A A A C
email
Todos os posts escritos por Suelen Corrêa
Retornando 55 resultados para o autor 'Suelen Corrêa'

Sexta-feira, 26/06/2015

Uma Educação Toda Especial...

Tags: 10ªcre.

 

 

 

A Escola Especial Doutor Hélio Pellegrino, em Santa Cruz, 10ª CRE, especializada em ensino com necessidades educativas especiais, atende 20 turmas em horário parcial, e proporciona aos seus 250 alunos com deficiências múltiplas um ambiente de aprendizagem e inserção social.

 


A Unidade Escolar desenvolve este ano o Projeto Político Pedagógico “Em todos os sentidos ... Comunicar é preciso”, em que o tema principal é desenvolver a identidade e a percepção do eu e do mundo através dos sentidos. O foco é na comunicação alternativa, ou seja, meios pelos quais os alunos com Deficiências Múltiplas (DMU) percebem e transmitem sua percepção do mundo. Esse tema amplo foi desmembrado nos subprojetos:

 


1º bimestre: Para além do olhar...

2º bimestre: Para além do ouvir: canto, conto e me encanto!

3º bimestre: Aromas e sabores: gosto pela vida! 

4º bimestre: Corpo em ação!

 

 

Neste primeiro período, o subprojeto “Para além do olhar...” teve como objetivo geral a construção gradativa da identidade por meio da descoberta do eu e dos outros, a aceitação das diferenças de cada um e a valorização das características individuais. Seguem os demais objetivos:

 


- Construir gradativamente a identidade do aluno, dos profissionais e de toda a Comunidade Escolar;

- Descobrir o “EU”, o outro e o mundo numa grande troca de experiências;

- Buscar a construção da identidade por meio da descoberta de si mesmo e dos outros, desenvolvendo uma autoimagem positiva, confiante e, ainda, sabendo ser aceito no grupo com possibilidades de interagir e crescer;

- Observar as diferenças a partir da observação das pessoas e dos grupos;

- Evidenciar a diversidade de vivencias e experiências a partir da necessidade que sentimos de trabalhar identidade individual e em grupo;

- Construir conceitos ligados à necessidade de compreender a importância de sua identidade, percebendo que ninguém vive e nem cresce sozinho sem (re)conhecer sua identidade;

- Trabalhar a ideia de que o contato com o outro se torna fundamental para a deliberação de limites, para o conhecimento de seu corpo, para a criação da autonomia e de sua identidade;

- Reconhecer que o contato com o responsável do momento, seja na figura materna ou de outro adulto que supre esse papel, cria critérios básicos, muitas vezes importantes para a sobrevivência do aluno;

- Criar um clima de segurança, confiança, afetividade, incentivo, elogios e limites colocados de forma clara e afetiva para que seja alcançada a desejada qualidade da interação entre adultos e a criança.

 

 

Durante o período, foram realizadas várias atividades em sala de aula, tais como:

 


- Pesquisas sobre a origem e o significado dos nomes;


- Cartazes sobre a história dos alunos utilizando fotos e desenhos, montagem de linha do tempo com fotos antigas trazidas pelos alunos e murais informativos;


- Entrevistas com responsáveis;


- Tabelas de ordem crescente e decrescente com dados como idade, peso, altura e com montagem de gráficos.

 


Como culminância, ou seja, como apresentação de tudo o que foi trabalhado e desenvolvido no bimestre com os alunos, a Unidade Escolar contou com a valiosa participação das mães dos alunos, que são pedras preciosas no processo de ensino/aprendizagem. Para tal, a escola promoveu uma gincana em que aconteceram diferentes atividades:

 

- Caracterização de personalidades preferidas:


Momento em que os alunos, mães e professores se fantasiaram de Chaplin, Chacrinha, Hebe Camargo, Gal Costa, Carmem Miranda, Luan Santana entre outros. Foi um show de talentos com imitações de artistas famosos!


- Roupa mais fashion:


Desfile das mães, que se produziram especialmente para o evento, além da apresentação de objetos mais antigos e suas histórias, na qual as mais originais e antigas eram premiadas.

