A A A C
email
Retornando 80 resultados para a tag 'leitura'

Segunda-feira, 11/07/2016

A Curiosidade Como Mediadora da Aprendizagem

Tags: 10ªcre, leitura.

 

 

 

Projeto desenvolvido pelos professores da escola trabalha as diversas possibilidades de aprendizagem nas pequenas coisas.

 

A E/SUBE/CRE (10.19.038) E. M. Pedro Mota Lima está localizada à Estrada de Paciência, 368 – Cosmos, zona oeste do Rio de Janeiro. A Unidade Escolar atende atualmente alunos do 1° ao 5° ano e tem como diretora, a professora Maria Ines Bolzan, como diretora adjunta, a professora Sabrina da Silva Ribeiro, e como Coordenadora Pedagógica, a professora Priscila Neves da Silva Moraes.

 

Equipe de direção e professores da E. M. Pedro Mota Lima

 

Em 2015, os professores resolveram unir esforços e abraçar um novo projeto. O tema principal era a curiosidade e o objetivo era mostrar aos alunos as infinitas possibilidades de aprendizagem existentes nas pequenas coisas ao redor deles. O projeto foi elaborado com base no livro “Anapédia em, O caso do Mar Colorido”, escrito pela professora regente Sheila Ramos da própria Unidade Escolar, e para se aventurar por essa história, ser curioso era o principal requisito.

O primeiro contato dos alunos com o projeto foi no segundo semestre de 2015, quando os professores trabalharam a história partindo da apresentação do enredo para o reconhecimento dos personagens e de suas principais características. Além de vivenciarem o momento de autógrafos, os alunos foram estimulados a construir uma sinopse do livro que faria parte das próximas edições.

Pensando na proposta e nas outras histórias da Anapédia, já escritas pela autora, o grupo elaborou diferentes abordagens para, estrategicamente, alcançar todos os alunos.

A primeira estratégia e o ponto central do projeto passaram a ser “O Jornal Mural”: um espaço para descobertas e curiosidades dos alunos, com base em diferentes temas propostos pelo corpo docente e escolhidos por cada turma, individualmente. Com a troca de experiências e sempre com informações “curiosas”, “O Jornal Mural” logo se tornou um elo importante entre os alunos, reunindo todo o trabalho da escola e estimulando a interação entre as turmas.

 

Jornal Mural

 

Outro artifício utilizado foi o material impresso chamado de “Plantão Anapédia”, cujo conteúdo aborda sempre um tema de interesse público escolhido pelo professor da turma. Neste jornal impresso são apresentadas aos alunos diferentes possibilidades de abordagem do tema desenvolvido em cada exemplar.

A “Hora do Conto”, uma atividade já executada pela escola há algum tempo, foi adaptada para fazer parte do projeto. No início do ano, cada turma recebeu a tarefa de elaborar uma “Hora do Conto” para apresentar para a Unidade Escolar. O tema pode ser proposto pelo professor da classe ou pode ser retirado de sugestões existentes no “Jornal Mural”. Pode ser um teatro, um jogral, um coral ou uma música, sempre com o propósito de construir com o grupo um reconhecimento da arte e do artista.

Além disso, foi introduzida no Projeto a chamada “Pesquisa Curiosa”, composta por atividades elaboradas pelo docente para envolver a família do aluno. Atividades como pesquisa, leitura de livro ou a execução de uma simples receita, fazem desta etapa um forte vínculo do responsável com a vida escolar da criança.

 

Alunos na apresentação de teatro

 

— Todo esse projeto nasceu a partir do contato da equipe pedagógica com o trabalho pessoal da professora Sheila Ramos. Desde 2009, ela tem trabalhado para construir uma nova perspectiva de leitura que possa levar seus alunos a conhecer mais do mundo que os cerca e a aprender com ele. Com aproximadamente 14 narrativas, Sheila tem viabilizado a construção de conceitos e abordagens de diversos assuntos a partir do uso do lúdico aliado a uma característica intrínseca de toda criança: a curiosidade. Suas histórias contam com um forte apelo infanto-juvenil de modo que seus personagens são caracterizados para estar o mais próximo possível da realidade do seu público leitor. — afirma a diretora Maria Ines.

Sua personagem principal é Ana Maria (Anapédia), menina de 10 anos que protagoniza a maioria das histórias e também é parte integrante do projeto da escola.

 

Apresentação teatral do alunos da professora Sheila

 

Quer saber mais sobre o projeto?
Entre em contato com a Unidade Escolar.

