A A A C
email
Retornando 17 resultados para a tag 'avaliação'

Segunda-feira, 13/03/2017

Resultado da Avaliação dos Coordenadores de CREs

Tags: edital, coordenadores, avaliação.

 

 

EDITAL SMEEL N.º 05, DE 10 DE MARÇO DE 2017. (PUBLICADO NO DO DE 13/03/2017)

Torna público, em consonância com o item 7 e subitem 9.4 do Edital SMEEL n.º 02, de 20 de fevereiro de 2017, o resultado da avaliação realizada pela Banca Técnica dos atuais ocupantes do Cargo Comissionado de Coordenador I das Coordenadorias Regionais de Educação da Secretaria Municipal de Educação, Esportes e Lazer da Cidade do Rio de Janeiro.

O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, ESPORTES E LAZER, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor e, tendo em vista as disposições contidas na Resolução SMEEL n.º 06, de 17 de fevereiro de 2017 e no item 7 e subitem 9.4 do Edital SMEEL n.º 02, de 20 de fevereiro de 2017, torna público o resultado da avaliação realizada pela Banca Técnica dos atuais ocupantes do Cargo Comissionado de Coordenador I das Coordenadorias Regionais de Educação da Secretaria Municipal de Educação, Esportes e Lazer da Cidade do Rio de Janeiro.


1. Resultado:

 

2. O candidato que discordar da avaliação da Banca Técnica, poderá, interpor recurso, conforme disposto nos subitens 7.1 e 9.5 do Edital SMEEL n.º 02, de 20 de fevereiro de 2017.

3. A apresentação do Plano de Gestão feita pelos Coordenadores relacionados neste Edital, a ser avaliada pelos Diretores das Unidades Escolares de suas respectivas E/CRE, conforme dispõe à alínea “c” do art. 9.º da Resolução SMEEL n.º 06, de 17 de fevereiro de 2017, será realizada no dia 20/03/2017, às 10h, em locais a serem divulgados em Edital próprio.

4. Este Edital entra em vigor na data de sua publicação.


Rio de Janeiro, 10 de março de 2017.
CESAR DE QUEIROZ BENJAMIN


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 21/02/2017

Processo de Avaliação dos Atuais Ocupantes do Cargo Comissionado de Coordenador I

Tags: do20, edital, coordenador, avaliação.

 

EDITAL SMEEL N.º 02, DE 20 DE FEVEREIRO DE 2017.

Dispõe sobre processo de avaliação dos atuais ocupantes do Cargo Comissionado de Coordenador I das Coordenadorias Regionais de Educação da Secretaria Municipal de Educação, Esportes e Lazer da Cidade do Rio de Janeiro.

 

O SECRETÁRIO MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, ESPORTES E LAZER, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor e, tendo em vista as disposições contidas na Resolução SMEEL n.º 06, de 17 de fevereiro de 2017, publicada no D.O. Rio n.º 229, de 20 de fevereiro de 2017, faz saber que será realizado processo de avaliação dos atuais ocupantes do Cargo Comissionado de Coordenador I das Coordenadorias Regionais de Educação da Secretaria Municipal de Educação, Esportes e Lazer da Cidade do Rio de Janeiro, consonante com as regras, fluxos e cronograma elencados neste Edital.

1. Os fluxos do processo de avaliação dos atuais ocupantes do Cargo Comissionado de Coordenador I das Coordenadorias Regionais de Educação da Secretaria Municipal de Educação, Esportes e Lazer da Cidade do Rio de Janeiro, seguirão o disposto no art. 9.º da Resolução SMEEL n.º 06, de 17 de fevereiro de 2017 e neste Edital.

2. Os ocupantes do cargo a que se reporta este Edital deverão entregar à Comissão Organizadora os documentos relacionados a seguir, de acordo com o cronograma constante do item 9:

2.1. Relatório de Gestão dos 4 (quatro) últimos anos;

2.2. Plano de Gestão impresso, consonante com as ações norteadoras da gestão do Coordenador Regional de Educação constantes do Anexo I da Resolução SMEEL n.º 06, de 17 de fevereiro de 2017, contendo: diagnose, objetivos, metas e indicadores, ações de curto, médio e longo prazos, previsão de recursos e mecanismos de aferição de resultados, conforme disposto na alínea “g” do art. 4.º da citada Resolução, que deverá conter, no máximo, 10 (dez) laudas digitadas em papel A4, em fonte Arial 12, com espaçamento 1,5 cm.

3. O ocupante de Cargo Comissionado de Coordenador I receberá comprovante referente à documentação entregue e de agendamento da data, horário e local para apresentação de seu Plano de Gestão à Banca Técnica.

