A A A C
email
Todos os posts escritos por Rute Albanita - Representante Rioeduca da 1ª CRE
Retornando 94 resultados para o autor 'Rute Albanita - Representante Rioeduca da 1ª CRE'

Quarta-feira, 05/10/2011

Projetos de Qualidade na C.M Espaço Livre da Criança

Tags: 1ªcre, creches.

 

 

 

As Creches de nossa rede revelam cada vez mais qualidade no atendimento às crianças pequenas. Notamos que as equipes de educadores desenvolvem um trabalho significativo para toda a comunidade.

 

Em nossa cidade, as famílias já reconhecem que as creches vão muito além do simples cuidar, mas que educam com intencionalidade pedagógica, trazendo mudanças positivas para toda a família.

 

A Creche Espaço Livre é um destes exemplos, pois o compromisso com o ensino de qualidade é destacado no sucesso de seus projetos. Assim, é com orgulho que o Rioeduca relata uma experiência bem sucedida realizada na instituição.

 

FOLHAS E CHÁS nasceu a partir do interesse das crianças, pois descobrindo e pesquisando o folclore brasileiro , os alunos da Creche conheceram os chás medicinais. Foi uma surpresa para a equipe perceber que apesar de pequenas, muitas crianças já conheciam alguns chás.

 

 

Como as crianças demonstraram interesse pelas folhinhas e chás, os educadores decidiram ampliar o projeto, e incentivaram ainda mais a curiosidade dos pequenos. Diversas folhas foram apresentadas às crianças para que pudessem observar, sentir, cheirar... Depois, em rodinha, todos conversavam e as observações eram registradas com textos e imagens.

 

Os olhinhos curiosos observavam cada folhinha. Tinha folha de todo tipo e tamanho: Algumas eram bem grandes e lisas. Outras tinham uma textura bem macia e gostosa de tocar. Uma das crianças arregalou os olhos, surpreendida ao ver que tem folha parecida com coração. Outros pequeninos, compararam o tamanho da folhinha , colocando-a em cima da própria mão.

 

 

Em certo momento, uma educadora sugeriu que a turma rasgasse as folhas, e uma descoberta aconteceu: “Tia, parece que tem uma aguinha dentro!” e na mesma hora, todos se juntaram e observaram o que o amigo tinha descoberto. De repente uma criança cheirou essa folhinha e com uma careta mostrou que ela exalava um cheiro bem forte. Logo souberam que a folha tinha um nome só dela: Boldo!

 

 

Depois de observarem, tocarem e cheirarem cada folha, escolheram as que mais gostaram, esconderam embaixo de um papel ofício e coloriram com o giz de cera.. Os rostinhos ficaram iluminados pelo prazer da atividade e a surpresa do resultado: Parecia mágica! As formas das folhas apareceram no papel!

 

Empolgadas com as formas, as crianças pintaram outras folhas, usando tinta guache sobre um molde. Depois de tudo colorido, a turminha e as educadoras confeccionaram com capricho o tronco e os galhos de uma árvore bem grande, usando jornal e tinta.

 

Os chás apresentados à criançada também foi um sucesso! As professoras ofereceram as turmas variedade de folhas. Com os sentidos aguçados, os pequenos cheiraram, tocaram e experimentaram alguns chás... Entre os prediletos, estavam erva doce e camolila, mas o grande vencedor foi o chá de morango!

 

Na Creche, experimentos, observações e pesquisas são os motores que dão vida e força aos projetos, portanto se as crianças curtem e querem aprender, o projeto continua... Atualmente, as crianças vivem um momento doce, no qual as frutas exalam seus aromas, cores e sabores. Logo, a Creche Espaço Feliz terá mais novidades pra contar!

 

Clique na imagem abaixo para conhecer o blog da

Creche Municipal Espaço Livre da Criança 

 


 

 

      PROFESSOR, ENVIE PARA A EQUIPE RIOEDUCA.NET O PROJETO QUE  DESENVOLVE EM SUA ESCOLA

 CLIQUE EM SOBRE NÓS E CONHEÇA O REPRESENTANTE RIOEDUCA DE SUA CRE.