E/SUBE/CRE (10.19.038) E. M. Professora Pedro Mota Lima
Telefone: 3394-2916
Email: empmota@rioeduca.net

 

Rodrigo Abreu
é Professor da Rede Municipal
e Representante do Rioeduca da 10ª CRE
Contato: rodrigosantos@rioeduca.net
WhastApp: 98848-6724

 


 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 07/07/2016

Ampliando o Vocabulário – Atividade de Leitura e Escrita

Tags: 3ªcre, alfabetização, leitura, escrita.

 

 

 

 

A Professora Flávia Rodrigues de Oliveira e sua Turminha, a 1201, encontraram, através do processo "Ampliando o Vocabulário", uma divertida maneira de (RE)descobrir/construir coletivamente a escrita de novos vocábulos. O trabalho deu tão certo que envolveu toda a Escola José Marti.

 

 

O processo é realizado ao longo do ano letivo toda vez que um fonema com maior dificuldade é identificado ou novo é lançado.

Na implementação do projeto, a professora definiu com a Coordenadora Pedagógica os seguintes objetivos:

1) Estimular a criatividade incentivando a escrita;
2) Trabalhar as dificuldades ortográficas de forma lúdica;
3) Desenvolver a estrutura da frase (iniciar com letra maiúscula, ponto final, evitar a repetição de palavras e conectividade).

 

 

1º) Na Roda de Leitura a escolha de um livro/história que possibilite a exploração dos fonemas a serem trabalhados (Além de outras questões como: autor, ilustrador, tema, editora e interpretação com informações explícitas e implícitas no texto). Neste dia a história escolhida foi: "No barraco do carrapato" e os fonemas RR e R (brando).

2º) A professora faz duas colunas e incentiva os alunos a falarem palavras com “RR e R brando” (as intervenções vão acontecendo naturalmente e de forma interativa).

3º) Os alunos constroem individualmente frases que devem conter uma palavra de cada coluna. Há algumas regrinhas para essas construções. São elas:
1- Não é permitido usar "é bonito" e "é do".
2- Uma vez usada a palavra ela não pode ser repetida em outra frase.

 

 

4º) Esgotadas todas as palavras, a professora coloca ao lado de cada frase uma cor, que será a legenda do gráfico. Inicia-se então a votação. Os alunos escolhem a frase que mais gostaram e cada um recebe um quadradinho em branco, devendo pintá-lo da cor correspondente a frase escolhida.

5º) A professora chama cada aluno e este cola o seu voto no gráfico(que vai sendo construído pelos alunos).

6º) Análise do gráfico. Com a exploração de tantos dados forem possíveis: qual a frase mais votada, qual a menos votada, qual a diferença da mais votada para a menos votada, teve empate, dentre outras.


 

7º) Os alunos copiam todas as frases no caderno.

8º) Outros desdobramentos: ilustrar as frases construídas (em dupla ou individualmente); Construir uma história (texto individual, em dupla, em grupo ou coletivo) a partir de uma das frases dentre outras.

Aí é com você, professor!!! O importante é começar. As ideias vão brotando, desabrochando. 

 

 

“...Com os vídeos da MultiRio que temos assistido em nossos Centro de Estudos, relatando experiências bem sucedidas e estudo de temas pedagógicos, as professoras têm se mostrado bastante satisfeitas e entusiasmadas em realizar algumas das atividades exibidas com suas turmas, fazendo as devidas adaptações e criando a partir do visionado...” Renata Dutra (CP da E. M. José Marti).

 

 

Localizada no bairro do Engenho da Rainha, a Escola Municipal 03.12.029 José Marti foi fundada em 04 de junho de 1964 e tem como missão “Proporcionar uma educação de qualidade aos alunos da E. M. José Marti, promovendo um trabalho cooperativo, oportunizando vivências e buscando práticas inovadoras que favoreçam o seu desenvolvimento integral”.

Sobre o patrono:

José Julián Martí Pérez, nascido em Havana no dia  28 de janeiro de 1853 e falecido em Dos Ríos, em 19 de maio de 1895, foi um político, pensador, jornalista, filósofo, poeta e maçom cubano. Foi organizador, em 1895 da Guerra Necessária. Seu pensamento transcendeu as fronteiras de sua Cuba natal para adquirir um caráter universal. Em seu país natal, também é conhecido como «El apóstol».

