A A A C
email
Retornando 101 resultados para o mês de 'Outubro de 2012'

Quarta-feira, 17/10/2012

Linguagem Teatral Sensibiliza, Emociona e Provoca

Tags: 6ªcre, artescênicas, riodeleitores.

A professora Luciane da Escola Municipal Cláudio Ganns realizou, no início do 2º semestre, uma Oficina de Teatro com os alunos de 3º ao 5 º ano.  O principal objetivo do trabalho foi estimular a criatividade, a memória auditiva, a oralidade, o gosto pela leitura e a desinibição para falar em público.

 

O Teatro na educação é um espaço a ser conquistado. Embora existam educadores que acreditam na força que ele tem para promover a aprendizagem e o desenvolvimento do aluno, ainda há  um grande número de professores que não aceitam, não acreditam e não dão o devido valor ao exercício teatral no processo educativo do aluno.

 

Utilizar o Teatro aliado à educação oportuniza aos educandos um conhecimento diversificado e lúdico, por que existe um clima de liberdade, no qual o aluno libera seu potencial. Quando o educando interpreta uma personagem ou dramatiza uma situação, revela parte de si mesmo, mostrando como  se sente, pensa e vê o mundo.

 

A atividade teatral ensina a aprender com a diversidade e somente assim é que ocorre a construção do conhecimento do sujeito.

Procurando aprimorar o desenvolvimento de seus alunos,  a professora Luciane da Escola Municipal Cláudio Ganns encontrou no Teatro um recurso pedagógico muito eficaz.  Ela realizou a Oficina de Teatro com os alunos do 3º ao 5º ano, tendo por objetivo estimular a criatividade, a memória auditiva, a oralidade e a desinibição para falar em público.

 

 

 

A professora Luciane encontrou no Teatro o caminho para ajudar no desenvolvimento intelectual e emocional dos alunos de 3º ao 5º ano

 

 

No primeiro momento da oficina, os alunos ouviram as histórias contadas pela professora  Luciane da Sala de Leitura e, em seguida, conversaram sobre as questões abordadas no livro.

O segundo momento foi marcado pela confecção de dedoches para a realização do Teatro de Fantoches. Esta  modalidade do Teatro permite que os alunos explorem todos os movimentos dos dedos, mãos e braços e, a partir daí, criem uma atmosfera de conhecimento do próprio corpo.

No terceiro momento, cada aluno participou, como um personagem, da contação da história escolhida .

O quarto e último momento foi a escolha de um colega para contar a história de João e Maria no Quintal de Histórias.

 

 

 

O Teatro de Fantoches teve sua origem na Antiguidade, quando modelavam-se bonecos de barro

 

 

 

O Teatro de Fantoches permite que os alunos discutam e reflitam sobre valores e atitudes, conhecendo os acontecimentos da realidade social

 

 

A aluna escolhida pela turma para contar a história de João e Maria foi a encantadora Milene. Assista ao vídeo abaixo e se deleite com esta aluna que, com sua voz, cativa  e prende a atenção de todos.

 

 

 

 

 

A oficina proposta pela professora Luciane está preparando os alunos para enfrentarem os problemas que estão por vir em sua trajetória.  Além disso, ajuda na evolução de  várias áreas, como a coordenação, a criatividade, a memorização, no vocabulário e a socialização.

 

Parabéns à professora de Sala de Leitura, Luciane,  por utilizar a linguagem teatral para perceber os traços de personalidade de cada aluno e, principalmente, para estabelecer estratégias que ajudem  no aprimoramento do trabalho pedagógico.

 

  

Você gostou desta oficina? Realize-a em sua escola e depois conte-nos como foi. Será um prazer divulgar o seu trabalho no Portal Rioeduca. Nós somos a seXta CRE!

 

 

 

Professora Patrícia Fernandes - Representante do Rioeduca na 6ª CRE

Twitter:@PatriciaGed

E-mail: pferreira@rioeduca.net

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 17/10/2012

Fórmula da Vitória e os Contos de Assombração

Tags: 8ªcre.

 

 

Fórmula da Vitória é o nome pelo qual são chamadas as turmas do Projeto de Realfabetização.

O planejamento das atividades destas turmas realiza-se por meio de oficinas. 

No mês de outubro, o Fórmula da Vitória está  trabalhando na oficina "Contos de Assombração".

Na escola Roberto Simonsen os alunos tematizaram a sala, fizeram leituras e produziram contos de arrepiar!

 

 

 

 A Sala de Aula da turma do projeto Fórmula da Vitória, da E.M. Roberto Simonsen

 

 

 

 

Fórmula da Vitória é o programa que trabalha com alunos do 6º ano, defasados em idade ou que apresentam dificuldade parcial ou total das habilidades de leitura e escrita.

