A A A C
email
Retornando 17 resultados para a tag 'ginasio'

Quinta-feira, 05/04/2018

Acolhimento: o protagonismo juvenil começa aqui!

Tags: turno único, primário carioca, ginásio carioca, 9 cre.

 

O Acolhimento buscando o Protagonismo 

 

As escolas de turno único viveram no início deste ano o período do acolhimento. Um momento importante que envolveu toda a comunidade escolar da 9ª CRE, acolhendo os alunos e seus interesses, a fim de constituí-los como protagonista. 

 

 

 

Um dos principais pilares na inovação dentro da educação é a participação cada vez mais efetiva dos alunos nos processos de aprendizagem e de decisão. O protagonismo infantil, que pode e deve ser estimulado em sala de aula, começa neste contexto e traz uma série de benefícios, tanto para as crianças e suas famílias quanto para os próprios professores. 

 

E.M. Primário Lazaroni, atendendo os alunos do 1º ao 6º ano Experimental nos primeiros dias do acolhimento.

 

O acolhimento dos alunos nas escolas de turno único teve como objetivo recepcioná-los e apresentá-los à dinâmica escolar. Neste momento, os alunos foram apresentados ao conceito de Protagonismo Infantil e ao Projeto de Vida. Nos últimos anos, os alunos deixaram de ser meros espectadores e, desde os primeiros anos de vida escolar, passam a ter um papel mais ativo dentro das instituições.

 

.

Continuidade do acolhimento com integração entre alunos e professores na E.M. Primário Lazaroni.

 

É também na dinâmica do acolhimento que se dá a primeira etapa da construção do Projeto de Vida dos alunos do Primário, por meio de dinâmicas que promovem reflexões, acerca dos sonhos e dos meios para alcançá-los

 

Escolha dos alunos protagonistas do Ensino Fundamental II na E. M. Embaixador Araújo Castro.

 

O acolhimento deu-se em clima de festa com professores, protagonistas e toda comunidade escolar celebrando a volta às aulas.

 

Acolhimento e integração na E.M. Samuel Wainer com os alunos do Ensino Fundamental I

 

 

 

Acolhimento e integração na E.M. Samuel Wainer com os alunos do Ensino Fundamental I

 

“Aprender a Conviver - Faz parte da educação, aprender a lidar com pessoas diferentes, tratar de assuntos relevantes, não falar mal dos outros, não usar a força para resolver conflitos, demonstrar gentileza e sinceridade no tratamento com os colegas e professores. É justamente na escola que os alunos aprendem as regras básicas de convivência em sociedade. Para que todos possam viver juntos e aprender a viver com os outros, a educação tem um papel importantíssimo”.

(DELORS, 1999)

 

 

 

 

 

 

Integração dos alunos do 6º ao 9º ano na E. M. Miguel de Oliveira

 

“Aprender a Conhecer - Cada vivência é motivo de aprendizagem, especialmente na escola. As responsabilidades que são assumidas, a confiança que é depositada em cada um diante das tarefas do dia a dia, o trabalho nos clubes estudantis, as escolhas, as dificuldades, a dedicação nas matérias, enfim. Tudo é motivo de aprendizado. “Aprender a Aprender é saber que a formação do estudante vai além do conteúdo dos livros e da sala de aula e passa por toda a vivência e convivência dele na escola”.

(DELORS, 1999.)

 

Registros do acolhimento na E. M. Gilberto Bento: desejos para a escola que queremos

 

 

“Aprender a Ser - Se o aluno não estiver preparado para compreender que a educação deve em princípio mudar a sua vida, o seu caráter, para depois servir aos outros, então a educação falhou. Educação deve contribuir para o desenvolvimento total da pessoa, espírito e corpo, inteligência, sensibilidade, responsabilidade pessoal, espiritualidade. Todos os seres humanos devem ser preparados pela educação que recebem, para agir nas diferentes circunstâncias da vida. Só que para isso cada um deverá ter personalidade própria e desenvolver seus talentos”.

