A A A C
email
Retornando 46 resultados para o mês de 'Outubro de 2013'

Segunda-feira, 07/10/2013

Bienal do Livro Encanta Jovens e Crianças

Tags: 1ªcre, projetos.

A Bienal do Livro Rio aconteceu de 28 de agosto a 8 de setembro no Riocentro. A Bienal é um dos maiores eventos literários do país, um grande encontro que tem o livro como protagonista. O evento é para adultos, jovens e crianças e aproxima leitores de se seus autores favoritos. É também a oportunidade de novos autores divulgarem suas obras.

Durante onze dias, o Riocentro sediou a festa da cultura, da literatura e da educação. O público leitor participou de debates, bate-papos com personalidades culturais e de atividades recreativas que promovem a leitura.

 


A História da Bienal

 

O sucesso da Bienal do Livro Rio iniciou há 30 anos, numa celebração à leitura, à cultura e à diversão, reunindo milhares de pessoas e tendo o livro como astro principal.



Dos salões do Hotel Copacabana Palace, em 1983, aos atuais 55 mil metros quadrados do Riocentro, a Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro se transformou não só no mais importante acontecimento editorial do Brasil, como também em um evento literário que mobiliza o país. A cada edição, o evento cultural e empresarial supera expectativas de público, vendas e mídia.

 

 

Escola Municipal Floriano Peixoto na Bienal

 

Alunos visitam estandes da Bienal do Livro.

 

Na 4ª feira, dia 4 de setembro, as turmas do 4º e 5º ano da Escola Floriano Peixoto foram visitar a Bienal do Livro. Para os alunos da escola, foi uma oportunidade maravilhosa de se aproximarem não só da leitura, mas também dos autores conhecidos. Parando entre um estande e outro, puderam descobrir novos autores, além é claro, de descobrir os ilustradores que são parte do livro e merecem destaque.

 

A equipe de professores da Floriano considera a visita à Bienal um passeio cultural imperdível. Para quem adora ler e viajar pela imaginário das histórias lidas nos livros, é mais uma fantástica oportunidade de ampliar o conhecimento de mundo. Esse evento literário faz a festa das crianças e adolescentes porque agrega seus participantes, permitindo usufruir de Cultura, Literatura e Educação em um mesmo espaço.

 

 

O Sucesso da Bienal entre Alunos

 

Os alunos da Escola Municipal Floriano Peixoto fizeram um mural virtual no blog da escola com a opinião que tiveram do evento:


"Eu amei o passeio, porque eu pude conhecer várias editoras bem legais. O Riocentro é bem grande e foi a primeira vez que fui a uma Bienal do Livro."

Verônica, aluna da turma 1502.

 

Crianças se encantam ao conhecer novos livros e outros autores.

 

"Estava ansiosa demais e o dia chegou. Tinham muitos livros legais, interessantes. Ganhamos um ticket para trocar por um livro. Peguei um de Terror. Muito maneiro!"

Pietra, aluna da turma 1502.


"Fomos primeiro ao Pavilhão Laranja. Teve uma hora que todo mundo correu, porque estava chegando os artistas Anitta (Malhação), Caio Castro e Ziraldo. Foi muito legal."

Pedro Henrique, aluno da turma 1402.

 

"A turma 1502 foi à Bienal do Livro. Foi muito legal! A gente viu muitos livros. Agora só vamos ter Bienal do Livro em 2015."

Samara, aluna da turma 1502.


"A Bienal do Livro foi muito interessante, havia muitos livros. Vi atores da
televisão, muitas editoras e conheci autores que não conhecia."

Renato, aluno da turma 1402.


"Tinha muita gente de outros colégios. Foi muito legal. Eu quero ir mais vezes."

Maira, aluna da turma 1502.


"Eu adorei o passeio. Ele foi legal, porque nós tivemos a oportunidade de aprender coisas novas."

Nicole, aluna da turma 1502.

 

Para conhecer mais passeios e projetos da Escola Municipal Floriano Peixoto, acesse o link abaixo:

 

http://jornalfloriano.blogspot.com.br/.
 

 

 

* Professor, queremos conhecer e divulgar o blog e os projetos desenvolvidos por sua escola. Aproveite este espaço que é feito para nós! Entre em contato com o representante do Rioeduca em sua Coordenadoria e participe. *

 


Professora Rute Albanita
 Representante Rioeduca.net da 1ª Coordenadoria Regional de Educação
ruteferreira@rioeduca.net
Twitter: @Rute_Albanita

 

 

COMPARTILHE E COMENTE!

