A A A C
email
Retornando 138 resultados para a tag '11ªcre'

Quarta-feira, 03/08/2016

Projeto Olimpíada Rio 2016

Tags: 11ªcre, olimpíada, rio2016, jogos.

 

 

 

No ano em que os jogos Olímpicos serão realizados na cidade do Rio de Janeiro, a E. M. Conjunto Praia da Bandeira não poderia ficar de fora e deixar de realizar atividades que levassem os professores, alunos e responsáveis a refletirem sobre os impactos deste mega evento em nossa cidade.

 

Pensando nisso, o Projeto Olimpíada Rio 2016, idealizado por Roberta Monserrat desde o ano passado e planejado em conjunto com o professor Alexandre Rodrigues, ambos de educação física,  proporcionou um maior conhecimento sobre as diversas culturas, os países participantes e os aspectos que envolvem a realização de um evento desse porte.

 

Feira Olímpica sendo realizada com a participação de toda comunidade escolar

 

Os objetivos foram levar todos os alunos a refletirem sobre os jogos Olímpicos na cidade do Rio de Janeiro; conhecer as características de alguns países participantes; as modalidades Olímpicas que não fazem parte da rotina dos alunos; trabalhar o tema Olímpiada com todas as disciplinas da escola, abordando aspectos diferentes e dando o enfoque da disciplina do professor; realizar uma Feira Olímpica aberta à comunidade para expor os trabalhos desenvolvidos.

 

Mesa temática do Rio de Janeiro. Na foto alunos da turma 1803 e a professora Carine

 

Cada turma ficou responsável por um país, tendo como orientador um professor representante. Os aspectos trabalhados foram: as origens dos Jogos Olímpicos (Grécia), Economia, Histórico dos jogos, principais modalidades e características dos participantes, como região, língua, turismo, culinária, etc.

 

Alunos da turma 1703 com a mão na massa, fazendo pizzas para todos. Orientados pelas professoras Rosane e Andréia

 

Sala temática Japão e China, alunos das turmas 1201 e 1901, com as professoras Sílvia e Ana Cristina

 

A turma 6001 - Projeto Autonomia Carioca, realizou trabalhos junto com a professora Adeniris, sobre a Inglaterra. Na sala tinha também uma coroa e capa para o visitante tirar foto de recordação.

 

Alunos da turma 6001. Destaque para a professora Adeniris com a capa e a coroa.

 

Um dos destaques foi o trabalho de reaproveitamento de materiais na confecção de maquetes e miniaturas, como é o caso da turma 1902 que junto com a professora Ana Claúdia e o representante do segmento responsável Rogerio Costa, confeccionaram o Arco do Triunfo e a Torre Eiffel com papelão, para expor na sala temática.

 

Torre Eiffel e Arco do Triunfo confeccionados com papelão e color jet.

 

Professoras Shirlei e Carine responsáveis pelo trabalho desenvolvido sobre a Angola

 

Diversidade nos trabalhos: Grécia, Austrália, México, Espanha e Argentina

 

A turma 1401 junto com a professora Juliana, trataram sobre diversos aspectos da África do Sul, inclusive a culinária com o doce Melktert, uma torta de leite sul africana.

 

Turma 1401 na sala temática África do Sul. Destaque para a premiação dos professores participantes.

 

Além dos trabalhos expostos houve apresentações de dança, taekwondo, telão com vídeos esportivos, cartazes com explicações dos símbolos olímpicos (Mascotes, pira olímpica, arcos), distribuição de lembranças (medalhas e louro da vitória estilizados), premiação no pódium para os alunos destaques do Bimestre além do jornal "O Bandeirão" com notícias olímpicas e reportagens.

 

Quer saber mais sobre o projeto?

Unidade Escolar: E.M. Conjunto Praia da Bandeira

Telefone: 2465-0158

E-mail: empraia@rioeduca.net

 

 

Parabéns a todos os envolvidos da E.M. Conjunto Praia da Bandeira por propiciar aos alunos este momento de festa e aprendizado, que com certeza ficará marcado na lembrança de todos!

