A A A C
email
Retornando 46 resultados para o mês de 'Outubro de 2013'

Quarta-feira, 23/10/2013

3°Fórum Literário da E. M. Estado da Guanabara

Tags: 3ªcre, blogdasescolas.

A Escola Municipal Estado da Guanabara encontra no Fórum Literário uma estratégia para incentivar a leitura e mostrar a importância do desenvolvimento de um leitor.

 

No dia 10 de outubro, aconteceu na E. M. Estado da Guanabara o 3º Fórum Literário. O evento consiste em um espaço aberto na escola para a discussão sobre o papel da leitura na vida dos alunos e onde eles ficam conhecendo mais sobre todo o processo de publicação dos livros, desde a sua confecção.


O fórum contou com a participação do Projeto da Cruz Vermelha, que visa a ampliação do número de leitores. E, também, com a participação de três autoras de livros infanto-juvenis: Tammy Luciano, Luciane Rangel e Gabriela Pedroso, que responderam a várias perguntas e contaram um pouco de suas experiências como escritoras.

 

 

As autoras relataram como ocorre o processo de criação e publicação de livros e fizeram uma breve explicação do conteúdo de suas obras. Os alunos participaram espontaneamente e adoraram descobrir esse caminho - desde a criação dos livros até a chegada nas livrarias.

 

 

Ao final das palestras e da conquista de muito conhecimento, houve um sorteio de livros. Todos ficaram muito animados com a entrega dos prêmios!

 


Com todo o interesse e o estímulo criado no decorrer do Fórum Literário, o resultado foi que o número de procura de livros para empréstimos na Sala de Leitura aumentou consideravelmente. E os alunos da E. M. Estado da Guanabara viajaram muito mais no mundo da leitura.

 

Parabéns à equipe da E. M. Estado da Guanabara!!
 

Escolas e professor,es não deixem de compartilhar atividades ou projetos no nosso Portal Rioeduca. Procure o representante de sua CRE!!
Clique aqui para conhecer seu representante
.
 


Profª Elidia Correia

Representante 3ªCRE no Rioeduca

elidiacorreia@rioeduca.net

Twitter:  @ElidiaCorreia

Facebook: Elidia Correia  e  Grupo Rioeduca/3ª CRE

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 23/10/2013

Educação Ambiental é o Tema na Azul e Branco

Tags: 8ªcre.

 

A Escola Municipal Azul e Branco realizou sua Feira Pedagógica no dia 4 de outubro. A partir do tema "Educação Ambiental", os alunos desenvolveram diferentes atividades sobre o que aprenderam. O evento envolveu também a família, que efetivamente participou e contribuiu com o projeto. 

 

Alunos no estande de brinquedos feitos com material reciclado.

 

A culminância é uma etapa de grande importância em um projeto. É um momento que tem como objetivo dar ao aluno visibilidade para o processo de aprendizagem pelo qual passou e também apresentar o trabalho feito para a comunidade e os pais, que são estimulados a perceber o avanço de seus filhos.

 

A culminância é também um meio de avaliação e consolidação dos conceitos aprendidos. Muitas vezes ela acontece nos moldes de uma grande celebração de todos os participantes.

 

Alunos falam sobre os conceitos aprendidos no projeto.

 

A Escola Municipal Azul e Branco, na 8ª CRE, realizou uma Feira Pedagógica como culminância do projeto Light nas Escolas.

 

Organizados por equipes, de acordo com o ano de escolaridade, assuntos importantes sobre Educação Ambiental foram trabalhados entre todos os alunos. As atividades tiveram início no final do 1º bimestre e, no dia 4 de outubro, alunos e professores organizaram um lindo evento para expor suas produções.

 

Professor Simei Silveira, do PET Presidente Médice, na apresentação da orquestra de flautas na abertura da Feira Pedagógica.

 

Educação Ambiental, Vida Saudável, Artes, Conhecimento Científico, Cultura e Cidadania foram os assuntos abordados no evento.