Em 1869, com apenas dezesseis anos, publicou a folha impressa separatista "El Diablo Cojuelo" e o primeiro e único número da revista "La Patria Libre". No mesmo ano, passou a distribuir um periódico manuscrito intitulado "El Siboney". Mais tarde, dedicou-se ao estudo do Direito, obtendo o doutorado em Leis, Filosofia e Letras da Universidade de Saragoça em 1874.

 


 

Parabéns à professora  Flávia Oliveira e toda a  Turminha 1.201 pelo excelente  trabalho de alfabetização que vem sendo feito. 

 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 03/06/2016

Café com Leitura no Peja da Brasil

Tags: 4ªcre, leitura, peja.

 

 

 

Para vencer o desafio da falta do hábito de ler ou do gosto pela leitura, é preciso adotar uma metodologia que priorize o uso de textos, no qual o primeiro e mais importante passo é a leitura. Assim, a Escola Municipal Brasil promove essa prática de forma acolhedora e prazerosa. 

 

 

 

Para trabalhar a leitura e a escrita nas classes do PEJA, antes de mais nada, devemos considerar a linguagem como uma forma de interação, já que  determinadas ações só podem ser concluídas por meio dela. Portanto, ela estabelece entre as pessoas vínculos que ultrapassam o plano meramente linguístico. No qual  se faz necessário por parte da escola “uma postura educacional diferenciada, uma vez que situa a linguagem como lugar de constituição de relações sociais, onde os falantes se tornam sujeitos.” (GERALDI, 2006, p.41)

 

 

"O Projeto “CAFÉ COM LEITURA”, da E. M. Brasil, é realizado no PEJA uma vez por mês e tem como objetivo o incentivo à leitura, ao mesmo tempo que estimula a criatividade e contribui para a formação de uma geração mais crítica e participativa.

Na atividade desenvolvida, os alunos são protagonistas de leituras de poemas da nossa literatura, assim como de textos de suas próprias autorias. A ação também disponibiliza o acervo da Sala de Leitura para manuseio e empréstimo.

 

 

No mês de abril a unidade escolar contou com a presença do senhor Evandro (responsável pela Biblioteca Comunitária Tobias Barreto) para uma Roda de Conversa. O mesmo abrilhantou o evento recitando textos clássicos, contando sua história e valorizando a leitura como instrumento de desenvolvimento pessoal.

O próximo e tão aguardado Café com Leitura, a pedido dos alunos, será um Sarau Musical.

Esse Projeto é coordenado pela Professora Orientadora Rosângela Rodrigues de Souza com a parceria dos professores regentes da E. M. Brasil.

A Gerência de Educação da 4° CRE acompanha o projeto e parabeniza a ação realizada no PEJA, sinalizando a relevância de práticas educativas voltadas para a valorização da leitura literária." Texto enviado pela Professora Denise Carvalho da Silva - Assistente II GED 4ªCRE.
 

O trabalho desenvolvido com o PEJA da E. M. Brasil visa levar os alunos a assumirem uma postura de sujeito ativo, no qual o leitor se torna co-autor da compreensão do texto, estabelecendo para si um objetivo com essa prática. Dessa forma, oportuniza-se a todos as condições necessárias para concluirem com sucesso todas as etapas que compreendem o processo de aprendizagem da leitura/escrita.

 

Parabéns aos envolvidos pelo trabalho realizado!
 

 

 

Contato da E. M. Brasil:

embrasil@rioeduca.net

 

Contato para publicações:

Ana Accioly - Representante Rioeduca 4ª CRE

anaaccioly@rioeduca.net

 

 

 

                               

 
 
 
 

   
           



Yammer Share

Postado por Ana Accioly Ver Comentários (3)

Quinta-feira, 31/03/2016

"Rio uma Cidade de Atletas Olímpicos e Leitores de Ouro“

Tags: 3ªcre, olimpíadas, leitura.

 

 

 

 

    A Escola Municipal 03.13.012 Senador João Lyra Tavares, comemorou o aniversário da Cidade do Rio de Janeiro com uma festa de lançamento do seu Projeto Anual de Sala de Leitura: "Rio uma Cidade de Atletas Olímpicos e Leitores de Ouro“

 

 

Idealizado pela regente de Sala de Leitura, professora Ana Lolita Canavitsas, e executado em parceria com a equipe docente, discente, administrativa e sob a supervisão da direção da escola composta pelas professoras Fátima Maria de Menezes Garcia – Diretora Geral, Isabel Cristina Pinheiro Canelas – Diretora Adjunta e Ana Paula da Conceição – Coordenadora Pedagógica, o projeto anual de incentivo à leitura que tem como título "Rio, uma Cidade de Atletas Olímpicos e Leitores de Ouro“ foi lançado num evento que envolveu toda a comunidade escolar e serviu como ponto de partida para os novos trabalhos pedagógicos desenvolvidos pela escola.

