotina. Jogos industrializados (cara a cara, Lig4, resta 1, Contra Ataque) e jogos elaborados por eles. As minhas aulas são voltadas para a aprendizagem. Quando falo em aprendizado, falo em permitir que o aluno seja capaz de fazer reflexões e tornar-se independente na busca de algo mais."
 

 

Professor ensinando com jogos.

 

 

Professora Maria do Carmo Porto

 

 

A professora de Ciências Maria do Carmo ingressou na rede em 2003 e está atualmente na E. M. Dom Pedro I e já trabalhou na E. M. Rodrigues Alves. Sendo Pós graduada em Tecnologias Educacionais para as Ciências da Saúde através do NUTES/UFRJ e com MBA em Gerência em Entorno Ambiental pela UVA.

Maria do Carmo é uma professora que ao longo dos anos letivos busca elevar a autoestima dos seus alunos através do conhecimento. Para que seus alunos consolidem a aprendizagem e a leve para seu cotidiano, apresenta na prática o que está nos livros. Inspira quando o conceito didático ganha vida no laboratório de Ciências e no espaço escolar, impulsiona os alunos ao arroubo ao perceberem que aprender é tão papável e que está próximo da realidade. Sente-se gratificada quando a aprendizagem torna-se significativa e auxilia no entendimento do universo que os rodeia.

Na Escola Municipal D.Pedro I está desenvolvendo o Projeto Cultivando para Aprender, que acontece com as turmas do 7º ano, a partir da necessidade de familiarizar os alunos com o Reino Vegetal e seus aspectos, uma vez que a maioria dos alunos nasceu e vive em cidade grande e não consegue conceituar certos termos como “caule”, “semente”, “germinação”, e, mais ainda, não conseguem compreender que um vegetal se reproduza e seja um ser vivo.

Também está desenvolvendo o Projeto Segurança Alimentar e Promoção da Alimentação Saudável com alunos do 7º ano com idade entre 12 e 13 anos, idade esta em que começam a preferir alimentação do tipo "fast food" e a pular refeições importantes como o café da manhã, embora ainda precisem de cálcio e proteínas para a construção de suas estruturas corporais adultas. Justifica-se, portanto, o trabalho a partir da necessidade de despertar a consciência de que certos alimentos são importantes para a saúde, além de apresentar um produto alimentício comum para crianças e adolescentes que pudesse ser degustado e que despertasse a curiosidade sobre como acontece o fenômeno da transformação do leite em iogurte, gerando um momento especial para discutir questões científicas, objetos deste trabalho - as células e o Reino Monera, além dos objetivos específicos supracitados. Com os projetos “QUEBRA-CABEÇA dos órgãos e sistemas humanos” e “Cultura de fungos e bactérias” a prática facilita a conceituação dos conteúdos escolares.

Maria do Carmo nos conta que "Como professor, poder ensinar um conteúdo no qual o aluno consegue compreender o assunto tratado, por estar familiarizado com o mesmo, fisicamente e concretamente, facilita muito o trabalho. Quando o aluno sai do esquema caderno e lápis ele cria laços com o professor e passa a apreciar o ato de aprender.

 

     Professora ensinando com experiências práticas em sala.

 

 

Agradecimento especial às informações enviadas por Marleyde Ferreira (coordenadora da D.Pedro I), Glauce Fonte (Apoio Coordenação, Mídia e Grêmio Estudantil) e ao professor Luiz Felipe Lins.

 

 

 

Parabéns a todos os professores inspiradores que fazem a diferença nas escolas!

 

 

 

Contato da E.M. Gastão Monteiro Moutinho:

emmoutinho@rioeduca.net

Contato da E.M. Francis Hime:

emhime@rioeduca.net

Contato da E.M. D.Pedro I:

emdpedro@rioeduca.net

 

Contato para publicações:

robertavitagliano@rioeduca.net

 

 

 


 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 04/05/2016

Literatura na E.M. Dom Pedro I

Tags: 7ªcre.

