A A A C
email
Todos os posts escritos por Juliana de Oliveira (Representante Rioeduca 5ªCRE)
Retornando 18 resultados para o autor 'Juliana de Oliveira (Representante Rioeduca 5ªCRE)'

Sexta-feira, 08/12/2017

“Entre de Peito Nessa Luta”

Tags: 5ªcre, outubro rosa, câncer de mama, pse, prevenção.

 

A Escola Municipal Claudio Ignácio de Oliveira foi convidada pela 5ª CRE para participar do Movimento Mundial “OUTUBRO ROSA”. E a Unidade Escolar integrou esse tema no Projeto Pedagógico da escola por considerar extremamente relevante para a nossa comunidade escolar. Confira!

 

 

No dia 05 de outubro, data do Conselho de Classe, a coordenadora pedagógica, professora Alessanda Azevedo de Castro Espinheira, informou a todos sobre o convite e, com o objetivo de chamar a atenção para a realidade atual do câncer de mama e a importância do diagnóstico precoce, propôs ao grupo trabalhar o tema nos diversos segmentos da escola.

As professoras Adriana Pereira Alves (4º ano) e Nívia Gomes Campos (5º ano) prontamente aceitaram o convite e incluíram em seus planejamentos a temática. Ou seja, a Escola Municipal Cláudio Ignácio de Oliveira entrou “de peito” na luta contra o câncer de mama.

Nos dias 9 e 10 de outubro, os alunos participaram de diversas atividades em prol da prevenção do câncer de mama.

 

 

As turmas de 5º ano iniciaram com um debate mediado pela professora Nívia por meio do qual compartilharam experiências vividas em suas famílias e relatos de casos que tiveram conhecimento. Eles puderam ouvir sobre o que é câncer de mama, suas possíveis causas, tipos de tratamento e seus efeitos colaterais, prevenção e os cuidados com a saúde. Fizeram entrevistas com todos os funcionários, homens e mulheres, sobre a importância da prevenção e distribuíram laços cor de rosa que simbolizam um alerta às mulheres para que façam o autoexame.

 

 

 

Os alunos se conscientizaram sobre a importância de irem ao médico regularmente e que o autoexame pode salvar vidas, visto que é através dele que a maioria das mulheres, principais vítimas da doença, descobrem que estão doentes. Todos fizeram questão de usar o laço na escola e de retornar para casa com o mesmo.

 

 

A turma de 4º ano iniciou ouvindo da professora Adriana informações sobre o câncer de mama e receberam como proposta de trabalho a confecção de cartazes que esclarecessem a doença e ressaltassem a importância da prevenção. Tais cartazes foram confeccionados em grupo e posteriormente expostos para que todos pudessem compartilhar informações. Durante a reunião de pais, diversos responsáveis elogiaram o tema e a proposta de trabalho. Algumas mães relataram a preocupação dos filhos em quererem passar as informações sobre a prevenção da doença e o pedido para que as mesmas fizessem o autoexame mensalmente.

 

 

Os trabalhos superaram as expectativas das professoras, da equipe diretiva e dos responsáveis, pois foram notórios o engajamento e a dedicação dos alunos que se mostraram amadurecidos em relação à temática e responsáveis pela multiplicação das informações sobre a prevenção para funcionários e familiares.

 

 

Outubro Rosa é uma campanha de conscientização que tem como objetivo principal alertar as mulheres e a sociedade da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama. Essa campanha acontece com mais intensidade no mês de outubro e tem como símbolo o laço cor de rosa.

Os alunos da E. M. 0514031 Cláudio Ignácio confeccionaram cartazes e distribuíram para os funcionários e pais, cartões informativos e laços, pois entendemos a importância dessa campanha! "Entre de peito nessa luta!" 

 

 

Sobre a escola:

Unidade Escolar: E/CRE(05.14.031) - Escola Municipal Cláudio Ignácio de Oliveira
Diretor: CLAUDIA SUELY VIDAL ALVAREZ
Endereço: Estr. Coronel Vieira s/nº - Bairro: Irajá
Cep: 21220-310
Telefone: 2482-8553 | 2482-7637
E-mail: emignacio@rioeduca.net  

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 05/12/2017

Maratona de Histórias na Escola França

Tags: 5ªcre, maratona de histórias, sala de leitura, escola frança.

 

 

O projeto Maratona de Histórias envolveu toda a rede no ano de 2017 e a Escola Muncipal França se  dedicou a desenvolver o projeto de acordo com as principais diretrizes da SME.

 

"É preciso que a leitura seja um ato de amor."
Paulo Freire

 

O evento, realizado no mês de outubro, foi da maior importância e alçou alguns alunos na arte de declamar poemas e contar histórias. Os professores da Sala de Leitura se dividiram por assuntos e se completaram na ampliação do conhecimento discente.

 

1º Dia: recebemos a visita da contadora de histórias Tia Dulce, que ensinou aos nossos pequenos da E. I. ao 3º ano a usarem as mãos para contar histórias.

 

 

Hora da leitura Livre:

 

2º Dia: Tivemos muitas atividades. Começamos com o professor Marcelo contando histórias da mitologia grega para o 4º e 5º anos.

