A A A C
email
Retornando 97 resultados para o mês de 'Outubro de 2011'

Quinta-feira, 20/10/2011

Josefa - Orgulho do Caju Inteiro

Tags: 1ªcre, homenagem, diadoprofessor, aac, creches.

 

 

Nesta semana, o Rioeduca.net homenageia professores que estão fazendo a diferença na Educação Carioca, são educadores que se destacam pela qualidade e dedicação neste trabalho.

 

Há professores que ganham asas e mesmo em vida, transformam-se em anjos. Eles têm o dom de tocar, marcar a vida das pessoas com quem conversam, ensinam e convivem .. .

 

Na semana  do Professor, escolhemos contar a história de Josefa, que trabalha há mais de quinze anos na Educação de crianças pequenas.

 

 

Dona Josefa é uma senhora de baixa estatura, cabelos curtos e olhos brilhantes. Sua voz é terna, e mesmo quando a vida surpreende com seus desafios, ela mantém o sorriso, a confiança e a fé.

 

Josefa começou o trabalho na Creche Municipal Sempre Vida Parque da Conquista, no Caju em 1996. Na época, as creches pertenciam à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, e ela iniciou o trabalho como agente de limpeza da unidade, contratada pela Federação Das Mulheres do Rio de Janeiro  .Sempre cuidadosa, não esquecia nenhum cantinho sujo, queria o melhor lugar para as crianças do  bairro do Caju.

 

Habilidosa, caprichosa e eficiente, Josefa passou da limpeza para a cozinha, e os alimentos que cozinhava deviam ter pitadas de amor, pois as crianças comiam até não sobrar nada! No entanto, dona Josefa queria mais do que estar na cozinha e na limpeza, por isso, mesmo depois de um longo dia de trabalho, dava um beijo na filha ainda pequena e seguia para a escola, terminar seus estudos.

 

A persistência de Josefa, sua garra e compromisso ultrapassaram os imensos desafios do cotidiano, e com satisfação comemorou a conclusão do Ensino Médio.

 

Os anos passaram e  Josefa ficava cada vez mais conhecida pela qualidade de seu trabalho e entusiasmo na Educação. Já com escolaridade e experiência, ela passou a ser recreadora da creche. Ela não estava mais na limpeza, mas com contato direto com os pequenos matriculados na instituição. Sua paixão pela Educação da Primeira Infância delineava seus objetivos. Ela ansiava por aprender cada vez mais , pois viu desabrochar em seu coração o amor pela Educação.

 

Em 2008,  Josefa foi desafiada por sua determinação: Foi anunciado o Concurso Público  para Agente Auxiliar de Creche. Ela entendeu que aquela era a oportunidade  para  entrar definitivamente no mundo da Educação. Contudo, esta não foi uma tarefa fácil.  Muitas pessoas tentaram desanimá-la, fazer com que desistisse da idéia, Diziam que  não tinha mais idade pra concurso, nem pra cuidar de crianças pois  tinha 57 anos de idade. Porém, revestida pela sabedoria e pela liberdade de escolha, Josefa se inscreveu no concurso, passou noites estudando e foi APROVADA para  o cargo de Agente Auxiliar de Creche .

 

No entanto a emoção no dia da perícia médica, última fase do concurso, foi tão intensa que a pressão arterial de Josefa assustou os médicos. Ela foi considerada inapta para o cargo. Mas quem disse que Josefa se deu por vencida? Contra tudo e todos, ela entrou com recurso, e após uma série de consultas médicas, exames, resultados positivos e muita apreensão, os peritos a consideraram apta. Definitivamente, ela agora era uma profissional da Educação. Orgulhosa, Josefa escolheu a Creche do coração para continuar trabalhando. Ela sabia, que nada a deteria para se tornar cada vez mais, uma melhor educadora!

 

 

Após um tempo na dedicação de seu ofício como AAC, Josefa iniciou o Pró Infantil, curso em nível médio, na modalidade Normal que se destina a profissionais que atuam em sala de aula da Educação Infantil. O curso, tem o objetivo de valorizar o magistério e oferecer condições de crescimento ao profissional que atua na educação infantil. Ao concluí-lo o cursista é capaz de dominar os instrumentos necessários para o desempenho de suas funções e desenvolver metodologias e estratégias de intervenção pedagógicas adequadas às crianças pequenas.

