A A A C
email
Retornando 138 resultados para a tag '11ªcre'

Terça-feira, 09/05/2017

Identidade: Uma construção necessária

Tags: 11ªcre, creche, identidade.

 

No dia 20 de Abril a Creche Municipal Doutor Antonio Monteiro, localizada na Ilha do Governador, convidou a todos da comunidade escolar para conhecer as atividades do projeto identidade intitulado "Eu, você e os outros uma construção necessária". CONFIRA!

 

Cada criança tem um jeito próprio de compreender o mundo, partindo da observação, estabelece relações com a realidade e com o meio em que vive para, então, reconhecer a si e ao outro. Sendo assim ao explorarmos o eixo identidade e autonomia procuramos envolver nossos pequenos em atividades que explorem a descoberta, a criatividade e as possibilidades de cada um, com muito afeto e compromisso!

A turma EI 31 das professoras Tatiana Bambino e Camila Menezes se divertiu posando para fotos, em um documento de identidade em tamanho aumentado.

 

Turma EI-31: Conhecendo o documento oficial de identidade

 

Um mural com o autoretrato de cada funcionária e equipe docente foi exposto, junto com seu nome e sobrenome. Um boneco de nome "Arthur" foi muito utilizado para trabalhar as partes do corpo relacionando com o ambiente onde vivem, valorizando o auto cuidado e o respeito que todos devem ter um com o outro.

 

Mural com autoretrato. Destaque para o boneco Arthur sentado no banco

 

Todos os dias um aluno levava o Arthur para casa, lembrando que teria que cuidar do amigo com muito carinho.

 

"Todas as coisas têm nome
Casa, janela e jardim
Coisas não têm sobrenome
Mas a gente sim

Todas as flores têm nome
Rosa, camélia e jasmim
Flores não têm sobrenome
Mas a gente sim"

Gente tem sobrenome - Toquinho

 

 

Trabalhos confeccionados juntamente com os alunos

 

Responsáveis junto aos filhos, olhando cada trabalho exposto

 

Parabéns a todos os envolvidos, por oportunizar a criança a construção da sua identidade e autonomia! 

 

Quer saber mais sobre?

Unidade Escolar: Creche Municipal Doutor Antônio Monteiro

Telefone: (021) 3975-6082

 

Contato para publicações:

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 25/04/2017

Aqui é um lugar de Paz!

Tags: 11ªcre, paz, rio, sem, violencia.

 

No dia 6 de abril, completou sete dias da morte da estudante Maria Eduarda, que participava no momento da aula de educação física, em sua escola em Acari.  Na mesma semana todas as escolas da rede realizam diversas ações dedicadas à memória da aluna e em defesa da paz na cidade do Rio de Janeiro. 

 

Palestras, confecção de desenhos e cartazes, debates, solenidades e cultos ecumênicos marcaram a semana, que foi dedicada em memória à aluna, pais e responsáveis foram convidados a participar e todos os membros da comunidade escolar fizeram um abaixo-assinado exigindo que as escolas sejam respeitadas como lugares de paz! 

 

Vista de cima: Os alunos da E.M. Conjunto Praia da Bandeira formaram as palavras PAZ RIO 

 

Escola Municipal Álvaro Moreyra

 

Cada unidade escolar colocou em suas entradas, de modo bem visível, uma faixa com os dizeres: “Aqui é um lugar de paz”.

 

CIEP Olga Benário Prestes: Passeata pelas ruas do entorno escolar pedindo paz

 

Escola Municipal Cuba

 

Escola Municipal Cândido Portinari: Atividades relacionadas ao tema

 

O EDI Tenente Pedro de Lima Mendes realizou atividades, contação de história, e confecção de pombas e bexigas da paz para as famílias em agradecimento ao comparecimento na Corrente da Paz, ato ecumênico realizado na escola.  

 

EDI Tenente Pedro de Lima Mendes

 

Escola Municipal Abeilard Feijó: Destaque nos responsáveis assinando o abaixo assinado

 

Escola Especial Municipal Rotary Club: Alunos confeccionando junto as professoras o mural da paz

 

O CIEP Doutor João Ramos de Souza também realizou atividades dentro e fora da unidade escolar. Os alunos estenderam um cartaz conscientizando sobre o combate as Arboviroses, na faixa de pedestre, em frente a escola. Trabalharam também o centenário do profeta GENTILEZA, com temas de paz, amor, harmonia e tolerância.

 

CIEP Doutor João Ramos de Souza

 

EDI Professora Anna Maria Jesus Conceição

 

 

Parabéns a todos os envolvidos! Juntos construiremos uma cidade sem violência.

 

 

Quer saber mais sobre?