 

 

 

Também tivemos a participação da turma 1101 da professora Elizabeth, interpretando "A casinha torta" de Maria Mazetti.

Quem mora?
~~~~~~~~~~~~~
Quem mora na casa torta?
Sem janelinha e sem porta

Um gato
que usa sapato
e tem retrato no quarto.
No quarto?

Uma florzinha
pequenininha
de sainha
Curtinha?

Um elefante com rabinho de barbante?
Um papel de óculos e chapéu?
Um botão que toca violão?
Um pente com dor de dente?

Quem mora na casa? Quem?
Invente depressa alguém.

 

 

A Clássica história do Patinho Feio de Hans Christian Andersen, lembrando o dia da inclusão. A professora Luciana e Ana Lúcia com os alunos surdos ensinaram algumas palavras da história em Libras.

Em suas histórias Andersen buscava sempre passar padrões de comportamento que deveriam ser adotados pela sociedade, mostrando inclusive os confrontos entre poderosos e desprotegidos, fortes e fracos. Ele buscava demonstrar que todos os homens deveriam ter direitos iguais... - Veja mais em https://educacao.uol.com.br/biografias/hans-christian-andersen.htm?cmpid=copiaecola

 

 

A professora Bernadete convidou os alunos para viverem os personagens de Romeu e Julieta, de Ruth Rocha.

Entre 1957 e 1972 foi orientadora educacional do Colégio Rio Branco. Nessa época começou a escrever sobre educação para a revista Cláudia. Sua visão moderna sobre o tema, bem como o estilo claro e próprio, chamaram a atenção de uma amiga, Sonia Robato, que dirigia a Recreio, revista voltada para o público infantil. Certo dia, Sonia fez um convite-desafio para Ruth: em tom de brincadeira, trancou a amiga numa sala, dizendo que só saísse de lá com uma história pronta. Assim nasceu Romeu e Julieta, a primeira de uma série de narrativas originais e divertidas, todas publicadas na Recreio, que mais tarde Ruth veio a dirigir.

Fonte: http://www.ruthrocha.com.br/biografia

 

 

Encerrando o 2º dia com a apresentação das alunas Ana Beatriz e Tayná da 1503, orientadas pela professora Katia, fizeram um convite a "Bruxa, Bruxa venha a minha festa" de Arden Druce.

 

 

Sobre a Escola:

Sala de Leitura Viriato Correa (professores Kátia, Marcelo e Bernadete).

Unidade Escolar: E/CRE(05.15.038) - Escola Municipal França

Diretor: MARILIA LEAL

Endereço: Rua Padre Manoel da Nóbrega 725

Bairro: Quintino Bocaiúva

Telefone: 3073-1614 | 3273-1587

E-mail: emfranca@rioeduca.net

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 24/11/2017

Descobrindo os Parasitas na Escola

Tags: parasitas, piolho, lombriga, pse, saúde.

 

Os alunos da Escola Municipal Irineu Marinho aprenderam sobre os Parasitas e como devemos evitá-los, de uma forma lúdica e divertida. Confira!

 

 

No dia 12 de setembro de 2017, a professora Danielle fez uma apresentação aos alunos do primeiro segmento da E. M. Irineu Marinho no período da manhã e tarde. Esta apresentação foi apoiada pela direção e coordenação pedagógica, assim como professores das turmas envolvidas.

 

 

O objetivo do projeto foi proporcionar aos educandos uma vivência diferenciada da sala de aula quanto a compreensão das consequências da falta de higiene e reconhecimento de dois parasitos frequentes na infância (piolho – Pediculus humanus e lombriga – Ascaris lumbricoides) através da utilização de teatrinho com fantoches e música.

 

 

A apresentação consistiu inicialmente num questionamento às crianças sobre “o que é saúde” e sobre “o que eram os parasitas”. Os alunos foram super participativos e responderam a primeira pergunta, porém a segunda, se sentiram um pouco inseguros. A professora Danielle, então os explicou e deu dois exemplos de parasitas. Em seguida, ela perguntou se as crianças gostariam de conhecê-los um pouco mais. As crianças aceitaram e foi uma farra!

 

 

Foram apresentados a eles o piolho e a lombriga, em forma de fantoches num teatrinho. O piolho se apresentou, informando que ele causava muita coceira, porque estava sugando o sangue da cabeça de alguma pessoa, dizendo que ele poderia trazer doenças e como era importante a utilização do pente fino, muito mais importante que remédios convencionais da farmácia.

Logo após, veio a lombriga, que os informou como a presença dela na barriguinha poderia causar muitas dores e o mais importante era a prevenção. As crianças questionaram como prevenir e a lombriga disse que lavar as mãos quando saísse do banheiro, assim como, antes das refeições ajudaria bastante. Cortar as unhas e não pegar comidas que caíssem no chão seria uma maneira bem legal de não contrair a lombriga em forma de ovo, porque o ovo ao chegar na barriga se transformaria em uma nova lombriga. Após as explicações, a professora apresentou a eles uma pequena música que explica a importância de lavar as mãos e todos cantaram animadamente.