 

 

Muitos acharam um absurdo o fato de Josefa estudar aos sábados,  recessos, além de investir horas da sua noite com livros e tarefas. Mais uma vez , Josefa olhou somente para seus objetivos e ouviu a voz do seu coração. Seu desejo em melhorar o atendimento às crianças com que trabalhava era mais forte que a opinião das pessoas. Amor, paixão, dedicação e entusiasmo ela já tinha, o que ela desejava era conhecimento, e sua sede pelo saber foi o motor que garantiu a força para realizar o curso durante este tempo.

 

 

O curso do Pró Infantil está na reta final, e os últimos trabalhos estão sendo entregues. Josefa não larga os livros, lê sobre  Piaget, Perrenoud, Wallon, Gandin, Magda Soares, Smolka e consulta diversas vezes os documentos do MEC e da SME. Josefa é aluna dedicada, e se emociona  quando lembra do início do Pro Infantil, e da alegria que sentiu quando soube que poderia realizar seu grande sonho: Tornar-se Professora.

 

No Caju, Josefa é o orgulho da comunidade, e também a alegria dos pequenos. Josefa, com seus sessenta anos  é exemplo de persistência, coragem e determinação. É  mulher, mãe, avó, brasileira, nordestina e educadora. É alegre, estudiosa e compromissada. Para ela, nunca se pode parar de estudar.

 

 

O Rioeduca homenageia a Agente Auxiliar de Creche Josefa, educadora que venceu o preconceito, a desesperança em prol da sua fé na Educação e que sonha cada vez mais alto: nem terminou o Pró Infantil e já pensa em cursar a faculdade de Pedagogia.

 

É com orgulho imenso que o Rioeduca deixa aos leitores esta história de fé, coragem e beleza. Parabenizamos  Josefa pelo seu  amor à Educação Carioca. Seu trabalho faz a diferença na vida de cada criança que cuida e educa. São sementes que darão frutos excelentes.

 

Parabéns, querida Educadora Josefa por educar o futuro da nossa nação!

 

                                                       

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 20/10/2011

Diretor e Professor Pedro Jerônimo, exemplo de Gestão Participativa

Tags: 9ªcre, diadoprofessor.

 

Conheci o Diretor Pedro Jerônimo quando fui visitar o CIEP Armindo Marcílio Doutel de Andrade - 9ª CRE, por ocasião de uma matéria que será colocada aqui futuramente. Era noite e após conversar com o grupo de professores, fui apresentada ao diretor que estava dando aula de ciências em uma turma do PEJA. Ele ficou muito contente com a presença do Rioeduca na sua escola e com a divulgação do trabalho desenvolvido pelos professores.

  

Em conversa com a professora Regina soube que ele abre a escola, se divide nas diversas tarefas de um gestor e, também, é professor de ciências da turma do PEJA. Fiquei impressionada com a dedicação dele na escola.

 

Turma  PEJA

 

Procurando conhecer um pouco mais da escola soube que o Projeto Político Pedagógico tem como tema "Tornando Nossa Escola Legal - Convivendo e Aprendendo para a Vida" que propõe uma educação direcionada para os quatro tipos fundamentais de aprendizagem: aprender a conhecer, aprender a fazer, aprender a conviver e aprender a ser, eleitos como os quatro pilares fundamentais da educação no Século XXI.

 

 

Por ocasião das homenagens aos professores, achei que o professor Pedro seria uma ótima opção por ser um exemplo de dedicação e companheirismo na gestão participativa que desenvolve na escola. Solicitei à professora Regina que me ajudasse nesta postagem e ela enviou um relato junto com a adjunta Rosângela.

  

 

“O professor Pedro trabalha no CIEP há quase 20 anos e há mais de 15 está como diretor geral. E durante todo esse tempo nunca o vimos desacreditar na Educação. Pelo contrário: faz de tudo para que a nossa escola faça uma diferença positiva na vida dos nossos alunos. Conhece a realidade da escola como ninguém. Seu dia começa cedo: chega à escola por volta das 6 horas da manhã e é sempre o último a sair por volta das 22 horas. Faz um exercício contínuo de divisão do seu tempo para atender a todas as demandas da escola e dá atenção especial às relações interpessoais, pois as considera como o motor principal para a engrenagem da escola funcionar com mais força. E essa receita tem dado certo: temos uma escola com profissionais altamente motivados e prontos para utilizar novas metodologias para oportunizar aos alunos uma aprendizagem significativa.”