 

Nas turmas deste programa, os alunos se apropriam dos conhecimentos, tornando-se capazes  de ler e produzir textos em diferentes situações, com clareza e coesão.

 

Professores e alunos contam com material específico de Língua Portuguesa organizado a partir de gêneros textuais que despertam a curiosidade, o interesse além do desejo de ler e escrever nos alunos.

 

Este projeto possibilita a aprendizagem da leitura e escrita por torná-los objetos reais de comunicação. 

 

 

 

 

 

 Turma do projeto produzindo os 'Contos de Assombração'

 

 

 

 

Na Escola Municipal Roberto Simonsen, a turma do Projeto Fórmula da Vitória já passou por diferentes oficinas e este mês está trabalhando os Contos de Assombração.

 

O clima de cooperação entre os alunos resultou em uma sala totalmente voltada para o tema.  Entre bruxas, fantasmas e esqueletos, os alunos produzem, de forma individual e coletiva, contos que dão arrepios!

 

A professora Edna Dias é a regente da turma.  Ela já realizou rodas de leitura de Contos, fez a reescrita coletiva de alguns deles e agora está supervisionando o momento em que cada aluno produz seu próprio Conto de Assombração.

 

O material será reunido em um livro da turma. Antes disso, serão expostos no mural do corredor da escola com o objetivo de que toda a comunidade escolar possa se divertir e se assustar com histórias de fantasmas e outros personagens de dar medo!

 

A dedicação e o empenho da professora Edna Dias fazem deste projeto  um grande sucesso!   Ela se mostra incansável em incentivar que  os alunos frequentem às aulas, participem das atividades propostas e obtenham um desempenho cada vez melhor..

 

 

 

 

 

Edna Moreira Dias - Professora da E.M. Roberto Simonsen, regente da turma de Realfabetização 2B

 

 

 

 

 "Todo professor que decide assumir uma turma de projeto de correção de fluxo, busca na coragem e na fé os alicerces para o seu trabalho.


Coragem para enfrentar e superar os desafios e fé para crer que, através de um trabalho bem estruturado, estará semeando na vida dos alunos valores eternos!


A Professora Edna é um exemplo não só de coragem e fé, mas de uma profissional que entende seu papel no desafio de mostrar aos seus alunos todas as possibilidades de desenvolvimento conquistadas através da Educação.


Este reconhecimento é fruto das sementes que ela plantou ao longo da sua vida como professora na Prefeitura do Rio de Janeiro!"

                                                                    Viviane Lazarini - Coordenadora Pedagógica

 

 

 

 

O Rioeduca parabeniza o trabalho da professora Edna Dias e de todos os professores regentes de Projetos de Aceleração e Realfabetização na Prefeitura do Rio de Janeiro.

 

 

 

 

E você, professor, também realiza ações bem sucedidas na sua escola?

Compartilhe no Rioeduca!

Procure o representante da sua CRE.

 

 

 

 

 

Meus contatos:

neildasilva@rioeduca.net

Twitter:Prof_Neilda

 

 

 

 

 

                                       

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 17/10/2012

Água Santa em Projeto

Tags: 3ªcre, protagonismojuvenil, blogsderioeducadores.

 

Projetar é apontar as armas para que o alvo seja atingido com êxito. As armas da professora Patrícia Faria são seus alunos da turma 1502 e o alvo é um futuro sustentável para o bairro de Água Santa onde fica localizada a E.M. Brigadeiro Faria Lima da 3ª CRE.

 

 

 

Tendo a sustentabilidade como linha mestra do projeto político pedagógico, a E.M. Brigadeiro Faria Lima desenvolveu importantes atividades neste ano letivo como já conferimos no post Feira Interdisciplinar de Sustentabilidade. A professora Patricia Faria da turma 1502 resolveu acrescentar outro relevante ingrediente a esta reflexão: voltar os olhos para a sua comunidade - seu bairro, seus vizinhos, suas alegrias e problemas locais. É da apropriação de seu bairro que se pode atuar no mundo.

 


Desde o início do ano, a turma foi colocada a par deste objetivo de maior conhecimento de seu bairro, suas mazelas e potencialidades. O blog Ciências e Ambiente na Brigadeiro foi criado para registrar as ações do grupo. O caminho da ciência já havia sido escolhido.

 

 

 

 

 

 

Objetivos traçados, coube a todos o conhecimento da história do bairro a partir de seu nome e da ocupação humana dos espaços. O registro dos problemas atuais e a observação da geografia local foram outras atividades realizadas pelos alunos. Passado e presente contribuíram para uma visão bastante realista do entorno da escola e do bairro como um todo.