“As minhas mãos,
Eu vou lavar!
Para os parasitas
No meu corpo
Não entrar!”


“Parasitas Pequenos” – Paródia de “Mundo Pequeno” (Turma Do Re Mi).

Tradução de It’s a small world – Robert Sherman (Walt Disney)

 

Impressões das crianças participantes:

“Eu gostei muito. No final cantamos uma música muito legal!” (Mayara Reis – T: 1302)

“O piolho vai para a sua cabeça quando você abraça outra pessoa. Quando ele encontra um piolho fêmea, tem filhotes (lêndeas). Se cuide passando pente fino.” (Carlos Eduardo Torres – T: 1301)

“Na minha escola teve uma tia de Ciências, a tia Danielle Moura. Ela ensinou coisas de piolho e da lombriga.” (Anna Clara – T: 1301)

 


Impressão da coordenação e direção:

“O trabalho foi exposto de maneira lúdica para os pequenos que gostaram e participaram muito bem. O objetivo foi atingido: apresentou às crianças o tema com humor, mas sem perder a seriedade necessária.” (Geralda Cristina – Dir. Adjunta)

“Achei pertinente visto que as crianças aprendem a ter noções de higiene, reconhecer e evitar a proliferação de alguns parasitas.” (Priscila Bastos – Coordenadora Pedagógica)

 

Sobre o Projeto:

Nome do projeto: Descobrindo os Parasitas na Escola
Idealizadora: Prof. Danielle Fonseca de Moura
Professores colaboradores: Ana Claudia Soeiro, Márcia Bueno Pacheco, Renata Pessoa, Conceição Miranda, Maria de Fátima, Raquel Leal.
Turmas participantes: Manhã – 1101, 1201, 1301, 1302
Tarde – 1102, 1202, 1303
Local da apresentação do Projeto: Escola Municipal Irineu Marinho (5º CRE – Marechal Hermes)

 

Sobre a Escola:

Unidade Escolar: E/CRE(05.15.030) - Escola Municipal Irineu Marinho - 10975
Diretor: Deise Barroso da Silva e adjunta Geralda Cristina da Silva.
Endereço: Rua Américo Rocha 821 - Bairro: Marechal Hermes
Cep: 21555-300
Telefone: 3018-2593 | 3833-5965
E-mail: emirineu@rioeduca.net 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 13/10/2017

"Celebração da Palavra"

Tags: poesia, recital, projeto, arte, 5ªcre.

 

A Sala de leitura da Escola Rugendas desenvolveu um projeto que mobilizou toda a comunidade escolar onde, a partir da "poesia falada", os participantes trabalharam questões relevantes da nossa sociedade. 

 

PROFESSORA ALINE COM OS ALUNOS DA ESCOLA

 

No dia 10 de julho de 2017, a professora da Sala de Leitura e de Língua Portuguesa Aline Scalercio, junto com as turmas da Escola Municipal Rugendas, mobilizou toda a comunidade escolar a participarem de um evento intitulado "Celebração da Palavra".

Esse evento teve como objetivo o desenvolvimento dos alunos na questão da leitura, concomitantemente a expressão artística dos alunos ao apresentarem um Recital de Poesia como resultado do projeto que acontece regularmente na Sala de leitura chamado "Poesia - A Força da Palavra".

 

CONFRATERNIZAÇÃO NO FINAL DO EVENTO

 

O projeto foi desenvolvido da seguinte forma: um grupo de alunos foi previamente convidado a participar de uma oficina de quatro dias na sala de leitura, que consistiu em despertar o interesse do aluno pela leitura, especialmente, poética. Objetivar o uso da palavra, exprimir sua força e dar a ela sua devida importância no discurso. Incentivar a expressão em sua forma mais ampla, a expressão dos sentimentos através do corpo, a prática da oralidade, enfim, usar a língua como ferramenta poética e de afirmação no mundo em que vivemos. Estimular a criatividade, promover a socialização, incentivar o interesse dos alunos pela arte de uma forma geral e explorar assuntos diversos. 

 

CONVIDADOS QUE TRABALHAM COM A POESIA FALADA

 

Na culminância do projeto, onde foi realizado o evento "Celebração da Palavra", toda a comunidade escolar foi envolvida, participando também do projeto. O evento teve a participação de ex-alunos e de professores e alunos de outras escolas que também desenvolvem um trabalho com poesia.

 

CONVITE PARA O EVENTO

 

A professora fez uma atividade onde os alunos registraram seus depoimentos pessoais e suas opiniões em relação ao projeto.

 

 

 Assista ao vídeo produzido pela MultiRio sobre o projeto da escola. 

 

 

Parabéns pelo trabalho de excelência realizado pela escola! Parabéns pelo comprometimento e pelo envolvimento de toda a comunidade escolar em projetos que fazem a diferença!

 

Sobre a escola:

Diretor: Ana Lucia Silva Barreto
Endereço: Rua Padre Manso s/n° - Madureira
Telefone: 3018-2552 | 3018-2466
E-mail: emrugendas@rioeduca.net

 

Gostou da publicação? Curta, compartilhe e deixe aqui o seu comentário!

 


   
           



Yammer Share