A A A C
email
Retornando 46 resultados para o mês de 'Outubro de 2013'

Terça-feira, 15/10/2013

As Cores e Formas de Romero Britto

Tags: 2ªcre.

Os alunos do Espaço de Desenvolvimento Infantil Casa da Criança conheceram a vida e a obra de Romero Britto através das aulas de Artes Visuais.

 

Regente da disciplina Artes Visuais no Espaço de Desenvolvimento Infantil Casa da Criança, a professora Adriana Dornellas desenvolveu com os alunos da Educação Infantil um projeto que levou os pequeninos a conhecerem fatos da vida de Romero Britto e suas obras mais famosas. Em entrevista ao portal Rioeduca, a professora Adriana conta como foi realizar o projeto “As Cores e Formas de Romero Britto”.

 

.

 

Rioeduca: Como surgiu a ideia de realizar o projeto “As Cores e Formas de Romero Britto” ?

 

Professora Adriana Dornellas - No primeiro bimestre deste ano, trabalhei com minhas turmas elementos básicos para a criação artística: traços, linhas, movimentos, formas e cores através do estudo e experimentação de alguns trabalhos voltados para a faixa etária entre quatro e cinco anos. O resultado das atividades que iam sendo realizadas pelas minhas turmas me lembrou muito o trabalho do Romero Britto. Então, por que não aprofundar mais o estudo e ainda levar as obras deste renomado artista às crianças? Dessa forma, surgiu o projeto "As cores e formas de Romero Britto".

 

O aluno Gabriel dando um toque alaranjado à obra Cachorro.

 

 

Rioeduca: Quais os objetivos do projeto ?


Professora Adriana Dornellas -  Aprofundar conhecimentos sobre as cores, linhas e formas; Identificar cores primárias e secundárias; Desenvolver a imaginação, criatividade, atenção, concentração, expressão artística, percepção visual e noção espacial; Trabalhar coordenação motora fina e ampla; Desenvolver oralidade, interação e socialização; Fazer leitura de imagem; Conhecer a biografia e o trabalho de Romero Britto.

 

A aluna Geovanna pintando as bolinhas com cor de rosa.

 

Rioeduca: Como o projeto foi realizado? E com quais turmas?

 

Professora Adriana Dornellas - Foi realizado entre os meses de abril e junho com as turmas de quatro anos (EI 21, EI 22 e EI 23) e as de cinco anos (EI 11 e EI 12). Sempre trabalho com meus alunos através de releituras. Assim, apresentava a obra que seria trabalhada naquela semana, uma para as turmas de quatro anos e outra para as turmas de cinco anos. E acrescentava uma técnica artística para que as crianças pudessem realizar o seu trabalho. Como resultado, obtive trabalhos excelentes, com riqueza de detalhes e muito capricho. As crianças gostaram demais dessa interação com a obra do Romero Britto.

 

O aluno Guilherme pintando a reprodução da obra Cachorro.

 

Rioeduca: Como aconteceu a culminância do projeto?


Professora Adriana Dornellas - A culminância foi a pintura de duas obras escolhidas através de sorteio entre as turmas. As turmas de quatro anos ficaram com a pintura da obra “Borboleta” e as turmas de cinco anos pintaram a obra “Cachorro”. Ampliei a lápis as obras em papel Paraná e as crianças as pintaram com tinta guache em sistema de rodízio sob minha supervisão. O trabalho final ficou pronto em duas semanas e foi exposto no mural do EDI juntamente com fotografias da confecção dessas obras e um breve relato do que foi trabalhado para que os responsáveis e demais funcionários pudessem apreciar o resultado do projeto realizado pelos pequenos.

 

A aluna Isabelli realizando o acabamento da obra Cachorro.


Rioeduca: Professora Adriana, qual sua avaliação sobre o projeto?

 

Professora Adriana Dornellas - Foi maravilhoso trabalhar o universo de Romero Britto em sala de aula! Suas cores vivas e traços que remetem ao universo infantil agradou “em cheio” meus alunos que ficaram muito felizes em vivenciar todo o projeto. Até a criança mais tímida não se conteve em participar das atividades propostas e manusear o material que era oferecido para a confecção do trabalho.


Com o projeto pude apresentar aos meus alunos um pouco da arte moleca e tão famosa do Romero e fazer com que todos se sentissem cada vez mais artistas em minhas aulas!

 

O aluno Vinicius bastante concentrado no corações na obra Borboleta.

 

Abaixo, segue um trecho do relato que foi exposto aos expectadores no mural juntamente com os trabalhos finais do projeto:

 

Os alunos do Espaço de Desenvolvimento Infantil Casa da Criança conheceram fatos de vida de Romero Britto e algumas de suas obras mais famosas. Também puderam vivenciar a produção de uma obra de arte em proporção maior àquela que é normalmente usada em sala de aula (folha de papel ofício de tamanho A4). O resultado foi muito positivo e a diversão foi garantida!”

 

Mural com o resultado final do projeto.