(DELORS, 1999.)

 

 

Muita animação e ludicidade na recepção aos alunos da E. M. Helton A. Veloso Castro

 

 

"Devemos perceber que tudo o que recebemos na escola, deve ser revertido em prática, em tomada de decisões e de atitude. O conhecimento que vem de todas as partes, não só da escola, deve se materializar em ações. Colocar em prática os conhecimentos adquiridos, desenvolvendo novas habilidades e aptidões, importantes para enfrentar as situações que se apresentarem na carreira escolar e na vida em sociedade”.

(DELORS, 1999)

 


 

Gerência de Educação - 9ª CRE

Responsável pelo Turno único: Prof. Cristina Sá

Contato: 33941978


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 28/12/2017

E. M. Paulo Renato com a comunidade: Construindo relações sociais positivas

Tags: 9ªcre, ginasio, comunidade, socioemocional.

 

Os alunos da Escola Municipal Paulo Renato Souza viveram experiências que visavam melhorar atitudes e habilidades para além de suas aprendizagens no Ensino Fundamental II. A equipe de direção e professores, comprometidos em desenvolver competências socioemocionais, investiram nos projetos "Visita ao Abrigo Doce Morada" e "Contar e Recontar". Acredita-se que cuidar do próximo, ajuda a construir um mundo melhor, mais justo e menos violento.

 

A Escola Municipal Paulo Renato é um ginásio carioca situado em Cosmos, que atende a 13 turmas de 7º ao 9º ano. No cotidiano dos alunos o compromisso com as aulas de Língua Portuguesa, Matemática, Inglês, dentre outras. As aprendizagens cognitivas, tão importantes nesta fase, são desenvolvidas junto às competencias socioemocionais, imprescindíveis na formação humana. Acredita-se que as relações entre indíviduos, em diferentes da fase da vida humana - infância, adolescência, idade adulta, velhice - permeadas pela afetividade, empatia e a rapidez na socialização contribuem para relações sociais positivas e assim para a sociedade.

 

Visita ao Abrigo Doce Morada

 

 

Inicialmente, em abril deste ano, os professores solicitaram aos alunos que mobilizassem a comunidade em prol da arrecadação de itens para que levassem ao abrigo. Durante a reunião de responsáveis do 2º Bimestre, conseguimos mobilizar ainda mais a Comunidade, de modo que tivemos uma grande quantidade de doações. Estiveram envolvidos no projeto, o Diretor da escola Igaro Guimarães Gouveia, o Diretor-Adjunto Liverson Rodrigo Souza Freitas, a professora de Sala de Leitura Camila Cristina Ferreira da Costa e a professora de Geografia Diene Eiras Diniz.

 

 

Na manhã do dia 01 de novembro, foi realizada a visita ao Abrigo Doce Morada, localizado na Estrada Santa Veridiana, nº 936 A, Sepetiba, Rio de Janeiro, RJ. Os alunos, acompanhados das professoras Diene Eiras Diniz e Camila Cristina da Costa Ferreira, levaram as doações de roupas e sapatos, além de todo o amor e carinho para os 75 idosos que moram no local. Segundo a professora Camila, foi um momento muito emocionante, pois os idosos ficaram surpresos ao verem nossas crianças e houve uma interação entre as diferentes gerações, com muito bate-papo e trocas de experiências. A visita foi a culminância do Projeto que envolveu toda a Comunidade Escolar, por meio de doação de roupas e sapatos, de maneira espontânea e muito carinhosa.

 

 

Para a direção da unidade, o projeto é extremamente importante para estimular a caridade, o amor e a compaixão em nossa sociedade, atualmente marcada por tanta violência. Ajudando o próximo, estaremos construindo um mundo melhor, mais justo e menos violento.


