A A A C
email
Retornando 132 resultados para a tag 'creche'

Sexta-feira, 19/08/2016

Família na Escola: Parceria Fundamental

Tags: 9ªcre, creche, educação infantil, projeto.

 

 

 

A equipe do EDI Bianca Rocha Tavares, na 9ª CRE, e os responsáveis pelos alunos se unem, através de encontros, para a valorização da infância e do brincar, assim como para o bom andamento do trabalho realizado durante o ano letivo.

 

A proposta para a ação “Família na Escola: Parceria Fundamental” é validar e potencializar as relações entre as instituições, pois ambas são de suma importância para o processo de desenvolvimento e formação do ser humano.

 

 

Nos encontros realizados no EDI ocorrem vários desdobramentos significativos:

  • A valorização da INFÂNCIA e do brincar, que permite aos familiares participantes vivenciar, através da brincadeira, o exercício da relação com o outro e consigo. Com isso, tanto a família quanto a criança, vão construindo a identidade e a subjetividade. Brincar no EDI Larissa Rocha Tavares é coisa séria;
  • Permite aos alunos perceberem a harmonia presente na relação Família e Escola;
  • Processos relacionais: ferramenta imprescindível para a construção da identidade individual e social, assim como para a aprendizagem e o conhecimento.

 

 

Os encontros procuram demonstrar aos familiares a importância do brincar na construção ativa da conduta, de valores e do comportamento. Permitem que os responsáveis compreendam e valorizem a Infância e o ato de brincar.

 

 

Nesses encontros há também a oportunidade dos familiares vivenciarem como as descobertas e as estratégias de conhecimentos são estimuladas e realizadas no ambiente escolar. Família na Escola, um encontro entre aqueles que querem bem, o melhor em prol do mesmo sujeito: aluno/filho.

 

 

Para ver mais trabalhos realizados pelo EDI, acesse o blog. Contato com a U. E. pelo telefone 2412-3187 ou pelo e-mail edibiancatavares@rioeduca.net.

 

 


 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Postado por Rita Faleiro Ver Comentários (0)

Quinta-feira, 11/08/2016

Jogos Olímpicos no Encantador Mundo dos Contos de Fadas

Tags: 8ªcre, creche, educação infantil, edi.

 

 

 

Unir o mundo imaginário aos esportes olímpicos foi a receita para um projeto encantador no Espaço de Desenvolvimento Infantil Professora Vanuzia Bastos da Silva. Tendo como base o livro A Olimpíada de Pinóquio, vários personagens visitaram a escola, interagiram com os alunos e orientaram várias atividades esportivas e lúdicas.

 

Partindo da esquerda:  Professoras: Fernanda Fiuza e Evelin Santiago, Agente de Educação Infantil: Adílio Lima, Diretora do EDI: Danielle Oliveira e Professoras: Denise e Paula Sant'Anna
 

Ouvir histórias é o início da aprendizagem de um bom leitor. Enquanto se ouve, vários sentimentos e sentidos são estimulados.

Nas rodas de leitura as crianças viajam com a imaginação das narrações, ficam ansiosas para verem as ilustrações, experimentam sentimentos de admiração, medo e alegria. São momentos ricos em aprendizagem.

Todos os professores devem empenhar-se na tentativa de apresentar aos seus alunos a leitura como algo cativante e prazeroso. Se nessa proposta a criança tiver ainda o apoio da família tendo acesso aos livros em casa, o sucesso da formação do leitor será muito mais evidente.

 

 

O Espaço de Desenvolvimento Infantil Professora Vanuzia Bastos da Silva tem uma vivência diária de incentivo ao gosto pelos livros, visando tornar seus pequenos alunos, grandes leitores no futuro.

No mês de julho, durante uma semana, os alunos do EDI Vanuzia Bastos se encantaram com a leitura do livro A Olimpíada de Pinóquio.

O livro conta como personagens dos clássicos contos de fadas participam do mundo dos esportes. Pinóquio narra os fatos no livro e na escola, ele apareceu pessoalmente para ler e apresentar todos os personagens para as crianças.

Para que essa experiência fosse especial, ao passo que Pinóquio narra, os personagens aparecem e interagem com os alunos.

 

 

 

"Sou o Pinóquio. Adoro contar histórias. Todas verdadeiras, é claro! Os personagens da história que vou contar aqui são meus amigos: Branca de Neve, Peter Pan, Cinderela, o Soldadinho de Chumbo, Rapunzel e outros que você conhece muito bem. Você não faz ideia do que aconteceu quando essa turminha resolveu entrar para o mundo do esporte e participar dos jogos olímpicos. Uma história pra lá de divertida!"

