A A A C
email
Retornando 88 resultados para o mês de 'Janeiro de 2012'

Segunda-feira, 23/01/2012

E.M. Leitão da Cunha - Os Melhores Anos de minha Vida Escolar

Tags: 2ªcre, entrevistas.

 

É com muito orgulho, que hoje relatamos algumas histórias de alunos da E.M. Leitão da Cunha que tiveram êxito na vida escolar.

 

As alunas Bruna Nicolly Caldeira Soares e Nátalie Louise Lopes Maia Nicol, cursaram o 5º ano do Ensino Fundamental na E.M. Leitão da Cunha e no final do ano letivo prestaram concurso para cursar o 6º ano do Ensino Fundamental no Colégio Pedro II.

 

Da esquerda para a direita: Bruna Nicolly, Diretora Nancy e Nátalie Louise

 

Bruna Nicolly foi aprovada em 14º lugar para a unidade Tijuca do Colégio Pedro II e Nátalie Louise foi aprovada na primeira fase do concurso e aguarda a reclassificação. Porém, em função de seu bom desempenho no concurso, Nátalie Louise ganhou bolsa de estudos em uma instituição particular.

 

Da esquerda para a direita: Bruna Nicolly e Nátalie Louise

 

As alunas participaram desta entrevista acompanhadas de suas mães.


A senhora Ireninha Caldeira Soares, mãe de Bruna Nicolly, nos contou que sua filha estuda na E.M. Leitão da Cunha desde a Educação Infantil e considera que a equipe desta unidade escolar é preparada e dedicada ao ensino dos alunos.


Bruna Nicolly ficou muito feliz por ter alcançado seu objetivo, pois a ideia de prestar concurso lhe foi apresentada por sua mãe e ao longo do ano teve o apoio da escola para que tudo desse certo. A aluna conta que se dedicou bastante durante as aulas na escola e em casa reservava um horário para estudar com material fornecido por professores e colegas.


“Estudar na E.M. Leitão da Cunha foram os melhores anos da minha vida escolar. Desejo que continue sendo uma escola de excelência”. – Bruna Nicolly
 

Bruna Nicolly e sua mãe Ireninha

 

Nátalie Louise foi incentivada por sua família a prestar concurso para escolas do 6º ano do Ensino Fundamental. Durante o ano dedicou-se a estudar para o concurso e teve o incentivo da escola e da família. Ela nos conta que está muito feliz e pretende continuar estudando.
A mãe de Nátalie Louise, a senhora Nilza Carla Lopes Maia, relata que sempre conversou com sua filha sobre a importância de dedicar-se aos estudos e escolheu a E.M. Leitão da Cunha porque teve boas referências da escola. Nilza Carla costuma participar das reuniões de responsáveis porque considera importante a parceria entre família e escola.


“Gostei muito de estudar aqui. É uma boa escola e temos que valorizá-la” – Nátalie Louise
 

Nátalie Louise e sua mãe Nilza Carla

 

Além das duas alunas que concluíram o 5º ano do Ensino Fundamental na E.M. Leitão da Cunha em 2011, uma ex-aluna da escola também teve êxito ao prestar concursos para colégios do Ensino Médio.


Lara Martina Gomes Cartier Cariné Ferreira, neta da diretora Nancy, concluiu o 5º ano na E.M. Leitão da Cunha e o 9º ano do Ensino Fundamental na E.M. Affonso Penna. Lara foi aprovada para cursar o Ensino Médio no NAVE ( Núcleo Avançado em Educação) e fará o Curso de Multimídias.


Lara nos conta que soube do NAVE desde que cursava o 6º ano, por isso dedicou-se em estudar para passar nas provas do concurso desta instituição de ensino.

 

Da esquerda para a direita: Diretora Nancy, Lara e sua mãe Ana Lucia

 

Meninas, parabéns pela conquista!  Muito sucesso na próxima etapa escolar.

Blog da escola http://leitaodacunha.blogspot.com/

 

Conheça outra publicação sobre a E.M. Leitão da Cunha aqui no Portal Rioeduca http://www.rioeduca.net/blogViews.php?id=1695

 

Envie também os relatos de sucesso de sua escola e participe do Portal Rioeduca.

Gostou desta publicação? Deixe um comentário!

 

Professora Renata Carvalho – Representante Rioeduca 2ª CRE
Twitter: @tatarcrj
Email: renata.carvalho@rioeduca.net



 

 

 

                                                                            

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 23/01/2012

Ler, um Prazer Singular

Tags: 4ªcre.

