A A A C
email
Retornando 335 resultados para a tag '7ªcre'

Terça-feira, 02/10/2018

1º Chá Literário da Sala de Leitura Olavo Bilac

Tags: 7ªcre, projetos.

 

O 1º Chá Literário da sala de leitura Olavo Bilac da Escola Municipal Barão da Taquara aconteceu no mês de agosto e reuniu alunos autores para um evento cheio de poesia.

 

Durante os meses de maio, junho e julho foram realizadas oficinas de poesia semanais na sala de leitura Olavo Bilac da Escola Municipal Barão da Taquara, com a professora Fátima Ramirez e envolvendo alunos do 6º ao 9° aluno.

 

Ao longo desse tempo, os alunos puderam saborear diferentes nuances de poesia, brincar com esse gênero por meio de atividades orais, de leitura e escrita, bem como por meio de artes visuais.

 

 

 

 

Além disso, ao final, todos foram convidados a produzir seus próprios poemas. Vários foram selecionados para participar do Concurso Poesia na Escola. Outros foram selecionados para composição de um livro, juntamente com trabalhos artísticos desenvolvidos em parceria com a professora de artes, Lilian Heringer.

 

 

Cartaz com convite para o 1º Chá Literário.

 

 

A partir desse trabalho, foi planejado o Chá Literário nos turnos da manhã e da tarde, com a finalidade de divulgar as obras produzidas à comunidade escolar e assim sensibilizar todos os participantes. Os alunos autores dos poemas fizeram uma lista de convidados, incluindo familiares e colegas da escola. 

 

 

Espaço reservado para o chá.

 

 

      Espaço reservado para o chá.

 

 

Enfim, nos dias 22 e 23 de agosto, foram realizados os chás, que superaram as expectativas. Os participantes desfrutaram de momentos maravilhosos, em que os estudantes se afirmaram como escritores, leitores e compartilharam as dores e as alegrias do dia a dia.

 

 

      Apresentação das poesias para alunos e convidados.

 

 

 Alunos e seus convidados participando do 1º Chá Literário .

 

 

Os ouvintes participaram ativamente, cantando as músicas propostas, aclamando os apresentadores, sorrindo e chorando. A emoção tomou conta de todos! 

 

Parabéns a todos os envolvidos pelo trabalho realizado!

 

 

Contato para publicação :

robertavitagliano@rioeduca.net

 

Contato da Escola Barão da Taquara:

emtaquara@rioeduca.net

 

 

Contato para publicações:


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 02/10/2018

Trabalhando com receitas: Caminhos para aprendizagem da multiplicação

Tags: redescobrindo, youtubers, 7ªcre, receitas.

 

Redescobrindo a Multiplicação através das Receitas


Planejamento cooperativo e prática significativa, esta é a receita da Escola Municipal Desembargador Ney Palmeiro para a alfabetização.

 

 


Realizar uma receita com a turma é uma ótima oportunidade de proporcionar aos alunos a integração entre seus interesses e os conteúdos matemáticos.

 

 

          

Turma 1301 -  Profª Camila Barbiere                                    Turma 1302 - Profª Anne Archanjo

 


Enquanto brincam e interagem com os colegas, as crianças desenvolvem habilidades de leitura e escrita, aprendem a localizar informações no texto, compreendem as características do gênero textual e analisam informações com base nos dados obtidos pelo grupo.
 

 

       
Turma 1303 – Profª Natália xavier                                             C
lasse especial- Profª Alessandra

 


 

          

 Turma 1101 – Profª Graça de Fátima                                        Turma 1401 – Profª Diva Maria

 

 

Por isso, inspiradas pela videoaula “redescobrindo a multiplicação”, as professoras Juliana Rebelo e Lyvia Teixeira (criadoras do canal Redescobrindo) realizaram uma série de atividades com seus alunos partindo desta tipologia textual.

 

 

Veja a videoaula:

 

 

 

 

A videoaula propõe uma série de recursos fáceis de serem reproduzidos, que faciltam a aprendizagem das crianças e estimulam a construção do pensamento.

 

 

Os alunos assistiram à aula com bastante entuasiasmo e interatividade, respondendo as perguntas do vídeo e participando das atividades complementares propostas pelas professoras.

 

 


E nada como colocar o conhecimento em prática, afinal aprendemos muito mais quando temos oportunidade de experimentar! Por isso, os alunos realizaram a receita de um delicioso cupcake. Durante a realização da receita, as crianças puderam aprender na prática o que significa dobrar e triplicar quantidades.

 

 

 



A atividade contou com a ajuda dos responsáveis na turma possibilitando a aproximação entre a família e a escola.

 

 

Quer uma boa receita? Corre lá e acessa o canal “redescobrindo” e viaje conosco nessa e em outras descobertas !

 

 

Quer saber mais sobre?

Unidade Escolar: E.M. Desembargador Ney Palmeiro

E-mail: empalmeiro@rioeduca.net

Tel.: 2408-6042 / 2408-5482

 

Contato para publicações:


 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 18/09/2018

O Tempo da Gente e o Tempo da Cidade no EDI Clarice Lispector

Tags: 7ªcre, projetos.

 

O EDI  Escritora Clarice Lispector está desenvolvendo o projeto anual: Nas rimas do estilo, o tempo da gente e o tempo da cidade.

O projeto é dividido em 3 eixos e durante parte do primeiro semestre foi trabalhado o eixo que recebeu o nome: "Os dias eram assim."

