A A A C
email
Todos os posts escritos por Sinvaldo Souza, professor representante do Rioeduca na 10ªCRE
Retornando 9 resultados para o autor 'Sinvaldo Souza, professor representante do Rioeduca na 10ªCRE'

Sexta-feira, 31/05/2013

Giovanna, Inclusão e Relatos de Progressos

Tags: 10ªcre, pse, síndrome de down, inclusão.

 

Giovanna dos Santos Lopes tem síndrome de down, vai fazer três anos em junho e está matriculada na Creche Municipal Inspetor Heraldo Carvalho de Sousa desde os onze meses.

 

Conheci a Giovanna em julho de 2012, por ocasião da visita que fiz à Creche Municipal Inspetor Heraldo Carvalho de Sousa para o Rioeduca. Ela brincava alegremente com o como as demais crianças.

 

Alessandra, mãe da Giovanna e diretora adjunta da Creche, pediu-me que fotografasse a sua filha, mas disse que não poderia ser vista por ela, para evitar choro e manha.

 

Giovanna era apenas sorrisos e simpatia. Simpatia, empatia e integração ao grupo, quase como se tivesse demonstrando que era capaz de ver os seus coleguinhas pelo ponto de vista deles próprios.

 

Giovanna dos Santos Lopes com a mãe Alessandra.


 

Giovanna tem síndrome de down, mas está perfeitamente integrada à sua turminha da creche.

 

Para Alessandra, diretora que é, antes de tudo, aquela mãe carinhosa e atenta aos progressos e conquistas da Giovanna, a filha cresceu em todos os sentidos após ter sido matriculada na Creche Municipal Inspetor Heraldo.

 

Não poderia ser diferente. As educadoras, em depoimento pedido para o Rioeduca, são unânimes em afirmar que Giovanna, da mesma forma que as demais crianças, participa de todas as atividades propostas.

 

Iraci Cristina dos Santos Mendonça Santos, Alessandra dos Santos Lopes e Cristiane Varelo.


Segundo Alessandra, em casa Giovanna é uma criança muito carinhosa. Gosta de beijar e de abraçar e tem as suas preferências musicais, dançando e fazendo gestos aprendidos na creche.

 

Giovanna (no centro de lacinhos cor-de-rosa na cabeça) participando de atividade na Creche Municipal Inspetor Heraldo.


Para a auxiliar de creche Iraci Cristina dos Santos Mendonça Santos, que acompanha de perto o desenvolvimento da Giovanna, a aluna surpreende, querendo participar de todas as brincadeiras e atividades pedagógicas. “Ela está sempre interagindo com as outras crianças e não deixa de estar presente em momento algum”, diz Iraci.

 

Giovanna (no centro de lacinhos cor-de-rosa no cabelo) participando da contação de história.

Giovanna em dois momentos especiais na Creche Inspetor Heraldo.

 

Cristiane Varelo, também auxiliar de creche, diz que a Giovanna é muito carismática e carinhosa. “Ela manda beijo pra todo mundo”, diz Cristiane.

 

Falando um pouco mais sobre a filha, Alessandra diz que Giovanna passou por uma cirurgia cardíaca aos nove meses, exigindo cuidados especiais, mas aos poucos ela, como mãe, foi observando que muitas das previsões dos médicos que afirmavam que seria natural a demora no aprendizado, não se confirmaram no caso da Giovanna, pois a filha aprende tudo com muita facilidade.

 

Cristiane Varelo concorda com Alessandra e afirma que Giovanna tem extraordinária memória, e mesmo não tendo completado três anos, já é capaz de fazer diversas tarefas apropriadas à sua faixa etária, inclusive se alimentar com o uso da colher, pintar, rasgar e amassar papel, agindo da mesma forma que os seus coleguinhas, nos jogos, nas brincadeiras e na roda de história.

