A A A C
email
Retornando 23 resultados para o mês de 'Abril de 2019'

Segunda-feira, 29/04/2019

E.M. Desembargador Ney Palmeiro - 7ª CRE

Tags: redescobrindo, youtubers, 7ªcre.

 

REDESCOBRINDO OS CONJUNTOS

 

 

Uma demanda de todo começo de ano em turmas de alfabetização, na matemática, é trabalhar com os números, quantidades e representações.

Trabalhar com o tema conjuntos amplia as possibilidades de atividades, bem como a organização e o desenvolvimento dessas habilidades tão importantes e necessárias no 1º e no 2º ano do ensino fundamental.

O canal Redescobrindo trouxe uma proposta que ajuda a dinamizar esse momento e tornar a aprendizagem mais lúdica e prazerosa.

 

Confira o vídeo:

 


 

 

No vídeo, tia Ly e tia Ju convidam as crianças a mergulhar nesse universo. Dessa forma é possível compreender que os conjuntos facilitam nosso dia a dia e também nossa vida na matemática.

Mas as crianças de hoje não são apenas expectadoras. Os alunos do 1º ano gostam de participar. Então pausa no vídeo pra essa galerinha contar, representar de uma forma diferente e descobrir os elementos que pertencem ou não a um determinado conjunto.

 

 

 

 

O 2º ano também queria vivenciar experiências com esse tema e descobriu então que podemos organizar tudo em conjuntos. Então começaram a montar conjuntos diferentes e divertidos. Todos queriam participar.

 

 




Nessa atividade, os alunos foram convidados a criarem um conjunto de animais. Quem conseguisse colocar mais animais no seu conjunto ganhava a brincadeira. Na alfabetização trabalhar com a interdisciplinaridade é algo bastante importante. Através de uma atividade inicial de matemática foi possível trabalhar a escrita e a leitura e também a classificação de animais.


De forma simples e descontraída, os alunos foram vivenciando diversas experiências que favoreciam uma aprendizagem significativa.


Na segunda atividade, uma corrida de tampinhas e separação em conjunto por cores. No final, hora de contar.

 

 

 


O 1º ano também foi descobrindo os conjuntos e aproveitou para fazer uma atividade que eles já sabem bem. Montar um conjunto de letras e um conjunto de números.
Todo mundo curtiu a ideia e começou a busca.

 

Por fim, os descobridores foram colar e montar os conjuntos.

 

 

 

 

E assim novas aprendizagens e saberes vão sendo construídos coletivamente e ludicamente.

Estratégias diversificadas nesta etapa do ensino são fundamentais para permitir um novo olhar da criança e apresentar novas possibilidades de aprender.
  

 

Corre lá e acessa o canal “redescobrindo” e viaje conosco nessa e em outras descobertas !

 

 

 

Quer saber mais sobre?

Unidade Escolar: E.M. Desembargador Ney Palmeiro

E-mail: empalmeiro@rioeduca.net

Tel.: 2408-6042 / 2408-5482

 


 

Contato para publicações:


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 26/04/2019

Escola Municipal Aspirante Carlos Alfredo - 5ª CRE

Tags: célula, animal, 5ªcre.

Aula Sobre Célula Animal na E.M. Aspirante Carlos Alfredo

A professora Vivian Pandolpho da E. M. Aspirante Carlos Alfredo trabalhou o conceito de Célula Animal, a partir de materiais alternativos, produzindo, com seus alunos, verdadeiros trabalhos artísticos. Confira!

 

 

Um dos maiores desafios para o docente é engajar seus alunos em conceitos trabalhados em sala de aula, de forma que o conteúdo seja muito bem compreeendido e haja participação ativa  nas atividades. 

Para que isso acontecesse, a professora Vivian Pandolpho, da Escola Municipal Aspirante Carlos Alfredo, trabalhou o conceito de Célula Animal com seus alunos do 5º ano de uma forma criativa, buscando, assim,  o interesse e o envolvimento dos alunos nessa atividade.

 

 

Primeiramente, foi trabalhada a parte teórica do conteúdo, para que houvesse compreensão e aquisição do conhecimento necessário para as atividades posteriores que, por sua vez, possuiam um caráter mais prático. 

