A A A C
email
Retornando 140 resultados para a tag 'professor'

Segunda-feira, 12/11/2018

Uma entrega além dos muros da escola

Tags: dança, professores, gpec.

 

Uma entrega além dos muros da escola

 

 

Cerca de 80 professores da Rede Municipal de Ensino do Rio de Janeiro estão cada vez mais empenhados em oferecer o melhor para os seus alunos.

 

Prova disso que se entregaram, de corpo e alma, ao Seminário Movimentos em Rede, coordenado pela Gerência de Projetos de Extensão Curricular (GPEC) da Secretaria Municipal de Educação, cuja culminância aconteceu no Centro Coreográfico da Cidade do Rio de Janeiro, na Tijuca, no dia 3 de julho, das 9h às 17h.

 

Além disso, 15 professores exibiram toda sua arte e talento na abertura da Mostra de Dança com a coreografia SOMNES (mistura que surge de sono, insônia, som e solidão).

 

Com toda dedicação, assim como os demais que participaram de todo o processo, os professores Daniela Gaspar Soares, Sandra Moraes, Inglyd da Silva Sá, Karine Dull Sampaio Madureira Barbosa, Marcio Dias Pereira, Iara Ferreira Cortês, Poliani da Silva Pascouto Raphael, Liliana Durão D´Avila, Verônica Bazilio Terra Ferreira, Marcia Cristina da Silva Victor Gonçalves, Bruna Marques Ribeiro Gomes, Ronilson Silva Pires, Juliana Gomes Ferreira e Elisabete Pinheiro Costa subiram ao palco do Teatro Nelson Rodrigues, no Centro da Cidade, e apresentaram belo espetáculo mostrando a importância de se ter consciência corporal e aliá-lo à arte.

 

Alunos que estavam na plateia aplaudiram a apresentação.

 

De março a junho, todos os professores inscritos no projeto tiveram várias oficinas de dança no Centro Coreográfico.

 

Profissionais das artes como Claudia Petrina, Cosme Galindo, Veríssimo Junior, da GPEC, deram aulas.

 

Foram oferecidas oficinas da História da Dança e Danças Brasileiras, com Ana Paula Santiago e Mônica Ferreira Luquet; Dança do Ventre com objetos ministrada por Andréia Vieira da Costa e Claudia Suellen Teixeira, e Dança Afro Contemporâneo com Marcia Victor.

 

Também houve oficinas com Pedro Bárbara, da 5ª CRE, Juliana Manhães, Giselda Fernandes, Maria Elvira Machado e um convidado internacional: o bailarino Diego López.

 

A GPEC agradece toda dedicação e empenho dos professores que abraçaram este projeto e espera contar com todos no ano que vem! 

 

 

Texto enviado por:

Waleria Carvalho

E/SUBE/GPEC


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 26/10/2018

Mês do Professor: Destaque Diego Knack

Tags: professor destaque, mês do professor.

 

Em Outubro, o Rioeduca homenageou os professores destaques da Rede Municipal de Ensino do Rio de Janeiro. Uma postagem por semana durante todo o mês.


E pra fechar o mês com chave de ouro, hoje iremos conhecer um pouco sobre o professor de história Diego Knack!

 

 

 

 

Sou Diego Knack, tenho 28 anos e sou professor há 6. Desde 2013 leciono na Escola Municipal Anísio Teixeira, de forma que tenho um pouco daquele canto e naquele canto – espero – já haver alguma coisa de mim.

Já fiz de tudo um pouco. Trabalhei com propostas de inovação na escola, projetos transdisciplinares, concursos de redação, produção de curtas-metragens, debates a partir de filmes. Para estar entre meus alunos e dar aulas de história, me apropriei de desenhos, obras de arte, dança, teatro, música, literatura. E o principal: busquei me misturar a eles. Acredito que o professor acerta quando constrói sua autoridade no diálogo com os jovens. Quando, por meio do afeto, conquista o respeito. Esse, penso, é caminho primeiro para todas as aprendizagens que vêm depois. A escola é mais escola quando o aluno GOSTA de estar lá e se sente parte dela.

 

 

 

 

Considero que na educação do nosso século, temos importantes desafios e oportunidades. As grandes dificuldades ficam por conta das distâncias que por vezes se colocam entre a gente, as novidades tecnológicas que parecem que disputam com o conhecimento a atenção dos alunos, fora os impasses que, por vezes, colocam-se, visto que todos os problemas da sociedade estão, igualmente, nas salas de aula. Por outro lado, penso que os professores têm ferramentas únicas em suas mãos. 