 

 

                              

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 07/10/2013

XXX Mostra de Dança da 6ª CRE

Tags: 6ªcre, mostradedança.

A 6ª Coordenadoria Regional de Educação realizou no dia 25 de setembro a Mostra de Dança regional dos alunos da Creche ao 9º ano. As apresentações foram feitas na Arena da Pavuna, às 9 horas, com a participação de professores, alunos, responsáveis e equipe da Gerência de Educação.

 

O projeto Mostra Municipal de Dança está comemorando 30 anos de sua realização no ano de 2013. Nesse evento, crianças, jovens e adultos das escolas da Rede Municipal de Ensino traduzem a dança em um grande espetáculo de criações, inovações e impressões.

 

Tem por objetivo oportunizar o enriquecimento do projeto pedagógico das escolas, o acesso e a experimentação de linguagem da dança. Assim, toda a comunidade escolar passará a compreendê-la como linguagem que contribui para a formação do cidadão crítico, participativo e autônomo.

 

Antes da montagem das coreografias, as escolas realizaram várias atividades em que os alunos tiveram a oportunidade de experimentar e exercitar a linguagem da dança como forma de expressão e de experiências corporais diversas.

 

 

O vídeo "Dança Incrível" mostra dançarinos que se multiplicam em um toque de mágica e demonstra toda criatividade que a dança pode desenvolver no ser humano.

 

Dançando na Escola

 

A Mostra de Dança da 6ª Coordenadoria Regional de Educação aconteceu no dia 25 de setembro, às 9 horas, na Arena Jovelina Pérola Negra, Pavuna. Ela contou com a participação de 23 escolas que, em sua maioria, homenagearam Vinícius de Moraes em suas coreografias.

 

A professora Denise Ribeiro, Assistente na Gerência de Educação da 6ª CRE, organizou todo esse evento com muita competência e amor. Ela se destaca na Extensividade por suas atitudes, que sempre buscam uma solução diferenciada para cada situação. Isso ocorre porque a professora tem paixão pelo que faz, nunca descarta as oportunidades e está sempre disposta a trocar informações. Ela faz as coisas acontecerem!

 

Para o bom andamento do evento, a professora Denise contou com a ajuda da equipe da Gerência de Educação da 6ª CRE. Todos os esforços, no dia da Mostra de Dança, foram em uma única direção: o sucesso do evento!

 

As professoras Kátia Barboza, Gerente de Educação, e Denise Ribeiro contaram com a ajuda da equipe da GED para  a realização da Mostra de Dança.

 

Antes do início das apresentações, a Gerente de Educação da 6ª CRE, professora Kátia Barboza, agradeceu a dedicação e o empenho de todos os professores e alunos para a realização da Mostra de Dança. Em seguida, a professora Cássia Cilene, apresentadora do evento, deu início ao evento.

 

A música "Leão", da obra musical Arca de Noé foi trabalhada pela Creche Municipal Sônia Maria de Moraes através de uma dança contemporânea, com movimentos corporais livres e dramatização. O poeta foi lembrado também pela Creche Municipal Marise Garcia com a coreografia "A Galinha D’Angola".

 

Através da música "As Borboletas", de Adriana Calcanhoto, as crianças da Creche Municipal Luís Carlos Prestes trouxeram o colorido e o charme das borboletas e, junto a elas, a inspiração para perseverar na construção de uma vida com mais cor. Já a coreografia "As aventuras do pato", apresentada pela Creche Municipal Yedda Marques, teve por objetivo inserir as crianças no contexto da poesia de Vinícius através do lúdico.

 

A música "Garota de Ipanema" foi interpretada pela Creche Municipal Zuzu Angel que, para comemorar o centenário de Vinícius de Moraes, abordou sua biografia através do projeto Pequenos Leitores – Do primeiro rabisco até o bê-á-bá. O Edi Firmino Costa coreografou a música "Galinha D’Angola", de Ney Matogrosso. O encantamento foi total quando as crianças entraram vestidas de collant preto e saia preta de bolinhas brancas. A plateia foi ao delírio!

 

O Edi Frota Pessoa interpretou a música "O Relógio", em que os alunos reproduziram o passar do tempo e o movimento do relógio, citados na poesia de Vinícius de Moraes. O EDI General Augusto César Sandino levou todos ao mundo da fantasia ao levar príncipes e princesas ao palco da Arena Jovelina Pérola Negra.

 

O uso da dança como prática pedagógica desenvolve a criatividade, além de favorecer no processo de construção de conhecimento.