 

 

O estudo de célula, na maioria das vezes, é considerado vago pelos alunos. Como não é possível observar as células animais em um laboratório de Ciências, muitas vezes o professor se prende apenas a ensinar a função desempenhada por cada parte celular. A fim de tornar as aulas mais interessantes, a professora Vivian sugere a criação de um modelo concreto de célula animal com seus alunos.

 

 

Após o conteúdo ministrado pela professora, foi proposto aos alunos a construção de uma maquete, usando vários tipos de materiais como bolas de isopor e tinta, gel, de modo que ilustrasse tudo que foi aprendido. 

 


Dentro dessa proposta, os alunos pintaram bolas de isopor de cores variadas. A bola maior representava a Membrana Plasmática e a bola menor o Núcleo da célula. Após a pintura, os alunos colaram a bola menor no centro da maior e no vão entre elas encheram de gel colorido com corante, representando outra parte da célula, o Citoplasma.

 

 

A seguir, o passo-a-passo dessa atividade:

 

"Primeiramente peça para que os alunos pintem o isopor que representará a Membrana Plasmática e o Núcleo. Enquanto o material seca, peça para que eles observem atentamente a figura  de uma célula. Após a secagem das bolas de isopor, peça que iniciem a montagem da célula. Depois que colem o núcleo na bola oca, adicionem o gel e coloquem plaquinhas indicando os nomes das partes da célula." Professora Vivian Pandolpho

 

 

 

O objetivo da aula foi fixar o aprendizado teórico da matéria de Ciências, usando a criatividade e a ludicidade, estimulando o interesse dos alunos de forma prazerosa, favorecendo, assim, o aprendizado de todos.


Foi uma experiência divertida e muito produtiva! Os alunos ficaram muito interessados e aula foi sensacional!

 

Sobre a escola:
Unidade Escolar: Escola Municipal Aspirante Carlos Alfredo
Diretor(a): Tereza De Jesus Costa Santos Rocha
Endereço: Rua Ibia 105, Turiaçu 
Telefone: 3018-2591 | 3018-2629
E-mail: emalfredo@rioeduca.net 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 26/04/2019

Escola Municipal Otelo de Souza Reis - 10ªCRE

Tags: 10cre, cre10, samba.

Alunos da Escola Municipal Otelo de Souza Reis conhecendo os gêneros musicais do Carnaval

 

A E/CRE (10.19.017) Escola Municipal Otelo de Souza Reis, está localizada na Avenida Antares, s/n° - Santa Cruz, Zona Oeste do Rio de Janeiro. A Unidade Escolar atende alunos do 1°ao 6° ano do Ensino Fundamental. Tem como diretora, a professora Rachel Santana, como diretora adjunta, a professora Adriana Santos e como Coordenadora Pedagógica, a professora Marcia Brandão.

As turmas do 4º ao 6º ano das professoras Carolina, Roselaine e Meirelaine conheceram os gêneros musicais utilizados na festa popular do carnaval. Isso porque, essa festa é um marco na nossa Cidade, desde a marchinha ao samba-enredo. Dessa forma, o trabalho pedagógico se deu a partir da necessidade de se conhecer um pouco mais sobre a maior festa cultural do nosso país.

 

Professor Luis com a turma 1401

 

O professor de música Luis Gabril, trabalhou com as crianças o samba e suas vertentes. Os alunos puderam conhecer os gêneros musicais: samba e marchinha. Tocaram os instrumentos, pesquisaram sobre compositores, analisaram as letras e compararam os sambas antigos com os novos. Além disso, colocaram em prática tudo o que estavam aprendendo.

 

— As turmas foram divididas em pequenos grupos para que realizassem  rodas de conversa a partir das letras de sambas e suas peculiaridades. Além de ter sido muito divertido, eles puderam compreender que as letras das músicas vinham de encontro ao momento politico da época. — afirma o professor Luis

 

 

Alunos em atividade

 

 

 

 

Ao longo das aulas, os alunos conheceram os instrumentos utilizados no samba e nas baterias das escolas de samba.

