A A A C
email
Retornando 187 resultados para a tag 'riodeleitores'

Sexta-feira, 07/12/2012

Leitura no Berçário! Por que não?

Tags: 6ªcre, riodeleitores, educaçãoinfantil.

 

Durante o ano de 2012, a professora Ana Paula Oliveira do Espaço de Desenvolvimento Infantil Professora Rosenice Rocha Roque, realizou com os bebês entre 6 e 24 meses o projeto No meu Berço tem Lugar para Livros, tendo por objetivo principal desmistificar a capacidade dos bebês pelo prazer em ler.

 

 

 

Leitura no Berçário! Por que não?

 

 

Acredite: não é perder tempo ler para quem ainda nem aprendeu a falar! Quando a escritora de livros infantis Tatiana Belinky perguntou ao pediatra em que momento deveria começar a educar seu filho, então com 3 meses de vida, ouviu como resposta: "Você já está atrasada".

 

 

Parece mera  frase de efeito. O fato, porém é que o  doutor está coberto de razão. Não há idade para dar início à educação de uma criança. Isso vale também para o incentivo à leitura! Bebês podem até não entender todo o enredo de uma história, mas a leitura em voz alta os coloca em contato com outras dimensões da linguagem oral e escrita, que serão importantes em seu desenvolvimento.

 

 

 

Quem é acostumado à leitura desde bebezinho se torna muito mais preparado para os estudos, para o trabalho e para a vida. Isso quer dizer que o contato com os livros pode mudar o futuro dos seus alunos.

 

 

"Eles percebem que a fala do dia a dia é diferente daquela usada numa leitura, que tem cadência, ritmo e emoção. Entendem, por exemplo, que há um começo, um clímax e um desfecho", explica Fraulein de Paula, doutora em Psicologia Escolar.

 

 

Especialistas acreditam que, para alguém se  interessar por livros na vida adulta, é  fundamental que a palavra escrita esteja ao seu alcance desde cedo. Ou seja, estimular a leitura dentro  do berçário pode  ser o caminho mais curto para a  formação de um Futuro Leitor.

 

 

 

"Manuseando um livro, as crianças são capazes de identificar a existência da grafia e passam a estabelecer uma relação direta com a linguagem escrita", afirma Fraulein.

 

 

Berçário de Lê!

 

 

Para despertar a paixão pelos livros nos pequenos do EDI - Espaço de Desenvolvimento Infantil -  Professora Rosenice Rocha Roque, a Professora Pesquisadora Ana Paula Oliveira realizou com os bebês entre 6 e 24 meses o projeto No meu Berço tem Lugar para Livros.

 

 

Este projeto tem por objetivo principal desmistificar a capacidade dos bebês pelo prazer em ler. Além disso, pretende estimular o acesso e o prazer pela leitura, estreitar laços entre a instituição e a família e entre os próprios familiares.

 

 

 

O projeto foi desenvolvido com a ajuda das agentes auxiliares de creche Fernanda, Marisa Batista, Zilza, Jussara e Simone.

 

 

O projeto foi desenvolvido em três etapas que foram sendo colocadas em prática  durante o ano de 2012. Na 1ª etapa foi feita a apresentação dos livros aos bebês, com o objetivo de estimular a exploração individual e em pequenos grupos dos mesmos; criar o hábito da contação de história e favorecer o acesso à cultura letrada.

 

 

A segunda etapa contou com a parceria dos pais e responsáveis, que fizeram visitas à sala de atividades para contar histórias e degustar este momento tão importante ao lado do bebê, podendo, assim, conscientizá-los sobre os benefícios do hábito de ler.

 

 

Na terceira e última etapa foi realizada a Ciranda de Livros, que procurou favorecer o momento família e despertar o interesse e o prazer pela leitura.

 

 

 

O interesse pela leitura deve-se inculcar desde o berço, e tratar com persistência e dedicação, que se converta num hábito. É fundamental para as crianças que aprendam a buscar conhecimentos mediante a leitura desde a mais tenra idade.

 

 

A professora Ana Paula, juntamente com as agentes auxiliares de Creche, comprovaram que com o desenvolvimento deste projeto, os bebês e a família obtiveram vários benefícios: prazer em ler e ouvir histórias; foi  desenvolvida a função social da leitura; facilitou o desenvolvimento da fala; proporcionou prazer entre pais e filhos; fortaleceu a parceria entre família e escola e, principalmente, a reflexão sobre a importância e o prazer pela leitura.

