A A A C
email
Retornando 1 resultado para a tag 'propaganda'

Segunda-feira, 30/09/2013

“Você Quer? Você Pode” – A Linguagem Figurada e os Efeitos de Sentido na Propaganda

Tags: blogsderioeducadores, educopédia, mídias, especialistas, funções da linguagem, propaganda.

O presente estudo procura apresentar meios linguísticos usados em textos de propagandas para persuadir o público, analisando de que maneira tais artifícios influenciam os consumidores.


Uma das principais características encontradas nos textos das propagandas é o uso de recursos como a forma verbal no modo imperativo e a linguagem coloquial através do uso do pronome “você”, com o intuito de fazer com que o texto se aproxime do leitor e chame ainda mais atenção do público.

 

“Chegou a nova linha de espumas de barbear Bozzano. Nova fórmula. Novas embalagens. Novo acionador. Novo você.” (Revista Caras, abril de 2010)

 

 

Sorria mais. Coma menos. Nutricé Slim Shots completa a sua dieta”. (Revista Caras, março de 2010)

 

Os textos de propagandas se utilizam de meios linguísticos através das funções de linguagem. Cada função apresenta sua característica própria, que é utilizada com a intenção de provocar no leitor um interesse maior pela mensagem. E, a partir da propaganda, mostrar ao leitor que aquele produto é melhor, que aquela marca é a mais considerada e de melhor qualidade no mercado. Por fim, fazê-lo adquirir o produto.

 

 

Iogurte Molico. Nada de gordura. Tudo de sabor”. (Revista Claudia, março de 2002)

 

 

Apesar de as propagandas utilizarem as funções da linguagem, principalmente a conativa e a poética, é importante ressaltar que todos os textos propagandísticos apresentam a mesma função apelativa sobre o público. O que destaca ainda mais a grande importância dessa função na veiculação dessas mensagens.

 


Analisando as propagandas, podem-se perceber os principais meios persuasivos encontrados nestes textos, para que eles alcancem seu principal objetivo, que é atingir o público. As propagandas só atingem tais objetivos devido ao uso das funções de linguagem, pois auxiliam na aproximação entre a mensagem e seu receptor.

 


Através da utilização dos meios linguísticos presentes nos textos propagandísticos, a mensagem torna-se mais atraente, facilitando a comunicação entre a propaganda e o seu público.
 

______________________________________________

Referências Bibliográficas:
CHALHUB, Samira. Funções da Linguagem. 11. ed. São Paulo: Ática, 2002.
CITELLI, Adilson. Linguagem e persuasão. São Paulo: Ática, 1985.
JAKOBSON, Roman. Linguística e comunicação. 17. ed. São Paulo: Cutrix, 2000.
SANDMANN, Antônio. A linguagem da Propaganda. 5. ed. São Paulo: Contexto, 2001.

 

 

Karine Cabral de Faria de Moraes é graduada em Língua Portuguesa pela Universidade Estácio de Sá, Especialista em Língua Portuguesa pela FEUC e professora de Língua Portuguesa na rede municipal de Educação do Rio de Janeiro.

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share