Depois de uma pesquisa dos sambas e marchinhas de carnaval, eles escolheram duas canções para que as turmas trabalhassem. Dessa forma, foram escolhidas as músicas: A banda de Chico Buarque e Todo menino é um rei de Roberto Ribeiro.

 

Com a ajuda do professor de música os alunos criaram arranjos musicais com instrumentos de percussão, voz e palmas. Os arranjos foram feitos e divididos em naipes de agogô, tamborim, pandeiro, reco-reco e chocalhos.

 

Alunos em atividade

 

 

— A sala de aula virou praticamente uma roda de samba. É bem melhor quando eles saem da teoria e conseguem experimentar todo o contexto da aula. — afirmou o professor Luis

 

Os alunos puderam mostrar o resultado da aula para toda a comunidade escolar, pois ao final do processo, desceram as escadas tocando, cantando e simulando um desfile de escola de samba.

 

Professor Luis com a turma 1601

 

 

Quer saber mais sobre o nosso trabalho?
Entre em contato com a Unidade Escolar.

E/CRE (10.19.081) E. M. Otelo de Souza Reis
Diretora: Rachel Santana
Diretora adjunta: Adriana Santos
E-mail: emoteloreis@rioeduca.net
Telefone: 3354-9090

 

Contato para publicações:


 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 25/04/2019

Escola Municipal Luiz Edmundo - 9ª CRE

Tags: 9ª cre, inclusão, síndrome de down.

Escola em Campo Grande promove atividade de inclusão entre professores, alunos e funcionários.

 

A Escola Municipal Luiz Edmundo, situada na rua Félix Bernardelli, s/nº, Tingui, Campo Grande, Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro, atende a 515 alunos devidamente matriculados do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental, além de uma classe especial.

 

No dia 21/03/2019, a unidade trabalhou a conscientização da Síndrome de Down com todos os professores, alunos e funcionários. Os discentes da Classe Especial e os estudantes do 1º e 2º anos participaram do momento de contação de histórias com a professora da sala de recursos Michele Nascimento de Sant'anna Minda Nascimento. A atividade, coordenada pela própria professora Michele, aprofundou os conhecimentos sobre a síndrome e suas características.

 

 

Professores e alunos participam da atividade de inclusão

 

 

O livro utilizado na ação foi "Meu Amigo Down". A obra traz uma reflexão sobre a importância da amizade e do cuidado com um amigo. O livro ensina o quanto faz bem brincar, amar e se divertir. Os educandos, coletivamente, produziram um mural com o símbolo da campanha.

 

 

Alunos observam atentamente a professora

 


Os alunos do 3º, 4º e 5º anos assistiram a uma palestra sobre a Síndrome de Down. A apresentação foi baseada no tema "Superação"

 

 

A atividade também mobilizou os funcionários da unidade escolar

 

 

A estrela do espetáculo foi Isabelle Cristinne França Barros, aluna do 1º ano, classe na qual leciona a professora Renata Cristina da Silva Teixeira. A educanda brilha a cada dia dentro e fora da unidade escolar. Com enorme charme, carisma, cooperação e inteligência, a discente foi a atração principal do evento. Isabelle, como uma linda borboleta azul com asas amarelas, nos convida a vencer todo preconceito pelo amor. A aluna é super integrada com todos os colegas, além de uma referência para os professores e funcionários da escola.

 

 

A linda aluna Isabelle é a estrela do espetáculo

 

 

A Coordenadora Pedagógica Marília Caroline acompanha todas as atividades realizadas com a aluna, inclusive as desenvolvidas na Sala de Recursos. A gestora Marcia Andrea relata que possui um contato direto com seus responsáveis  e que a parceria entre a família e a escola é a principal ferramenta para a evolução da menina.

 

 

Para saber mais sobre a Escola Municipal Luiz Edmundo:

Direção Geral: Marcia Andrea de Castro Miranda Zeferino
Direção Adjunta: Milvia da Silva Monte Medeiros
Coordenação Pedagógica:Marília Caroline Lessa Ferreira
Telefone: 3394-6085
Email: emedmundo@rioeduca.net

 

 


Não esqueça de deixar o seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Até a próxima semana!

 

Contato para publicações 


   
           



Yammer Share