A A A C
email
Criado pela Secretaria Municipal de Educação, o projeto Rio, uma Cidade de Leitores tem por objetivo incentivar e fortalecer o hábito da leitura por prazer de alunos e professores da rede municipal de ensino.
Retornando 3 resultados para o mês de 'Julho de 2013'

Quinta-feira, 04/07/2013

Rio de Leitores na Festa Literária Internacional de Paraty - FLIP

 

O "Rio, uma Cidade de Leitores" será representado pela Coordenadora do Programa, Simone Monteiro de Araújo, que participará da Mesa: "A escola que queremos é uma escola de Leitores", sábado, dia 06/07, às 10h30min, na Casa da Cultura de Paraty. Além disso, os 14 professores da Rede Municipal de Educação, vencedores do concurso de resenhas e relatos de experiências da Biblioteca do Professor, receberam como prêmio uma viagem à FLIP e estarão presentes em diversas atividades, durante todo o evento.

 

 

 

 

O concurso de resenhas e relatos de experiências da Bilbioteca do Professor foi realizado pela Gerência de Mídia Educação da SME com os objetivos de divulgar o acervo da Biblioteca do Professor, estimular a leitura desses livros e propiciar a troca de experiências, a partir dos textos literários. Foram recebidos 43 resenhas e 4 relatos de experiência, sendo selecionados 10 resenhas e 2 relatos. De acordo com o regulamento, os 14 autores dos textos selecionados (entre relatos e resenhas) receberam, como prêmio, a participação na 11ª FLIP – Festa Literária Internacional de Paraty, que acontece até o dia 07 de julho de 2013 e é um dos principais festivais literários do mundo, com cerca de 200 eventos, entre palestras, debates, exposições, apresentações e encontros com autores.

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Postado por Martha Rocha Ver Comentários (1)

Segunda-feira, 01/07/2013

Escritores que Participam da Flip Participam de Debates na Penha

Nos dias 8 e 9 de julho, a Arena Carioca Dicró recebe autores que participam da Festa Literária Internacional de Paraty para um debate literário com os autores da Festa Literária Internacional das UPP´s, que acontece no fim do ano.

 

 

 

O irlandês John Banville, que veio ao Brasil para lançar seu 16º romance em Paraty, o Luz Antiga, é uma das atrações principais.

 

Outros nomes como Lydia Davis, Lila Azam Zanhaneh, Geoff Dyer, John Jeremiah Sullivan, Roberto Calasso e Malyka Booker, além de Volnei Canônica, Vera Saboya e Jorge Tucháua discutirão políticas de leitura no Brasil. Esta é a segunda edição da Flip-Flupp.

 

As reuniões serão abertas ao público e com entrada gratuita, acontecendo em quatro horários: às 14h, 15h30, 17h e 18h30. A primeira mesa será formada pelo jornalista, psicólogo e professor da UFF, Felipe Pena, o critico literário Vinicius Jatobá, e pelo vencedor da FLUPP Pensa de 2012, Rodrigo Santos, em um grande debate sobre a chamada nova literatura. Mais informações no site da Flupp.

 

Inscrições até 05/07, pelo e.mail smemidia@rioeduca.net.

Vagas limitadas.

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 01/07/2013

Maratona Escolar João Guimarães Rosa

Na última sexta-feira, em cerimônia na Academia Brasileira de Letras, foi aberta oficialmente a Maratona Escolar João Guimarães Rosa

 

Escolas, professores de 8º e 9º ano e Professores de Sala de Leitura, incentivem a participação de seus alunos.

 

Confiram o Regulamento



REGULAMENTO DA MARATONA ESCOLAR JOÃO GUIMARÃES ROSA

 

 

I - Do tema

 A Maratona Escolar João Guimarães Rosa promovida pela Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro em colaboração com a Academia Brasileira de Letras, será realizada mediante elaboração de texto escrito sobre o tema “A vida e a obra de João Guimarães Rosa”.

 II – Dos participantes

 O Concurso destina-se a alunos regularmente matriculados na Rede Municipal de Ensino do Rio de Janeiro, nos 8º e 9º anos do Ensino Fundamental, e na Educação de Jovens e Adultos, abrangendo as escolas de todas as CRE.

 

III – Do conteúdo e da forma

A redação será desenvolvida preferencialmente em prosa, contendo no máximo 30 linhas, podendo ser digitada (2100 caracteres) ou apresentada em manuscrito, com letra legível.
O trabalho entregue fora da especificação acima será desclassificado.


No rodapé do trabalho deverão constar os seguintes dados:


• Nome do aluno, ano e turma;
• Nome do professor orientador e da disciplina;
• Nome do diretor, da escola e da E/SUBE/CRE.

 

IV - Dos prazos, datas e locais

Lançamento na ABL – dia 28/06/2013 com a participação de representantes da SME, coordenadores das E/SUBE/CRE e CREJA, autoridades e acadêmicos.

 

1ª fase - de 05/08/13 a 20/08/13 – Palestras nas E/SUBE /CRE


2ª fase – 06/08/13 a 24/09/13– Produção textual nas escolas


3ª fase – 25/09/13 a 30/09/13 – Seleção nas escolas (cada escola seleciona 10 redações)


4ª fase - até 01/10/13 – Entrega dos trabalhos selecionados pelas escolas na E/SUBE /CRE

5ª fase – de 02/10/13 a 07/10/13 – Seleção nas E/SUBE /CRE


Até 08/10 – Envio dos trabalhos selecionados pelas E/SUBE /CRE à ESUBE/CED /GME


6ª fase – de 09/10/13 a 16/10/13 – Seleção na SME


7ª fase – dia 17/10/13 – Entrega dos trabalhos selecionados à ABL


8ª fase – de 18/10/13 a 24/10/13 – Seleção na Academia Brasileira de Letras


9ª fase – 25/10/13 – Divulgação do resultado


10ª fase – 08/11/13 (possivelmente) - Premiação na ABL

V - Da seleção

A seleção dos trabalhos se realizará em quatro etapas distintas, conforme calendário, através das comissões local, regional, municipal e final, composta por membros designados, como se segue:

• Comissão local – designada pelo diretor da escola, que selecionará os 10 (dez) melhores textos da sua escola e os encaminhará à E/SUBE/CRE .

• Comissão Regional – designada em cada E/SUBE/CRE/GED, que selecionará os 10 (dez) melhores textos de todas as escolas participantes de cada E/SUBE /CRE do Rio de Janeiro.

• Comissão Municipal – designada pela SME, que selecionará os 3 (três) melhores textos de cada E/SUBE /CRE, e 3 de alunos da EJA, totalizando 33 textos.

• Comissão Final da Academia Brasileira de Letras – designada pelo Presidente da Academia Brasileira de Letras, composta de 3 acadêmicos, selecionará os 6 (seis) melhores textos enviados pela Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, sendo 5 (cinco) do Ensino Fundamental e 01(um) da Educação de Jovens e Adultos.

VI – Da premiação

Serão premiados as escolas, os professores e os alunos dos melhores textos classificados no âmbito do Município do Rio de Janeiro.

VII - Dos prêmios

O Instituto Antares se responsabilizará pela organização de três tipos de kits de livros diferenciados para serem entregues de acordo com os ganhadores: alunos, professores e escolas.


VIII – Das disposições finais

• O direito sobre os trabalhos dos alunos passará a ser da Academia Brasileira de Letras;
• Não será permitida a revisão de classificação;
• Os casos omissos no regulamento serão resolvidos pela Secretaria Municipal de Educação em conjunto com a Academia Brasileira de Letras.

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share