 

Alessandra reforça dizendo que Giovanna está perfeitamente incluída na Creche Municipal Inspetor Heraldo e aproveita para elogiar o bom trabalho desenvolvido pelo Instituto Helena Antipoff que, em visita à creche, demonstrou preocupação com a situação da Giovanna, recomendando que ela fosse atendida pela Sala de Recursos da Escola Municipal Mário Lago, que fica localizada nas proximidades da creche.

 

Mesmo tendo a preocupação de acompanhar o tratamento complementar da Giovanna em clinicas de fonoaudiologia e de fisioterapia, Alessandra considera importante que a filha também passe a participar do programa de Educação Especial na Escola Mário Lago.

 

Pelos relatos de progressos na Creche Municipal Inspetor Heraldo Carvalho de Souza, é possível constatar a inclusão da Giovanna, portadora de síndrome de down, com ênfase na proposta pedagógica da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro.

 


Sinvaldo do Nascimento Souza, professor representante do Rioeduca na 10ª CRE
Twitter: @SinvaldoNSouza
Facebook.com/SinvaldoSouza
E-mail: sinvaldosouza@rioeduca.net



 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 03/05/2013

O Encanto desta Cidade é meu

Tags: 10ªcre, concurso, riodeleitores.

 


 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 19/04/2013

Soletrando 2013

Tags: 10ªcre, gec, evento, riodeleitores, protagonismo.

 

 

Aconteceu no Ginásio Experimental Carioca da Escola Municipal Princesa Isabel o 3º concurso do “Soletrando”, com a prova final no dia 27 de março de 2013.

 

 

O concurso “Soletrando” já é parte integrante do calendário de atividades do Ginásio Experimental Carioca da Escola Princesa Isabel.

 

Como uma proposta que foi idealizada pela professora de Matemática, Regina Tieppo, da Área de Ciências Exatas do GEC, o “Soletrando” já conquistou adeptos dentro e fora da Escola Municipal Princesa Isabel e conta com a participação, empenho e apoio de todos os professores do Ginásio.

 

No dia 27 de março de 2013, quarta-feira, estive acompanhando para o Rioeduca pela terceira vez o concurso do “Soletrando” que, além da prova em si, que acontece em várias etapas, tem sido uma oportunidade também para o congraçamento dos alunos que comemoram em torcidas organizadas defendendo cada um dos colegas finalistas.

 

Baseado no “Soletrando” apresentado no programa do Luciano Huck, a competição da Escola Municipal Princesa Isabel, da 10ª Coordenadoria Regional de Educação, também consiste em levar os finalistas a soletrarem palavras previamente selecionadas por uma banca de professores do Ginásio Experimental Carioca.

,

Alunos finalistas do concurso "Soletrando 2013": Rafael, 9º ano; Isabelle, do 8º ano, e Marlon, do 7º ano. Ao fundo, parte da torcida na quadra de esportes da Vila Olímpica.

 


O incentivo à leitura, o desenvolvimento de pesquisas individuais e coletivas e principalmente o enriquecimento do vocabulário são algumas das consequências positivas do “Soletrando” do GEC Princesa Isabel, que ainda tem como grande acontecimento um dia festivo com direito a premiação aos vencedores.

 

No concurso “Soletrando” deste ano, ficaram como finalistas os alunos Isabelle, do 8º ano, Marlon, do 7º ano, e Rafael, do 9º ano, que já havia participado no ano anterior, obtendo a terceira colocação.

 

Cyntia Bulkool, diretora adjunta, Regina Tieppo, idealizadora do "Soletrando", e Luíz, diretor do Ginásio Experimental Carioca da Escola Municipal Princesa Isabel.


Com um banco composto inicialmente por sessenta palavras, todas as etapas foram ultrapassadas com acertos pelos três alunos finalistas, tendo cada qual soletrado corretamente vinte palavras sorteadas, sendo preciso que a comissão do dicionário fizesse a seleção de mais uma série de palavras.

 

De acordo com os alunos Marcelle, da turma 1902, e Pedro, da turma 1901, o “Soletrando” tem feito grande sucesso porque vem se apresentando como uma oportunidade para a participação de todos os alunos da escola.