 

 

 

Os benefícios do livro para as crianças são incalculáveis e para toda a vida. Leva a criança a querer ler, a buscar saber, a adentrar-se no mundo da arte, do desenho e da imagem através das ilustrações. Aumenta sua habilidade de escutar, desenvolve seu sentido crítico, aumenta a variedade de experiências, e cria alternativas de diversão e prazer para ela.

 

 

Diante dos resultados obtidos, considera-se imprescindível que a leitura seja feita desde o berçário, com o objetivo de levar as crianças a desenvolverem seus próprios sentimentos com relação ao que ouvem, que interajam com seus pares e professores, que sintam-se acolhidos em um momento de cuidado e que vivenciem experiências para o desenvolvimento das múltiplas inteligências; principalmente aquela referente à linguagem.

 

 

Parabéns à professora Ana Paula e às Auxiliares de Creche por ajudarem na construção da identidade dos alunos e por oportunizarem o acesso à cultura letrada.

 

 

Envie o seu projeto para ser publicado no Portal Rioeduca! Aproveite este espaço para divulgar o seu trabalho! Este espaço é meu, é seu, é nosso! Nós somos a seXta CRE!

 

 

Professora Patrícia Fernandes - Representante do Rioeduca na 6ª CRE

Twitter: @PatriciaGed

E-mail: pferreira@rioeduca.net

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 04/12/2012

Projeto Poesia na Sala de Aula Recebe Troféu Rioeduca 2012

Tags: 2ªcre, riodeleitores, troféurioeduca.

No mês de novembro, aconteceu a segunda edição do Troféu Rioeduca.  A 2ªCRE, representada pelo trabalho da professora Selma Camargo, concorreu na categoria Rio de Leitores e recebeu o troféu .

 

 

A quarta-feira, 21 de novembro, foi de muitas alegrias para os finalistas do Troféu Rioeduca. O evento realizado na casa de shows Vivo Rio, no Aterro do Flamengo, teve como objetivo a premiação de projetos e blogs escolares que de destacaram em diversas categorias, dentre elas, Rio de Leitores.

 

 

 

Momentos da festa de entrega do Troféu Rioeduca 2012

 

 

A votação foi realizada através do voto de alunos, professores e funcionários de nossa rede e os três projetos mais votados foram analisados por especialistas na área de educação.


A categoria Rio de Leitores buscou premiar projetos que tornaram evidentes o estímulo da leitura e da escrita na escola, estimulando a curiosidade, o espírito inventivo e a criatividade dos alunos e contribuindo, com isso, na formação de leitores críticos.


A 2ªCRE, representada pela Escola Municipal Francisco Alves, apresentou o projeto Poesia na Sala de Aula, desenvolvido pela professora Selma Camargo.

 

A professora Selma é pedagoga e apaixonada pela leitura, principalmente, pela poesia.  Ela  sempre desenvolve oficinas de poesias com seus alunos. O cantor e compositor Byafra costuma acompanhar a professora, colaborando na realização das Oficinas de Poesias.

 

 

 

Da esquerda para a direita: Lilian Ferreira, gerente do portal Rioeduca, Byafra, cantor e compositor e professora Selma Camargo

 

 

Neste ano, Selma realizou as Oficinas de Poesias em outras escolas de nossa rede, oportunizando a outros alunos o conhecimento, a participação e o estímulo à leitura e àescrita.

 

“Foi uma experiência gratificante poder compartilhar com profissionais e alunos de três Escolas Municipais, de diferentes Coordenadorias (2ª, 3ª e 5ª), e ter o reconhecimento do nosso trabalho. Fiquei muito emocionada ao receber o troféu Rioeduca!


Que possamos nos unir, cada vez mais, em prol de uma Educação Pública de qualidade.” – Professora Selma Camargo

 


 

 

Alunos durante o desenvolvimento do projeto Poesia na Sala de Aula

 

 

Parabéns à professora Selma Camargo e a todos os participantes do Troféu Rioeduca 2012! Que continuemos na busca de uma educação de qualidade!

 

 

Professor, o portal Rioeduca é um espaço feito por e para professores. Participe também! Entre em contato com o representante de sua CRE para divulgar o blog ou projetos desenvolvidos por sua escola.

 

Gostou desta publicação? Deixe um comentário e clique em curtir para compartilhá-la com seus amigos no Facebook.