Gerência de Educação - GED 11ªCRE

Telefone: (021) 3383-8144

 

Contato para publicações:

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 11/04/2017

11ª CRE em Dia internacional da Síndrome de Down

Tags: 11ªcre, síndrome, down.

 

No dia 21 de Março foi comemorado o Dia Internacional da Síndrome de Down e as escolas da 11ª CRE, na Ilha do Governador, aproveitaram a data para conscientizar e combater a desinformação e o preconceito com as pessoas portadoras. CONFIRA!

 

Dando início ao tema Identidade e aproveitando o Dia Internacional da Síndrome de Down, a professora Alexandra, da turma EI - 56 do EDI Tenente Pedro de Lima Mendes, realizou atividades com os alunos sobre o olhar delas com relação às diferenças entre as pessoas.

 

Alunos confeccionando mural da turma sobre diversidade

 

A Escola Municipal Belmiro Medeiros realizou um lindo vídeo intitulado FELICIDOWN, ensinando a amar e mostrar que ser diferente é legal! Agradeceu também por fazerem parte da  escola e tornar a vida de todos especiais.

 

Vídeo criado pela Escola Municipal Belmiro Medeiros em homenagem ao Dia Internacional da Síndrome de Down

 

Já a professora Fernanda Collares homenageou o aluno de educação infantil da Creche Municipal Doutor Antônio Monteiro, portador da Síndrome, escrevendo o seguinte texto com as fotos abaixo:

 

"Crianças são como borboletas ao vento...

algumas voam rápidas...

outras voam mais pausadamente...

mas todas voam do seu melhor jeito.

Cada uma é diferente,

cada uma é linda

e cada uma é especial."

Parceria Fernanda e Maria Goretti Daher. Parabéns Goretti e CM Dr. Antonio Monteiro!!

 

Aluno da professora Maria Goretti, da Creche Municipal Doutor Antônio Monteiro

 

 

Parabéns a todos os envolvidos! Conscientizando sobre a síndrome e combatendo o preconceito com as pessoas portadoras.

 

Quer saber mais sobre?

Gerência de Educação - GED 11ªCRE

Telefone: (021) 3383-8144

 

Contato para publicações:

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 28/03/2017

PEJA de mãos unidas no combate ao Mosquito

Tags: 11ªcre, aedes, mosquito, peja.

Neste início de ano letivo a E. M. Rodrigo Otávio, da 11ª CRE, se organizou para combater o tão temido Mosquito transmissor de doenças como: Dengue, Zika e Chikungunya. E os alunos do PEJA não podiam ficar de fora. De mãos unidas trabalharam juntos. CONFIRA!

 

No dia seguinte das professoras terem realizado uma aula inaugural sobre o projeto "Aqui Mosquito não se Cria" os alunos e professores do PEJA elaboraram um mural utilizando as mãos, com o seguinte título: "PEJA de mãos unidas no combate ao mosquito".

 

Alunos do PEJA confeccionando mural com as professoras

 

Já no auditório em dois momentos, iniciando com um funk, houve uma explanação da equipe de Ciências sobre as causas, consequências e formas de combate das arboviroses, utilizando mídias. Houve um debate sobre o assunto e posteriormente em sala de aula os professores deram continuidade com rodas de conversas.

 

Palestra sobre consequências e formas de combate das arboviroses

 

A turma 191 do PEJA I - Bloco II, da professora Maria Angélica, fez uma caminhada no entorno da escola procurando o foco do mosquito.

Um aluno da Professora Graça, do Peja I bloco I – Turma 171, recebeu uma visita do agente de combate ao mosquito. O mesmo relatou que foi encontrada uma lata com larvas de mosquitos em casa. A partir daí houve outros relatos falando da importância de acabar com os focos em casa e na vizinhança. Foi elaborada uma poesia coletiva a partir desse relato. Surgiram dúvidas e na aula seguinte solicitou a participação do professor da área de Ciências para esclarecimentos mais aprofundados.

 

Relato do aluno João, do PEJA I/Bloco II - Turma 191 (Alfabetização)

 

A professora de Ciências do Peja II Bloco II desenvolveu atividades em sala de aula com jogos para identificar em figuras os possíveis focos de mosquitos. Depois a turma se dirigiu ao laboratório com a professora e com material reciclado (Pets) construíram Mosquitecas, armadilhas de mosquitos. Desta forma os alunos acompanharão e interromperão o ciclo reprodutivo dos mosquitos. 

 

Parabéns a todos os envolvidos! Com aulas significativas assim, iremos vencer esta luta contra as Arboviroses. Aqui mosquito não se cria!

 

Quer saber mais sobre?

Unidade Escolar: E. M. Rodrigo Otávio

Email: emotavio@rioeduca.net

Telefone: (021) 3367-7528 ou 3383-8867

 

Contato para publicações:

 


   
           



Yammer Share