A A A C
email
Retornando 342 resultados para a tag 'educação'

Quarta-feira, 05/06/2019

Espaço de Desenvolvimento Infantil Rafael Pereira da Silva - 8ª CRE

Tags: 8ªcre, edi, educação infantil, leitura.

 

Ter a percepção de si mesmo e do mundo é um grande desafio, portanto é uma habilidade que precisa ser desenvolvida desde os primeiros anos de vida. Confira o projeto que o EDI Rafael Pereira da Silva realiza para incentivar a criatividade, a interação e as muitas leituras possíveis. 

 

Alunos: Gabriel Carvalho e Emanuelle Coelho, da turma EI - 32, posando para fotos na tarde de autógrafos no EDI Rafael Pereira da Silva

 

O Espaço de Desenvolvimento Infantil Rafael Pereira da Silva está desenvolvendo seu projeto anual que recebeu o título: COMO EU LEIO O MUNDO, COMO O MUNDO ME LÊ!

O projeto realça as experiências com o campo das linguagens, ampliando nas vivências das crianças as diversas formas sociais de comunicação presentes no seu cotidiano.

As ações previstas no projeto foram planejadas pela equipe do EDI Rafael Pereira da Silva considerando o desenvolvimento de aprendizagens relacionadas à imaginação, representação e ainda à leitura e à linguagem escrita.

O grande desafio é inserir diferentes expressões textuais, de mídias e de imagens no universo da Educação Infantil, preservando o lúdico e sem privar as crianças de experiências concretas nas suas tentativas de leitura e escrita.

Sempre em contextos significativos e protagonizando a criança e os seus olhares, as atividades visam incentivar os alunos na construção da percepção de si mesmo e do mundo que o cerca.

 

 

Alunos da Pré-escola II assinando suas produções na Tarde de Autógrafos


O primeiro momento do projeto “COMO EU LEIO O MUNDO, COMO O MUNDO ME LÊ" foi dedicado à  contação de histórias. Essa ação que pode ser simples, porém cheia de encantamentos, foi algo envolvente para todos no EDI Rafael Pereira. 

Vale ressaltar que além de todo valor emocional e lúdico presente no contar histórias, essa ação é uma prática pedagógica que colabora para o desenvolvimento da escrita e da oralidade. 

Os alunos do EDI Rafael Pereira foram apresentados aos clássicos da literatura e outros títulos. O ambiente elaborado pela equipe pedagógica da escola foi fundamental para que os pequenos entrassem no clima do era uma vez e aproveitassem cada momento da atividade.

A segunda etapa do projeto foi o envolvimento dos responsáveis através da LEITURA VIAJANTE. Nesta ação a criança leva para casa uma história dentro de uma maleta lúdica, a Maleta Viajante. O responsável faz a leitura do livro para o aluno e depois registra sua experiência em um caderno.

A junção dessas experiências vividas pelos responsáveis com suas crianças, ao longo do projeto, são enriquecedoras, segundo os professores da Unidade Escolar. Mas as leituras feitas pelos responsáveis não ficaram por aí! Durante o projeto, estão sendo realizadas várias rodas de leitura na escola, sendo conduzidas pelos familiares dos alunos.

 

 

Painéis elaborados após as contações de histórias

 

Com toda a escola envolvida no projeto, enfim, chegou a hora e a vez dos alunos terem suas histórias, suas percepções e suas falas registradas, para isso, foi elaborado um livro coletivo em cada turma.

Para apresentação desses livros, nada menos que uma Tarde de Autógrafos. Nos dias 06, 07 e 08 de maio as famílias foram recebidas para uma tarde muito especial: a Chuva de Autógrafos! Nesses dias, o que se viu foram alunos e responsáveis orgulhosos desse momento, que certamente marcou a trajetória escolar de cada um deles.

Vale ressaltar que os alunos da Pré-escola II criaram, ilustraram e leram suas historinhas no dia do evento.

O projeto "COMO EU LEIO O MUNDO, COMO O MUNDO ME LÊ" promete ainda novas participações, descobertas e emoções!