 

Mesmo com todas as mudanças que ocorreram nas últimas décadas, a escola é central na vida de adolescentes e é espaço privilegiado da ensino-aprendizagem. Nas horas em que ficamos juntos no colégio podemos, juntos dos adolescentes, abrir janelas e portas para o futuro. Vislumbrar outros passos, alguns mais difíceis, mas que podem nos trazer a liberdade do conhecimento, uma das poucas coisas que não nos podem tirar.

 

 

 

 

Inspirado em ideias como essas, criei o projeto Histórias do Rio, em que levamos alunos para ter aulas de história em pontos de interesse da cidade do Rio de Janeiro. Recentemente, abracei também outro novo desafio: estar no comando de uma sala de leitura. Agora a palavra de ordem é estimular a leitura e o estar por entre os livros. Já fizemos um clube do livro, reativamos o cineclube da escola e fizemos atividades muito proveitosas.

 

Acredito profundamente no poder transformador das artes para a formação humana. Logo, elas sempre estiveram, e estarão, no cerne da minha prática pedagógica. Para mim, a boa educação não é aquela que ensina este ou aquele conteúdo. Mas a que agrega habilidades para a vida e, sobretudo, prepara para a felicidade. 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 23/10/2018

Programa de Saúde da Voz do Professor: Assista a Live!

Tags: saúde vocal, professor.

 

 

O Programa de Saúde da Voz do Professor informa que hoje, 23/10, às 17:30min acontecerá a terceira live entre a fonoaudióloga Márcia Metha e o Professor de Educação Física e Personal Michael Justino.

Durante a conversa os dois falarão sobre a relação estreita entre o condicionamento físico e condicionamento vocal. Será um assunto de grande utilidade para todos os profissionais da área de educação e os interessados no tema.

Acompanhe tudo na página do programa em www.facebook.com/programadesaudevocalrj


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 18/10/2018

Mês do Professor: Destaques José Marcos e Ana Beatriz

Tags: mês do professor, professor destaque.

 

Em Outubro, o Rioeduca homenageia os professores destaques da Rede Municipal de Ensino do Rio de Janeiro. Uma postagem por semana durante todo o mês. 

Não poderiamos deixar de conhecer o lindo trabalho do professor José Marcos De Assis Couto Junior e da professora Ana Beatriz Ramos de Souza!

 

 

 

José Marcos de Assis Couto Júnior

Meu nome é José Marcos de Assis Couto Júnior, ou só Júnior, como os alunos me conhecem. Formado em História pela UERJ/FFP, possuo Mestrado em Educação pela mesma universidade.


Tenho 34 anos e há quase dez leciono História na prefeitura do Rio de Janeiro. Neste período, passei por diversas unidades escolares (a maioria delas fazendo dupla regência) da Zona Oeste. Por sete anos estive lotado na Escola Municipal Abrahão Jabour, mas desde 2015, quando passei em um novo concurso de 40 horas, sou professor da E.M. Áttila Nunes e do CIEP Armindo Marcílio Doutel de Andrade, em Campo Grande.


Aqui em Realengo desenvolvi, com a professora Ana Beatriz Souza o projeto "As Caravanas, Limites da Visibilidade", premiado no último dia 01 de outubro como o melhor projeto do ano, no Prêmio Educador Nota 10.
 

Aproveito a musicalidade dos meninos e meninas e nas aulas de eletiva organizo grupos que compõem e executam canções nos Festivais da Canção das Escolas Municipais, o FECEM. Aqui, nos mobilizamos para comprar instrumentos, como uma bateria eletrônica, um contrabaixo e um cajon utilizado nas aapresentações.


Um fruto deste trabalho está no fato de que ganhamos, regionalmente, duas das últimas três edições do Festival.
 

 

 

Ana Beatriz Ramos de Souza

Me chamo Ana Beatriz Ramos de Souza, tenho 36 anos, estou há 12 anos na prefeitura do Rio De Janeiro, lecionando na mesma escola, a EM Áttila Nunes. Além dela, trabalhei por anos na rede particular de ensino e como professora substituta na rede federal, no IFRJ.


Licenciada em história pela faculdade de formação de professores da UERJ, continuei os estudos me tornando mestre e atualmente doutoranda também pela UERJ.


Leciono na Attila Nunes as disciplinas de história e estudo dirigido, onde podemos desenvolver trabalhos de acordo com a percepção da necessidade de cada turma. Atuo em turmas de 6°, 8° e 9° anos.


Sambista, adoro carnaval e busco levar para as crianças a riqueza da cultura popular brasileira. Tento sempre mostrar a necessidade dos alunos “tomarem as rédeas” de suas próprias vidas, rompendo barreiras e vencendo preconceitos.

 


   
           



Yammer Share