As turmas de 2º e 3º anos produziram brinquedos feitos com material reciclável, demonstrando o reaproveitamento de materiais que iriam parar no lixo. O 4º ano desenvolveu experimentos a partir da Revista Ciência Hoje. O Projeto do 4º ano Nenhuma Criança a Menos esteve envolvido com o tema "Gentileza Gera Gentileza".

 

O centenário de Vinícius de Moraes foi o tema trabalhado pelo 5º ano. O 6º ano aprendeu sobre o solo e a água. E a turma de Realfabetização trouxe para a Feira Pedagógica muitos conceitos sobre alimentação saudável para uma vida melhor!

 

Professora Waléria Segura e o aluno Victor, do Projeto de Realfabetização.

 

A Feira Pedagógica da E. M. Azul e Branco foi um acontecimento muito importante para toda a comunidade escolar! Foi uma grande oportunidade de troca de experiências, aprendizado e cooperação.

 

O Rioeduca parabeniza a todos os envolvidos no projeto!

 

Se quiser saber mais sobre a Feira Pedagógica e outras ações da E. M. Azul e Branco, clique na imagem abaixo e conheça o Blog:

 

 

 

*     *     *

 

Professora Neilda Silva

 Representante Rioeduca da 8ª Coordenadoria Regional de Educação

neildasilva@rioeduca.net

Twitter: @Prof_Neilda

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 22/10/2013

A Arca de Noé e Seus Animais

Tags: 7ªcre, projetos.

 

A Creche Municipal Rio Novo localiza-se em Jacarepaguá, em Rio das Pedras.

 

As crianças da turma M-41 da Creche Municipal Rio Novo embarcaram no projeto A Arca de Noé e Seus Animais, realizado entre a última semana de setembro e a primeira semana de outubro. O projeto apresentou animais vistos no livro de poesia "A Arca de Noé", de Vinícius de Moraes.


As crianças também puderam cantar e dançar os poemas musicalizados do CD "A Arca de Noé". Assim, como conheceram a história de Ruth Rocha "A Arca de Noé", identificando os animais e reconhecendo suas características básicas e seus gestos.

 

Os livros utilizados durante o projeto "A Arca de Noé e seus Animais".

 

Desenvolvimento do Projeto

 

Inicialmente, um dos objetivos era apresentar a história da arca e a sua musicalidade: o leão, o pato, a foca e o peru. Mas a professora retirou esse último para atender ao pedido da turma que queria fazer a girafa. A girafa se destaca na capa do livro e, nesse caso, a música mudou para "Dona Girafa", da Xuxa. 
 

Após a contação da história, algumas indagações foram feitas:

 

O que é uma arca? (referindo-se a um barco grande)
Onde podemos usá-la?
Por que os bichinhos foram para a arca?
Quais bichinhos foram?
Os peixinhos entraram na arca? Por quê?
Choveu muito e o que aconteceu?
E quando o sol apareceu, o que aconteceu?

Ao fim da história, as crianças bateram palmas ao som de "Viva os animais!"


As atividades se desenvolveram em torno de música (corpo e movimento), os diversos tipos de linguagens, matemática, preservação da natureza e artes plásticas. Algumas atividades foram realizadas em grupo, mas, em sua grande maioria, foram produzidas individualmente.

 

Material Utilizado

 

Os materiais utilizados foram: pratos de papel, guache, lápis cera, pincel, copo descartável, papel crepom, massinha de modelar, canetinhas, cola colorida, papel de embalagem de pão, papel 40 kg.

 

Detalhes do Projeto

 

Segundo a professora da turma Cristiane Ferreira: 

Em todos os momentos de rodinha, era relembrada a história da arca. Num desses momentos, foi comentado por uma criança que um dos bichinhos que entrou na arca, fazia assim... E eu imitei o rugido do leão. Quem sabe o nome dele? Leão! As crianças começaram a imitar o leão e foi aquela agitação! Falamos um pouquinho dos hábitos e comidas dos leões e onde vivem. Cantei o refrão e coloquei a música no rádio: o leão na voz de Fagner. Logo após, perguntei quem gostaria de fazer um leão bem feroz? No primeiro momento, pintamos os pratinhos com guache marrom, chamamos atenção para o nome da cor. Em um segundo momento, com o tinta seca, pedi para que colassem a carinha do leão no prato e dançamos a música "O Leão" com as produções em mãos.