Projeto Contar e Encantar

 

Desde Março, os alunos estavam sendo preparados para contar as histórias para as crianças. Depois que escolheram as histórias e se mostraram preparados para o contato com os menores, a visita ao EDI Bianca Rocha Tavares, que fica no mesmo terreno da escola, foi realizada. Estiveram envolvidas no projeto a Coordenadora Pedagógica da escola Gisele Cristine Pimenta dos Santos e a professora da Sala de Leitura Camila Cristina da Costa Ferreira. A Direção do EDI, composta pelas professoras Mônica Casal dos Santos Lopes e Zeliana Rosa de Oliveira Pacheco, deu total apoio e incentivo ao projeto.

 

 

No dia 31 de maio, os alunos da Escola Municipal Paulo Renato Souza, acompanhados da professora de Sala de Leitura, Camila Cristina da Costa Ferreira e da Coordenadora Pedagógica, Gisele Cristine Pimenta dos Santos, deram continuidade ao Projeto "Contar e Encantar" no EDI Bianca Rocha Tavares. O projeto consiste em levar os alunos do segundo segmento do Ensino Fundamental para as creches e EDIs para que eles possam contar histórias infantis para as crianças menores. Segundo a professora Camila, os alunos contam as histórias com tanto entusiasmo e personalidade que eles parecem até atores profissionais. Eles usam diversos artifícios, principalmente fantoches, para contarem as histórias com a maior realidade possível. Os alunos menores adoram o contato e a interação com os mais velhos.

 

 

De acordo com a Direção da unidade, o projeto é de fundamental importância, pois estimula o afeto e o respeito entre as crianças. Os maiores cuidam dos menores, dando-lhes incentivo à leitura e à imaginação.
 

Parabenizamos à equipe da E. M. Paulo Renato pelas aprendizagens oportunizadas aos alunos para a plena formação humana!

 

Quer saber mais sobre a unidade:

ESCOLA MUNICIPAL PAULO RENATO DE SOUZA

Endereço: R. Jacareúba, 283-487 - Cosmos, Rio de Janeiro - RJ, 23058-250

Telefone‎: ‎(021) 3384-2545

E-mail‎: ‎empaulorenato@rioeduca.ne

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 15/12/2017

Eletivas Estimulando a Criatividade dos Alunos

Tags: 10ªcre, ginásio.

 

A importância das eletivas no Ginásio Carioca Aldebarã para contribuir na formação dos alunos


O E/CRE (10.19.016) Ginásio Carioca Aldebarã está localizado na comunidade de Antares, Santa Cruz, Zona Oeste da Cidade do Rio de Janeiro. Atende a cerca de 380 alunos, do 7° ao 9° ano, em horário integral. Tem como diretor, o professor Pedro Alves Lima, como diretora adjunta, a professora Laísa Pontes Teixeira Lisboa Martins, e como coordenador pedagógico, o professor Carlos José Oliveira de Souza.

Professora Rosinia, Diretor Pedro, Coordenador Pedagógico Carlos e Professor Leonardo

 

A metodologia desta unidade de ensino se apoia nos princípios educacionais do Protagonismo Juvenil, onde, através de um conjunto de práticas e vivências, visa à elevação dos indicadores de aprendizagem em todas as dimensões.

Além das disciplinas curriculares tradicionais como Língua Portuguesa, Matemática, Ciências, História, Geografia, Educação Física, Língua Estrangeira e Artes, são oferecidas aos alunos outras disciplinas como Estudo Dirigido, Projeto de Vida e Eletiva. Cada uma delas tenta oferecer recursos para a complementação da formação dos alunos.

O Estudo dirigido tem como objetivo desenvolver a autonomia e o estudo em grupo. Para isso, são realizadas atividades de reforço organizadas pelos próprios alunos; o Projeto de Vida visa gerar reflexões nos alunos sobre seus sonhos e objetivos de vida, especialmente sobre a carreira que desejam seguir e sobre como alcançar suas metas; as disciplinas Eletivas dizem respeito a diversas áreas do conhecimento que não são apresentadas pelo currículo tradicional onde a participação se relaciona às aptidões e interesses dos próprios alunos.