 

 

 

 

A Escola Municipal Dom Pedro I promoveu, no primeiro bimestre, um encontro literário e atividades envolvendo literatura e combate a Dengue.

 

No final do mês de março, os alunos da E. M. Dom Pedro I tiveram uma manhã emocionante em um encontro literário com a escritora Luly Trigo. Ela escreve para os adolescentes e faz muito sucesso entre eles.

 

      Encontro Literário na E.M. Dom Pedro I
 

Neste encontro Luly Trigo conta sua trajetória como escritora e, num bate papo simples, revela como surgem suas inspirações para começar a escrever um livro, suas leituras e autores preferidos, assim como séries de TV, seus pratos prediletos, suas viagens. Foi se desvendando para a se sentir mais próxima dos alunos. 

 

  A   escritora Luly Trigo conversando com os alunos no auditório da E. M. D. Pedro I
 

Após o bate-papo a escritora respondeu perguntas curiosas dos alunos, fez “selfies”, autografou livros. Ela sempre simpática, educada e alegre, conquista a garotada com seu jeito simples de ser.

 

            Na sala de leitura da escola, Luly deixou um livro autografado para os alunos (livro no detalhe).
 

 

Ainda no primeiro bimestre , o tema literatura foi visto pela professora Rita Magnino, de Língua Portuguesa que desenvolveu uma atividade a partir do caderno pedagógico do 9º ano sobre os temas Dengue, Zika e Chikungunya através de diversos gêneros narrativos.

 

            Poesias produzidas pelos alunos.

 


Poesias produzidas pelos alunos.

 

Em sala de aula, ela dividiu a turma em grupos, solicitou que trouxessem material para pesquisa, e o produto final desta atividade era criar poesias com o tema pesquisado e a construção de uma maquete do mosquito aedes aegypti.

 

Exposição com poesias e trabalhos dos alunos.

 

      Poesia e modelos do mosquito Aedes feito com material reciclado.

 

 

Os trabalhos ficaram tão interessantes que renderam uma bela exposição que atraiu a atenção de todos da escola. Os alunos escreveram em forma de poesia o que pesquisaram e discutiram sobre o tema.

 

 

Parabéns a todos os envolvidos pelo trabalho realizado!

 

 

Contato da escola :

empedro@rioeduca.net

Para saber mais sobre a escritora Luly Trigo:

http://lulytrigo.com/


Roberta Vitagliano - Representante Rioeduca 7ª CRE

robertavitagliano@rioeduca.net

 

 

 

 

                               

 
 
 
 

   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 06/04/2016

Cuidando da Saúde no EDI Maria Berenice

Tags: 7ªcre, edi, saude.

 

 


 

 

 

O EDI Maria Berenice promoveu ações de conscientização de saúde envolvendo a comunidade escolar.

 

No primeiro bimestre de 2016, o EDI Professora Maria Berenice Parente atuou em parceria com a Clínica da Família Padre José De Azevedo Tiuba desenvolvendo ações envolvendo Higiene e Saúde.

 

Uma das ações da parceria entre o EDI e a Clínica aconteceu na Reunião de Responsáveis no dia 20 de fevereiro. Um dos temas debatidos durante o encontro foi a mobilização contra o Aedes Aegypti, para combater a Zica, a Dengue e a Chikungunya.

 

 

                                 Reunião de responsáveis e mobilização contra o mosquito Aedes Aegypti
 

 

Considerando o tema higiene bucal nos bebês, a Dra. Lucia Helena F. Ancillotti se reuniu com os responsáveis para falar sobre a importância desse assunto. A Dra. Lúcia esclareceu muitas dúvidas sobre amamentação, uso de chupeta, mamadeiras, escovação e os cuidados com a primeira dentição. O encontro foi produtivo e esclarecedor para os pais.

 

                                 Dra. Lúcia esclarecendo dúvidas sobre Higiene Bucal nos bebês.

 

Atiividade de Alongamento com responsáveis.

