A A A C
email
Retornando 643 resultados para a tag 'projeto'

Quinta-feira, 15/11/2018

Feira das Nações Promove o Protagonismo Juvenil

Tags: 9ª cre, eventos, projetos, protagonismo juvenil, multidisciplinar.

 

Feira das Nações na E.M. Miguel de Oliveira, um movimento feito por alunos e professores que estimula o enriquecimento cultural e o protagonismo juvenil dos jovens cariocas.

 

A Escola Municipal Miguel de Oliveira, situada em Cosmos, Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro, possui uma equipe de professores com um projeto multidisciplinar que visa à ampliação do conhecimento de mundo do aluno e da sua formação crítica. A unidade atua com alunos do 7º ao 9º ano.  

 

No ano de 2018, a escola promoveu sua II Feira das Nações, na qual participou toda a comunidade escolar. Dentre os principais motivos dessa Feira, estão: estimular a capacidade de liderança e criatividade dos discentes; desenvolver a percepção da interdisciplinaridade dos conteúdos e possibilitar a ampliação do conhecimento de mundo.

 

 

O projeto contou com a exposição das características de vários países

 


Essa atividade teve um caráter bastante abrangente, envolvendo aspectos sócio-culturais de diversos países, que foram estudados através de áreas como música, dança, culinária, geografia, história,etc. Cada turma foi dividida em grupos e os alunos tiveram que pesquisar sobre o país sorteado. O desenvolvimento do trabalho contou com o auxílio de um professor monitor, que atuou como orientador nas pesquisas e na confecção dos cartazes e/ou maquetes. Os grupos realizaram seus trabalhos da maneira autônoma e crítica.

 

 

Alunos e professores envolvidos na Feira

 



No dia da Feira, cada turma ficou responsável por um estande, onde todos os temas desenvolvidos foram expostos de maneira criativa e lúdica, o que chamou a atenção dos demais espectadores. Alunos, professores das demais turmas, pais e equipe gestora participaram ativamente do evento, colaborando para seu sucesso.

 

 

Alunos vivenciando a cultura de diferentes países

 

 

A primeira feira foi realizada na escola no ano de 2016, aproveitando o clima festivo das Olimpíadas que ocorreram em nossa cidade. Neste ano de 2018,  a influência da Copa do Mundo motivou ainda mais a segunda edição do evento. Os trabalhos tiveram desdobramentos únicos para o seio escolar, colaborando significativamente para o desenvolvimento intelectual, crítico e pedagógico do grupo discente. A feira estimulou o protagonismo juvenil dentro da escola, uma das principais propostas do Ginásio Carioca de Turno Único.  

 

 

                          Alunos esbanjando conhecimento, criatividade e alegria

 


A aluna Larissa da Silva Soeira, do 9º ano, relata: "Esta feira é muito importante, porque ficamos sabendo de aspectos que não conhecíamos sobre outros países e socializamos com outras turmas e professores. Acho que é um trabalho muito bom e necessário para a nossa escola".

 

 

Aluna e professora expondo as características da Austrália

 


Outro relato é da professora Janaína Ferreira Lopes dos Santos: "O evento Feira das Nações, na Miguel de Oliveira, foi muito importante para os meus alunos da turma 1701, pois os mesmos adoraram participar e fazer a pesquisa sobre a cultura dos outros países. Todo esse movimento cultural é muito importante para os alunos adquirirem ainda mais conhecimento".

 

 

Alunos e professora expondo as características do México

 


A diretora Nilber Lázaro de Abreu Pequeno afirma: "Atualmente, temos jovens que estão conectados com o mundo, mas que desconhecem o mundo em que vivem. O projeto da Feira das Nações vem para despertar esta curiosidade pelas diferentes culturas e para trazer o uso da tecnologia como ferramenta de conhecimento. A escola, em seu papel social, vai abrindo as mentes dos alunos para o mundo ao seu redor. Sendo a adolescência um período confuso e de muitas descobertas, o jovem pode se perceber em outras culturas através do conhecimento. O contato com a história, costumes e tradições de outros países vai enriquecer a experiência dos alunos e abrir novos debates, de modo a despertar a curiosidade em se aventurar por novas culturas".

 


Para saber mais sobre a Escola Municipal Miguel de Oliveira:
Direção Geral: Nilber Lázaro de Abreu Pequeno
Direção Adjunta: Maisa Manhães da Silva
Coordenação Pedagógica: Carla Verônica do Nascimento
Telefone :22632382
Email: emmigueloliveira@rioeduca.net

 

 

Não esqueça de deixar o seu comentário! Ele é muito importante para nós!

Até a próxima semana!

 

Contato para publicações

 

 
 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 14/11/2018

Folclore, Artes e Vida!

Tags: 8ªcre, projetos.

 

O Rioeduca apresenta a Escola Municipal Antônio Austragésilo que desenvolve um projeto de valorização da cultura popular, da criatividade e dos valores para uma sociedade cada vez melhor para todos. Confira!