 

 

Conhecer, compreender e vivenciar o passado e o presente para construir um futuro ainda melhor, deve ser um dos objetivos da sociedade. Considerando essa premissa, o projeto anual do EDI Escritora Clarice Lispector é : Nas rimas do estilo, o tempo da gente e o tempo da cidade. O projeto foi dividido em três eixos. Sendo eles : Os dias eram assim, dias melhores virão e como viver nos dias atuais?.

 

 

 

Tal missão perpassa a escola e o Projeto deste ano tem a intenção de fazer com que as crianças mergulhem em experiências que permitam o conhecimento da origem da nossa Cidade e a sua evolução em diferentes aspectos: artes, vestimenta, literatura, construções geográficas, brincadeiras e inovações tecnológicas.

 

 

Apresentação de cartazes com vestimentas de antigamente e sobre a cultura indígena.

 

 

Exposição de trabalhos apresentando a cultura negra.

 

 

       Conhecendo uma máquina fotográfica antiga.

 

 

No primeiro Eixo, intitulado “Os dias eram assim...”, todas as turmas do EDI viajaram no tempo, desde o Descobrimento do Brasil até a década de 1940, percebendo que esses aspectos estão interligados, produzindo cultura, reflexão e trazendo para o povo a sua identidade.

 

 

Painéis criados para interação com as crianças : obra de Tarsila do Amaral e Trajes Típicos Portugueses.

 

 

                   

 

Crianças e professores começaram a investigar a história do Rio e ampliaram para as diversas influências que a cidade recebeu do Brasil e do mundo. Foi um período de muito desenvolvimento e aprendizagem que culminou com uma bela exposição dos trabalhos dos pequenos com a visita e a participação das famílias.

 

 

Parabéns a todos os envolvidos pelo trabalho realizado!

 

 

Contato para publicação:

robertavitagliano@rioeduca.net

 

Contato do EDI Escritora Clarice Lispector:

ediclispector@rioeduca.net

 

 


   
           



Yammer Share

Domingo, 16/09/2018

Redescobrindo os dígrafos

Tags: 7ªcre, alfabetização, redescobrindo, dígrafos.

REDESCOBRINDO OS DÍGRAFOS

ORTOGRAFIA COM LUDICIDADE E TECNOLOGIA

 

Os alunos do 2º ano da Escola Municipal Desembargador Ney Palmeiro estão relembrando as questões ortográficas da nossa língua de uma forma lúdica e diferente.


Eles estão podendo vivenciar essas experiências e participar ativamente das construções da linguagem escrita que são tão importantes na alfabetização.


Como primeiro passo dessa atividade foi o momento de assistir a aula do canal Redescobrindo. Era hora de uma nova forma de redescobrir os dígrafos e exercitar de uma forma bem divertida. Confira você também como foi o ponto de partida dessa aula com o vídeo.

 

 

Nessa aula Tia Ju e Tia Ly começam com uma surpresa que as crianças adoram: mágica. E todos são convidados a refletirem junto com a tia Ly sobre as possíveis semelhanças dos objetos que aparecem misteriosamente da cartola da tia Ju.


Até que os dígrafos surgem no meio dessa história. Isso mesmo! No meio de uma brincadeira.

 

E não foi difícil. Eles acertaram direitinho qual era a semelhança entre os objetos, que no caso se dava na escrita das figuras que começavam com o dígrafo CH.

 

 

 

 

Concentração total. É hora de redescobrir!

 

 


Depois de descobrir o mistério, foi a vez da tia Ly e da tia Ju brincarem de escolinha e fizeram um ditado no vídeo. E que tal se a turma 1201 e 1202 entrassem na brincadeira e fizessem também o ditado? É claro que os nossos descobridores toparam na hora. Será que eles vão conseguir ajudar a tia Ly a descobrir quais foram as trocas que ela fez? Descobridores em ação.

 

 

 



Depois do ditado devidamente feito, vamos a correção. No vídeo as crianças conseguem ver a forma que a tia Ly escreveu as suas palavras e antes do vídeo continuar eles tinham a missão de ajudar a consertar essas palavras que tinham alguns probleminhas.

 

 

 



De forma leva e descontraída as crianças foram convidadas a viverem aquela experiência e perceberem que o erro não é um problema e que as vezes ele faz parte do percurso. E que todos podemos aprender com os nossos erros.


Depois da experiência do ditado o vídeo pôde seguir e logo o segundo ano também quis produzir palavras como as que a tia Ly usa no vídeo para ler. Mãos à obra então, porque os alunos querem aprender de todas as formas.

 

 

 

Cada um criou seu próprio recurso formando várias palavras e foram estimulados a lerem, pois queriam descobrir quais palavras tinham formado. Agora podem treinar bastante a leitura de uma forma bem legal. Ficou mais bonito ainda. Agora não vamos mais esquecer o que são dígrafos.

 

 

As crianças gostaram de assistir, produzir e participar. Aprender nunca é demais e dessa forma a escrita e a leitura foram construídas com as experiências vivenciadas.


Além dos alunos da escola municipal Desembargador Ney Palmeiro, crianças de outras escolas também estão mergulhando nessa nova forma de ver e construir suas aprendizagens. Como é o caso dos alunos da professora do CIEP Compositor Donga.

 



As crianças estão se divertindo e aprendendo e é assim que deve ser. Com isso participam, se estimulam e experimentam novas propostas neste universo alfabetizador. Faça e participe também. Aprender nunca é demais!!

 

Quer saber mais sobre?

Unidade Escolar: E.M. Desembargador Ney Palmeiro

E-mail: empalmeiro@rioeduca.net

Tel.: 2408-6042 / 2408-5482

 

Contato para publicações:


 


   
           



Yammer Share