4. Para apresentação do Plano de Gestão à Banca Técnica serão disponibilizados 30 (trinta) minutos, um computador e datashow.

5. Caberá à Banca Técnica avaliar o desempenho do ocupante do Cargo Comissionado de Coordenador I, atribuindo pontuação de 1 (um) a 5 (cinco) para cada item, cabendo a pontuação máxima quando o aspecto estiver plenamente atendido e deixando de pontuar se o aspecto não tiver sido atendido.

5.1. No cálculo da pontuação a ser conferida ao candidato pela Banca Técnica, considerar-se-á o somatório dos pontos atribuídos pelos respectivos membros, de forma individualizada, na análise de cada aspecto, desprezando-se, sempre, os extremos, ou seja, o maior e o menor números indicativos dos pontos atribuídos em cada item examinado.

6. Será considerado apto o Coordenador que obtiver, junto à Banca Técnica, o mínimo de 80% da pontuação total dos itens analisados, o que o habilitará para a etapa seguinte, que consiste na apresentação do Plano de Gestão a ser feita pelo Coordenador, com vista à avaliação que deverá ser realizada pelos Diretores das Unidades Escolares da E/CRE.

7. Será publicado em Diário Oficial, Edital com resultado da avaliação realizada nessa primeira etapa indicando, além da pontuação, os Coordenadores que foram considerados aptos à segunda etapa.

7.1. O candidato que discordar da avaliação da Banca Técnica, poderá, no prazo previsto em cronograma a ser publicado em Edital, interpor recurso, por intermédio de processo administrativo, dirigido à Comissão Recursal que, após exame, publicará o resultado em Diário Oficial.

8. Para aqueles considerados aptos, a data, local e horário concernentes a segunda etapa, serão divulgadas na forma prevista no subitem 9.4. deste Edital.

9. Cronograma:

9.1. Entrega do Relatório e do Plano de Gestão no Nível Central da SMEEL, na E/SUBG/CGG, sala 353, horário das 9h às 18h – 02 e 03/03/2017.

9.2. Análise do Plano de Gestão pela Banca Técnica – 06 e 07/03/2017.

9.3. Apresentação do Plano de Gestão feita pelo Coordenador, a ser avaliada pela Banca Técnica no Nível Central da SMEEL, na sala 326, horário das 9h às 17h, – 08/03/2017. A apresentação será realizada na forma a seguir:

a) E/1ªCRE – 9h
b) E/5ªCRE – 10h
c) E/6ªCRE – 11h
d) E/8ªCRE – 12h
e) E/9ªCRE – 14h
f) E/10ªCRE – 15h
g) E/11ªCRE – 16h

9.4. Publicação em D.O. Rio do resultado da avaliação realizada pela Banca Técnica – 13/03/2017.

9.5. Prazo para interposição de recurso – 14 e 15/03/2017. O recurso será formalizado em formulário próprio que acompanha este Edital a ser datado e assinado pelo Coordenador, com entrega no Nível Central da SMEEL, no Escritório de Monitoramento de Metas e Resultados, sala 336, horário das 9h às 18h. O Coordenador aguardará pela imediata formalização do processo, recebendo, assim, o comprovante de protocolo com o respectivo número.

9.6. Publicação no D.O. Rio do resultado do julgamento do recurso – 17/03/2017.

9.7. Apresentação do Plano de Gestão feita pelo Coordenador, a ser avaliada pelos Diretores das Unidades Escolares das respectivas E/CRE – 20/03/2017.

9.8. Publicação em D.O. Rio do resultado da avaliação realizada pelos Diretores das Unidades Escolares das respectivas E/CRE – 27/03/2017.

9.9. Publicação em Diário Oficial de Resolução SMEEL, referendando os Coordenadores Regionais de Educação que venham a ser considerados aptos – 03/04/2017.

10. Este Edital entra em vigor na data de sua publicação.


Rio de Janeiro, 20 de fevereiro de 2017.

CESAR DE QUEIROZ BENJAMIN

 

 

ACESSE AQUI O DOCUMENTO NA ÍNTEGRA E O FORMULÁRIO PARA RECURSO

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 24/10/2016

Calendário das Provas Bimestrais e Avaliações Externas

Tags: calendário, provas, avaliação, externa.

 

 

Circular E/SUBE nº 53
Rio de Janeiro, 19 de outubro de 2016.