 

Contato:
Professora Renata Carvalho – Professora da rede e representante do Rioeduca, na 2ªCRE
Email: renata.carvalho@rioeduca.net
Twitter: @tatarcrj

 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 30/11/2012

Escritores do Futuro

Tags: 6ªcre, riodeleitores.

 

A  turma 1.502 do Ciep Doutor Adão Pereira Nunes, orientada pela professora Cláudia Marques, começou o ano de 2012 fazendo da leitura semanal ,um hábito. Através da apreciação das obras de Machado de Assis, Ferreira Gullar, Mário Quintana e Clarice Lispector, os "Escritores do Futuro" apresentam um avanço notório tanto na escrita  como na leitura.

 

 

É impressionante como no encontramos na leitura e na escrita. Há poucas coisas tão interessantes como ler um livro ou um simples verso e sentir o que temos de melhor e de mais humano. As palavras têm a força necessária para romper ou construir barreiras, causar ou solucionar uma guerra e sensibilizar até os que parecem enferrujados pela incapacidade de sentir.

 

 

A escrita representa-se por si só e tem o poder de tornar real o imaginário e este em mais verdadeiro. Ela nos leva para lugares que nunca fomos e nos faz voar nas asas da imaginação. A escrita é, portanto, uma grande aventura vivida pelos corajosos.

 

 

Contudo, uma boa escrita depende de boas leituras. Por essa razão, a turma 1502 do Ciep Doutor Adão Pereira Nunes, orientada pela professora regente Cláudia Marques, começou o ano de 2012 transformando a leitura semanal em um hábito.

 

 

A cada semana, os alunos leem obras de grandes escritores, seja na sala de aula, sentados no pátio da escola ou debaixo de uma árvore. Eles meditam e escrevem baseados em grandes nomes como Machado de Assis, Ferreira Gullar, Mário Quintana e Clarice Lispector.

 

 

 

Pesquisas do mundo todo mostram que a criança que lê e tem contato com a literatura desde cedo  é beneficiada em diversos sentidos: ela aprende melhor, pronuncia melhor as palavras e se comunica melhor de forma geral. Por meio da leitura, a criança desenvolve a criatividade, a imaginação e adquire cultura, conhecimentos e valores.

 

 

Segundo a professora Cláudia Marques, a cada semana, a turma tem como objetivo ler outros grandes escritores nacionais e internacionais.  Ela ainda diz que é notório o avanço da turma 1502, Os Escritores do Futuro, na escrita e na vontade de cada vez mais conhecer o mundo e fazer parte dele.

 

 

Essa turma é acompanhada desde o terceiro ano pela professora Cláudia, que se sente orgulhosa por notar o progresso dos alunos. A professora acredita que um bom escritor é aquele que consegue deixar-se experimentar, bagunçar a mente e o coração, despertar o silêncio e fundir os pensamentos.

 

 

Os Escritores do Futuro estão aprendendo  a usar a escrita para gritar sem som. Eles buscam alcançar um público cada vez maior, participando  de concursos como As Olimpíadas de Língua Portuguesa, expondo seus pensamentos em Blogs, no Facebook e em outros meios de comunicação.

 

 

 

Expressar-se na forma escrita não é um simples ato de colocar palavras num papel ou digitar num teclado. A maior parte da ação de escrever é invisível para os olhos, acontece no mundo interior de quem escreve e pode refletir este esforço de buscar o equilíbrio entre as emoções, o pensamento e as práticas.

 

 

 


Para Harold Bloom, o sujeito que pretende desenvolver a capacidade de formar opiniões críticas e chegar a avaliações pessoais necessita ler por iniciativa própria.  Não ler apenas por conveniência, mas, acima de tudo, ler por prazer, por desejo próprio de se divertir ou de conhecer algo.

 

 

Para construir significado ao ler, é fundamental ter constantes oportunidades de se enfronhar na cultura do escrito, de ir construindo expectativas acerca do que pode dizer neste ou naquele texto, de ir aumentando a competência linguística específica em relação à língua escrita...

 

 

Por esta razão que a professora Cláudia Marques, desde o princípio, faz com que seus alunos participem de situações de leitura e de escrita.  Ela coloca à disposição das crianças materiais escritos variados, lendo muitos e bons textos para que tenham oportunidade de conhecer diversos gêneros e possam fazer antecipações fundadas nesse conhecimento.