 


As atividades foram desenvolvidas em duas equipes, as turmas estavam divididas pelas cores amarela e azul, porém, unidas na animação e euforia. Todos os participantes (professores, funcionários, alunos e responsáveis) demonstraram o verdadeiro espírito esportivo, com respeito aos adversários e união entre os companheiros de equipe.

 

Imagens das atividades desenvolvidas:

 

 

Atividades desenvolvidas em sala de aula.

 

Atividades desenvolvidas em sala de aula.

 

Apresentação dos alunos e professores.

 

Participação dos responsáveis.

 

Apresentação aos responsáveis.

 

Na continuação do encerramento do subprojeto, foi realizada, também, a comemoração do Dia das Mães na Sociedade Sul-Rio-Grandense. Evento que durou todo o dia e contou com a participação das mães, que puderam usar a piscina, passear com seus filhos pelos espaços do sítio, assistir à apresentação musical dos alunos e à homenagem da professora Marcia Antunes, que dançou junto a seus alunos a música “Raridade”, de Anderson Freitas.

 

Como avaliação do subprojeto, foi realizada a Reunião dos Responsáveis, na qual foi possível mostrar a todos os responsáveis o trabalho desenvolvido no período através de fotos e depoimentos dos participantes. Além de promover um encontro com a Assistente Social do INSS, que falou aos responsáveis sobre seus direitos e de seus filhos especiais.

 

 

Equipe da Escola Especial Municipal Doutor Hélio Pellegrino.

 

 

Escola Especial Municipal Doutor Hélio Pellegrino:

E-mail: empellegrino@rioeduca.net

 

 

Parabéns aos Gestores!

Parabéns aos Professores!

Parabéns aos Alunos!

Parabéns à Comunidade Escolar!

 

 

Suelen Corrêa
é Professora da Rede Municipal
e Representante do Rioeduca da 10ª CRE
Contato:
suelencorrea@rioeduca.net
twitter: @suelencorrea29

 


 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 19/06/2015

Pequenos Cariocas

Tags: 10ªcre.

 

 

 

A Creche Jardim dos Vieiras localiza-se no bairro Paciência e atende a 100 alunos, aproximadamente, do berçário à pré-escola, com quatro turmas em horário integral.

 


Em comemoração aos 450 anos da cidade do Rio de Janeiro, foram realizadas, com a turma EI-42, atividades do projeto “Festejando 450 anos do Rio, com os pequenos cariocas”.


As atividades foram desenvolvidas pelas professoras de Educação Infantil Dayane Marques, pela diretora e professora articuladora Cristiane Vilela, pela diretora adjunta Silvina e pela agente de Educação Infantil Sônia.


No primeiro momento, as crianças ouviram a música "Copacabana", para se familiarizarem com um novo ritmo, uma nova voz, uma nova forma de falar da Cidade Maravilhosa...


Existem praias tão lindas cheias de luz
Nenhuma tem o encanto que tu possuis
Tuas areias, teu céu tão lindo
Tuas sereias sempre sorrindo
Copacabana princesinha do mar
Pelas manhãs tu és a vida a cantar
E á tardinha o sol poente
Deixa sempre uma saudade na gente
Copacabana o mar eterno cantor
Ao te beijar ficou perdido de amor
E hoje vive a murmurar só a ti
Copacabana eu hei-de amar

 

Todos os lugares da cidade do Rio de Janeiro que aparecem na música foram trabalhados com as crianças em forma de desenho, cantigas de roda e corte e colagem, nas cores preto e branco, construindo um mosaico do Calçadão de Copacabana.

 

Atividades desenvolvidas:

 

  • Conversa informal;
  • Músicas sobre o Rio de Janeiro;
  • Colagem de papel picado do calçadão de Copacabana;
  • Pintura dos pontos turísticos do Rio de Janeiro em pratinhos de papelão e isopor.

 

 

Alunos desenvolvendo atividades de corte e colagem.

 

Trabalho desenvolvido pelos alunos.

 

 

Após o trabalho desenvolvido com as crianças, foi a vez dos responsáveis. Na culminância do projeto, a Comunidade Escolar foi convidada a reproduzir os pontos turísticos da cidade do Rio de Janeiro em pratos de isopor e papelão junto com as crianças. Essas obras de Arte ficaram expostas no mural da turma.

