A A A C
email
Retornando 1 resultado para a tag 'alcoólica'

Sexta-feira, 25/08/2017

Dia Mundial de Prevenção e Conscientização da Síndrome Alcoólica Fetal – SAF

Tags: prevenção, síndrome, alcoólica.


PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO
SUBSECRETARIA DE ENSINO
COORDENADORIA DE EDUCAÇÃO

 

"O que é Síndrome Alcoólica Fetal ou SAF?” 

É uma doença congênita (de nascença) decorrente do consumo de bebida alcoólica pela mãe durante a gravidez. O feto, no útero, fica exposto ao álcool que passa, inteiramente, pela placenta, e age como substância tóxica no organismo ainda em formação. A criança poderá nascer dependendo da quantidade de álcool ingerida, da frequência e do período da gravidez em que houve o uso, com diversas má-formações e comprometimento do cérebro. Podem acontecer alterações: baixo peso e baixa estatura, dismorfias (alterações) orgânicas como microcefalia (cabeça pequena), queixo retraído (retrognatismo), olhos de menor tamanho (microftalmia).

Importante observar que o álcool etílico, presente em todas as bebidas alcoólicas, atravessa a barreira da placenta e penetra no feto diretamente pelo cordão umbilical. Desta forma, a taxa de álcool, no sangue do feto, é a mesma encontrada no sangue da mãe.


Como identificar ou fazer o diagnóstico?

O diagnóstico da SAF deve ser feito, exclusivamente, pelo médico. O tratamento (a orientação médica) deverá contar, sempre que possível, com a presença de uma equipe multidisciplinar (médico, psicólogo, psicopedagogo, entre outros).

Importante ressaltar que toda criança portadora de SAF, sempre apresenta melhora quando tratada e orientada por especialistas. 

E lembre-se que SAF é 100% previsível e, portanto, 100% evitável, basta que a gestante não faça ingestão de álcool.


Você é um multiplicador dessa ideia:


SAF: 100% EVITÁVEL

100% PREVISÍVEL

 

Programa - Campanha SAFBRASIL – 2017:


- 09/09 de 2017 (Sábado, 09 às 12h) - Ato Público na Quinta da Boa Vista pela manhã. Teremos transmissão via internet integrada com a Campanha de outros países. Diversas entidades sociais e públicas serão convidas a participarem.

Esperamos com isso, chamar a atenção para um simples e, ao mesmo tempo, complexo problema de Saúde Materno-Infantil que pode ser enormemente minimizado em termos de prevenção e promoção de saúde. Vale destacar a recomendação da ONU/OMS sobre estratégias de enfrentamento do Alcoolismo em muitos países incluindo o Brasil. 

 

Contamos com seu apoio e participação. 

                                                                     

Doutor José Mauro Braz de Lima
 


   
           



Yammer Share