 

A dança, enquanto um processo educacional, não se resume em aquisição de habilidades, já que envolve o aprimoramento das habilidades básicas, dos padrões fundamentais do movimento, o desenvolvimento das potencialidades humanas e sua relação com o mundo.

 

A dança, ao ser inserida no conteúdo escolar, não pretende formar bailarinos. Antes disso, consiste em oferecer ao aluno uma relação mais efetiva e intimista com o aprender e o expressar-se criativamente através do movimento.

 

Os alunos do 5º ano da Escola Municipal Alípio Miranda criaram a coreografia "A Máscara", em que expressaram a questão do patriotismo com alegria e cidadania. O CIEP Oswald de Andrade mandou avisar que os jogos estão para chegar através da música "Os Deuses do Olimpo Visitam o Rio de Janeiro".

 

"Rumo a um Brasil Melhor" foi a coreografia da Escola Municipal Hildegardo de Noronha, mostrando que nossas ações no presente devem objetivar o nosso olhar no futuro. Durante a apresentação, os alunos destacaram atitudes positivas como paz, dignidade, justiça e honestidade. O CIEP Rubens Gomes trouxe alunos com saída de praia, bermudas e blusões de turista para caracterizar a trilha sonora "Garota de Ipanema". Eles deram show!

 

A coreografia da Escola Municipal Cyro Monteiro "Rio de Janeiro: Cidade Maravilhosa" traduziu a beleza da nossa cidade, seus pontos turísticos e a grandiosidade do nosso povo. A trilha sonora "Eu sei que vou te amar", da Escola Municipal Bélgica, simbolizou o sentimento mais bonito da humanidade, o amor.

 

"Água, Movimento da Vida" foi a coreografia interpretada pela Escola Municipal Paraíba. Eles mostraram que a vida de todo ser humano depende de água para viver e que nós temos a responsabilidade de evitar a poluição, preservando a água. A Escola Municipal Grandjean de Montigny também levou para o palco o tema água através da coreografia "A Natureza Vital da Água".

 

A Escola Municipal Manuel de Abreu trouxe para a Mostra de Dança o tema do Projeto Político Pedagógico da instituição, "Nas Ondas de Vinícius... Espalhe essa Onda!", mostrando a esperança e os sonhos das crianças. O Clube Escolar Pavuna interpretou a música "Povo das Estrelas", do grupo Olodum, na qual o poder ancestral é refletido no corpo dos alunos. Um verdadeiro sucesso!

 

Historicamente, o homem utilizava-se da dança apenas para expressar sentimentos e agradecimentos. Apesar desse caráter persistir ainda hoje, outros aspectos foram incorporados à dança, contribuindo para o seu crescimento enquanto arte e educação.

 

No Brasil e no mundo, a dança vem ganhando cada vez mais espaço pelos benefícios que vão desde a melhora da autoestima, passando pelo combate ao estresse, depressão, até o desenvolvimento da aprendizagem.

 

"Transumano", coreografia do Núcleo de Arte Grande Otelo, mostrou o que o mundo globalizado transforma o homem em um ser robotizado, desconectado com sua essência, desprovido de sentimentos, sensações e desejos. "Somo tão jovens", da Escola Municipal Mário Piragibe, mostrou a importância dos nossos jovens para um futuro positivo.

 

O Ginásio Carioca Coelho Neto apresentou duas coreografias: "Banzai" e "Brasileirinho". A primeira mostrou a dança japonesa como um elemento das cerimônias religiosas e o termo banzai como uma saudação que expressa o sentido de unidade, coesão e longevidade. A segunda representou as diversas atividades físicas que permitem a busca da superação dos limites físicos e mentais, originando a formação dos futuros campeões.

 

"Beleza Carioca", coreografia do Ginásio Carioca Leão Velloso, foi inspirada no poeta e compositor Vinícius de Moraes. Os alunos retrataram a beleza da mulher carioca e da cidade do Rio de Janeiro. A Escola Municipal Charles Anderson Weaver terminou a Mostra de Dança apresentando a coreografia "Sem Ar". Através dela, os alunos demonstraram que, cultivando o respeito, colhemos amizade e, juntos, cooperamos para fortalecer os laços que nos unem.

 

A dança tem se tornado um estilo alternativo nas práticas pedagógicas, por orientar o movimento corporal de cada aluno de forma a explorar sua capacidade de criação, estimulando o autoconhecimento e favorecendo para aprendizagem.