 

 

Laura Fantti Davilla Serpa
Representante Rioeduca da 11ª CRE
Facebook: https://www.facebook.com/groups/1607751852842237
Twitter: https://twitter.com/laurafanttini
E-mail: lauradavilla@rioeduca.net

 

 

 

                            

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 20/07/2016

Aprendendo com as Olimpíadas no EDI

Tags: 11ªcre, olimpíadas, edi.

 

 

 

 

O Espaço de Desenvolvimento Infantil Neusa Maria Goulart Brizola está se preparando para a Olimpíada que acontecerá em agosto na nossa cidade. Por isso, todos, desde o berçario até a pré escola, estão conhecendo os esportes e símbolos olímpicos. Confira!

 

A tocha olímpica

Os pequenos do Maternal II da professora Fernanda e das Auxiliares de Educação Infantil Marcela e Auricelia se empenharam bastante para confeccionar sua própria tocha olímpica. Além disso, capricharam no trabalho de colagem que faz parte do portfólio de atividades anual da unidade escolar.

 

Alunos do maternal confeccionando as tochas

 

 

Conhecendo as cidades por onde a tocha olímpica passou...

 

O Pré I da professora Vanessa e o Pré I da professora Elisa descobriram que a tocha olímpica viajou muito e ainda está viajando para chegar até a nossa cidade. Com a ajuda do mapa mundi os alunos procuraram as cidades por onde a tocha já passou e por onde ainda vai passar, e, para sistematizar todo o aprendizado, tiveram que representar o caminho da tocha com a colagem de vários pés na folha de oficio, além de ligarem os numerais compondo a sequência numérica de acordo com a quantidade de cidades visitadas pela tocha! Conhecimentos de geografia, matemática e língua portuguesa integrados em um só contexto, onde a ludicidade está sempre presente. 

 

Alunos colando a tocha olímpica por onde já passou

 

 

Sequencia númerica. Tema tocha olímpica

 

O Futebol

Uma paixão nacional, o futebol também é uma modalidade olímpica, e por incrível que pareça, ainda não conquistamos uma medalha de ouro. O futebol foi o segundo esporte coletivo a entrar como uma modalidade olímpica, só atrás do pólo aquático e hoje se divide em duas modalidades: feminina e masculina.


Os alunos pesquisaram a respeito desse esporte como modalidade olímpica e descobriram suas regras, uniformes e principalmente seu instrumento condutor: a bola!

O Maternal I, das professoras Cidália e das Auxiliares de Educação Infantil Fatima, Gleice, Marcela C. e Sonia, confeccionou a bola com jornais e revistas como as utilizadas nos jogos de futebol. Todos quiseram tocar, chutar e conduzí-la com os pés. Foi uma descoberta e tanto. 

 

Trabalhando com a bola. Diversão na certa!

 

A turma também conheceu a poesia de Francisco Moraes Mendes: O JOGO e dentre tantas palavras escritas destacou a palavra BOLA. Mesmo tão pequenos conseguiram reconhecer essa palavra e associá-la ao objeto já trazido pra dentro de sala de aula.

 

Conhecendo a poesia de Francisco Moraes Mendes

 

 

VISITE O BLOG DA ESCOLA CLICANDO AQUI

 

 

Quer saber mais sobre o projeto?

Unidade Escolar: EDI Neusa Maria Goulart Brizola

Telefone: 3393-4160

 

Parabéns a equipe do EDI Neusa Maria Goulart Brizola por tornar a aprendizagem dos alunos significativa, fazendo eles compreenderem os símbolos e os esportes das Olimpíadas, de maneira lúdica e divertida!