 


 

Entende-se que a leitura é um dos caminhos de inserção no mundo e da satisfação de necessidades do ser humano. Na criança esta leitura através dos sentidos revela um prazer singular; esses primeiros contatos propiciam à criança a descoberta do trabalho, motivam-na para a concretização do ato de ler o texto escrito. Com isso, a escola é fator fundamental na aquisição do hábito da leitura e formação do leitor. 

 

"A professora Marta Patrícia (carinhosamente chamada de Martinha por todos de nossa U.E.) já não trabalha mais em nossa escola, alçou novos vôos, mas deixou raízes entre nós. Ela é daquelas pessoas que mesmo longe se fazem presentes. Impossível não se lembrar de seu compromisso e ética sempre tão marcantes em seu fazer pedagógico. A meiguice e companheirismo também fazem parte de sua natureza e a classificam como um ser humano de primeira grandeza.

 

 


Nós da escola Cônego queremos agradecer à professora Marta Patrícia por tudo o que realizou enquanto esteve trabalhando entre nós. Seu trabalho na sala de leitura marcou pra sempre nossa escola. Sua curiosidade e busca constante por novas aprendizagens, sua preocupação em oferecer o melhor aos nossos alunos e professores foi algo que enriqueceu o nosso PPP e nos fez lembrar das palavras do nosso mestre Paulo Freire:

 

 


Somos gratos a você por nos incentivar a participar do projeto Poesia e por desenvolvê-lo com tanta alegria entre nós. Você conseguiu contagiar a todos em nossa escola e colhemos os frutos por dois anos consecutivos. Professores, alunos, direção e coordenação tiveram suas poesias publicadas, além de você é claro que foi inclusive homenageada em cerimônia na Acadêmica Brasileira de Letras. Mas seu trabalho não se resumiu somente ao Projeto Poesia e a empréstimo de livros. Lembramos bem das peças teatrais realizadas pelo Grêmio de nossa U.E. através de sua orientação. Peças estas, que contribuíram grandemente para que nosso PPP deslanchasse e também para que nossos alunos participassem ativamente do cotidiano de nossa escola. Desta forma, você nos mostrou que educação se faz com parceria, integração, compromisso e muita, mas muita vontade pedagógica. O que dizer das Maratonas de Histórias? Foi realmente gratificante ver toda nossa comunidade escolar envolvida. Até de bruxa você se vestiu, lembra?  E o projeto sobre o folclore? Os alunos saiam da Sala de Leitura com os olhinhos brilhando após assistirem os vídeos. 

 

 

 

Enfim, todos nós da Escola Municipal Cônego Fernandes Pinheiro gostaríamos de aproveitar este espaço para deixar registrado o quanto ter você entre nós foi importante e valioso para o crescimento da nossa escola.
Você foi um presente maravilhoso que recebemos de Deus e tudo o que é bom, precisamos compartilhar, por isso, não ficamos tristes por não estares mais trabalhando conosco. Estamos sim agradecidos à Deus por ter proporcionado nosso encontro. Com certeza deixou aqui exemplo amizade, companheirismo e de um profissional comprometido com uma educação de qualidade.

 

Gostaríamos que levasse de nós o amor, a amizade, a admiração e o desejo de que seja qual for a escola que estejas trabalhando, você possa ao sair deixar as marcas que deixou em nós." Texto gentilmente enviado por: Equipe da E.M. Cônego Fernandes Pinheiro 

 

Professor, o Rioeduca.net aguarda o envio dos seus trabalhos! Para você que é da 4ª CRE envie para anaaccioly@rioeduca.net

 

 

                                              

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 23/01/2012

Encontro da Gerência de Educação Infantil com Diretores da 1ª CRE

Tags: 1ªcre, eventos.

 

 

A Gerência de Educação Infantil (GEI) realizou encontro com todas as direções de Creches, EDIs e Escolas que têm turmas de Educação Infantil e Pré-Escola. Dia 18 de janeiro foi a vez da Primeira Coordenadoria de Educação.

 

 

O Encontro aconteceu no auditório do CASS, no prédio da prefeitura do Rio. Logo que chegamos, após o coffe break, a equipe da GEI convidou  os professores presentes para uma dinâmica diferente: Todos deveriam ficar em pé e fazer uma massagem no ombro do colega à sua frente. Ela disse que ali deveríamos fechar nossos olhos, fazer uma reflexão sobre coisas boas, e passar essa energia para o professor a quem tocávamos. Como a Professora pontuou, era uma gentileza, uma troca boa, um presente que nada custava, mas que fazia um bem enorme! 

 

 

 "Começa o Começo pra mim?"

 

 

A Gerente de Educação Infantil, Professora Simone de Jesus Souza, recebeu os diretores com o sorriso e carinho de sempre. Mesmo chegando de uma maratona de encontros com escolas, ela não perdeu o dom do acolhimento, e nos levou em pensamento aos nossos dias de trabalho com as crianças pequenas. Simone pediu que nos lembrássemos de qual fruta do cardápio as crianças costumam gostar mais, e que normalmente traz uma mudança perceptível na rotina da creche. Logo adivinharam: a tangerina.