As disciplinas Eletivas de Designer e Artesanato foram uma parceria entre os professores Leonardo Lima (Ciências) e Ronisia Machado (Geografia), que teve como objetivo estimular a criatividade dos estudantes através do planejamento e confecção de peças, dentre elas algumas utilizadas para a decoração de Natal da própria escola.

 

Alunos durante a Eletiva

 

Os objetos criados durante as aulas contaram com o reaproveitamento de alguns materiais de descarte da escola ou da comunidade, tais como: papelão, caixas de leite, fio de instalações elétricas, madeira e papel.

As atividades desta disciplina visaram contribuir para a formação de pessoas responsáveis com relação à produção e ao reaproveitamento do lixo; autônomas para a tomada de decisões que visem à melhoria do espaço comum de convivência; solidárias, considerando que as relações humanas são fundamentais para o desenvolvimento da cidadania; que pudessem ser capazes de conhecer e exercer os seus direitos e deveres mediados pelo diálogo e pelo respeito pelos outros, de maneira democrática, crítica e criativa, mediados pelos valores dos direitos humanos.

 

Professora Rosinia e alunos durante a eletiva

 

— Vivemos um período histórico na educação, de ruptura de paradigmas e remodelação de práticas pedagógicas que nos desafiam a todo instante onde o empoderamento do jovem está diretamente relacionado ao desenvolvimento de sua autonomia e de sua consciência crítica, oferecendo instrumentos para a solução de problemas reais e de seu cotidiano, exercitando a cidadania ao mesmo tempo em que contribuem com a melhoria do espaço em que vivem. — afirma o professor Leonardo.

— Agradecemos aos nossos jovens que abraçaram essa ideia com muita dedicação e por ajudarem a construir um ambiente rico em aprendizagem e crescimento, às nossas merendeiras que reservaram inúmeros materiais de descarte para utilizarmos em nossas eletivas e à direção e coordenação do Ginásio Carioca Aldebarã. – agradece a professora Rosinia.

 

Confecção da árvore de natal

 

Quer saber mais sobre o projeto?
Entre em contato com a Unidade Escolar.

E/CRE (10.19.016) GEC Aldebarã
Telefone: 3395-1985
Email: emaldebara@rioeduca.net

 


 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 25/09/2017

Tech Aula:Robótica em Sala

Tags: 1ªcre, projetos, eventos, inovação, tecnologia, ginásiocarioca.

 

Disciplina Eletiva de Robótica promove Valorização do Espaço Escolar.


Formado em matemática pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro, o professor Thiago Fortunato, que atua no Ginásio Carioca Celestino da Silva, no Centro da Cidade Maravilhosa, implementou na unidade a disciplina eletiva denominada Tech Aula , para alunos do 7º e 8º ano do Ensino Fundamental.


Tendo como um dos objetivos desenvolver o raciocínio lógico a partir da programação aliada à robótica, a ideia da disciplina TECH AULA surgiu a partir de uma formação que foi realizada na escola, promovida pela RECODE, parceria com a GITE, a Gerência de Inovação e Tecnologia, da Secretaria Municipal de Educação. O projeto chamado TEC ESCOLA levou para os professores do ginásio informações valiosas sobre como eles poderiam utilizar a tecnologia para engajar os alunos.


A partir dessa formação, professor Thiago começou a pesquisar maneiras de engajar os alunos em um projeto tecnológico e ao mesmo tempo promover melhora acadêmica. E ele nos conta um pouco do processo de criação da eletiva: “Nesse contexto a programação se encaixa perfeitamente pois trabalha o raciocínio, atenção e conceitos matemáticos básicos. Porém ainda faltava algo que os trouxesse para o projeto. Programação apenas por programação parecia pouco. Foi nesse momento que conheci o microcontrolador Arduino, que já vinha sendo consolidado como um recurso competente por aliar de maneira objetiva, concreta e relativamente barata a programação com robótica.Essa pesquisa iniciou-se em Fevereiro deste ano e começou a ser implementada em sala em Abril”.