 

Comunidade escolar partcipando do projeto.

 

E para encerrar esse projeto, as crianças tiveram um "dia de cinema", assistindo ao Filme "Rio" e brincaram de samba, um ritmo carioca, ao som da música "Cidade Maravilhosa".

 

As crianças participaram com satisfação de cada atividade, desenvolvendo coordenação motora, raciocínio lógico e interação com os coleguinhas, de forma a aprender a admirar tudo o que de mais belo existe na cidade do Rio de Janeiro.

 

 

Creche Municipal Jardim dos Vieiras

E-mail:cmjvieiras@rioeduca.net

 

 

 

Suelen Corrêa
é Professora da Rede Municipal
e Representante do Rioeduca da 10ª CRE
Contato:
suelencorrea@rioeduca.net
twitter: @suelencorrea29


 

 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 12/06/2015

Projeto "A Caminho da Escola"

Tags: 10ªcre.

 

 

 

Trabalhar a Educação no Trânsito tem como objetivo discutir as questões ligadas à segurança, visando capacitar os alunos para a tomada de decisão através de comportamentos adequados à prevenção de acidentes.

 


A Escola Municipal Japão, da 10ª Coordenadoria Regional de Educação, fica localizada no bairro de Santa Cruz e atende 119 alunos da Educação Infantil e 332 alunos do Ensino Fundamental, em um total de 22 turmas.

 

A Escola Japão procura desenvolver projetos que estejam bem de acordo com o cotidiano dos alunos da Unidade Escolar, partindo do princípio de que, dessa forma, os alunos podem aplicar todo o conteúdo aprendido. Assim, foi elaborado um projeto de acordo com as seguintes etapas, em parceria com a CET-RIO:

 

1ª- Os professores discutiram e desenvolveram atividades relacionadas ao trânsito em sala de aula.

2ª- Dramatização de uma peça (equipe CET-RIO) com objetivo de passar os conceitos do trânsito e transportes seguros.

 

Dramatização Equipe CET-RIO.

 

3ª- Realização de atividades pedagógicas desenvolvidas aos alunos de 4º e 5º anos, em sala de aula, pela equipe da CET-RIO com o auxílio do professor regente. Essas atividades ocorrem através de jogos e dinâmicas com as crianças, com o objetivo de fixar os conceitos apresentados. Nelas, os alunos realizam uma oficina de artes para concretizar a sua experiência e suas visões quanto ao uso do transporte seguro e inserção no trânsito.

4ª- Todos os alunos (de 4º e 5º anos) participantes das atividades recebem um certificado.

5ª- Os professores com os alunos fazem uma avaliação (questionário), identificando os principais pontos de riscos de acidentes de trânsito.

 

 

Alunos recebendo o certifcado de participação.

 

Professoras responsáveis pelo projeto: Cyrlene Gomes e Rosana Bandeira.

 

Os alunos observam, em seu caminho até a escola, os cenários que representam risco de acidente de trânsito, além de questões ligadas à mobilidade. Após essa observação, que é individual, a professora compila tais informações em um só documento, que é a pesquisa, e encaminha à CET-RIO.

 

Posteriormente, a equipe analisa os dados e reune esforços nas áreas de Engenharia, Fiscalização e Educação para aumentar a segurança do "caminho para a escola", para a alegria de todos que compõem a equipe da Unidade Escolar.

 

 Diretora Ana Paula Martins, diretora adjunta Alessandra Paixão e coordenadora pedagógica Verônica Freitas.

 

 

E. M. Japão:

Telefone: 3395-1285

E-mail: emjapao@rioeduca.net

 

 

Parabéns aos Gestores!
Parabéns aos Professores!
Parabéns aos Alunos!
Parabéns à Comunidade Escolar!

 


Suelen Corrêa
é Professora da Rede Municipal
e Representante do Rioeduca da 10ª CRE
Contato:
suelencorrea@rioeduca.net
twitter: @suelencorrea29


 

 

                               

 

 

 

 

 



   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 29/05/2015

Chá Literário no Mercadante

Tags: 10ªcre, cháliterário, leitura.