Assunto: 1. Calendário de Provas do 4º Bimestre
                          2. Orientações sobre as Avaliações Externas

 


Senhor(a) Coordenador(a) de E/CRE,
Senhor(a) Assessor de Integração da E/CRE,
Senhor(a) Gerente de Educação da E/CRE,
Senhor(a) Diretor(a) de Unidade Escolar,

 

Comunicamos o Calendário de Provas do 4º bimestre, com alterações nas datas das Provas Bimestrais, e encaminhamos orientações sobre as Avaliações Externas a serem realizadas neste período, solicitando ampla divulgação a toda a comunidade escolar.

 

 

 

Links para os documentos

 

CIRCULAR SUBE 53 PROVAS DO 4º BIMESTRE E AVALIAÇÕES EXTERNAS 2016

 

CALENDÁRIO DE PROVAS DO 4º BIM E AVALIAÇÕES EXTERNAS 2016

 

 

 


                         


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 26/07/2016

Avaliação Nacional da Alfabetização - ANA

Tags: avaliação, nacional, alfabetização.

 

 

 

REPRESENTAÇÃO DA PREFEITURA DA CIDADE DO RIO DE JANEIRO EM BRASÍLIA
DOU Nº 141, Seção 1 de 25 de julho de 2016
Ministério da Educação

INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA

PORTARIA Nº 410, DE 22 DE JULHO DE 2016



O PRESIDENTE DO INSTITUTO NACIONAL DE ESTUDOS E PESQUISAS EDUCACIONAIS ANÍSIO TEIXEIRA - INEP, no exercício de suas atribuições, conforme estabelece os incisos I e VI, do art. 16, do Decreto nº 6.317, de 20 de dezembro de 2007, tendo em vista o disposto na Portaria MEC nº 369, de 5 de maio de 2016, na Portaria INEP nº 482, de 7 de junho de 2013, e na Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014, resolve:

Art. 1º Fica estabelecida, na forma desta Portaria, a estratégia para a realização da Avaliação Nacional da Alfabetização - ANA, no ano de 2016.

Parágrafo único - O Inep realizará a ANA 2016 em regime de colaboração com as Secretarias Estaduais, Municipais e Distrital de Educação.

Art. 2º Constituem objetivos específicos da ANA:

I - estimular a melhoria dos padrões de qualidade e equidade da educação brasileira;
II - subsidiar a elaboração de políticas educacionais para o ciclo de alfabetização;
III - aferir o nível de alfabetização e letramento em Língua Portuguesa e alfabetização em Matemática dos estudantes ao final do 3º ano do ensino fundamental, por meio de testes de leitura, escrita e matemática;
IV - produzir indicadores sobre o contexto em que se realiza o trabalho escolar.

Art. 3º Participarão da ANA 2016 todas as escolas públicas urbanas e rurais que possuam pelo menos 10 (dez) estudantes matriculados em turmas regulares do 3º ano do ensino fundamental organizado no regime de nove anos.

a) A população a ser avaliada será definida com base nas informações coletadas em caráter preliminar pelo Censo da Educação Básica 2016 até o dia 31 de agosto de 2016.
b) Não serão avaliadas as turmas Multisseriadas e as turmas de Correção de Fluxo.

Art. 4º A ANA 2016 será realizada no período de 14 a 25 de novembro de 2016 em todas as escolas do território nacional que cumpram o disposto no Art. 3º.

I - Em cada uma das turmas das escolas participantes, a aplicação da ANA 2016 terá duração de dois dias.
II - No primeiro dia, serão aplicados os testes de Leitura, com uma hora de duração, e de Escrita, com 30 minutos de duração.
III - No segundo dia, serão aplicados os testes de Matemática, com uma hora de duração.

Art. 5º A partir do dia 1º de outubro de 2016, as escolas participantes serão contatadas para agendamento da aplicação da ANA 2016.

Art. 6º Os estudantes com deficiência, transtornos globais ou específicos do desenvolvimento, síndromes ou outras necessidades especiais poderão participar da ANA 2016, desde que estejam devidamente registrados no Censo Escolar 2016 conforme estabelece o Art. 3º desta Portaria.