 

Laura Fantti Davilla Serpa
Representante Rioeduca da 11ª CRE
Facebook: https://www.facebook.com/groups/1607751852842237
Twitter: https://twitter.com/laurafanttini
E-mail: lauradavilla@rioeduca.net

 

 

 

                            

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 06/07/2016

Projeto Diego Rivera: Aprendendo com Murais

Tags: 11ªcre, espanhol.

 

 

 

 

Os professores das turmas 1201 e 1202 da Escola Municipal Holanda, localizada na Ilha do Governador, realizaram um trabalho em conjunto, sobre o artista plástico Diego Rivera, realizando leitura interpretativa com os alunos, das obras do artista. CONFIRA!

 

O professor Leonardo Zanotti apresentou aos alunos um vídeo em que é mostrado o processo criativo de Diego Rivera em uma de suas obras muralistas, “La Gran Ciudad de Tenochtitlan”, onde representa um recorte desta grande cidade, com figuras das paisagens e do mercado Tlatelolco, uma feira de troca asteca.

 

Vídeo apresentado aos alunos

 

Através desse vídeo, em espanhol, é possível perceber o conceito do movimento Muralista, a cultura, a origem étnica e a língua espanhola como fruto da colonização. As professoras Marli Rojas e Elisa Gonçalves juntamente com o professor de espanhol Leonardo, realizaram de forma compartilhada este belo projeto.

Em animação, o vídeo pode ser explorado de forma rica para os objetivos específico e gerais. Nele os alunos são levados à “leitura” dos signos ali representados, afirmando a arte como linguagem.

Foram entregues cópias para serem coloridas e proporcionado a liberdade para a recriação livre das obras em qualquer linguagem que desejassem.

 

Alunos se familiarizando com as obras do artista plástico

 

Depois foi apresentada a biografia do artista, levando os alunos a perceberem a relação entre experiências vividas e suas representações simbólicas.

Recortes da cultura asteca foram desenvolvidos em sala de aula, como indumentária, rituais e alimentos deste povo pré-colombiano.

Foram apresentadas aos alunos as diversas obras do artista, levando-os a perceberem sua técnica e cores predominantes, lendo e relendo, extraindo a essência de cada uma.

 

Mural confeccionado pelos alunos

 

Para finalizar, foram expostos os trabalhos em mural, honrando a memória do artista que acreditava que as obras deveriam ser expostas para todos, onde todos se tornaram muralistas.

Fizemos entre os alunos pequena feira de trocas, reproduzindo a cultura asteca retratada no vídeo mencionado. 

 

Quer saber mais sobre o projeto?

Unidade Escolar: Escola Municipal Holanda

E-mail: emholanda@rioeduca.net

Telefone: 3353-9933 ou 3393-9122

 

Parabéns a Escola Bilíngue Holanda e a todos os envolvidos neste belo projeto, que amplia o conhecimento de mundo dos alunos, além da compreensão da arte como forma de linguagem e expressão.

 

Laura Fantti Davilla Serpa
Representante Rioeduca da 11ª CRE
Facebook: https://www.facebook.com/groups/1607751852842237
Twitter: https://twitter.com/laurafanttini
E-mail: lauradavilla@rioeduca.net

 

 

                            

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 22/06/2016

Trabalhando com projetos: O trabalho no Formigueiro

Tags: 11ªcre, especial, projetos.

 

 

 

A professora Fernanda Xavier tem respondido muitas perguntas da sua turminha de educação infantil regular, na E. Especial Municipal Rotary Club, localizada na Ilha do Governador. CONFIRA!

 

 

Tudo começou com um pássaro imóvel no chão coberto de formigas que chamou a atenção dos alunos, que levantaram diversas questões: formiga come passarinho morto? Para onde o estão levando? Elas voam? Põe ovos? São do bem ou do mal? 

Partindo dessas perguntas a professora tem desenvolvido um trabalho através da metodologia de projetos, intitulado "O trabalho no formigueiro".