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 29/09/2011

Educopédia e Inclusão Digital na E.M Vicente Licínio Cardoso

Tags: 1ªcre, educopedia.

 

 

 

 

Video games, celulares, internet e computadores são meios mais que corriqueiros para boa parte dos estudantes da Escola Municipal Vicente Licínio Cardoso. Os adolescentes que descem e sobem as escadas do prédio escolar, cheios de energia e curiosidade estão acostumados a lidar com o uso da tecnologia, em casa e lan houses. A verdade é que estão sempre conectados. Eles têm orkut, facebook, myspace, haboo, e-buddy, messenger e trocam e-mails diariamente.  É comum vê-los anotando no celular um endereço digital, o e-mail do colega, um blog que achou interessante.

 

O Professor Niverton, diretor da Escola Vicente Licinio Cardoso sabe a importância que as tecnologias têm para a vida de seus alunos, e vibrou quando sua unidade recebeu os novos recursos para o uso das aulas digitais.

 

Novas mídias aguçam e aceleram  a curiosidade dos adolescentes. Eles querem teclar, saber as novidades, e desejam cada vez mais avançar em suas explorações tecnológicas. São os nossos nativos digitais!

 

 

Meninos e meninas da Escola Vicente Licínio ficaram ainda mais motivados para as aulas pois contam  com os recursos tecnológicos educacionais para apoiá-los nos estudos. Professores e alunos podem acessar as aulas digitais por meio da Educopédia, uma platarforma online, com atividades autoexplicativas, e que podem ser utilizadas, tanto da escola como em casa.

 

 

Gestores e professores, reconhecem que as aulas se tornaram mais atrativas, e que os alunos demonstram interesse em usar a plataforma.

 

A professora Cássia Josélia, faz um breve relato sobre o uso da Educopédia :

 

 

“ Na Escola Municipal Vicente Licínio Cardoso  professores já assumiram a Educopédia como um instrumento de grande colaboração em sua prática em sala de aula. Segundo os docentes que  utilizam a plataforma de aulas virtuais, o melhor registro desta prática é o comportamento diferenciado do aluno, que se mostra mais interessado no tema abordado por meio de vídeos, jogos e textos online; inclusive, pedindo  que os professores reprisem aulas que já foram apreciadas pela turma. Como registro do 'poder' desta nova ferramenta virtual, está a melhoria no resultado das avaliações regulares destes alunos.

 


Os professores também reconhecem que Educopédia é um grande incentivo para atualizar-se na sua área de formação e um auxílio na organização de ideias quando planejam o seu trabalho. Além disso, ressaltam que a qualidade de som e imagem é um diferencial no momento da apreciação do tema abordado, por meio da plataforma.”

 

 

 

 

O uso das novas mídias na escola, também incentivou a criação de um blog educacional. Nele, é possivel encontrar todos os professores da escola, suas respectivas disciplinas, projetos, eventos, e novidades da instituição.

 

Clique na imagem do laptop abaixo, para conferir o blog:

 

 

O Rioeduca.net convida  diretores, professores e alunos a embarcarem nessa viagem digital, que navega em oceano virtual, com aprendizagem real e significativa. Siga as dicas do Rioeduca e faça  parte desta nova geração, que visita países, interage com o mundo, fala novas línguas, conhece obras de arte, joga e se diverte com  apenas alguns cliques.

 

Não deixe pra depois, venha navegar conosco...

 

Para saber  qual é seu e-mail Rioeduca  e   como acessar a Educopédia,

clique na imagem abaixo:

 

 

 

Professor, envie seu projeto para ruteferreira@rioeduca.com ,

que publicaremos no Rioeduca.net. (O Meu, o Seu, o Nosso Portal! )

 

 

                                           

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 26/09/2011

História e Samba - Homenagem ao Mestre Waldemiro

Tags: 1ªcre, eventos, artesmusicais, blogs.