 

 

Durante o ano de 2012, os Escritores do Futuro produziram vários textos inspirados pelas leituras que fizeram. O que veremos a seguir são textos belíssimos, criativos e de muita sensibilidade produzidos pelos alunos da turma 1502.

 

 

 

 
O ato de ler e escrever deve ser concebido como processo de extrair e compor significados fundamentais para a plena formação do indivíduo. Ler significa ser questionado e por si mesmo, significa que certas respostas podem ser encontradas na escrita, significa poder ter acesso a essa escrita, significa construir uma resposta que integra parte das novas informações ao que já se é (Foucambert, 1994, p. 5).

 

 

 


A leitura e a escrita são meios de expressão, comunicação e organização do pensamento, num processo constante de construir, atribuir e compartilhar significados. Por intermédio da leitura e da escrita, ao mesmo tempo em que o indivíduo tem acesso ao conhecimento elaborado pela humanidade, ele contribui para esse mesmo acervo.

 

 

 

 



O que importa é  que a criança assuma e escute o eco de sua voz e aprenda que as palavras, inclusive as suas, podem fazer uma diferença no mundo. Percebam ainda que a escrita dá voz ao escritor. (Dietzsch; Silva, 1994).

 

 

Parabéns,  professora Cláudia Marques por estimular seus alunos para o ato da leitura, indicando a eles bons livros. Seu trabalho permite que as crianças entrem em contato com o mundo das letras e contribui para a formação de leitores  e escritores críticos.  É um orgulho tê-la na 6ª CRE!

 

 

Envie você também o seu projeto para ser publicado no Portal Rioeduca. Aproveite este espaço para divulgar o seu trabalho e trocar experiências com seus colegas. Nós somos  a seXta CRE!

 

 

Professora Patrícia Fernandes - Representante do Rioeduca na 6ª CRE

Twitter:@PatriciaGed

E-mail: pferreira@rioeduca.net

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 23/11/2012

Ler e Cantar na Educação Infantil

Tags: 3ªcre, riodeleitores, educaçãoinfantil.

 

 

A Educação Infantil é feita de música, leitura e fantasia. O EDI Padre Nelson Del Mônaco contemplou este três pilares em seu projeto Leitura desde cedo e... para sempre. Vamos conferir?

 

 

Aprender na Educação Infantil não pode passar longe da ludicidade, do jogo e da brincadeira. A fantasia ajuda a elaborar as ações do cotidiano e a inserir a criança no mundo real sem deixar a imaginação de lado. A música alegra e facilita a memorização e a leitura abre as portas do mundo de histórias que esperam por eles. Unir essas três ferramentas em um só projeto garante o prazer de aprender.
O Espaço de Desenvolvimento Infantil Padre Nelson Del Mônaco tem apenas dois anos de vida e já percebeu a importância de apresentar a leitura em voz alta desde a mais tenra idade. No primeiro semestre, as crianças ouviram histórias da turma da Mônica, lendas e parlendas e ficaram ligados nas ações da Rio+20. A inauguração da Sala de Leitura Maurício de Sousa foi o ponto alto deste período e cada sala de aula foi batizada com o nome de um de seus personagens.

 

 

 

 

 

 

 

No segundo semestre, depois de vôos em tapetes, galinhas e seus ovos de ouro, princesas e príncipes e até o Lobo Mau foram apresentados às turminhas. Em outubro, o destaque é o subprojeto Leitura através da Música. As cantigas de ninar, de roda e os jogos musicais se transformaram em livrinhos musicais. As crianças leram as canções e ilustraram em grandes livros que eles próprios podem folhear e reler. As cantigas tradicionais foram cantadas e dramatizadas e tornaram-se parte da rotina deles.

 

 

 

 

 

 


O trabalho continua. Está prevista a leitura crítica da fábula A Cigarra e A Formiga, uma ótima oportunidade para que os alunos soltem a sua imaginação. O EDI Padre Nelson Del Mônaco está iniciando sua vida pedagógica com a leitura como guia. Com certeza, o objetivo de que seus alunos “tornem-se cidadãos capazes de conviver socialmente de forma saudável“ tem tudo para ser atingido. O blog também é recém-nascido, mas já podemos conferir as atividades realizadas por eles. Acessem e conheçam o empenhado trabalho dessa equipe.

 

 

 

 

 

Contate-nos

 

angela.freitas@rioeduca.net

twitter @angeladario

facebook Angela Regina de Freitas

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share