                                           (Sinopse do livro A Olimpíada do Pinóquio, de Alcides Goulart)

 

 

"Cinderela pratica atletismo! Ela corre muito para chegar antes da meia noite, por isso nossas crianças participaram de uma corrida de revezamento. Já Chapeuzinho Vermelho disse que chegou primeiro à casa da vovó, porque pratica ciclismo. Deixou o Lobo Mau enchendo a barriga de doces e correu muito de bicicleta! Os alunos do EDI participaram de uma corrida de velocípedes (...) Foram muitas modalidades praticadas na escola, sempre com a presença de um personagem. O olhar encantado das crianças fez cada momento valer muito à pena!"

                                                                        Equipe do EDI Professora Vanuzia Bastos

 

 

“Há que se desenvolver o gosto pela leitura, afim de que possamos formar um leitor para toda vida”.

                                                                                                                Raquel Villardi

 

 

Unir o esporte à literatura infantil no momento em que as Olimpíadas acontecem no Rio de Janeiro foi uma iniciativa que aproximou o contexto que nossa cidade está vivendo ao mundo lúdico e imaginário, tão comum aos pequenos.

 

O Rioeduca parabeniza a todos os participantes desse projeto no EDI Professora Vanuzia Bastos. 

 

Para entrar em contato com o EDI:

edivsilva@rioeduca.net

 

 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 08/07/2016

Aventura pela Ásia: Conhecendo a China e o Japão

Tags: 9ªcre, creche, educação infantil, projeto.

 


 

 

 

Aventura pela Ásia: Conhecendo a China e o Japão – Os alunos da Creche Municipal Professora Flora Santina Ferrari Braz, da 9ª CRE, viajaram pelo oriente para conhecer esta cultura milenar.

 

 

Na companhia do personagem Kung Fu Panda e seus amigos, os alunos da Creche Flora Santina descobriram as riquezas da Ásia. Desembarcaram na China, lugar onde vivem o maior número de pessoas no mundo com a missão de conhecer uma nova Cultura, novos jeitos e costumes, bem diferentes dos nossos. Empolgados na companhia do Panda, o grande dragão guerreiro, conheceram as artes marciais e descobrimos o corpo através do kung fu. Imitando o amigo Panda, as crianças se divertiram e descobriram o corpo através dos movimentos e aprenderam o valor da amizade. Aprenderam sobre a Festa do Dragão, animal símbolo da Cultura Chinesa que representa o esforço necessário para superar obstáculos até alcançar seus sonhos e sucesso.

 

 

Conheceram ainda a arte chinesa do Tangran. Descobriram as cores e formas geométricas e, através dessa arte chinesa, que se parece com um quebra-cabeça de 7 peças, aprenderam a formar diferentes figuras e desenhos. No desafio do Tangran, as crianças puderam desenvolver noções matemáticas de cores, formas, contagem e ainda, desenvolver o pensamento, o raciocínio lógico e a resolução de problemas.

 

 

Continuando a aventura pela Ásia, é hora de visitar o Japão. Em japonês Nihon koku que significa "Origem do Sol". Um país onde a Cultura e os jeitos de viver misturam as riquezas dos antepassados e as tecnologias do Novo Mundo. O Japão se destaca pela qualidade de vida, pelas inovações tecnológicas e ainda pela preocupação em proteger o meio ambiente diante do progresso e desenvolvimento. No Cantinho conectados, as crianças foram incentivadas a desenvolver novas habilidades como a coordenação motora, a autonomia, a concentração e a linguagem através de divertidas brincadeiras. Curiosas e empolgadas, experimentaram novas tecnologias e fizeram grandes descobertas.

 

 

Os alunos observaram que a forma de falar e escrever dos japoneses é muito diferente da nossa, combina o Kanji de origem chinesa com dois alfabetos silábicos japoneses, o hiragana e katakana. As crianças puderam praticar registros japoneses através do desenho e suas simbologias relacionando-os a nossa forma de linguagem habitual através do letramento. Nessa aventura, conheceram muitas histórias e lendas.

 

 

Aprenderam a fazer origami, a arte tradicional e secular japonesa de dobrar o papel, criando diferentes figuras e objetos sem cortá-lo ou colá-lo. No desafio do Origami as crianças puderam desenvolver a concentração, a imaginação e construíram conceitos matemáticos importantes.

