A A A C
email
Retornando 19 resultados para o mês de 'Janeiro de 2015'

Quarta-feira, 14/01/2015

Informativo Multírio - 14 de janeiro

Tags: informativomultirio.

 

Multirio Web Rádio
Multirio

Praia Vermelha de 1966 é revisitada em Rio Raro

A produção faz uma viagem no tempo e no espaço para mostrar como era o ponto turístico, localizado no bairro da Urca, há mais de quatro décadas. A série de interprogramas passeia pelo passado, com arquivos audiovisuais antigos embalados pelo ritmo carioca do choro, surgido no século XIX. Rio Raro traz também informações sobre o local apresentado e o contexto histórico da área. A partir das imagens, as novas gerações podem conhecer um pouco da história da Praia Vermelha e perceber as transformações pelas quais a Urca passou ao longo dos anos. A produção faz parte da programação especial da MultiRio para o aniversário de 450 anos da cidade, celebrado em 1º de março de 2015. Rio Raro vai ao ar na sexta-feira (16), às 14h25, na BandRio, e no sábado (17), às 11h30, no canal 26 da NET.

 

Ensaios Sobre a Não Violência já está disponível na Videoteca

A série completa pode ser assistida a qualquer hora, em qualquer lugar, no Portal MultiRio. Com apresentação do ator e diretor Ernesto Piccolo, o programa busca refletir sobre os tipos de conflito que ocorrem no ambiente escolar. Formada por alunos, pais, educadores e especialistas, a plateia encena esquetes em que cada pessoa interpreta papéis diferentes daqueles que exerce na vida real, debatendo, posteriormente, sobre os caminhos possíveis para atingir o objetivo desejado. A série trata de temas como bullying, preconceito, indisciplina e agressividade na Educação Infantil, entre outros. Para acompanhar os episódios de Ensaios Sobre a Não Violência, não é preciso ter cadastro, basta acessar a Videoteca (www.multirio.rj.gov.br/videoteca).

 

E mais:

Nesta semana, não perca as novidades do Portal MultiRio! Em destaque: o patrimônio cultural do centro do Rio, onde uma viagem aos períodos colonial, imperial e republicano está ao alcance de uma boa caminhada. Mergulhe, também, na história do bairro da Penha, terra de fé e de musicalidade, berço de bambas do choro e do samba. Conheça seis aplicativos que podem tornar o seu verão mais leve, saudável e divertido. E ainda: saiba sobre a vida de Castro Maya, o empresário apaixonado por arte que ajudou a impulsionar o modernismo brasileiro e, hoje, dá nome a um Ciep da 9ª CRE, em Inhoaíba. Educação, cultura e informação – tudo isso em: www.multirio.rj.gov.br.

 

Siga-nos no Twitter

A MultiRio não tem um perfil oficial no Facebook. Informações sobre a Empresa você encontra no Portal MultiRio e na nossa página no Twitter. Se você já faz parte desta rede social, seja um seguidor: twitter.com/multirio.

RIO PREFEITURA | EDUCAÇÂO |
MULTIRIO Secretaria Municipal de Educação
MultiRio - Empresa Municipal de Multimeios

Para não receber mais este informativo,
envie e-mail para multiriocomunica@multirio.rio.rj.gov.br.
Tel: 1746/Fora RJ: (21) 3460-1746 • ouvidoria multirio@rio.rj.gov.br

 

Siga-nos no
Twitter Portal
Multirio

 

 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 09/01/2015

Professores das Salas de Leituras Polos e Satélites - 5ª CRE

Tags: 5ªcre, saladeleitura.

 

Encontros extremamente importantes no ano de 2014 marcaram este seleto grupo de professores, os regentes de turma das Salas de Leitura Polos e Satélites da 5ª CRE, que ficará na memória como um grupo de transformação, comprometimento e multiplicação da leitura, objetivando o programa Rio Cidade de Leitores.

 


Entre o final do mês de novembro e dezembro, aconteceram os encontros finais das três Salas de Leitura Polos da 5ª Coordenadoria Regional de Educação: Escola Municipal França, Escola Municipal Mario Paulo de Brito e Escola Municipal Mozart Lago.