 



Hora de dançar com a música "O Leão". No detalhe: produção com prato de papelão do rosto do leão.

 

Em todas as aulas, acontecia um retorno ao dia anterior para a continuidade do projeto. Ao se mencionar a girafa, que ela come folhas das árvores altas, as suas características (alta, amarela, com pintas marrons), a professora aproveitava a oportunidade para perguntar quem da turma comia verduras. Assim, falava sobre a importância de comê-las.

 

A Dona Girafa feita com cola colorida e bolinhas de papel crepom.

 

As crianças também cantaram a música "Dona Girafa". A professora perguntou quem gostaria de pintar a girafa de amarelo. A Girafa foi pintada com cola colorida amarela e as pintas com papel crepom, rasgados e amassados pelas crianças.


Para a produção do pato foi contada a história "Os 10 patinhos", ressaltando a cor e o som que fazem, além da contagem dos patinhos. No primeiro momento, foi usada guache amarela para fazer o corpo, usando o carimbo de mão das crianças; num segundo momento, com o patinho seco, apresentamos a poesia no livro, assim como o DVD: "A Arca de Noé".

 

Patos e Focas produzidos pelas crianças.

 

A professora Cristiane relata que:

Fiquei surpresa ao constatar que a maioria dos alunos não conhecia uma foca. Mostrei um DVD de vídeos com diferentes animais e mostrei a foca em seu ambiente natural. Imitei a foca batendo palminhas, eles riram! Realmente deve ser cômico a professora imitar a foca! Depois começaram a imitar! Cantei o refrão da música "A Foca": "Quer ver a foca ficar feliz? É por uma bola no seu nariz", fazendo os gestos no nariz. "Quer ver a foca, bater palminhas? É dar a ela uma sardinha." Perguntei o que era sardinha, falei que era o nome de um peixe que a foca adora comer. Quem gosta de comer peixe frito? Destaquei a cor da foca que era cinza, mas não me foquei nisso. Até porque temos uma figura de uma foca rosa num porta lápis na sala, que alguns chamavam de ursinho rosa, só que agora já sabem que o pote é da foquinha rosa. Pintamos a figura da foca com canetinha rosa ou cinza, coloquei as duas à disposição para que eles escolhessem. Num segundo momento, voltei a cantar a música da foca e perguntei quem gostaria de deixar a foca feliz? O que a gente dá pra ela? Cantei umas três vezes, bem devagar, até que saiu: "Uma bola!" Vamos então fazer uma bolinha e colar... onde mesmo? Nesse momento fiz o gesto apontando pro nariz: "No nariz!".

Em outra aula foi perguntado: "Se você fosse o Noé e construísse uma arca, um barco bem grande, que animal você levaria?" As respostas foram anotadas e cópias dos desenhos foram tiradas. Um grupo pintou com cola colorida e outro com lápis de cera, escolhidos pelas crianças. À medida em que se conversava sobre os diferentes animais, aproveita-se para observar a pronúncia e a escrita dos seus nomes.

 


Produção coletiva da Arca de Noé.

 

Na última aula, a professora indagou: "E agora que estamos com todos os animais prontos, onde vamos colocá-los? Alguns fizeram gestos de quem não sabia, até que saiu: "Na barca"! Mas cadê a barca? "Vamos fazer, tia!", falou o Heitor.

 

A professora explicou que a barca era feita de madeira e fez relação com materiais de madeira encontrados no ambiente escolar, destacando a cor marrom. Lembrando também que o(a) barco/barca é utilizado(a) na água e, ainda falando do seu enorme tamanho, comparando com o tamanho da creche. Uma da alunas, Emilly, mostrou sua surpresa: Nossa! Grandão!