 

Esse evento foi, sem dúvida, um dos maiores catalisadores da manifestação e expressão do movimento humano. A dança foi usada como meio de crítica social para o questionamento de valores preestabelecidos, padrões repetitivos e modismos. A criatividade foi um elemento marcante em todas as apresentações.

 

Parabéns a todas as escolas que fizeram da Mostra de Dança da 6ª CRE um grande sucesso!

 

Você quer ter o seu trabalho publicado no Portal Rioeduca? Entre em contato com a representante de sua CRE! Aproveite este espaço e divulgue sua prática pedagógica. Este espaço é meu, é seu, é nosso! Até a próxima semana!

 

 

Professora Patrícia Fernandes - Representante do Rioeduca na 6ª Cre

Twitter: @Paty_PFF

Facebook: patricia_pff@yahoo.com.br

E-mail: pferreira@rioeduca.net

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 04/10/2013

Poesia, Arte e Inclusão: Um Corpo em Movimento

Tags: 5ªcre.

Um grupo de professores da Escola Municipal Irã desenvolveu um projeto muito interessante a partir de diferentes linguagens corporais. É o que vamos conhecer agora!

 

 

No dia 29 de agosto, aconteceu a culminância do Projeto Poesia, Arte e Inclusão: Um Corpo em Movimento. Projeto que foi desenvolvido pelos professores Cláudio Aroldo e Miriam Macário de Educação Física, Margareth Knüpfer da Sala de Leitura, Maria Conceição de Artes e Michele Castro da Sala de Recursos, todos da Escola Municipal 05.14. 010 Irã.

 

Fundamentação do Projeto


Considerando que a criança se expressa com seu corpo através do movimento, acreditamos ser de fundamental importância propiciar ao universo em que a criança está inserida uma variada experiência. Não só corporal, mas também poética e artística, como as diversas linguagens. Dentro de um contexto que seja significativo para a aprendizagem da criança.

 

A partir dessas diferentes linguagens corporais, acreditamos possibilitar uma melhor inserção das crianças do 1º segmento do Ensino Fundamental a um universo diferente daquele que elas estão acostumadas a se expressar no seu cotidiano. Possibilitando, dessa forma, uma melhor inclusão da sua identidade cultural.

 

O projeto pretendeu mostrar que, através do uso dessas linguagens, podemos criar novas possibilidades de aprendizado, implementando ações pedagógicas que valorizam as brincadeiras, o lúdico e a cultura.

Relato da professora Margareth Knüpfer da Sala de Leitura.

 

 

 

Objetivos do Projeto


• Proporcionar às crianças a oportunidade de descobrir as diversas possibilidades de expressão corporal, utilizando variadas formas de linguagens dentro de um contexto que seja significativo para sua aprendizagem;

• Promover o intercâmbio entre alunos das escolas municipais da região.

 

Desdobramento do Projeto


Os alunos, durante as aulas da Sala de Leitura, ouviram e declamaram poesias. Além de ouvir histórias, músicas e atividades que serviram para explorar ainda mais o texto poético apresentado.


Os professores de Educação Física e Artes fizeram o desdobramento utilizando atividades de acordo com as poesias selecionadas e com sua área de atuação.
 

Cada ano de escolaridade trabalhou um poema diferente.

 

“Pude perceber que os alunos, principalmente os menores, vibraram com as atividades. A turma 1201, por exemplo, fez questão de criar sua coreografia que ficou belíssima”, disse a professora Margareth.

 

Apresentação de alunos da E. M. Irã: alunas declamando poesias. Atrás, a professora Margareth Knüpfer.

 

Culminância do Projeto


No dia da apresentação, a escola recebeu a presença da professora Ranah Manezenco, da Universidade Federal de Viçosa, Minas Gerais, e Doutoranda em Educação. Ela fez uma pequena explanação do trabalho, abrindo o evento.

 

Cantando, dançando e encantando através da arte. Do lado direito, a professora Ranah Manezenco.

 


Alunos das escolas Mato Grosso, professora Renata (D. A.), Mario Paulo de Brito, professoras Cléo (Sala de Recursos) e Auzilea (Educação Física) estiveram presentes com seus alunos, que fizeram belíssimas apresentações.

 

Apresentação de alunos convidados.

 

Parabéns aos alunos, professores e parceiros que abrilhantaram esse trabalho tão bem fundamentado por professores engajados na educação carioca!
 

Regina Bizarro_ Representante do Rioeduca/5ªCRE
E-mail: reginabizarro@rioeduca.net
Twitter: @rebiza
Facebook: Regina Biza


Rioeduca/5ªCRE no Facebook:

https://www.facebook.com/groups/rioeduca5cre/

 

 

 

                               

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 03/10/2013

Projeto Devoradores de Livros

Tags: 9ªcre, cidadedeleitores, leitura, saladeleitura.