A descontração, a alegria e o comprometimento se fizeram presentes através das Salas de Leitura Satélites, representada por seus professores.


A culminância desses encontros aconteceu na Escola Municipal Albert Sabin em 8 de dezembro, quando foi reafirmado que as Salas de Leituras têm como base a promoção e o incentivo da leitura literária, e isso é fantástico!

 


Centro de Estudo Final da Sala de Leitura Polo da Escola Municipal França


Responsável pela Sala de Leitura Polo da Escola Municipal França, a professora Ruth Macedo nos revela que os encontros são geralmente realizados todos os meses logo após a reunião com a Mídia Educação. Nessas reuniões, a prioridade é o repasse de informações recebidas da SME Mídia. Também procuram atender, dentro do possível, as necessidades das Salas de Leitura Satélites quanto à organização do acervo, orientações básicas para as realizações das atividades diárias, estímulos à participação em concursos literários, eventos que estimulem os alunos e promovam a leitura literária e a formação de leitores nas Unidades Escolares.


“Vale a pena ressaltar que a Sala de Leitura Polo também realiza atividades dentro da própria Escola em que está inserida, contribuindo também com os centros de estudos dos professores, substituindo professores licenciados, realizando empréstimos e demais ações literárias. Conto com a parceria da professora Liliana Secron e da bibliotecária Leila Duarte, o que é um privilégio!”, finaliza a professora Ruth Macedo.

 

Secretária de Educação Helena Bomeny, Lilian Secron e Ruth Macedo na entrega do Prêmio Escola de Leitores.

 


Centro de Estudo Final da Sala de Leitura Polo da Escola Municipal Mário Paulo de Brito

 

Responsáveis pela Sala de Leitura Polo da Escola Municipal Mario Paulo de Brito, a professora Inês Rocha, a professora Leila Borba e a Bibliotecária Elizabeth Brandão realizam um trabalho para lá de especial. 

A professora Inês Rocha nos relata como foi o último centro de estudos realizado com as Salas de Leitura Satélites pela Sala de Leitura Polo Mário Paulo de Brito, que aconteceu no final do mês de novembro na Escola Municipal José do Patrocínio.


“O encontro teve início com acolhida da professora Luciane de Assis, regente da Sala de Leitura, que apresentou um pouco do seu trabalho com seus alunos (participação de Oficinas, Rodas de Leitura, Cineclube, Encontro com o Autor, parceria com a Biblioteca Municipal de Irajá), em seguida a professora Ivanise Meyer, regente da Sala de Leitura do EDI José Alpoim, apresentou seu projeto sobre Monteiro Lobato”.


A professora Sheila Maria, da Escola Municipal Mendes Viana, contou sobre o projeto desenvolvido com os alunos leitores que, após as leituras, faziam comentários e, a partir daí, confeccionaram o livro “Diário do Leitor” que culminou com uma manhã de autógrafos.


A professora Jane Nunes, da Escola Municipal Almirante Newton Braga de Faria, falou sobre o curso que fez através do Instituto Helena Antipoff sobre Educação Inclusiva e da importância de todos conhecerem o trabalho que a Instituição faz para atender as diferentes necessidades especiais dos alunos da rede.

Para finalizar o encontro, os professores participaram de uma dinâmica, usando a leitura do texto "Semear", registrando oral e verbalmente uma síntese do trabalho deste ano e o que desejavam para o próximo ano. Ao final, foi feita a avaliação do encontro com os professores registrando o trabalho deste ano na Sala de Leitura, suas alegrias, dificuldades, o que foi feito e que não conseguiram realizar.

 

Professoras no encontro final na Sala de Leitura Polo, E. M. Mário Paulo de Brito.

 


Centro de Estudo Final da Sala de Leitura Polo da Escola Municipal Mozart Lago


Responsável pela Sala de Leitura Polo na Escola Municipal Mozart Lago, a professora Vera Gomes, junto à professora Gleide Kehde, conta como foi o ano do trabalho que aconteceu na Mozart e das Salas de Leituras Satélites, onde o quadro é composto por 34 escolas satélites.


