A A A C
email
Retornando 573 resultados para a tag 'projetos'

Segunda-feira, 12/11/2018

Estação de Leitores 2018

Tags: 1ªcre, eventos, projetos, leitura.

 

Alunos e professores de Ginásio Carioca realizam mais uma edição do Projeto Estação de Leitores, numa grande ação de Protagonismo Juvenil.

 

Projeto que faz parte do calendário anual de atividades do Ginásio Rivadávia Corrêa , que fica no coração do centro do Rio de Janeiro, ao lado da Escola Paulo Freire e da Central do Brasil, tem como objetivo geral levar à toda a comunidade escolar o hábito da leitura através da apresentação de autores de obras literárias, gerando assim, o hábito de ler por prazer também nos alunos.

 

 


Durante o período, os professores trabalham com processos de protagonismo dos alunos, assim como as interações socioemocionais.  

 

 

 


Este ano, foi trabalhado a importância das mulheres na literatura, homenageando oito autoras brasileiras e internacionais.

 

 

 


Durante o período de preparação, os alunos de cada turma estudaram sobre uma autora, produziram cartazes, elaboraram esquetes e pequenas peças sobre uma das obras da autora escolhida, produziram estandartes representando a autora, suas principais obras e a própria turma.

 

 

 


No dia marcado para a execução do projeto, cada turma se posiciona na sua Estação, que pode ser uma praça, um museu ou outro local de grande visibilidade. Na Estação, os alunos apresentam todo o material produzido para os transeuntes que visitam a Estação. Ao fim das produções, a escola se reúne para ver todas as apresentações dos alunos e, posteriormente, entregar os títulos de honras como “melhor peça”, “destaque”, “superação”, entre todas as turmas, e posteriormente, escolher a Estação que teve melhor desempenho.

 

 

 


“O projeto das estações, para mim, é uma possibilidade para que nossos alunos se voltem para a comunidade escolar e desenvolvam todo o seu protagonismo e criticidade, ocupando lugares públicos de forma produtiva, lúdica cidadã.”professor Eduardo Prazeres (Coordenador pedagógico da unidade escolar.)

 

 

 


Para o diretor da unidade, professor Fernando Braga, “o projeto das Estações significa o momento do ano em que os alunos vão às ruas e apresentam tudo o que nós, comunidade escolar, discentes e docentes, acreditamos: a formação de jovens conscientes, críticos e protagonistas.”

 

 

 


“Teve bastante trabalho e colaboração para a realização de bons trabalhos e projetos. As ideias chaves para as Estações são trabalho em equipe e determinação. Foi um ótimo trabalho e com bons resultados.”,  Yasmin Gomes dos Santos – Aluna da turma 1901.

 

O aluno Caio Monteiro, da turma 1.702 conta que “foi bem organizado, todos participaram e colaboraram. Ninguém atrapalhou. Todos ajudaram e apresentaram, foi divertido.”

 

 

CLIQUE NA IMAGEM ABAIXO

E ASSISTA AO VIDEO DO PROJETO

 

E sua unidade, fez um trabalho que merece ser compartilhado com todos?

Envie para nós!!


Para Saber Mais:

Ginásio Carioca Rivadávia Corrêa

Direção: Fernando Braga

Direção-Adjunta: Clayton Botas

Coordenador Pedagógico: Eduardo Prazeres

Telefone: 2253-8064

E-mail: emrivacorrêa@rioeduca.net

 

Contato para publicações:


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 31/10/2018

Atividades na escola que eu quero!

Tags: 8ªcre, projetos.

 

Desenvolvendo atividades lúdicas e com os alunos colocando a mão na massa, o CIEP Frei Veloso realiza o projeto: A Escola que eu quero!

 

Alunas da Educação Infantil exibindo seus bonecos com cabelos de alpiste 

 

O CIEP Frei Veloso está desenvolvendo o seu  projeto anual com o tema "A Escola que eu quero!".

 

O CIEP atende a alunos da Educação Infantil ao 5º ano e também o PEJA (Programa de Educação de Jovens e Adultos). A equipe pedagógica busca em suas atividades promover uma escola onde as crianças aprendam a partir da participação, da cooperação e do lúdico.

 

Durante a Semana da Educação Infantil, a escola desenvolveu uma série de atividades folclóricas. O objetivo principal foi resgatar os valores culturais na sociedade, pois nossa cultura que deve ser preservada é fundamental para a significação da nossa identidade.

 

 

Alunos trabalhando no canteiro da escola após a leitura do livro "Chovendo na Horta"

 

 

Ao final da Semana da Educação Infantil, os trabalhos foram organizados como exposição com visita aberta à comunidade. Os presentes também puderam assistir à uma peça teatral e participar de brincadeiras populares.

 

Não faltaram lendas e danças como cantigas de roda e o Bumba Meu Boi.

 

Com a tecnologia presente cada vez mais cedo na vida das crianças, o resgate das brincadeiras folclóricas são importantes para estimular a interação, a criatividade e a construção de aprendizagens.

 

A Escola que os alunos querem é uma escola viva, alegre e com a participação da comunidade!

 

 

Atividades da Semana da Educação Infantil

 

 

Para falar de vegetais e meio ambiente, a professora Sandra Regina, regente da Educação Infantil explorou o tema germinação.

 

Os alunos ficaram empolgados com o boneco que o cabelo cresce a partir da germinação do alpiste. Depois de plantarem as sementes, a ansiedade tomou conta da turminha que queria ver logo o boneco com os "cabelos" crescidos.

 

A partir da leitura do livro "Chovendo na Horta" os alunos desenvolveram atividades no canteirinho da escola: preparar a terra, plantar as sementes, regar (... ) Desta vez,  o assunto foi a Alimentação Saudável!