Quem quiser saber mais sobre os livros que foram  feitos pelos alunos e acompanhar o desenvolvimento do projeto, acesse a página da escola clicando aqui: EDI Rafael Pereira

 

 

Aluna Raphaella de Assis fazendo a pintura do personagem Menino Maluquinho e ao lado a Maleta Viajante

 

A diretora do EDI Rafael Pereira da SIlva, professora Marcele Rangel, falou ao Rioeduca sobre a satisfação e orgulho que esse projeto trouxe a todos os participantes! Ela relata que sua equipe pedagógica faz um trabalho de excelência e que seus alunos são realmente muito talentosos!

 

O Rioeduca parabeniza o EDI Rafael Pereira da Silva pela tarde de Chuva de Autógrafos e pelo projeto realizado!

 

EDI Rafael Pereira da Silva

Rua Santa Eba, 84-166 - Padre Miguel

Telefone: 2404-6105

E-mail: edirpereira@rioeduca.net

Diretora: Marcele Rangel

Diretora Adjunta: Vera Lúcia da Silva Rangel


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 21/05/2019

Escola Municipal Francisco Manuel - 2ª CRE

Tags: 2ªcre, alfabetizacao, educaçãoespecial.

Trabalho da Sala de Recursos da Escola Municipal Francisco Manuel.

 

A professora de Atendimento Educacional Especializado, Ana Carolina da Rocha, regente na Sala de Recursos da Escola Municipal Francisco Manuel contou ao portal Rioeduca sobre como é realizado o atendimento aos alunos neste ambiente escolar.


O trabalho do Atendimento Educacional Especializado (AEE), que ocorre nas Salas de Recursos Multifuncionais (SRM), tem por objetivo proporcionar ao estudante com deficiência um atendimento complementar específico para que ele possa superar e/ou compensar as limitações causadas por seus comprometimentos sensoriais, físicos, intelectuais ou comportamentais, desenvolvendo e explorando ao máximo suas competências e habilidades. Segundo o Manual de Implementação das Salas de Recursos Multifuncionais (2010):


“O Atendimento Educacional Especializado, na perspectiva da Educação Inclusiva, assume um caráter exclusivamente de suporte e apoio à educação regular, por meio do atendimento à escola, ao professor da classe regular e ao aluno. Tem como objetivo oferecer aos alunos que frequentam a Sala de Recursos Multifuncional ensino de conteúdos específicos, estratégias e utilização de recursos pedagógicos e de tecnologia diferenciados, não existentes na classe regular, que são fundamentais para garantir a sua aprendizagem e acesso ao currículo comum”.(p.19)

 

 

Professora Ana Carolina e alunos.

 


O “Programa de Implantação de Salas de Recursos Multifuncionais” integra o Plano de Desenvolvimento da Educação (PDE-2007) com o objetivo de atender o seguinte público:


• Alunos com deficiência: aqueles que têm impedimentos de longo prazo, de natureza física, intelectual, mental ou sensorial, os quais, em interação com diversas barreiras, podem ter obstruído sua participação plena e efetiva na escola e na sociedade;


• Alunos com transtornos globais do desenvolvimento: aqueles que apresentam um quadro de alterações no desenvolvimento neuropsicomotor, comprometimento nas relações sociais, na comunicação ou estereotipias motoras. Incluem-se nessa definição alunos com autismo, síndromes do espectro do autismo, dentre outras síndromes.


• Alunos com altas habilidades ou superdotação: aqueles que apresentam um potencial elevado e grande envolvimento com as áreas do conhecimento humano, isoladas ou combinadas sejam ela intelectual, acadêmica, liderança, psicomotora, artes e criatividade. (MEC, 2010).

 

 

Alunos realizando atividades durante o atendimento na Sala de Recursos.

 


O professor do Atendimento Educacional Especializado (AEE) tem como função realizar esse atendimento de forma complementar ou suplementar à escolarização, considerando as habilidades e as necessidades específicas dos alunos com deficiência.


Uma das funções do professor de AEE é identificar as necessidades educacionais específicas dos educandos incluídos nas turmas regulares de ensino e através de um Plano de Educacional Individualizado (PEI) traçar objetivos de modo que seja proporcionada às devidas condições para a aprendizagem desses alunos.