“Sinto-me privilegiada de estar à frente, com a professora Gleide, desse grupo de professores que fazem parte das escolas satélites do Polo II, pela competência, responsabilidade, comprometimento, pelo amor que se dedicam ao trabalho e também pelo amor a leitura”.


E continua: “As Salas de Leitura Polo têm como uma de suas atribuições a multiplicação do programa Rio Cidade de Leitores. Os centros de estudos com as escolas satélites acontecem após encontro com a mídia e GED, onde recebemos orientações, informações e capacitação em Usina de Oficinas para desdobramento. Nossos encontros são mensais e são feitos nas escolas que atendemos, nas quais temos a oportunidade de visitar e conhecer o trabalho desenvolvido. Nos centros de estudos, além das informações passadas relatamos experiências, fazemos oficina, dinâmica, rodas de leitura e divulgamos o acervo recebido”.

 

Professoras no encontro final, na Sala de Leitura Polo, E. M. Mozart Lago.

 


Encontro Final das Salas de Leituras Polos da 5ª CRE e suas Satélites


O último encontro se deu na Escola Municipal Albert Sabin, onde momentos importantes aconteceram levando os professores a contemplarem um pouco do que foi realizado durante o ano.

 

Alunos da Escola Municipal Mario Paulo de Brito apresentaram uma linda dança feita em homenagem ao poeta Iberê Camargo, sob a orientação do professor Pedro Bárbara.

 

Outro momento marcante foi o dos pequenos músicos da Escola Municipal Sílvio Romero, que se apresentaram com violino, flauta e violão, sob a orientação do professor Antônio Carlos.

 

 

Finalizado o ano letivo, um merecido descanso aos professores que se dedicam 200 dias letivos aos seus alunos com alegria, entusiasmo, paixão, visão de futuro e muita vontade de acertar!

 

Parabéns a este fantástico grupo que não se cansa de mostrar ao mundo, especialmente ao Rio de Janeiro, seus projetos e atividades, tão bem representados pelos incansáveis professores responsáveis pelas Salas de Leitura Satélites e as respectivas Salas de Leitura Polos.

 

 


Feliz 2015!!!


 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 07/01/2015

O Ensino de Inglês na E.M. Medeiros e Albuquerque

 

 

 

 Em clima de diversão e descontração mas com muita comunicação e aplicando noções de responsabilidade ambiental, alunos da Escola Municipal Medeiros e Albuquerque vivenciam a Língua Inglesa de forma lúdica e divertida.

Vamos conhecer um pouco desse trabalho.

 

 

Vamos conhecer um pouco da escola e seu Patrono...

 

 

A história da nossa escola começa na data de 21 de novembro de 1936, quando foi fundada. Ela recebeu o nome de Medeiros e Albuquerque em homenagem a Joaquim de Campos da Costa de Medeiros e Albuquerque. Ele nasceu em 04 de setembro de 1867, na cidade de Recife, no estado de Pernambuco.

Aluno do Colégio Pedro II ,Medeiros e Albuquerque sempre lutou contra a monarquia. Foi Secretário do Ministro do Interior, Deputado Federal entre 1894 e 1896 e participou da Reforma do Ensino. Também foi um dos fundadores da Academia Brasileira de Letras. Exerceu sempre o jornalismo e fundou o jornal "A Folha".

Também foi o autor da letra do hino da Proclamação da República.

Faleceu em 9 de junho de 1934, no Rio de Janeiro.
Se você quiser saber um mais pouquinho a riqueza e diversidade dos trabalhos de Joaquim de Campos da Costa de Medeiros e Albuquerque,pesquise na INTERNET.

 

O Ensino de Inglês na Escola Municipal Medeiros e Albuquerque

 

Há algum tempo , o município do rio adotou a abordagem comunicativa para o ensino de língua inglesa. De acordo essa abordagem, a comunicação e a interação têm papel de destaque uma vez que o aluno deve vivenciar a língua.

Portanto, os projetos realizados em sala de aula têm papel fundamental já que tornam os conteúdos memoráveis para os alunos.

 

 

O projeto a seguir, envolveu as turmas de 5º ano e foi desenvolvido a fim de que os alunos pudessem praticar o vocabulário das "partes da casa" em inglês.