 

 Professora Regina Lima

 

"Depois de quase 20 anos trabalhando na mesma escola, Pedro é quase um irmão para mim. É uma pessoa em que posso confiar e ao mesmo tempo me sinto livre para discordar e expor o que penso sem receios. É um diretor que traz a razão e o coração bem equilibrados dentro de si e procura estar sempre um passo à frente em tudo o que planeja e faz".

 

Diretora Adjunta Rosângela de Carvalho



 

 

Grupo de professores do PEJA

 

Rosângela (Adjunta), Pedro e Audrei (CP)

 

O Rioeduca parabeniza o diretor Pedro e a toda equipe do CIEP Armindo Marcílio Doutel de Andrade pelo exemplo aqui apresentado de união e dedicação.  

 

 

 

                                                                            

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 20/10/2011

Concorra ao livro Depende de Você

Tags: rioeduca, quiz.

 

Para a educadora Andrea Ramal, "não basta ser pai e mãe, tem que participar".

 

A escola fica um tempo com o aluno, porém no período em que ele não está na escola precisa dar continuidade aos estudos e se preparar para a aula do dia seguinte. Se os pais estão ausentes quem irá orientar esta criança? - indaga Andrea Ramal.

 

Como defensora ferrenha da parceria família-escola-aluno/filho, Andrea Ramal lança hoje "Depende de você" – Como fazer de seu filho uma história de sucesso em que aborda, entre outros pontos, a importância da presença ativa da família na educação e no desenvolvimento do filho.

(Fonte: http://educaja.com.br/)

 

Para comemorar a semana que dedicamos aos professores, a escritora  presenteou o Rioeduca com sete livros "Depende de Você", que iremos oferecer aos sete primeiros que acertarem o quiz que segue nesta postagem.

 

Mas primeiro leia as informações abaixo:

 

Quem pode participar?

 

Todos(as) os(as) funcionários da rede que possuam email ____@rioeduca.net, excluindo os do Nível Central e os da Equipe do Rioeduca. 

 

Por se tratar de um livro recomendado para pais, os responsáveis poderão participar, mas terão que indicar um email rioeduca do(a) aluno(a) pelo(a) qual é responsável a fim de fazermos o contato. A participação de alunos(as) também é bem vinda, desde que utilizem seu email ___@rioeduca.net.

 

ATENÇÃO!!!

Somente os sete primeiros a acertarem o QUIZ receberão essa notificação em seu email ____@rioeduca.net e deverão vir receber o livro no prazo máximo de 30 dias na SME.

 

PROMOÇÃO ENCERRADA!!!

CONFIRAM OS GANHADORES!!!

Joice Rodrigues

Gisele Cordeiro

Lucilene Santos

Adelia Azevedo

Márcia Cristina Neves Reis

Claudia de Moraes

Francisco Velasquez

 

 

                                                                            

 

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 19/10/2011

Gosto de ser professora, afirma professora Beth Lima

Tags: 8ª, cre.

 

 "Gosto de ser professora! Não poderia ter outra profissão!"

 

 

Professora Elizabeth Lima Rodrigues, do Ciep Maestrina Chiquinha Gonzaga.


A professora está na Rede Municipal de Ensino há 33 anos, atuando como professora do primeiro segmento.


Beth Lima, como é conhecida, dedicou seus anos de atividade profissional à alfabetização. Sempre procurou adequar seus métodos à realidade dos alunos, criando estratégias que  se renovavam, a fim de alcançar a todos!

 

A professora se emociona ao falar de seus alunos e sua prática na sala de aula:

"Busco planejar minhas aulas  de forma que o aluno desenvolva suas potencialidades e criatividade, por meio de uma ação pedagógica que desafie, incentive e leve o aluno a constuir o conhecimento através de situações significativas e contextualizadas, numa perspectiva interdisciplinar.


Trabalhar com prazer, acreditar na capacidade do aluno e principalmente, alicerçar a afetividade à prática pedagógica, tendo como paradigma a "Pedagogia do Amor" do Mestre Paulo Freire, é o que eu procuro no cotidiano da profissão."

 

Elizabeth sempre trabalhou com anos iniciais e hoje está na turma 1401, mas ainda estrutura seu planejamento com base na produção textual, no incentivo à leitura e Alfabetização Matemática.

 

Os professores da 8ª CRE recebem a Homenagem aos Mestres sendo representados pela professora Elizabeth Lima, que leciona com prazer e ama o que faz!


 

                   

 

                                                       

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


 


   
           



Yammer Share