A A A C
email
Retornando 325 resultados para a tag '9ªcre'

Quinta-feira, 20/07/2017

Educar com amor e preparar para a vida: E. M. Samuel Wainer construindo valores

Tags: 9ªcre, festival.

 

A Escola Municipal Samuel Wainer baseia sua proposta pedagógica no PPP “Educar com amor e preparar para a vida, construindo valores”.  A escola atende os alunos em turno único e norteia seus projetos e ações baseados na valorização da autoestima, no resgate das essências infantis, na elaboração de descobertas de aptidões destacando o autoconhecimento. Com projetos focados na leitura, escrita e compreensão, a unidade afirma seu compromisso de educar e construir valores.

 

O ano de 2017 trouxe diferentes ações para o desenvolvimento das potencialidades dos alunos na E. M. Samuel Wayner, localizada no bairro de Santíssimo. Aconteceu no segundo bimestre o Show de Talentos, organizado e incentivado por toda a equipe da unidade escolar. Foi realizado com a participação dos alunos previamente inscritos e selecionados pelos professores. A professora de música Virgínia ensaiou aqueles que tocariam algum instrumento ou cantariam. O objetivo foi incentivar, estimular e fazer com que os alunos revelassem seus talentos. Muitos alunos cantam, dançam, tocam instrumentos e muitas vezes passam despercebidos porque não há um incentivo pela escola. Nesta ação, foi possível conhecer os talentos da E. M. samuel Wayner. Arte é uma das disciplinas do currículo que atravessam o PPP da escola. Assim, promover o incentivo à arte é concretizar a valorização do aluno e de suas habilidades.

 

 

Outra ação importante que aconteceu no primeiro semestre na unidade escolar foi a FLIS - Feira Literária Samuel Wainer. O evento abrangeu a proposta da escola em desenvolver a escrita, a imaginação e a criatividade dos alunos. A FLIS homenageou o centenário do Chacrinha e o grande autor Ziraldo. Cada turma fez a releitura de uma obra, com o objetivo de que cada aluno vivenciasse o texto de maneira diferente, através de músicas, jograis, teatralização ou contação de histórias. Já o “Velho Guerreiro”, tão distante da realidade dos nossos alunos, foi apresentado primeiramente através do coral da escola, que junto à professora de música Virgínia, cantou uma paródia da música de Gilberto Gil de 1963, onde há homenagem ao Chacrinha “Aquele braço”. Quem apresentou o coral da escola para a abertura da Flis foi o personagem do Chacrinha, a paródia incluiu os locais ao redor da escola.


Toda a comunidade escolar envolveu-se no planejamento até a realização do projeto, que este ano conta com o tema: "Alô, Alô Samuel, aquele abraço". Um parceiro da escola e secretário escolar de outra unidade, Senhor Roberto, caracterizou-se de Ziraldo para a alegria das crianças.

A equipe acredita que a união e ajuda mútua da equipe fazem com que a relação entre as pessoas na escola seja sempre prazerosa num ambiente de trabalho agradável. Assim, efetivamente busca-se: “Educar com amor e preparar para a vida, construindo valores”.

 

Parabéns a toda equipe!

 

DADOS DA UNIDADE:

E.M. SAMUEL WAINER

Rua Alexandre Amaral, 501, Santíssimo

Contato: 2404- 5475

emswainer@rioeduca.net


 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 17/07/2017

EDI Dalila Tavares: Construindo a arte de sentir e aprender brincando

Tags: 9ªcre, artes, edi.

 

O mundo é repleto de símbolos e significados que possibilitam grandes descobertas nesta fase da infância. A arte possibilita o desenvolvimento de atitudes essenciais para o indivíduo como o senso crítico, a sensibilidade e a criatividade.  O EDI Dalila Tavares fica localizado na Zona Oeste do Rio, no bairro de Campo Grande e a a proposta de trabalho  é baseada na Arte que possibilita o desenvolvimento de atitudes essenciais para o indivíduo, como o senso crítico, a sensibilidade e a criatividade.

 

A arte faz parte da vida da criança como instrumento de leitura do mundo e de si mesma. No segundo bimestre foi realizado um trabalho com as Artes Visuais. PORTINARI tem sido nosso artista inspirador para diversas ações pedagógicas. As crianças foram apresentadas ao artista Cândido Portinari, conhecendo sua vida e obra, tendo contato com as artes plásticas, como figuras, imagens, desenhos e pinturas, assim como, conhecimento de mundo e expressões. As informações foram compartilhadas de forma lúdica, usando a linguagem da criança. A intenção era formar vínculos, entre a criança e Portinari.


As obras foram apresentadas na caixa surpresa, a turma EI 54, da professora Dircelene Bard ficou encantada com as obras. Os alunos puderam manusear, olhar de pertinho, observar e descrever os detalhes do que era analisado. Perceberam que ele retratava várias brincadeiras infantis. A obra que mais gostaram foi Brincadeira de roda. E, como brincar é muito bom, a turma foi para o pátio brincar de roda.
 

 

 

A professora Giulianna Abreu montou uma exposição com as obras para turma EI 42. Os alunos puderam observar e escolher a obra que mais gostaram. A turma ficou muito animada para saber qual seria a obra mais votada. Registraram suas escolhas na confecção do gráfico. A obra mais votada foi Plantando Bananeira.

 

   

 

Portinari, em suas obras, registrava suas brincadeiras de infância favoritas. Hoje, muitas brincadeiras estão ficando esquecidas. A turma EI 41, da professora Aline, procurou fazer um resgaste dessas brincadeiras e contou com a participação dos pais que responderam as pesquisas feitas pelos filhos. Os dados da pesquisa foram contabilizados num gráfico.