 

 

Apresentação do Bumba meu Boi na Mostra de Folclore

 

 

A Escola Municipal Antônio Austragésilo realizou no mês de agosto a Semana do FolcloreAproveitando a rica cultura brasileira, que proporciona para os alunos a descoberta de lendas, cantigas, jogos e até de elementos de nossa culinária, a equipe pedagógica da escola desenvolveu uma mostra de trabalhos para compartilharem o que foi trabalhado sobre o Folclore. 

As brincadeiras folclóricas representam uma maneira de manter viva nossa cultura e tradições populares, algo tão importante para o fortalecimento da nossa identidade. Dessa forma, as atividades proporcionaram aos alunos experiências com leitura, escrita e dramatização sobre o tema.

 

 

 

Professor Jakson, Diretor Geral da E.M. Antônio Austragésilo, recepcionando a personagem Cuca

 

 

A professora Elizabete Ribas se caracterizou de Cuca e se apresentou para os alunos como uma personagem vinda diretamente dos livros de Monteiro Lobato.

A Educação Infantil apresentou cantigas de roda, entre elas " A Linda Rosa Juvenil". Os alunos participaram de apresentações de Capoeira, Maculelê e cantigas folclóricas do Bumba Meu Boi.

A Semana do Folclore originou uma Mostra de Trabalhos criativa e envolvente que valorizou a participação dos alunos e o pensamento sobre a diversidade da cultura brasileira. 

 

 

Alunos da Educação Infantil encenando  "A Linda Rosa Juvenil"

 

 

"As atividades do projeto Folclore foram desenvolvidas dentro do nosso projeto anual Transformação! No projeto buscamos trabalhar valores e o pensamento de que juntos podemos, sim, mudar o mundo! (...) " Professora Roberta Madeira - Coordenadora Pedagógica da E.M. Antônio Austragésilo

 

 

Alunos em apresentação de Maculelê na Mostra Pedagógica

 

 

O projeto Transformação vem sendo desenvolvido durante o ano na unidade escolar. Valores como Respeito, União e Solidariedade são alguns dos temas que fazem parte das atividades dos alunos.As propostas são planejadas visando a reflexão dos estudantes sobre a responsabilidade de cada um na construção de uma sociedade mais justa e livre de preconceitos.

Nas aulas de Artes Visuais, os alunos recebem estímulos para se expressarem e colocarem a criatividade em diferentes trabalhos de cores e formas. A professora Joelma Ventura, regente de Artes Visuais, faz a transformação de materiais reciclados e adaptados em verdadeiros trabalhos artísticos, demonstrando o quanto os alunos são talentosos.

 

 

 Alunos produzindo Mandalas na aula de Artes Visuais

 

 

Uma escola púbica de qualidade deve ter entre outros fatores, a garantia de que todos serão acolhidos e terão direitos iguais nesse espaço, por isso, no projeto Transformação a inclusão, o respeito à diversidade e o combate ao bullying são temas de constante discussão.

Nesse contexto, a Escola Municipal Antônio Austragésilo orgulha-se de ser uma unidade que pensa no futuro, pois se dedica à formação integral dos alunos, para uma comunidade melhor... para um mundo melhor!

 

 

Alunos fazendo manifestação contra o Bullying

 

 

O Rioeduca parabeniza a E.M. Antônio Austragésilo pela realização do projeto Transformação e pelas atividades e reflexões tão significativas na vida dos alunos!

 

 

Quer saber mais sobre?

Unidade Escolar:  Escola Municipal Antônio Austragésilo

E-mail: emaustragesilo@rioeduca.net

Telefone: 3463-8438

 

 

 

Participe do Rioeduca! Entre em contato :


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 12/11/2018

Estação de Leitores 2018

Tags: 1ªcre, eventos, projetos, leitura.

 

Alunos e professores de Ginásio Carioca realizam mais uma edição do Projeto Estação de Leitores, numa grande ação de Protagonismo Juvenil.

 

Projeto que faz parte do calendário anual de atividades do Ginásio Rivadávia Corrêa , que fica no coração do centro do Rio de Janeiro, ao lado da Escola Paulo Freire e da Central do Brasil, tem como objetivo geral levar à toda a comunidade escolar o hábito da leitura através da apresentação de autores de obras literárias, gerando assim, o hábito de ler por prazer também nos alunos.

 

 


Durante o período, os professores trabalham com processos de protagonismo dos alunos, assim como as interações socioemocionais.  

 

 

 


Este ano, foi trabalhado a importância das mulheres na literatura, homenageando oito autoras brasileiras e internacionais.

 

 

 


Durante o período de preparação, os alunos de cada turma estudaram sobre uma autora, produziram cartazes, elaboraram esquetes e pequenas peças sobre uma das obras da autora escolhida, produziram estandartes representando a autora, suas principais obras e a própria turma.