 

Aluna Marcelle, 1902 e Aluno Pedro,  1901, do Ginásio Experimental Carioca da Escola Municipal Princesa Isabel.

 

Segundo eles, as provas do concurso começam em sala de aula e os alunos finalistas vão sendo selecionados pelos professores, até que possam chegar aos três que irão competir na prova final, que este ano aconteceu no dia 27 de março de 2013.

 


 Sinvaldo do Nascimento Souza, professor representante do Rioeduca na 10ª CRE.
 E-mail: sinvaldosouza@rioeduca.net
 Twitter: @SinvaldoNSouza
 Facebook.com/SinvaldoSouza


 

 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 12/04/2013

Princípios para uma Gestão Escolar Democrática

Tags: 10ªcre, conselhos, evento.

 

Encontro de representantes dos Conselhos de Diretores, Alunos, Funcionários, Professores e Responsáveis das unidades escolares da 10ª Coordenadoria Regional de Educação. 

Com a presença de representantes de alunos, diretores, funcionários, professores e responsáveis foi realizada no dia 22 de março de 2013, a primeira reunião de Conselhos da 10ª Coordenadoria Regional de Educação.

 

Os Conselhos são instâncias democráticas criadas no âmbito de Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura do Rio de Janeiro para facilitar a comunicação das unidades escolares e dos seus representantes legais sempre que se torna preciso alguma comunicação, demanda, debate ou reivindicação partindo de cada representante ou do coletivo.

 

Na 10ª Coordenadoria Regional de Educação, assim como em todas as unidades escolares da Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, os conselhos vêm ampliando e fortalecendo as experiências democráticas das instituições de ensino.

 

Foto acima: Professora Gracinha Muller, coordenadora da 10ª CRE, fazendo a abertura do encontro.

Foto: Sinvaldo do N. Souza.

 

Fazendo a abertura da primeira reunião, prevista no calendário de conselhos da 10ª CRE para este ano de 2013, a coordenadora Gracinha Muller, após agradecer a presença de todos, fez questão de chamar a atenção para a composição dos conselhos e sua responsabilidade em zelar pela manutenção da escola e de participar da gestão administrativa, pedagógica e financeira, contribuindo com as ações dos diretores, sempre visando assegurar a qualidade de ensino.

 

A professora Gracinha Muller mostrou a sacola confeccionada em tecido orgânico retornável, fruto da preocupação com a sustentabilidade, destacando o seu conteúdo, incluindo resumos das palestras apresentadas, legislação de interesse dos conselheiros, calendários e outros documentos pertinentes, além da ficha de avaliação do encontro.

 

Professora Gracinha Muller, coordenadora da 10ª CRE (de costas) falando na abertura do Encontro de Conselhos.

Fotos acima: Presença dos representantes dos Conselhos da 10ª CRE.

 

Após o café da manhã, dinâmica de integração e palavras de abertura da coordenadora da 10ª CRE foram apresentadas palestras sobre:

1) Portal do Rioeduca, com o professor Sinvaldo, representante do Rioeduca na 10ª CRE;

2) Panorama da organização pedagógica das Unidades Escolares com a professora Rosa. Gerente da GED da 10ª CRE;

3) Projetos e Programas Federais nas Escolas com a professora Rosana, representante do Comitê Regional da 10ª CRE;

4) A Ouvidoria e a Comunidade Escolar com a professora Rosângela, ouvidora adjunta da 10ª CRE.


De acordo com a avaliação dos conselheiros presentes ao encontro do dia 23 de março de 2013, no auditório da 10ª CRE, tais momentos contribuem para proporcionar discussões que vão ajudar na democratização da gestão escolar em todos os níveis, sempre em benefício do ensino de qualidade.

 


Sinvaldo do Nascimento Souza
Professor representante do Rioeduca na 10ªCRE
Twitter: @SinvaldoNSouza
Facebook.com/SinvaldoSouza
E-mail: sinvaldosouza@rioeduca.net

 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share