 

 

Atividades na Sala de Recursos.

 


A professora Ana Carolina também contou sobre um projeto desenvolvido com os alunos no espaço da Sala de Recursos, que tem como título “Receita de Bolo da Família”. O objetivo central foi favorecer a autonomia do estudante diante de tarefas diárias de alfabetização e contagem.


O projeto "Receita de Bolo da Família" iniciou-se com muitas descobertas! O estudante Matheus Felipe Maia, por exemplo, elegeu o bolo de chocolate para aprender em família e fazer a deliciosa receita. Além de trabalhar com a alfabetização, leitura, escrita, a professora investiu no conceito de divisão de forma concreta e significativa ao fazer a receita. Além disso, foi possível ver a alegria da família diante da participação, pois após pesquisar a receita com a professora o bolo deveria ser feito em casa.

 

Os alunos escolheram sozinhos ou com suas famílias o bolo de sua preferência, pesquisaram com a professora a receita e os ingredientes necessários para a confecção do mesmo. Após esta pesquisa, professora e alunos foram às compras utilizando encartes de supermercados. Neste momento, foi possível trabalhar com os educandos os conceitos de sistema monetário, medidas de capacidade e massa.


Por acreditar que os conhecimentos estão conectados em perfeita harmonia, o objetivo do trabalho é utilizar vivências cotidianas fomentando a práxis pedagógica rumo à inclusão pela participação coletiva. Nesse desafio a família tem um papel fundamental de apoio na construção do conhecimento dos educandos.


Agradecemos a professora Ana Carolina por compartilhar conosco informações sobre seu trabalho  na Sala de Recurso e as atividades realizadas com seus alunos!

 

 

Quer saber mais? Entre em contato com a unidade escolar.

Escola Municipal Francisco Manuel

Email: emfmanuel@rioeduca.net          Telefone: 3238-4592  / 3238-4591

 

 

 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 21/05/2019

EDI Tenente Pedro de Lima Mendes - 11ª CRE

Tags: 11ªcre, educação infantil, família, projetos.

EDI traz gincana para aproximar as famílias da Escola

 

Através do Projeto Gincana, o EDI Tenente Pedro de Lima Mendes (11.20.803), vem mostrar a importância da parceria FAMÍLIA e ESCOLA e trabalhar a troca de saberes e o respeito mútuo. A partir da ideia da Professora Articuladora Alexandra Paixão, a escola criou estratégias para estabelecer relações mais próximas junto aos responsáveis dos alunos:

 

"Desde sempre levanto a bandeira da importância de termos os responsáveis como nossos parceiros. Com a função de articuladora, não pensei duas vezes em continuar a fazer o que sempre fiz só que, agora, com todos os responsáveis da U.E." - diz a professora articuladora Alexandra Paixão
 

 

 

Integração entre escola e família

 

O EDI Tenente Pedro de Lima Mendes é carinhosamente chamado de Tijolinho por toda a comunidade há décadas. O apelido se deve as suas paredes de tijolo envernizado. A Unidade conta com 14 turmas, sete delas de PRÉ- 1 e outras sete de PRÉ- 2.
O Projeto Gincana iniciou em março e seu término está previsto para novembro, momento em que acontecerá a última etapa. A cada fase da gincana, as turmas que mais pontuam ganham 'Um dia especial na U.E.". O objetivo da escola é promover a solidariedade por meio de atividades que estimulem a integração, a amizade e a parceria. Além disso, o projeto tem como objetivo fazer com que as famílias participem mais ativamente da vida escolar das crianças, construindo com elas recursos que enriqueçam ainda mais o trabalho pedagógico.
 

 

 

As famílias e as crianças construíram suas casas completando uma das etapas do projeto

 


Segundo a professora articuladora, no desenrolar do projeto, todos têm sua função:


• As crianças devem ter participação efetiva junto as famílias, já que uma das regras da gincana é que a criança participe de toda e qualquer construção a ser entregue;
• Os Professores devem divulgar e incentivar a participação das suas turmas;
• Direção junto a Articuladora dão o suporte, fazem a divulgação e acolhimento dos responsáveis.
 