 

 

 


No dia marcado para a execução do projeto, cada turma se posiciona na sua Estação, que pode ser uma praça, um museu ou outro local de grande visibilidade. Na Estação, os alunos apresentam todo o material produzido para os transeuntes que visitam a Estação. Ao fim das produções, a escola se reúne para ver todas as apresentações dos alunos e, posteriormente, entregar os títulos de honras como “melhor peça”, “destaque”, “superação”, entre todas as turmas, e posteriormente, escolher a Estação que teve melhor desempenho.

 

 

 


“O projeto das estações, para mim, é uma possibilidade para que nossos alunos se voltem para a comunidade escolar e desenvolvam todo o seu protagonismo e criticidade, ocupando lugares públicos de forma produtiva, lúdica cidadã.”professor Eduardo Prazeres (Coordenador pedagógico da unidade escolar.)

 

 

 


Para o diretor da unidade, professor Fernando Braga, “o projeto das Estações significa o momento do ano em que os alunos vão às ruas e apresentam tudo o que nós, comunidade escolar, discentes e docentes, acreditamos: a formação de jovens conscientes, críticos e protagonistas.”

 

 

 


“Teve bastante trabalho e colaboração para a realização de bons trabalhos e projetos. As ideias chaves para as Estações são trabalho em equipe e determinação. Foi um ótimo trabalho e com bons resultados.”,  Yasmin Gomes dos Santos – Aluna da turma 1901.

 

O aluno Caio Monteiro, da turma 1.702 conta que “foi bem organizado, todos participaram e colaboraram. Ninguém atrapalhou. Todos ajudaram e apresentaram, foi divertido.”

 

 

CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO

E ASSISTA AO VIDEO DO PROJETO

 

E sua unidade, fez um trabalho que merece ser compartilhado com todos?

Envie para nós!!


Para Saber Mais:

Ginásio Carioca Rivadávia Corrêa

Direção: Fernando Braga

Direção-Adjunta: Clayton Botas

Coordenador Pedagógico: Eduardo Prazeres

Telefone: 2253-8064

E-mail: emrivacorrêa@rioeduca.net

 

Contato para publicações:


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 31/10/2018

Atividades na escola que eu quero!

Tags: 8ªcre, projetos.

 

Desenvolvendo atividades lúdicas e com os alunos colocando a mão na massa, o CIEP Frei Veloso realiza o projeto: A Escola que eu quero!

 

Alunas da Educação Infantil exibindo seus bonecos com cabelos de alpiste 

 

O CIEP Frei Veloso está desenvolvendo o seu  projeto anual com o tema "A Escola que eu quero!".

 

O CIEP atende a alunos da Educação Infantil ao 5º ano e também o PEJA (Programa de Educação de Jovens e Adultos). A equipe pedagógica busca em suas atividades promover uma escola onde as crianças aprendam a partir da participação, da cooperação e do lúdico.

 

Durante a Semana da Educação Infantil, a escola desenvolveu uma série de atividades folclóricas. O objetivo principal foi resgatar os valores culturais na sociedade, pois nossa cultura que deve ser preservada é fundamental para a significação da nossa identidade.

 

 

Alunos trabalhando no canteiro da escola após a leitura do livro "Chovendo na Horta"

 

 

Ao final da Semana da Educação Infantil, os trabalhos foram organizados como exposição com visita aberta à comunidade. Os presentes também puderam assistir à uma peça teatral e participar de brincadeiras populares.

 

Não faltaram lendas e danças como cantigas de roda e o Bumba Meu Boi.

 

Com a tecnologia presente cada vez mais cedo na vida das crianças, o resgate das brincadeiras folclóricas são importantes para estimular a interação, a criatividade e a construção de aprendizagens.

 

A Escola que os alunos querem é uma escola viva, alegre e com a participação da comunidade!

 

 

Atividades da Semana da Educação Infantil

 

 

Para falar de vegetais e meio ambiente, a professora Sandra Regina, regente da Educação Infantil explorou o tema germinação.

 

Os alunos ficaram empolgados com o boneco que o cabelo cresce a partir da germinação do alpiste. Depois de plantarem as sementes, a ansiedade tomou conta da turminha que queria ver logo o boneco com os "cabelos" crescidos.

 

A partir da leitura do livro "Chovendo na Horta" os alunos desenvolveram atividades no canteirinho da escola: preparar a terra, plantar as sementes, regar (... ) Desta vez,  o assunto foi a Alimentação Saudável!

 

Ensinar a mudança de hábitos alimentares, mostrando os benefícios para a saúde dos alunos, é uma iniciativa que deve acontecer desde os primeiros anos escolares. Por isso, no CIEP Frei Veloso desde a educação infantil a alimentação saudável não fica de fora da pauta.

 

 

 

 

 

 

O Rioeduca parabeniza o CIEP Frei Veloso pelas atividades desenvolvidas no projeto A Escola que eu Quero!

 

 

Quer saber mais sobre?

Unidade Escolar: CIEP Frei Veloso

E-mail: ciepvelloso@rioeduca.net

Telefone: 3338-8579

 

Participe do Rioeduca!

Entre em contato com o representante da sua CRE.

 


   
           



Yammer Share