 


 

Terminando essa viagem, os alunos conheceram e experimentaram os sabores da culinária tradicional japonesa, que tem como alimento principal o arroz branco, que lá é chamado de hakumai. Ao contrário de nossa cultura, não utilizam talheres e para comer. Eles usam o hashi, originário da China, consiste em dois pequenos bastões de madeira, plástico ou metal. Os japoneses se alimentam de frutos do mar, como peixes e outros produtos marinhos (como algas) e na maioria das vezes os comem cru e chamam de sashimi. Empolgados com essas descobertas, as crianças prepararam receitas deliciosas para a Mostra de sabores do Oriente:

  • Yakisoba, cujo nome significa, literalmente, "macarrão de sobá frito". O prato, conhecido internacionalmente, é composto por legumes e verduras que podem ou não ser fritos juntamente com o macarrão e aos quais se agrega algum tipo de carne;
     
  • Hakumai, tradicional arroz branco cozido em forma de bolinhos;
     
  • Sushi de frutas;
     
  • Umeboshi ou chá verde, como conhecemos;
     
  • E os famosos biscoitos da sorte chineses!

 

 

Para ver mais trabalhos realizados pela creche, acesse o blog

 

Contato com a U.E. pelos telefones 2415-7907 e 3462-7237 ou pelo e-mail cmpferrari@rioeduca.net.


 

 

 

 

 


                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Postado por Rita Faleiro Ver Comentários (0)

Quinta-feira, 16/06/2016

Olimpíadas, Corpo e Movimento na Creche Recanto Feliz

Tags: 8ªcre, creche, educação infantil.

 

 

 

 

Sediar as Olimpíadas é uma oportunidade única para a cidade do Rio de Janeiro e também para todos os cariocas. Na Creche Municipal Recanto Feliz o clima é de muita expectativa e o espírito olímpico já contagiou a todos.

 

 

A Creche Municipal Recanto Feliz está se preparando para o evento mais importante do ano em nossa cidade: as Olimpíadas Rio 2016.

Este evento esportivo ficará gravado em nossa história, por isso a equipe da Creche Recanto Feliz organizou, no dia 31 de maio, o "Dia de Brincar de Abertura das Olimpíadas".

Utilizando materiais recicláveis e muita criatividade cada turma confeccionou uma Tocha Olímpica. A equipe pedagógica e os alunos se prepararam para o evento, que entre algumas atividades temáticas, contou com o revezamento das tochas.

O desfile olímpico da Creche contou ainda com a presença dos responsáveis e de representantes da comunidade.

No desfile as crianças vestiram verde e amarelo e receberam medalhas.

 

"Foi um dia maravilhoso, onde a Equipe de educadores pôde contar com a participação efetiva dos pais! A Recanto Feliz agradece a colaboração das famílias, que têm sido presentes e atuantes neste processo prazeroso de ensinar e aprender."

                                                              Mayara Mudesto - Professora de Educação Infantil

 

 

 

Para o projeto "Recreando Feliz nas Olimpíadas" foram sorteados os primeiros alunos que levariam a Tocha para passar um dia em suas casas.

Desta forma as crianças puderam compartilhar informações sobre o evento esportivo com a família e criar hábitos de cuidados com a tocha, tendo a consciência de que os outros colegas a levarão para casa também.

Essa interação nas famílias é enriquecedora e muito importante para o desenvolvimento dos pequenos da creche.

O revezamento da Tocha da C.M. Recanto Feliz pode ser acompanhado na página da unidade no Facebook. Para conferir clique aqui: CM Recanto Feliz

 

 

Tendo como tema de seu plano anual o Corpo e o Movimento, a Creche Municipal Recanto Feliz organiza as atividades baseadas no brincar com o corpo e explorar novas possibilidades e descoberta de texturas e formas.

A infância é um momento propício para aprendizagem, porém todas as crianças devem viver com alegria essa bela fase da vida, seja em casa, na escola ou em qualquer outro ambiente em que esteja.

Na C. M. Recanto Feliz é assim: crianças aprendendo, experimentando e se desenvolvendo com muita alegria e prazer!

 

 

 

 "Sou professora do berçário, EI 51 e Maternal 2, EI 33. Considero que estou participando da construção da história da Educação Infantil da Prefeitura do Rio de Janeiro e como mediadora no dia a dia possibilito às crianças atividades e momentos únicos e significativos. Através dos eixos temáticos, desenvolvemos propostas onde as crianças aprendem brincando (...) explorando o universo lúdico vivenciamos experiências muito ricas."

                                                         Professora Elaine Cardoso - C. M. Recanto Feliz

 

 

O Rioeduca parabeniza a Creche Municipal Recanto Feliz e agradece a colaboração das professoras Elaine Cardoso e Mayara Mudesto para a realização desta matéria.

 

Contato com a C.M. Recanto Feliz

Tel.: (21) 3422-8543

 

 

 

Para novas publicações da 8ª Cre, entre em contato com:

neildasilva@rioeduca.net

 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share