Ainda foi falado que dentro da barca tinha uma casa para os bichinhos ficarem até a chuva passar e a água secar. Em cima do desenho da professora, no papel 40 kg, foi colocado papel de embalagem de pão, eles deveriam rasgar e colar os pedacinhos. Depois foi reforçado com guache marrom. Na casa usou-se cola colorida.


No segundo momento, cada criança colou na arca seu animal escolhido. No final, todos ouviram e cantaram as músicas do CD "A Arca de Noé". A professora conta que:

Tentei fazer do projeto algo significativo, relacionando um tema básico com a cultura nacional, como música e poesias que não são tão popularizadas. Antes desse projeto eu colocava esse mesmo CD de forma livre e as músicas passavam despercebidas. Mas depois da apresentação, através do projeto, eles começaram a ouvir e a cantar com mais emoção. Muito gratificante!

 

A Arca de Noé da turma M-41 pronta com animais escolhidos pelas crianças. No detalhe: cartaz com o nome dos animais escolhidos por cada aluno.

 

O projeto A Arca de Noé e Seus Animais possibilitou o enriquecimento do processo ensino-aprendizagem de forma lúdica e divertida. Podemos ressaltar o letramento, através da observação e escrita dos nomes dos animais, a expressão artística através da criação dos elementos relacionados ao projeto, a matemática com a contagem e reconhecimento de cores e formas, a valorização da alimentação saudável através do exemplo da Dona Girafa, o conhecimento acerca dos animais e da natureza. E, claro, o encontro com a música de Vinícius de Moraes e a história de Ruth Rocha, que encantam e sensibilizam crianças e adultos de várias gerações.

 

 PARTICIPEM, TAMBÉM, DESTE ESPAÇO QUE É NOSSO, DAS ESCOLAS, DOS PROFESSORES, DOS ALUNOS E DEMAIS FUNCIONÁRIOS QUE FAZEM A EDUCAÇÃO CARIOCA!

 

CONFIRAM NO LINK A SEGUIR, QUAL É O REPRESENTANTE DE SUA CRE
E DIVULGUEM O QUE SUA ESCOLA REALIZA!
RIOEDUCA NET - A REVOLUÇÃO ACONTECE: QUEM SOMOS NÓS?

http://portalrioeduca/sobrenos.php

 

Contato:

 

Roberta Vitagliano

 professora da rede municipal

e representante do Rioeduca da 7ªCRE

 

robertavitagliano@rioeduca.net

twitter: @robertacarmina

 

 

                               

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 22/10/2013

As Flores de Vinícius de Moraes

Tags: 2ªcre.

Os alunos da Escola Municipal Almirante Barroso estão cantando e se encantando com Vinícius de Moraes através do projeto pedagógico escolhido para o ano de 2013.

 

O projeto didático anual da Escola Municipal Almirante Barroso tem como título “Navegando com Vinícius de Moraes num Mar de Sensibilidade”. Foi desdobrado em quatro temas bimestrais: “Canta, Vinícius, o teu Rio de Janeiro!”, no primeiro bimestre, tendo como foco o aniversário da cidade; “Mulher, amor, paixão e... Vinícius”, no segundo bimestre, com ênfase na valorização da mulher na família e uma homenagem às mães; “As flores e Vinícius de Moraes”, no terceiro bimestre, trabalhando o romance em tempo de primavera; e no quarto e último bimestre o tema escolhido foi “Vinícius: permitido para Crianças...”, uma homenagem ao Dia das Crianças.


No mês de julho fizemos uma publicação aqui no portal Rioeduca falando do trabalho da Escola Municipal Almirante Barroso representado pelo projeto didático anual “Navegando com Vinicius de Moraes num Mar de Sensibilidade”.


O programa Salto para o Futuro teve acesso à publicação e entrou em contato com a equipe da unidade escolar a fim de convidá-los para uma gravação do programa dedicada a trabalhos com o tema Vinícius de Moraes.