No momento em que pais, professores e comunidade estreitam seus laços, eles tornam a educação um processo mais coletivo e democrático. Dessa forma, a participação da família vai além da preocupação com resultados e comportamento. A escola torna-se um espaço democrático ao estar aberta às falas dos pais e à participação deles na construção da educação dos alunos.

 

Alunos acompanham a exposição dos trabalhos elaborados pelas famílias


Quando pais e profissionais trabalham juntos os resultados têm impactos positivos no desenvolvimento da criança e na sua aprendizagem para vida. O desejo de aprender um com o outro e o respeito mútuo transformam-se numa verdadeira parceria, na qual o propósito comum é o sucesso do aluno.
 

 

Pais e alunos participaram da exposição dos trabalhos


No início do projeto, poucas famílias aderiram a ideia, mas os professores do EDI Tenente Pedro de Lima Mendes não desistiram. Continuaram a convocar os pais por meio de bilhetes, conversas e vídeos gravados pelos alunos. Segundo o artigo "A indisciplina no contexto escolar", os pais devem tomar consciência de que a escola não é uma entidade estranha, desconhecida e que sua participação ativa nela é a garantia da boa qualidade da educação escolar. E é nesse viés que o EDI vem tentando modificar e aprimorar suas práticas educativas.
 

 

A professora articuladora junto aos trabalhos desenvolvidos em parceria com as famílias. Ao todo foram 139 famílias participando ativamente.

 

 

Alguns dos trabalhos elaborados e o Dia Especial na U.E. com a turma vencedora.

 

 

Relato da escola com mensagem deixada para as famílias:

 

"E, mais uma vez, agradecemos a participação das famílias que se empenharam nos 3 dias de atividades. Foi tão bom ver nossas crianças entrando no nosso EDI orgulhosos de estarem levando algo construído com as famílias. Foi lindo de ver, sentir e, acima de tudo, fortalecer cada vez mais a parceria escola/família.
Com relação a todo material construído com as famílias e dando continuação ao subprojeto que está sendo realizado "NOME: FAMÍLIA, SOBRENOME: RESPEITO", a partir da próxima semana, estaremos pendurando todos os móbiles em nossos corredores, as casinhas ficarão a disposição de nossas professoras para que elas tenham um rico material para abordarem tipos de moradia existentes na nossa comunidade e, com as famílias de sucata, trabalharemos os diferentes contextos de família. Vale lembrar que, no encerramento do subprojeto, previsto para final de maio, todo material arrecadado irá fazer parte de uma exposição.

Contamos com todos vocês garantindo o sorriso de nossas crianças na próxima etapa da GINCANA! PARABÉNS, FAMÍLIAS! "
 

 

 

Quer saber mais? 

 

Artigo " A indisciplina no contexto escolar"

http://www.diaadiaeducacao.pr.gov.br/portals/pde/arquivos/2180-8.pdf

 

EDI Tenente Pedro de Lima Mendes 

Estrada das Canárias, 297 Galeão  CEP: 21941-480

emtmendes@rioeduca.net

Telefones: 2463-8957 3393-0052 

Diretora: Catia Plata Medeiros

Diretora Adjunta: Claudia Virgínia Pinto da Silva

Professora Articuladora: Alexandra Paixão

 

 


 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 08/05/2019

EDI Professor Cristiano Pinto de Moraes Bispo. - 8ª CRE

Tags: 8ªcre, educação infantil, aula passeio, natureza.

O EDI Professor Cristiano Pinto de Moraes Bispo visitou um dos maiores parques naturais do mundo: o Parque Estadual da Pedra Branca. Em parceria com o Instituto Estadual do Ambiente, professores, alunos e responsáveis aprenderam sobre a importância da preservação de um local como esse para o futuro de todos nós!

 

 

 

Equipe pedagógica do EDI Cristiano Bispo encenando o ciclo da água, do livro "Juju vai viajar"

 

 

Pensar em um mundo sustentável onde todos se comprometem com o meio ambiente deve ser um dos pilares da educação da infância, visando formar adultos provavelmente mais conscientes.

Dessa forma, o Espaço de Desenvolvimento Infantil Professor Cristiano Pinto de Moraes Bispo, na 8ª CRE, tem como tema do seu projeto anual: "Sustentabilidade: Transformar e Criar é Só Começar!"