 

Alunos pesquisadores: Observação de formigas

 

Na verdade, este é um recorte do projeto que começou com o nome de "Mundo das formigas", porém atualmente já se chama "Mundo do trabalho: Aprendendo com as formigas", pois a proposta do itinerário do projeto, como relata a professora, é feita à base de poucas fixações, com trajetória mutável oportunizando uma postura investigativa em relação ao mundo natural e social, através de diferentes fontes de pesquisa, segue arriscando novos caminhos e ampliando visões de mundo.

A turma tem demonstrado bastante interesse em saber cada vez mais sobre o mundo das formigas, munidos de lentes de aumento, passaram a procurá-las pelo parquinho, coletando-as para observação.

 

Mãos na massa, ou melhor, argila! Criação do formigueiro

 

Através dos conhecimentos compartilhados foi criado um planejamento coletivo, onde os alunos começaram, então, a trazer fotos, livros, filmes, potinhos com o inseto e pesquisas feitas na internet por mães muito participativas. O enorme envolvimento do grupo deixou clara a importância do planejamento participativo.

 

Formigas, ovos, larvas feitas com massinha de modelar

 

Seguindo o planejamento coletivo, iniciaram com muita empolgação a construção, por toda a turma, de um grande formigueiro de argila com suas diversas câmaras, onde cada formiga representava sua respectiva função. O inseto, ovos e larvas foram feitos com a massinha de modelar produzida pelas próprias crianças com farinha de trigo e sal.

Como haviam combinado que o formigueiro faria parte de um lindo jardim, a professora apresentou o livro “Lineia no jardim de Monet” para inspirá-los nessa atividade. Foi então, recriado na maquete o lago, a ponte e as ninfeias de uma de suas obras, com cores vivas e fortes, pois decidiram que, se Monet fosse pintá-lo, escolheria fazê-lo em um dia ensolarado.

 

Desenho dos alunos. Conhecimento adquirido através de muita pesquisa e observação 

 

Para construir o Sol, que também estava nos combinados e queriam que fosse bem diferente, o aluno Rafael foi influenciado pela observação de uma pintura da artista Tarsila do Amaral, onde o Sol lembrava uma laranja cortada e que conheceram através do livro “Uma aventura no mundo de Tarsila”.

“Tudo isso cria uma trama que faz com que indaguem, busquem e sigam um fio condutor que não surge de maneira espontânea nem pré-fixada, mas sim da interação, do diálogo pedagógico...” - Profª Fernanda

A culminação aconteceu com a confecção, pelas crianças, do bolo formigueiro em uma festa muito animada que contou com a presença das mães.

 

Professora Fernanda juntamente com seus alunos da educação infantil

 

As descobertas sobre as diferentes funções dos membros do formigueiro, o trabalho exaustivo das operárias, o fato da rainha e do macho não trabalharem nem cuidarem dos filhos, faz com que reflitam, agora, sobre diferentes tipos de família: mas e em nossas casas, como é o trabalho? Começa aqui, então, outra história... Ou seria a mesma??

 

O trabalho por projetos visa a re-significação do espaço escolar, transformando em um espaço vivo de interações aberto ao real e as suas múltiplas dimensões. Aprender deixa de ser um simples ato de memorização e ensinar não significa mais repassar conteúdos prontos. (Dewey)

 

 

Quer saber mais sobre o projeto?

Unidade Escolar: E. Especial Municipal Rotary Club

E-mail: emrotaryc@rioeduca.net

Telefone: 2463-0156 ou 3393-4215

 

 

 

Parabéns, professora Fernanda, por proporcionar aos alunos uma aprendizagem significativa, de forma lúdica e construtiva, que com certeza levarão para a vida toda!

 

 

Laura Fantti Davilla Serpa
Representante Rioeduca da 11ª CRE
Facebook: https://www.facebook.com/groups/1607751852842237
Twitter: https://twitter.com/laurafanttini
E-mail: lauradavilla@rioeduca.net

 

 

 

                            

 

 

 


   
           



Yammer Share