 

 

Alunos e professores da Escola Municipal Mestre Waldemiro desenvolveram um projeto especial  para  comemorarem o vigésimo terceiro aniversário da escola.

 

 
 
Gestores, coordenadores e professores sabiam que a festividade deveria ser planejada com o carinho e dedicação que a unidade merecia. Contudo, queriam a participação e o envolvimento dos alunos no evento.
 
 
                                                                             Professores da Escola
 
 
A Escola Mestre Waldemiro possui uma história de construção, amor, cidadania e educação, portanto compartilhar este sentimento com as novas gerações era essencial para despertar ainda mais o amor da comunidade pela instituição.
 
 
 
 
Porém, durante o  planejamento da festa, surgiu uma pergunta: Será que todos os alunos conheciam a história do Mestre Waldomiro? Será que as famílias conheciam de fato, o patrono da escola? Deste modo, o aniversário de 23 anos trouxe a oportunidade de realizar um grande evento contando a história do grande mestre.
 
 
A professora Claudia e os alunos do quarto e quinto ano estudaram e escreveram uma peça para apresentarem às demais turmas da escola.
 
 
 
 
 
A comemoração trouxe agitação, curiosidade, e um clima festivo a todas as turmas. Os jovens atores sentiram o comum friozinho na barriga ao encarar a pláteia de amigos e professores, mas não se intimidaram e deram continuação ao espetáculo esperado.
 
 
 
 
 
De um jeito jovem, divertido e repleto de sorrisos, os alunos contaram a vida de Waldemiro Tomé Pimenta, um homem que fez história através das batídas inconfundíveis de sua música. O teatro ganhou a atenção dos espectadores  pela beleza da arte encenada e pela sensibilidade das palavras  repletas de emoção, que transformaram  o evento  em um espetáculo de conhecimento, história e cidadania.
 
 
 
 
E você, sabe quem foi Mestre Waldomiro?
 
 
 
 
Waldemiro Tomé Pimenta nasceu em 15 de agosto de 1901. Em 1917 mudou-se para a Magueira e lá participou do Bloco dos Arengueiros, começando a carreira de percurssionista do samba, tocando pandeiro. Em 1928 o referido bloco deu origem a Escola de Samba Estação Primeira de Mangueira. Sete anos mais tarde houve o concurso de diretor de bateria e o vencedor seria quem melhor encourasse o tamborim. E, Waldemiro foi o vencedor.
 
 
 
 
 E assim Mestre Waldemiro comandou a bateria da Verde e Rosa por 50 anos, conquistando 9 campeonatos. Faleceu em 12 de junho de 1983.
 
 
Em 10 de agosto de 1988, após consulta à comunidade foi sugerido o nome "Mestre Waldemiro" para a escola em substituição ao Centro Cultural Comunitário de São Cristóvão, que funcionava desde 1983.
 
 
 
 
 
Claro que a festa não ficou só no teatro, teve muita música, samba, e ao final uma homenagem encantadora: o “SAMBA WALDEMIRO”, composição da Professora Ana Helena.
 
 
A equipe do Rioeduca  parabeniza os 23 anos da escola, e deseja muitas alegrias e sucesso para toda a comunidade da ESCOLA MUNICIPAL MESTRE WALDEMIRO.
 
 
 
 
Clique AQUI , e conheça mais os  projetos
 
realizados por uma equipe de sucesso. 
 
 
 
 
 

                                           

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 22/09/2011

A Inspiração que nasce da arte de Romero Britto

Tags: 1ªcre, cultura.

 

 

Na Escola Municipal Professor Walter Carlos de Magalhães Fraenkel, as professoras de Língua Portuguesa Izabel Cristina e Maria Izabel , o Professor Vander Macedo de Matemática e a Professora regente da Sala de Leitura Yeda Barreto realizaram o projeto UMA ESCOLA DE LEITORES A PARTIR DAS OBRAS DE ROMERO BRITTO, com os alunos da escola.

 

 

Para os estudantes, fazer releituras das pinturas de Romero Brito e estudar sua obra foi uma experiência inovadora. Produziram textos, criaram belos desenhos, além de desenvolverem trabalhos matemáticos a partir da obra do autor.