 

 

Em várias obras, encontramos papagaios ou pipas. A turma EI 31, da professora Sônia Maria confeccionou pipas, mas a melhor parte foi brincar com elas. Empinar papagaios. 

 

    

 

A turma do Maternal I, EI 21, da professora Cláudia Corrêa foi apresentada a obra Brincadeira de roda. Eles fizeram de forma alegre e divertida a releitura da obra. A ludicidade e encantamento foram explorados em cada momento.

 

 

 “No processo de aprendizagem em Artes Visuais, a criança exterioriza seu mundo interno, sua personalidade e seu modo de ver e de sentir as coisas. Ela traça um percurso de criação e construção individual que envolve escolhas, experiências pessoais, aprendizagens, relação com materiais e sentimentos.” 

 

Desta forma, Cândido Portinari, passou a fazer parte do universo das crianças do EDI Dalila Tavares.

Parabéns à equipe!

 

DADOS DA UNIDADE:

EDI Dalila Tavares
Direção Geral: Glória Regina
Diretora Adjunta: Flávia Alvarenga
Email: editavares@rioeduca.net
Facebook: https://www.facebook.com/dalila.tavares.102

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 13/07/2017

Projeto Meio ambiente – Stop Motion na E.M. Primário Dulce Araújo

Tags: 9ªcre, mídias, videos, meio ambiente.

 

Em consonância com a legislação sobre Educação Ambiental (n° 9.795, DE 27 DE ABRIL DE 1999), e em ocasião da Semana do Meio Ambiente, foi desenvolvido com a turma 1401, da E. M. Primário Dulce Araújo, o projeto “Meio ambiente – Stop Motion”. O projeto contemplou a criação de filmes em STOP MOTION com a temática "Proteção ao Meio Ambiente", produzido pelos alunos sob a orientação da Professora Clara Rodrigues, regente da turma.

 

 

“Entendem-se por educação ambiental os processos por meio dos quais o indivíduo e a coletividade constroem valores sociais, conhecimentos, habilidades, atitudes e competências voltadas para a conservação do meio ambiente, bem de uso comum do povo, essencial à sadia qualidade de vida e sua sustentabilidade”. (LDBEN, n° 9.394/96)

 

A professora Clara Rodrigues, regente da turma 1401, buscou incentivar a criatividade dos alunos articulando práticas de leitura e escrita no trabalho com as mídias e tecnologias através da criação de curtas sobre preservação do Meio Ambiente. O projeto foi organizado em três fases:

1ª – Mostra de filmes, curtas metragens, feitos em STOP MOTION e pesquisa na Internet.

Utilizando o Datashow, foi projetado algumas filmes de curta metragem. Assim os alunos tomaram conhecimento da técnica e alguns ficaram admirados ao descobrir que para fazer um movimento é preciso de pelo menos 25 fotos. Com auxílio do celular e tablet, os alunos pesquisaram na Internet o tema proposto “Proteção ao Meio ambiente”.

2ª – Roteiro: Frases e ilustrações (Momento de criação)

Com a pesquisa realizada, os alunos dispostos em grupos criaram as ilustrações. Utilizando frases como legenda.

3ª – Execução: Fotografias e Montagem

Foi criado um espaço adequado em sala, ali os próprios alunos tiraram fotos, com o celular, apoiado em um tripé. Além dos desenhos criados, também foram utilizados: material dourado, ábaco e alfabeto móvel para criação dos filmes.

 

 

 

 

 

Clique para assistir aos vídeos produzidos pelos alunos:

 

DADOS DA UNIDADE: 

E.M. PRIMÁRIO DULCE ARAÚJO

RUA INGLATERRA, 132 - CAMPO GRANDE

DIRETORES: RODRIGO E DJANIRA
 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 29/06/2017

Em busca de novos talentos: Concurso de Desenho na E.M. Ministro Alcides Carneiro

Tags: 9ªcre, concurso, desenho.

 

 Com objetivo de estimular, conhecer e despertar novos talentos, a Sala de Leitura Professor Ciro Gallo utilizou a data do dia 15 de abril, dia em que comemora-se o dia do desenhista, para promover o 1º Concurso de Desenhos com os alunos do 6º ao 9º ano da Escola Municipal 09.18.075 Ministro Alcides Carneiro.

 

   

 

Neste primeiro concurso os alunos puderam expressar sentimentos e pensamentos em uma temática livre. Para ajudar na difícil decisão de eleger o desenho vencedor, foram convidados para o júri, profissionais da área: um roteirista e um desenhista dos Estúdios Maurício de Sousa.

 

 


A premiação foi realizada no dia 25 de maio. Todos os alunos receberam certificado, chocolate, uma carta de parabenização e incentivo à continuidade de expressão através dos desenhos e de estudos, escrita por um dos jurados.

Os 3 primeiros colocados, além destes, ganharam uma bolsa com kit para pintura e livros paradidáticos.

 

 


• 1º colocado: Riann dos Reis Silva – turma 1905;
• 2º colocado: Raissa Rodrigues da Silva Oliveira – turma 1707;
• 3º colocado: Kaune Tavares Guimarães – turma 1801.

 

Esta experiência já trouxe novos frutos e interesse dos alunos. 

Parabéns à Professora Marcela Máximo, regente da Sala de Leitura, e aos alunos da E. M. Ministro Alcides Carneiro. 

 

 

 

 

 


 


   
           



Yammer Share