 

 

 

 

 

 

Com os conceitos adquiridos, eles puderam imaginar a Água Santa do início da sua história e projetar, a partir dos trabalhos sobre sustentabilidade, a Água Santa ideal.

 

 

 

 

 

 

Surgiram do desejo dos alunos ônibus ecológicos circulando pelas ruas e um Centro de Reciclagem para que o lixo acumulado em local inadequado não aparecesse mais nas fotos. Então, desse belo trabalho histórico-científico cresceu o amor pelo bairro e a consciência da manutenção das atitudes sustentáveis para o futuro de todos. A apropriação dos conhecimentos e de sua comunidade aumenta a responsabilidade com o futuro. Atuar conscientemente é obrigatório para quem projeta um bairro melhor no futuro.

 

 

 

 

Imagens e informações retiradas do blog da turma.

 

 

 

Contate-nos

 

angela.freitas@rioeduca.net

twitter @angeladario

facebook Angela Regina de Freitas

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 16/10/2012

Do Século XIX ao Século XXI – Dia do Professor

Tags: 5ªcre, rioeduca, diadoprofessor.

 

O Dia do Professor é comemorado no dia 15 de outubro e o Rioeduca, através do seu representante na 5ª Coordenadoria Regional de Educação, vem homenageá-los com singelos cartões postais em agradecimento à importante missão de ensinar e de aprender.

 

Do Século XIX ao Século XXI

 

Em 15 de outubro de 1827, D. Pedro I baixou um Decreto Imperial que criou o Ensino Elementar no Brasil. Pelo decreto, todas as cidades, vilas e lugarejos deveriam ter suas escolas de “primeiras letras”. Esse decreto falava da descentralização do ensino, do salário dos professores, das matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados.

 

Após um século, as homenagens aos professores ainda eram ínfimas, porém, a partir de 1947, os estabelecimentos de ensino passaram a promover solenidades que enalteciam a função do mestre na sociedade moderna. Com a participação de alunos e suas famílias, comemoravam condignamente o Dia do Professor.

 

Quatro professores tiveram a ideia de organizar um dia de parada para se evitar a estafa – e também de congraçamento e análise de rumos para o restante do ano. Foram eles: Salomão Becker, Alfredo Gomes, Antônio Pereira e Claudino Busko. A ideia de comemorar o Dia do Professor no dia de 15 de outubro partiu do professor Salomão, data em que, na sua cidade natal, Piracicaba, professores e alunos traziam doces de casa para uma pequena confraternização. A ideia estava lançada.

 

Essa celebração, que se mostrou um sucesso, espalhou-se pela cidade e pelo país nos anos seguintes, até ser oficializada nacionalmente como feriado escolar pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963.

 

 

5ª Coordenadoria Regional de Educação e Rioeduca

 

 

De Janeiro deste ano até hoje, 16 de outubro, quase uma centena de trabalhos das Escolas da 5ª Coordenadoria Regional de Educação/SME/RJ foram publicados no Portal Rioeduca. E nada mais justo que, para homenagear os professores (que não medem esforços nessa difícil mas adorável missão de ensinar e aprender), apresentemos suas equipes através de singelos cartões postais.


Foram inúmeros projetos, eventos nas escolas (e fora delas), desfiles, mostras artísticas, ludicidade etc, que fizeram deste Portal uma referência no Brasil, e até mesmo no exterior, compartilhando muitos trabalhos realizados pelos professores com seus alunos. Temos recebido vários comentários nas publicações de todas as CREs e observamos que muitos que aqui nos leem são pessoas de locais distantes e amantes da educação.

 

Um carinho especial às escolas que nos enviaram fotos de suas equipes para que esta publicação pudesse ter um enfoque de congraçamento. Assim, reafirmamos nosso compromisso com a qualidade das publicações dos trabalhos tão bem realizados pelas escolas através de seus professores.

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Parabéns, Professor, pelo seu dia! 

O que seria do mundo se não fossem seus ensinamentos, orientações e dinamismo?

Parabéns, Mestre!

Parabéns, Educador!

 

Fontes de pesquisa:

Portal da Família http://www.portaldafamilia.org.br/datas/professor/diaprof.shtml

Wikipédia http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_do_professor

 

 

 Escolas e professores participem das publicações do portal Rioeduca enviando para o representante da sua CRE projetos desenvolvidos e/ou atividades que impactaram a aprendizagem de seus alunos. Clique aqui para saber o e-mail do representante.

 

Regina Bizarro é Professora da Rede Municipal e Representante do Rioeduca na 5ªCRE
E-mail: reginabizarro@rioeduca.net / Twitter: @rebiza
 / FACE: rebiza

 

                                


   
           



Yammer Share