I - Todos os estudantes que se enquadrem no escopo do Art. 6º terão direito a tempo adicional de 20 minutos para cada um dos três testes a serem realizados.
II - Cada estudante com cegueira será atendido em sala exclusiva e a ele serão oferecidos:
a) Testes de Leitura, Escrita e Matemática adaptados em Braille;
b) Profissional ledor e transcritor;
c) CD com áudio para apoio aos testes.
III - Cada estudante com surdez será atendido em sala exclusiva e a ele serão oferecidos:
a) Testes de Leitura e de Escrita adaptados;
b) Teste de Matemática em Videolibras em DVD;
c) Profissional intérprete de Libras.
IV - Cada estudante com surdocegueira será atendido em sala exclusiva e a ele serão oferecidos:
a) Testes de Leitura, Escrita e Matemática adaptados em Braille;
b) Teste de Matemática em Videolibras em DVD;
c) CD com áudio para apoio aos testes;
d) Profissional Guia-intérprete.
V - Os estudantes com baixa visão receberão testes em formato ampliado e, sempre que possível, realizarão os testes na mesma sala de sua turma regular.
VI - Os estudantes que possuírem outras deficiências serão atendidos com recursos e profissionais oferecidos exclusivamente pela escola participante da avaliação.
VII - Sempre que a escola considerar necessário e desde que ela informe no agendamento da aplicação, os profissionais que rotineiramente acompanham os estudantes com deficiência poderão estar presentes durante a realização dos testes.

Art. 7º Devido às particularidades de seus projetos políticos pedagógicos, as escolas indígenas assim informadas no Censo da Educação Básica poderão optar por não participar da ANA 2016, desde que informem sua opção na ocasião de agendamento da aplicação.

Art. 8º Os resultados preliminares da ANA 2016 poderão ser acessados pelos diretores escolares em maio de 2017, por meio de sistema específico on-line, disponível no Portal do Inep.

Art. 9º O diretor escolar terá 15 dias consecutivos após a divulgação dos resultados preliminares para realizar a interposição de recursos junto ao Inep, em sistema específico on-line, disponível no Portal do Inep, apresentando as justificativas que fundamentam a solicitação.

a) Somente serão aceitos recursos encaminhados no prazo e na forma estabelecidos por esta Portaria.
b) O Inep analisará e emitirá resposta aos recursos no prazo de até 30 (trinta) dias após o término do prazo de interposição de recursos.

Art. 10º Em conformidade com o Art. 11, inciso I do § 1o da Lei n º 13.005, de 25 de junho de 2014, serão divulgados os resultados das escolas que cumprirem, cumulativamente, os seguintes critérios:

a) Registrar, no mínimo, 10 (dez) estudantes presentes no momento da avaliação.
b) Alcançar taxa de participação de, pelo menos, 80% (oitenta por cento) dos estudantes matriculados no 3º ano, conforme dados do Censo Escolar 2016.

Art. 11 Serão divulgados os resultados dos municípios que cumprirem, cumulativamente, os seguintes critérios:

a) Registrar, no mínimo, 10 (dez) estudantes presentes no momento da avaliação.
b) Alcançar taxa de participação de, pelo menos, 50% (cinquenta por cento) dos estudantes matriculados no 3º ano, conforme dados do Censo Escolar 2016.

Art. 12 Serão divulgados os resultados das Unidades da Federação que alcançarem taxa de participação de, pelo menos, 50% (cinquenta por cento) dos estudantes matriculados no 3º ano, conforme dados do Censo Escolar 2016.

Art. 13 Os resultados finais da ANA 2016 apresentarão a distribuição percentual dos estudantes em cada um dos níveis da escala de proficiência, por área do conhecimento, para escolas, municípios e estados, além de indicadores sobre as condições em que ocorre o trabalho pedagógico escolar.

Art. 14 Até agosto de 2017, todas as escolas que cumprirem o disposto no Art. 9º desta Portaria terão acesso a seus resultados finais por meio do Boletim da Escola, disponível no Portal do Inep.

Art. 15 Até agosto de 2017, todos os municípios que cumprirem o disposto no Art. 10 terão acesso aos seus resultados finais por meio do Painel Educacional do Município, disponível no Portal do Inep.

Art. 16 Até agosto de 2017, todos os Estados que cumprirem o disposto no Art. 11 terão acesso aos seus resultados finais por meio do Painel Educacional do Estado, disponível no Portal do Inep.

Art. 17 Após a publicação dos resultados finais, o Inep realizará reuniões de divulgação, na modalidade presencial ou à distância, com as equipes do Ministério da Educação, do Conselho Nacional de Educação e das Secretarias Estaduais e Municipais de Educação.

Art. 18 Até Novembro de 2017, o Inep realizará pelo menos uma Mesa Pública de Análise dos resultados finais da edição 2016.

Art. 19 Até dezembro de 2017, estarão disponíveis o Relatório e os Microdados da Avaliação.

Art. 20 Esta Portaria entra em vigor na data de sua publicação.


MARIA INÊS FINI

 

PORTARIA INEP Nº 410 ANA
 

 

 

 

                            

 

 

 

 


   
           



Yammer Share