A professora Márcia Cristina Nunes, coordenadora pedagógica da unidade escolar, nos conta que, depois de uma conversa com a equipe pedagógica, decidiu-se que a melhor forma de mostrar todo trabalho da escola, para uma gravação, seria uma apresentação dos alunos. E como muitos trabalhos feitos partiram de uma música ou de uma poesia, a escola resolveu expor nos murais os trabalhos confeccionados, e os alunos apresentaram a música ou o poema que mais gostaram. Assim surgiu o Sarau da Escola Municipal Almirante Barroso, que foi a culminância do tema do terceiro bimestre. Os alunos declamaram poemas, cantaram e encenaram. Foi uma grande festa!


A "Arca de Noé" continua sendo o tema trabalhado pelas turmas da Educação Infantil e primeiro ano. O professor de Música ensaiou as músicas "A Foca" e "O Pato" para apresentação. A professora de Artes confeccionou alguns animais. A professora da turma trabalhou a letra da música e a moradia de cada "bichinho". A professora do primeiro ano e sua turma elegeram o poema "As borboletas" para ser declamado.

 

Alunos na aula de Música.


Os alunos do segundo ano escolheram a poesia “O Ar” e viajaram no universo das brincadeiras infantis que trazem o resgate da infância. Na aula de Artes, confeccionaram brinquedos que necessitam do vento para funcionar como: pipa, cata-vento, avião etc.

 

Apresentação dos alunos do segundo ano.


Ao som da música “Casa”, as turma do terceiro ano conheceram as diferentes moradias, construindo através da Arte uma história com lembranças da infância. Os alunos confeccionaram móbiles e, nas aulas de Inglês, conheceram os vários tipos de moradia.

 

Mural com as produções dos alunos do terceiro ano.


Cada turma do quarto ano escolheu o seu próprio caminho com Vinícius. A turma 1.401 elegeu “O Relógio" para ser encenado. A 1.402 vivenciou experiências significativas ao abrir “A Porta” para a imaginação, vivendo a expectativa do que encontrar ao abrir esta porta. Já a 1.403, ao entrar em contato com o livro “O poeta aprendiz”, buscou resgatar um colega que estava distante da turma, valorizando sua habilidade de desenhar e recriaram o livro. Além disso, apresentaram a música "Aquarela". Nas aulas de Artes e Inglês, os temas também foram trabalhados.

 

Livro "O poeta aprendiz" recriado pelos alunos do quarto ano.

 

Mural com trabalhos sobre a poesia de Vinícius de Moraes.

 

As turmas 1.501 e 1.503, através do olhar criativo sobre o Rio de Janeiro, ao som das músicas “Corcovado”, “Eu Sei que Vou te Amar”, “Pela Luz dos Olhos Teus” e “Chega de Saudade”, estão buscando sensações felizes através de pinturas embaladas ao som de “A Felicidade”. Inspirados na homenagem feita para Vinícius no encontro de Tom Jobim e Frank Sinatra, apresentaram a canção “The Girl from Ipanema”. A turma 1.502, dando continuidade ao viés sobre meio ambiente, trouxe a primavera com a beleza das flores, realçando o imaginário do artista, o nosso poetinha, envolvidos ao som de “O Rancho das Flores”.

 

Alunos elaborando produções sobre o tema do projeto.

 

As turmas de Classe Especial estão conhecendo o universo de Vinícius interagindo com todas as turmas. Já os alunos do sexto ano, após conhecerem o poema “Maria Lúcia”, curiosamente o nome da sua professora, estão desvendando os encantos da Bossa Nova, embalados por “Chega de saudade” e “Ela é Carioca”.

 

Parabéns a toda comunidade escolar da E.M. Almirante Barroso! Continuem cantando e nos encantando com Vinícius de Moraes!

 

Gostou desta publicação? Deixe um comentário e clique em curtir para compartilhá-la com seus amigos no Facebook.

 

 Renata Carvalho – Professora da Rede e representante do Rioeduca, na 2ªCRE
Email: renata.carvalho@rioeduca.net
Twitter: @tatarcrj


 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share