 

As mães dos bebês do Berçário puderam participar de atividades de alongamento, no período da Adaptação, orientado pela professora Ágata Reis, - Educadora Física do Programa Academia Carioca CAP 4.0.

 

             Da esq.p/dir: Dinamizador Erasmo Carlos,da RAP da Saúde 4.0, Tatiana Coelho, Diretora EDI Prof.ª Maria Berenice , Ágata Reis, Ed. Física Programa Academia Carioca e Cláudia Lopes, Agente Comunitária de Saúde - Equipe Ixora.
 

 

Nos próximos meses, outras ações de promoção e conscientização de saúde continuarão a acontecer.Será feita aplicação de flúor nas crianças da Pré-escola e através da parceria com a equipe da Clínica da Família, pesagem, anotação das medidas, avaliação bucal, mais palestras para as famílias e conversas com as crianças.

 

 

Parabéns aos envolvidos pelo trabalho realizado!
 

 

 

Contato do EDI ProfessoraMaria Berenice Parente:

ediberenice@rioeduca.net

 

Contato para publicações:

Roberta Vitagliano - Representante Rioeduca 7ª CRE

robertavitagliano@rioeduca.net

 

 

 

 

                               

 
 
 
 

   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 19/08/2015

Dia dos Pais no EDI Tristão de Athayde

Tags: 7ªcre, projetos.

 

 

 

 

O EDI Tristão de Athayde está desenvolvendo o projeto anual Descobrindo a Cidade Maravilhosa, em homenagem ao Rio de Janeiro. No mês de agosto, desenvolveu atividades com o tema e, também, considerando o Dia dos Pais.

 

Para comemorar o Dia dos Pais, O EDI Tristão de Athayde considerou o envolvimento do carioca pelo futebol e pelo estádio Maracanã, um dos pontos turísticos da nossa cidade, e desenvolveu o tema junto às crianças a partir do projeto anual Descobrindo a Cidade Maravilhosa.

 

Entre inúmeras atividades para celebrar a passagem do Dia dos Pais, os alunos do EDI Tristão de Athayde puderam aprender mais sobre os times cariocas e sobre o futebol, um dos esportes preferidos dos brasileiros. Aproveitando o esporte, os alunos puderam desenvolver atividades diversificadas, artísticas e recreativas com os pais.

 

O EI 24 construiu um gráfico da preferência dos times dos papais. A atividade despertou interesse e participação de todos. Depois, ao som da música "Dia dos Pais", do Balão Mágico, o EI 24 pintou um grande cartão para os super papais!

 

    Leitura do livro "Meu Pequeno Rubro Negro", e a construção de um gráfico dos times.

 

               Cartão gigante confeccionado pelas crianças.

 

Que coisa linda é uma partida de futebol! O EI 11 do EDI Tristão de Athayde, após ler a história sobre a Copa do Mundo, confeccionou presente para os pais, jogou futebol na quadra, e fez o registro através de desenhos.

 

      Desenhos a partir da leitura do livro "Gabriel e a Copa do Mundo de 2014".

 

Depois do desafio da escrita espontânea do nome do papai, o EI 12 construiu, coletivamente, uma lista com o nome das crianças e de seus pais a partir da associação e da identificação de sons.

 

                                                         Registro dos nomes dos pais dos alunos.


 

                       EI-12 brincando com campo de futebol criado artisticamente.

 

                                         Pintura dos jogadores para a partida no campo de futebol.

 

Para a culminância das atividades em homenagem aos pais, aconteceu uma manhã recreativa na quadra, onde pais e filhos participaram de brincadeiras de uma forma descontraída e animada.


 

Pais e filhos desenvolvendo atividades recreativas na quadra.

 

 

Parabéns aos envolvidos pelo trabalho realizado!

 

 

Para ver  todas as atividades e fotos do Dia dos Pais, e conhecer o projeto da escola:

http://universomirim.blogspot.com.br/

Contato para publicações:

robertavitagliano@rioeduca.net

 

 

 

 

                               

 

   
           



Yammer Share