 

Simone de Jesus Souza, Gerente de Educação Infantil

 

A Gerente traçou um paralelo da tangerina com o início do trabalho nas escolas no novo ano letivo. Ela nos lembrou como as crianças  ficam animadas quando percebem que a sobremesa do dia é a tangerina. O aroma delicioso, o gosto peculiar, a dificuldade para descascar a fruta, tudo se torna uma grande alegria! Para os pequeninos, descascar é difícil, então eles pedem ajuda a seus professores: “ Começa o começo! Faz o furinho no meio pra mim?” Foi desta forma, que Simone de Jesus  se colocou para todos os diretores presentes. Ela se colocou à disposição para ajudar a "começar o começo”, a fazer o furinho no meio da tangerina, a auxiliar no momento dos desafios! Simone nos lembrou que somos parte de uma equipe e que caminhamos  de braços dados com um só objetivo: Educação de qualidade e o bem estar dos nossos pequenos.

 

Antes de entregar a fala para professora Beth, Simone perguntou: “Vocês querem começar o comecinho comigo?”  Em uma só voz, os professores responderam: SIM!

 

As professoras Beth e Kátia passaram um vídeo e um slide sobre  o dia a dia na creche. A conversa  foi sobre planejamento e flexibilidade, a importância da administração responsável, o poder tranformador e multiplicador da intencionalidade pedagógica, os benefícios de ter a família de nossas crianças como parceiras, e finalmente de podermos contar uns com os outros, como integrantes de um time, de uma equipe de sucesso!

 

Professora Beth, da Equipe da Gerência de Educação Infantil conversando com os Gestores.

 

 A professora Beth destacou que todos os planejamentos, reuniões, conselhos têm como razão principal as nossas crianças. Elas são o futuro de nossa cidade, de nossa nação, e nossa responsabilidade com elas é muito grande. Beth lembrou que somos nós, Professores de Educação Infantil, que muitas vezes vemos o primeiro passinho da criança, suas primeiras palavras, e presenciamos diariamente seu desenvolvimento. Portanto, devemos a ela o nosso melhor trabalho , a nossa maior dedicação, o  cuidar responsável  e o nosso amor.

 

O Rioeduca parabeniza a professora Simone e toda equipe da Gerencia de Educação Infantil pelo carinho, incentivo e garra neste trabalho belo, desafiante e transformador. Também desejamos a todas os gestores, coordenadores, professores, agentes auxiliares de creche e recreadores um ano de sucesso e muitas alegrias.

 

Contem sempre com a Equipe de Representantes  Rioeduca para divulgar

e compartilhar o sucesso de suas escolas, creches e EDIs!

 

Para saber as novidades da Educação Infantil, clique na figura abaixo e acesse o blog rioeducainfancia.

 

 

Professor, conte para o Rioeduca os seus projetos para 2012.

Será uma honra compartilhar com nossos amigos leitores.


Envie email para ruteferreira@rioeduca.net
 

 

 

                                                                            

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 23/01/2012

A importância da autoestima no processo de aprendizagem

Tags: educaçãonotadez.

 

Sou professor I de Língua Portuguesa e participo de uma revolução na qualidade da educação pública da cidade do Rio de Janeiro, com o trabalho na turma do Projeto Realfabetização 2a – Ponto de Partida

Decidi relatar algumas práticas pedagógicas desta turma, pois um grandioso desafio foi-me dado: auxiliar alunos com defasagem de idade/série a adquirir as habilidades básicas de leitura e escrita

 

No início do ano letivo, percebia-se um verdadeiro caos na sala de aula. Alunos desmotivados, sem apresentar o menor hábito em realizar as atividades propostas pelo professor. O desrespeito era total. Nada era compreendido ou acordado. Possíveis causas: anos de exclusão dentro das próprias salas de aula, revolta, sentimento de fracasso. Uma das primeiras propostas de trabalho em grupo com Material Dourado foi desesperador. Muitas brigas e desorganização. Saí frustrado da escola, pensando em desistir. No entanto, quando me lembrava dos muitos ensinamentos de Paulo Freire, um novo ânimo tomava conta dos meus pensamentos, fazendo-me acreditar que eu era uma das peças fundamentais para o sucesso (ou o insucesso) de cada um que estava sob meus cuidados. (continue lendo o texto do professor Mario Sergio Mangabeira no Educação Nota DEZ)

 

(Professor Mario Sergio Mangabeira)

 

                                                                            

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


 


   
           



Yammer Share