 

 

O EDI Professor Antônio Alfredo Mercadante realizou um Chá Literário com todos os alunos da Unidade Escolar, valorizando a importância da leitura, tornando-a um hábito saudável e suave, envolvendo a todos em um mundo de sonhos e fantasias.

 


O Espaço de Desenvolvimento Intantil Antônio Alfredo Mercadante pertence à 10ª Coordenadoria Regional de Educação, prestando atendimento de Berçário, Maternal e Educação Infantil, com 14 turmas, para 348 alunos.

 

O Projeto “Maluquinhos pela Leitura”, no qual foi trabalhado o autor Ziraldo, foi desenvolvido no período de 6 de abril a 11 de maio e surgiu do princípio de que a Educação Infantil é o momento ideal para o desenvolvimento de habilidades e também de hábitos.

 

A literatura no universo infantil colabora para o desenvolvimento da criança de inúmeras formas. A criança adora histórias de príncipes, princesas, animais falantes, bruxas, pois tudo isso faz parte do seu mundo imaginário, de sua fantasia. Partindo dessa realidade, observa-se que é o momento oportuno para inseri-las no contato com os livros, com obras clássicas e modernas, conhecendo autores e ilustradores que fazem de tudo para despertar na criança o hábito da leitura.

Tudo isso se torna ainda mais prazeroso quando ouvidas em família, no aconchego do colo do papai ou da mamãe ou, quem sabe, do avô, da avó ou dos irmãos. Ou, ainda, dando seus primeiros passos na leitura sozinha, descobrindo suas primeiras palavras ou realizando a leitura de imagens.

 

 

 

Obras confeccionadas pelas crianças.

 

 

Objetivos:


* Incentivar o gosto pela leitura;

* Conhecer histórias variadas;

* Ampliar o vocabulário;

* Reunir a família, possibilitando assim o diálogo, a troca, a interação e a união entre seus membros;

* Despertar ainda mais a imaginação, a curiosidade, a comunicação e a autoestima das crianças; 

* Ajudar a criança nessa fase de alfabetização, lendo para ela e questionando sobre a leitura;

* Reconhecer a importância da figura da mãe no desenvolvimento do caráter humano; 

* Proporcionar momentos de reflexão sobre os diversos contextos familiares;

* Promover e estimular a linguagem oral;

* Estabelecer e ampliar as relações sociais;

* Estimular a afetividade entre as crianças a as mães; 

* Reconhecer a importância da figura da mãe ou representante no desenvolvimento do caráter humano;

* Promover integração alunos-mães-escola;

* Proporcionar momentos de reflexão sobre os diversos contextos familiares;

* Estimular a afetividade entre as crianças a as mães;

* Desenvolver a atenção e a criatividade;

* Praticar a coordenação motora fina e ampla;

* Desenvolver a expressão corporal;

* Brincar, expressando emoções, sentimentos, pensamentos, desejos e necessidades.

 



Estratégias:

* Confecção e apresentação dos livros do autor Ziraldo confeccionados pela turma;

* Feira literária (Chá Literário);

* Maleta Viajante;

* Contação de Histórias (Livros escolhidos para cada turma);

* Conversa informal sobre o Dia das Mães;

* Confecção de cartazes sobre os livros trabalhados em sala;

* Pintura com lápis de cor, giz de cera e tinta guache;

* Ensaios de músicas e teatrinho para a apresentação;

* Homenagem às mães: apresentação das turmas.

 

 

Crianças no projeto de contação de histórias.

 

Partcipação dos responsáveis.

 

Participação dos responsáveis na culminância do projeto.

 


Dessa forma, o EDI Professor Antônio Alfredo Mercadante espera que as crianças apresentem maior interesse pela leitura, bem como a incorporação dessa prática encantadora a sua rotina, tornando a leitura um hábito agradável e enriquecedor.

 

 


Parabéns aos Gestores!
Parabéns aos Professores!
Parabéns aos Alunos!
Parabéns à Comunidade Escolar!


Suelen Corrêa
é Professora da Rede Municipal
e Representante do Rioeduca da 10ª CRE
Contato:
suelencorrea@rioeduca.net
twitter: @suelencorrea29


 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share