A Unidade Escolar elaborou diversas atividades e propostas para que os alunos e os seus responsáveis pudessem ter experiências concretas e compartilhadas durante todo o ano. A primeira etapa do projeto foi voltada para a valorização da água.

Nesse contexto, foram realizadas atividades nas turmas da Unidade Escolar sobre esse bem tão precioso e fundamental à vida! Os alunos da Educação Infantil, embora bem pequenos, já podem criar o hábito de não desperdiçar a água em suas casas e foi exatamente esse o objetivo das atividades em um primeiro momento.Usar a água com responsabilidade, só o necessário, é um aprendizado para toda a sociedade.

A equipe pedagógica do EDI Professor Cristiano Bispo encenou uma peça que foi criada a partir do livro "Juju vai Viajar", de Gi Barbosa. A obra fala sobre o Ciclo da Água e sua importância para a existência da humanidade.

 

 

 

Professora Mariley Kneipp e sua turma conversando sobre a visita ao Parque Estadual da Pedra Branca

 

No dia 03 de abril, as crianças do EDI Professor Cristiano Bispo e seus responsáveis foram convidados para uma aula passeio no Parque Estadual da Pedra Branca. Nenhuma criança ficou de fora desse evento, desde o berçário até a Pré- Escola, todos participaram desse momento agradável de interação e aprendizado.

O Parque Estadual da Pedra Branca é considerado um dos maiores parques naturais do mundo, sendo também uma das maiores florestas urbanas que existem. O EDI visitou uma das subsedes desse parque, o Núcleo Piraquara, que fica no bairro de Realengo, bem perto da unidade escolar.

Ao chegar, o grupo pôde visitar as quedas do Rio Piraquara, desfrutar do frescor proporcionado pela flora do local e admirar um espaço tão belo e importante que faz parte da localidade onde vivem.

Os Guardas Parque do INEA (Instituto Estadual do Ambiente) apresentaram ao grupo as espécies de animais que habitam o parque. Esse foi o ponto alto da aula-passeio para as crianças. Todos ouviram atentamente as instruções dos guardas, enquanto olhavam algumas espécies que estavam expostas. 
Os guardas também orientaram os presentes sobre os cuidados em relação a preservação daquela região e ainda sobre os equipamentos de segurança e instrumentos para apagar incêndio nas matas.

 

 

Alunos do EDI Cristiano Bispo observando os animais nativos do Parque Estadual

 

 

Esse dia ofereceu aos participantes uma aula completa de educação ambiental baseada na ideia de que precisamos preservar hoje, para termos os benefícios da natureza amanhã.

Para encerrar o evento, foi realizado um piquenique à sombra das árvores do parque. Pais e alunos demonstraram a sintonia que essa ação proporcionou a todos eles.

 

. “Visitar o Parque Estadual da Pedra Branca com toda a escola foi um momento bem especial! Todos gostaram muito e os responsáveis já querem uma segunda edição!”

             Simone Cristina – Professora Articuladora no EDI Professor Cristiano Bispo 

 

 

O EDI Cristiano Bispo estende até as famílias as reflexões produzidas a partir do seu projeto. As próximas ações continuarão propondo que alunos e responsáveis pensem em atitudes sustentáveis e incorporem novos hábitos.

 


 

Equipe do EDI Cristiano Bispo reunida ao final da visita ao Parque Estadual da Pedra Branca

 

O Rioeduca parabeniza o EDI Professor Cristiano Bispo pelas ações do Projeto " Sustentabilidade:Transformar e Criar é Só Começar!"

 

 

 

EDI 08.33.806 Professor Cristiano Bispo:

Diretora Geral: Lilia Esteves

Diretora Adjunta: Patrícia Maciel

Rua Feira Nova - s/nº - Realengo

Email: edicristianopmoraes@rioeduca.net

Tel.: 3333-0880

 

Para informações sobre o Parque Estadual da Pedra Branca clique aqui!

 

 

 

 

 

Entre em contato com o representante da sua CRE e participe do Rioeduca!

 

 


 


   
           



Yammer Share