 

Professor Thiago ao lado de colegas, Equipe Gestora do Ginásio e alunos: apoio e integração

 

Além de trabalhar o raciocínio lógico, outros objetivos foram traçados pelo professor na implementação da disciplina, entre eles propiciar o contato dos alunos com a robótica e eletrônica básica, trabalhar pesquisa otimizada de informações na internet , criar um espaço de trocas e livre criação, além de criar equipamentos que tenham impacto na vida escolar.

E os benefícios do projeto de robótica não tardaram em aparecer. Thiago nos conta que o principal e mais importante é a valorização do espaço escolar. “Acredito que quando o aluno valoriza esse espaço ele cuida melhor dele e entende sua importância, bem como das pessoas que trabalham por esse lugar e por eles. Também percebi uma melhora no desenvolvimento do raciocínio lógico. Conseguimos fazer como que os mais curiosos se tornassem monitores dos demais. Acredito que seja cedo para cravar o quanto isso representou em notas, mas com a continuidade do trabalho isso será um resultado natural”, relata Thiago.

Professor e alunos analisando informações

 

São atendidos alunos dos grupamentos de 7º e 8ºano com um envolvimento muito grande por parte deles. Eles conseguem perceber como fazer um produto tecnológico é desafiador e trabalhoso. Thiago acredita que ter como produto final algo que todos da escola verão é crucial para que eles permaneçam engajados.

Os alunos conseguiram concluir produtos importantes: Um robô controlado pelo celular que consegue medir a temperatura e a humidade do ar, que deram o nome de SILVA. Ele é o pioneiro e será a base para os outros projetos. Ele está numa versão ainda simplificada, mas que será melhorada pelos próximos alunos que entrarão na eletiva. Com SILVA,  professor Thiago e alunos estão realizando um projeto com a professora de Geografia Paula Pitombeira, para mapear ilhas de calor ao redor da escola. O robô contribuirá dessa forma para a reflexão dos problemas ambientais.

 

Processo criativo: Robô Silva em Ação

 

Outro dado interessante é que esse robô se alimenta de baterias de celular que foram descartadas. Isso levou a uma discussão sobre lixo eletrônico, como descartar e como esse lixo pode degradar o meio ambiente.

Um outro produto importante criado pelos alunos nos encontors da Tech Aula foi um dispositivo robótico que tocará o sinal automaticamente no horário correto.

São projetos que deixarão um legado da eletiva para a escola.

A Diretora Alice Pereira nos fala um pouco do trabalho do professor Thiago: “O professor Thiago Fortunato é muito dedicado em tudo que faz. Durante o trabalho com robótica, não mediu esforços para que os alunos compreendessem a dinâmica. Os encontros foram devidamente planejados, no intuito de atender a especificidade de cada aluno. Sendo assim, os alunos aproveitaram cada instante de informação, desenvolvendo projetos, analisando situações, entendendo, assim, robótica , afinal, aprender fazendo, colocando a " mão na massa" desperta habilidades. Agradeço ao professor por ter despertado nos alunos suas habilidades. Aprender com prazer, faz toda diferença !”

 

Alunos pesquisadores: protagonismo juvenil

 

E você, ficou curioso em conhecer um pouco mais acerca do trabalho e da eletiva do professor Thiago Fortunato?

Para Saber Mais:

Ginásio Carioca Celestino da Silva

Rua do Lavradio,56 - Centro

Direção: Alice Cardoso Pereira

Cordenador Pedagógico: Vera Espasandin Constancio

Professor Responsável: Thiago Fortunato

Telefone:2224-2688

E-mail: emcsilva@rioeduca.net


   
           



Yammer Share