 

QUEM FOI ROMERO BRITTO?

 

 

Nascido no Recife, o pequeno Romero aos oito anos já mostrava interesse e talento pelas artes. Com muita imaginação e criatividade, pintava em sucatas, papel e jornal. Sua famlia o ajudava a desenvolver seu talento natural, dando-lhe livros de arte para estudar. Aos 14 anos, vendeu seu primeiro quadro à OEA   (Organização dos Estados Americanos). Desde jovem, enxergava na pintura uma forma de esperança à vida dura que tinha.


Atualmente, o bem sucedido artista Romero Britto tem criado verdadeiras obras-primas que invocam o espírito de esperança e transmitem uma sensação de aconchego. Suas obras são cohecidas como “arte da cura”. Com cores vibrantes e composições ousadas, cria temas graciosos com elementos compostos do cubismo. Romero tem suas pinturas e esculturas presentes em todo o mundo e em mais de 100 galerias, fazendo parte das mais expressivas coleções, como as de Eillen Guggenheim, senador Ted Kennedy, governador Arnold Schwarzenegger, o ator David Caruso, Pelé, o tenista André Agassi e Marta Stewart.


Em 2005, como testemunho de seu impacto nas artes plásticas, Romero foi nomeado embaixador das artes do Estado da Flórida . Atualmente, Romero possui duas galerias, uma em Miami Beach, na famosa Lincoln Road, e uma belíssima e moderna galeria projetada pelo arquiteto João Armentano, localizada na badalada Rua Oscar Freire, n. 562, no coração dos Jardins, em São Paulo.

 

"Todas as telas nascem em branco. A decisão de colorir é toda sua."

(Romero Britto)

 

 

Para as turmas da Escola  Walter Carlos de Magalhães Fraenkel, as telas não ficam em branco. Inspirados pela ousadia e história do artista, e acompanhados pelos professores da unidade, os jovens estudantes descobriram talentos e realizaram trabalhos admiráveis, baseados nas obras de Romero Britto.

 

Seguem algumas das produções, que foram apreciadas na XV BIENAL DO LIVRO:

 

 

"Pintar é libertar-se, e isso é o essencial".
 

(Pablo Picasso)

 

 

"Livros são os mais silenciosos e constantes amigos; os mais acessíveis e sábios conselheiros; e os mais pacientes professores."

(Charles W. Elliot)

 

 

"Ainda acabo fazendo livros onde as nossas crianças possam morar."

(Monteiro Lobato)

 

 

"Em vez de pintar coisas puseram-se a pintar ideias".

(José Ortega y Gasset)

 

 

"Eu adoraria pintar como o pássaro canta".

(Claude Monet)

 

 

 

"Há pessoas que transformam o sol numa simples mancha amarela, mas há aquelas que fazem de uma simples mancha amarela o próprio sol. " 
 
(Pablo Picasso)

 

 

"O caminho para ser imortal é cantar, dançar, atuar, escrever, pintar... enfim é a arte. A arte muda a cada minuto, cria e recria a vida e ao senti-la na essência, nunca mais a esquece e nunca mais serás esquecido."

(Roberto Mendes Barbosa)

 

 

 

E, você já pegou sua aquarela?

 

 

Faça como os alunos da Escola Municipal Professor Walter Carlos de Magalhães Fraenkel, e inspire-se, pinte telas, quadros, painéis... Use pincéis, tintas, lápis de cera, canetinhas...  

 

Como os jovens artistas, atreva-se a iniciar, segure os pincéis, escolhas as cores, misture, imagine...  Ouça músicas, olhe nuvens e crie! Comos os professores Izabel, Maria e Vander multiplique o dom de inspirar.

 

Como disse Romero Britto, a decisão de colorir é só sua!

 

O Rioeduca.net quer publicar o trabalho de sua turma. 

Envie e-mail para ruteferreira@rioeduca.net ou conheça o representante de sua CRE clicando AQUI.

 

                                           

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


   
           



Yammer Share