 

 

Objetivos pedagógicos do Projeto, que vem sendo trabalhados desde o ano passado em preparação para as Olimpíadas:

  • Conhecer um pouco da origem das Olimpíadas na Grécia antiga;
  • Conhecer diferentes modalidades esportivas envolvidas nas competição;
  • Conhecer a Tocha Olímpica 2016 e seus significados;
  • Conhecer o Mascote Olímpico e sua importância;
  • Conhecer o símbolo das Olimpíadas (5 anéis entrelaçados e saber que são os 5 continentes);
  • Saber que a Cidade do Rio de Janeiro é sede das Olimpíadas 2016 e está sendo preparada para receber pessoas do mundo todo;
  • Compreender que os Jogos Olímpicos são competições que devem levar a amizade, respeito, solidariedade e paz entre os povos.

 

 

No dia 01 de março de 2016, sob a direção da regente de Sala de Leitura,  aconteceu a festa de  apresentação do Projeto com a representação teatralizada das Ginastas Gregas e os Anéis Olímpicos em linda coreografia apresentada pelos alunos. O Mascote Vinícius, também representado por um aluno,  sambou e alegrou a todos. Logo depois os Deuses Gregos foram convidados para uma Roda de Samba. Todos, então,  dançam e cantam ao som da Música Oficial das Olimpíadas Rio  2016.

 

 

A Roda de Samba foi escolhida pois é a música Oficial das Olimpíadas, e narra que os Deuses do Olimpo chegaram a nossa Cidade e ficaram na Roda de Samba até clarear!

Os Deuses do Olimpo Visitam o Rio de Janeiro

Jogos Olímpicos Rio 2016

Os grandes Deuses do Olimpo chegaram na nossa cidade
E o Rio continua lindo, um Panteão de verdade
Apolo adorou o som, o pôr do sol e a tarde
Poseidon olhou o mar e disse: "é isso é que é felicidade!"

Ficaram na roda de samba até clarear
Ficaram até de perna bamba de tanto sambar
Ficaram na roda de samba até clarear
Ficaram até de perna bamba de tanto sambar

Ô, ô, ô, ô!
Os Deuses do Olimpo
Ô, ô, ô, ô!
Chegaram na nossa cidade
Ô, ô, ô, ô!
Ficaram até de perna bamba
Ô, ô, ô, ô!
De tanto sambar

O Hermes Mensageiro falou pro pessoal
Que o Rio de Janeiro é sempre Carnaval
Até o Dionísio saiu na Bateria
Afrodite era a Rainha da Folia
E Hera se encantou com a lua do Arpoador
Atenas se encantou com a vista lá do Redentor

Ô, ô, ô, ô!
O Rio de Janeiro continua lindo
Ô, ô, ô, ô!
Todo mundo sambando, todo mundo curtindo. Alô Vila Isabel!
Ô, ô, ô, ô!
Rainha da Folia, Afrodite!
Ô, ô, ô, ô!

Os grandes Deuses do Olimpo chegaram na nossa cidade
E o Rio continua lindo, um Panteão de verdade
Apolo adorou o som, o pôr do sol e a tarde
Poseidon olhou o mar e disse: "é isso é que é felicidade!"

Ficaram na roda de samba até clarear
Ficaram até de perna bamba de tanto sambar
Ficaram na roda de samba até clarear
Ficaram até de perna bamba de tanto sambar

Ô, ô, ô, ô!
Ô, ô, ô, ô!

Hércules falou "Povão Trabalhador"
Ártemis na floresta se enche de amor
Hefesto disse a Ares: "O Rio é de paz!"
E todos responderam: "O Rio é demais!"

Zeus mandou dizer que os Jogos estão pra chegar
Zeus mandou dizer que os Jogos estão pra chegar


 

 

Para saber mais:

Para a coreografia das Ginastas Gregas com os Anéis Olímpicos:

https://youtu.be/WxlOKoMxnxQ

Para o Mascote Vinícius

https://youtu.be/miUYMoms1hU

Para Os Deuses Gregos e o casal de Sambistas

https://youtu.be/1o2pVxo1Ff4
 

Os alunos da escola adoraram a festa do lançamento do Projeto que promete, ao longo do ano, novas atividades de estímulo à leitura, utilizando as Olimpíadas do Rio como tema. 

 

 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share