 

Ensinar a mudança de hábitos alimentares, mostrando os benefícios para a saúde dos alunos, é uma iniciativa que deve acontecer desde os primeiros anos escolares. Por isso, no CIEP Frei Veloso desde a educação infantil a alimentação saudável não fica de fora da pauta.

 

 

 

 

 

 

O Rioeduca parabeniza o CIEP Frei Veloso pelas atividades desenvolvidas no projeto A Escola que eu Quero!

 

 

Quer saber mais sobre?

Unidade Escolar: CIEP Frei Veloso

E-mail: ciepvelloso@rioeduca.net

Telefone: 3338-8579

 

Participe do Rioeduca!

Entre em contato com o representante da sua CRE.

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 30/10/2018

Aula Passeio no Museu do Pontal

Tags: 7ªcre, projetos.

 

No último dia três de agosto, mês de comemoração do folclore, a turma 1201 da Escola Municipal Átila Nunes Neto fez uma visita, em aula passeio, ao Museu Casa do Pontal, dando continuidade ao projeto da escola “Trabalhando valores e formando cidadãos”.

 

A Escola Municipal Átila Nunes Neto está situada no bairro do Anil, próximo à Rio das Pedras, região que abriga um grande número de trabalhadores imigrantes, em maioria nordestinos, responsáveis por tecer a cultura local. A ideia de percepção e identificação do acervo apresentado na visita ao museu proposto pela unidade escolar, valorizou muito a saída pedagógica.

 

 

 

 

Situado no Rio de Janeiro, o Museu Casa do Pontal é considerado o maior e mais significativo museu de arte popular do país. Seu acervo - resultado de 40 anos de pesquisas e viagens por todo país do designer francês Jacques Van de Beuque - é composto por cerca de 8.500 peças de 300 artistas brasileiros, produzidas a partir do século XX.

 

A exposição permanente do Museu reúne, em 1.500 m² de galerias, obras representativas das variadas culturas rurais e urbanas do Brasil. Mostradas tematicamente, abrangem as atividades cotidianas, festivas, imaginárias e religiosas.

 

 

Atividade realizada com arte educadores do Museu do Pontal.

 


No museu, as crianças foram recebidas por arte educadores que as convidaram a uma viagem cultural, utilizando linguagens como a música, o teatro de bonecos, o cordel, a “contação” de histórias, desafios, trovas e versos. Com uma encantadora proposta pedagógica e os roteiros adaptados à faixa etária da turma, a visita teatralizada estimulou os alunos à reflexão sobre a diversidade cultural brasileira, as relações entre o mundo do campo e o das grandes cidades, os processos migratórios, as práticas culturais e sociais, a expressão do folclore, dos processos criativos e das memórias afetivas.

 

 

Atividade com música sobre o Bumba meu Boi.

 

 

Peça de teatro com bonecos no Museu do Pontal.

 


Os objetivos de desenvolver o aspecto cultural dos alunos, no que diz respeito à observação, reflexão e identificação com o acervo e as atividades interativas do museu, levar o educando à vivência em outros ambientes para além dos muros da escola, mostrar aos estudantes a valorização da cultura de outras regiões do país, proporcionar um momento lúdico, foram plenamente atingidos.

 

 

Alunos criando esculturas com argila e tinta.

 


        Material produzido com argila pelo alunos.

 

 

Após a visitação, os alunos moldaram livremente em argila, pintaram suas peças e foi observado como resultado traços de identificação em relação ao acervo do museu.

 

 

          Grupo de alunos que estiveram no Museu do Pontal.

 

 

                                                                    Informações enviadas pela professora Rosely  Coutinho

 

 Parabéns a todos os envolvidos pelo trabalho realizado!

 

Contato para publicações:

robertavitagliano@rioeduca.net

 

Contato da E.M. Átila Nunes Neto;

emaneto@rioeduca.net

 

 

Contato para publicações:


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 29/10/2018

Feira Extraordinária

Tags: 1ªcre, eventos, projetos, ciências, protagonismojuvenil.

 

Gincana científico-literária discute diferenças, diversidade e inclusão.

 

Diversidade, diferença e inclusão são palavras presentes no cotidiano do ambiente escolar. Pensando nisso, a Escola Municipal Cardeal Leme, localizada no Bairro de Benfica, Zona Norte do Rio de Janeiro, promove espaço de aprendizagens e reflexões sobre os temas.

 

 

 


A partir do trabalho com o Livro Extraordinário, romance infantil que conta a história de um garoto especial e sua vivência quando entra na escola, os alunos discutiram e realizaram narrativas falando de gentileza, amor, cuidado, amizade, respeito, sonhos , conquistas...

 

 

 


A partir dessa sensibilização inicial com a história do garoto Auggie Pullman, os professores lançaram o desafio da realização da feira de Ciências Vivenciando as Diferenças”.

 

 

 

 

 

 

Frases do livro definiram os temas que seriam apresentados por cada turma, criando um link entre a frase do livro e o conhecimento científico, para assim cumprir tarefas de uma gincana.

 

 

 

 

 


Os desafios foram muitos! Porém, maiores foram o entusiasmo, a perseverança e o esforço de alunos e professores para a realização do grande dia da apresentação final do evento.

 

 

 


O resultado do trabalho foi apresentado em um evento com a participação da comunidade, que pôde apreciar o trabalho de qualidade que é desenvolvido pelos alunos e professores da unidade.

 

 

 

Parabéns pelo trabalho realizado !


Para Saber Mais:

Escola Municipal Cardeal Leme

Direção: Karla de Oliveira da Costa Frazão

Direção-Adjunta: Maria de Fátima Martins Ribeiro

Telefone: 3895-8642

E-mail: emcleme@rioeduca.net

 

             


   
           



Yammer Share