 

 

Eles fizeram maquetes reciclando materiais que seriam descartados . Tudo aconteceu em clima de muita diversão e descontração.

 

 

Parabéns aos alunos e professores envolvidos.

 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 07/01/2015

Informativo Multírio - 07 de janeiro

Tags: informativomultirio.

 

Multirio Web Rádio
Multirio

Cidade de Leitores celebra os 450 anos do Rio

Leila Richers conversa com o jornalista Pedro Doria, autor do livro 1565 – Enquanto o Brasil Nascia: a Aventura de Portugueses, Franceses, Índios e Negros na Fundação do País. A obra reconta o processo de fundação e desenvolvimento da cidade com foco nos fatos, personagens, motivações e ações que a construíram. O programa recebe, ainda, o fotógrafo paulista Roberto Rosa, que fala sobre o seu livro Rio, compilação de 111 fotos de um total de mais de dez mil cliques feitos ao longo de três anos. Rosa retrata aspectos típicos da cidade e de seus habitantes, como alegria, descontração e intimidade com um cenário deslumbrante. Cidade de Leitores vai ar na quinta-feira (8), às 14h, na BandRio e no sábado (10), às 9h, no canal 26 da NET.

 

Sustentabilidade em pauta

A nova série de documentários Rio Resiliente aborda a importância de se adaptar e preparar a cidade para as mudanças climáticas. No primeiro episódio, o ambientalista e economista Sérgio Besserman Viana explica as circunstâncias envolvidas nos desastres naturais que afetam o mundo todo. Ele ainda destaca a importância dos ecossistemas na preservação da defesa das metrópoles. O programa também ouve meteorologistas e outros profissionais para esclarecer os desafios do Rio para se tornar completamente resiliente. Rio Resiliente vai ao ar nesta sexta-feira (09), às 13h15, na BandRio, e no sábado (10), às 19h45.

 

O Rio e sua herança musical

Chiquinha Gonzaga, Baden Powell, Mário Lago, Paulo da Portela, João Donato, Zé Keti, João Roberto Kelly estão entre os ícones da MPB homenageados em Pequenos Notáveis, produção da MultiRio que celebra os 450 anos do Rio a partir de janeiro. A cantora Joyce Moreno e o músico Alfredo Del-Penho, apresentadores do programa, intercalam música e dramaturgia para apresentar a trajetória de artistas cujas histórias se confundem com a da cidade.  A série é dirigida por Eduardo Goldenstein. Com 10 episódios, a nova temporada de Pequenos Notáveis estreia no sábado (10), às 19h, no canal 26 da NET.

 

E mais:

Nesta semana, não perca as novidades do Portal MultiRio! No ritmo das comemorações pelos 450 anos do Rio, conheça a história do Corredor Cultural e sua importância para a preservação da memória da cidade. Dando continuidade à série Matrizes Negras do Rio, saiba mais sobre a presença dos escravos moçambicanos em solo carioca. Faça, também, um passeio pelo Beco das Garrafas, o berço da bossa nova que foi declarado Patrimônio Cultural Carioca. Ainda: confira a homenagem do Portal MultiRio a Anna Amélia de Queiroz Carneiro de Mendonça, a poetisa apaixonada por futebol que movimentou a vida cultural da cidade, atuou em movimentos de defesa dos direitos da mulher e, hoje, dá nome a uma escola municipal de Bangu. Educação, cultura e informação – tudo isso em: www.multirio.rj.gov.br.

 

Siga-nos no Twitter

A MultiRio não tem um perfil oficial no Facebook. Informações sobre a Empresa você encontra no Portal MultiRio e na nossa página no Twitter. Se você já faz parte desta rede social, seja um seguidor: twitter.com/multirio.

RIO PREFEITURA | EDUCAÇÂO |
MULTIRIO Secretaria Municipal de Educação
MultiRio - Empresa Municipal de Multimeios

Para não receber mais este informativo,
envie e-mail para multiriocomunica@multirio.rio.rj.gov.br.
Tel: 1746/Fora RJ: (21) 3460-1746 • ouvidoria multirio@rio.rj.gov.br

 

Siga-nos no
Twitter Portal
Multirio

 

 

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share