A Escola Municipal Professor Helton Álvares Veloso de Castro, da 9ª CRE, está desenvolvendo o projeto Devoradores de Livros a partir de um site de incentivo ao hábito da leitura. A página disponibiliza um jogo de perguntas e respostas sobre livros de literatura infantil e premia virtualmente as crianças de acordo com seu desempenho.

 

O site Devoradores de Livros é indicado ao público infantil de 6 a 11 anos. Pretendemos atender aos pais que desejam incentivar as crianças a entrarem no mundo da leitura de maneira divertida. E atender às escolas e instituições que desejam integrar novas tecnologias ao método tradicional de ensino.

 


 

Quem nos conta essa experiência é a professora da Sala de Leitura Alessandra, que vem desenvolvendo esse projeto com as turmas da escola:

 

Após ler um livro na biblioteca, em casa ou no seu Tablet, a criança procura saber se já está disponível um Quiz sobre esse livro no site. Começamos com uma base de aproximadamente quinhentas indicações literárias feitas por diversos especialistas. E estamos trabalhando para que esse número cresça a cada dia.

 

O Quiz é um questionário com perguntas múltipla escolha sobre a intenção do texto: O livro fala sobre o quê? Quem faz parte da história? Em que ordem as coisas acontecem? O que caracteriza os personagens?


As indicações dos Devoradores de Livros também funcionam como um estímulo para que as crianças adquiram ou busquem na biblioteca livros que tenham visto. E que queiram participar do Quiz, criando um círculo virtuoso, que ajudará a ampliar seu horizonte de leitura!

 

Após responder ao Quiz, a criança será premiada virtualmente e poderá personalizar e brincar com sua própria mascote.



Os pais e educadores conseguem acompanhar de maneira objetiva o desenvolvimento da leitura dos pequenos devoradores. E podem incentivá-los cada vez mais!


A apresentação foi feita online no site do projeto Devoradores de Livros, visando mostrar para as crianças como é dado seu manejo, propiciando momentos para que os alunos pudessem expor suas dúvidas e ansiedades quanto ao funcionamento do site.

 



O projeto Devoradores de Livros está funcionando, inicialmente, com três turmas que vêm sendo monitoradas pela professora da Sala de Leitura. A professora Alexandra fez a organização do acervo destinado ao Devoradores de Livros para que os alunos tenham acesso mais facilitado ao buscarem livros pertencentes ao projeto.

 


 

A conscientização quanto ao cuidado com o acervo também é um trabalho que está sendo continuamente desenvolvido, além de ser uma maneira bem eficaz de fazer a divulgação do projeto na escola...

 


 

A Sala de leitura é um espaço onde os alunos têm autonomia para compartilhar do acervo, desenvolvendo, desta maneira, o hábito prazeroso da Leitura. Dentro do Projeto, as turmas envolvidas também respondem ao Quiz pertinente ao livro que foi lido.

 

 

Os livros que compõem o acervo do Projeto têm destaque especial na nossa Sala de Leitura, o que acaba tornando-se um convite para que todos os alunos sejam conhecedores do projeto Devoradores de Livros.


Nossa Sala de Leitura também prestigiou o projeto Devoradores de Livros na Bienal, adquirindo, dentre outros, novos títulos que foram escolhidos com o auxílio dos leitores da nossa escola!



Alguns livros fazem parte do projeto Devoradores de Livros, porém ainda não compõem o acervo da nossa Sala de Leitura. De maneira a colocar nossos alunos em contato com estes livros, utilizamos recursos digitais variados envolvendo nossos alunos com diversos tipos de tecnologia.

 

Semanalmente, fazemos seções diferenciadas de leitura de livros através desses recursos. Na última seção, assistimos a “O Grúfalo”.


 

É extremamente gratificante ver nos olhos dos nossos alunos o interesse pela leitura, quando esta desperta no coração de cada um deles entusiasmo e alegria pela conquista do que é novo!

 

A Escola Municipal Professor Helton Álvares Veloso de Castro tem como principal meta a formação de leitores críticos e autônomos, capazes de escrever, como grandes autores, grandes histórias!

 

Professora de S. L. Alexandra
 

 

Profª Márcia Cristina Alves, Representante da 9ª CRE
 E-mail: marciacerqueira@rioeduca.net
 Twitter: @marciacrisalves

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share