 

Parabéns à professora Adriana por desenvolver atividades que levam ao aprimoramento do conhecimento cultural dos educandos!
  

 

Gostou dessa publicação? Deixe um comentário e clique em curtir para compartilhá-la com seus amigos no Facebook.

 

 Renata Carvalho – Professora da Rede e representante do Rioeduca, na 2ªCRE
Email: renata.carvalho@rioeduca.net
Twitter: @tatarcrj

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 15/10/2013

Brincar e Aprender

Tags: 7ªcre, projetos.

 

A Escola Municipal Gastão Monteiro Moutinho localiza-se na Taquara, em Jacarepaguá, e atende alunos da Educação Infantil ao 6º ano do Ensino Fundamental.

 

Toda última terça do mês, a rede municipal convida as creches e escolas que possuem Educação Infantil para comemorar o Dia do Brincar. Na escola Gastão Monteiro Moutinho, na última terça de setembro, a Professora Martha Rocha trabalhou a Amarelinha.

 

Inicialmente, a professora perguntou quem conhecia a brincadeira e, depois, pediu para cada um desenhar o que imaginava que seria para começar o trabalho.

 

Ideia espacial das crianças em relação à Amarelinha.

 

De origem francesa, a Amarelinha chegou ao Brasil e rapidamente se tornou popular. A brincadeira consiste em um desenho formado por blocos numerados de 1 a 9, com semicírculos nas extremidades que são jogados com uma pedrinha que deve respeitar as paredes de cada bloco.

 

Apresentação do videoclipe da música Amarelinha, da Xuxa.
 

As crianças da Educação Infantil assistiram ao vídeo com a música Amarelinha, da Xuxa, e também a ouviram. Em matemática, trabalharam com a numeração presente do desenho da Amarelinha e com as formas geométricas.


O letramento foi possível através da observação e estudo da letra da música e do jogo em si. As crianças desenharam e produziram suas amarelinhas no papel. Também foi feita uma no chão da sala para que todos pudessem brincar e se divertir muito no Dia do Brincar.

 

Professora Martha apresentando as formas geométricas da Amarelinha.

 

A Amarelinha sendo produzida pelos alunos com formas geométricas.

 

Amarelinha feita com formas geométricas pronta.

 

A Escola Gastão Monteiro Moutinho desenvolve o Projeto Político Pedagógico Para que a escola nos dê cidadãos, que tem como missão: ”desenvolver o aluno enquanto indivíduo social, cognitivo, existencial." A brincadeira favorece o desenvolvimento das potencialidades das crianças de forma lúdica e bem expressiva, já que a criança aprende, brincando.

 

Turma feliz com o resultado das suas produções.

 

A brincadeira também favorece a autoestima e a criatividade. Além disso, no caso da Amarelinha, propicia um retorno às brincadeiras de antigamente em um mundo cada vez mais voltado para a tecnologia.

 

Hora de brincar muito!

 

Segundo o Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil: "por meio das brincadeiras, os professores podem observar e constituir uma visão dos processos de desenvolvimento das crianças em conjunto e de cada uma em particular, registrando suas capacidades de uso das linguagens, assim como de suas capacidades sociais e dos recursos afetivos e emocionais que dispõem."

 

Que o Dia do Brincar possa trazer sempre alegria, diversão e aprendizado para as crianças, possibilidades de observação e intervenções positivas dos professores para estimular o desenvolvimento dos alunos.

 

 PARTICIPEM, TAMBÉM, DESTE ESPAÇO QUE É NOSSO, DAS ESCOLAS, DOS PROFESSORES, DOS ALUNOS E DEMAIS FUNCIONÁRIOS QUE FAZEM A EDUCAÇÃO CARIOCA!

 

CONFIRAM NO LINK, A SEGUIR, QUAL É O REPRESENTANTE DE SUA CRE
E DIVULGUEM O QUE SUA ESCOLA REALIZA!
RIOEDUCA NET - A REVOLUÇÃO ACONTECE: QUEM SOMOS NÓS?

http://portalrioeduca/sobrenos.php


 

Contato:

 

Roberta Vitagliano

 professora da rede municipal

e representante do Rioeduca da 7ªCRE

 

robertavitagliano@rioeduca.net

twitter: @robertacarmina

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 15/10/2013

Dia das Crianças com Concurso de Dança!

Tags: 11ªcre, dia das crianças, didier barbosa vianna, concurso, dança.

No dia 10 de Outubro, a E. M. Capitão de Fragata Didier Barbosa Vianna comemorou o Dia das Crianças de forma inusitada. Um concurso de dança entre os alunos de todas as faixas etárias e anos com direito à medalhas de Ouro para os vencedores. CONFIRA!

 

"A música é celeste, de natureza divina

e de tal beleza que encanta a alma

e a eleva acima da sua condição."

Aristóteles

 

Alunas do 1º ano arrumadas para concorrer no concurso de danças.

 

A E. M. Capitão de Fragata Didier Barbosa Vianna, da 11ª CRE, é considerada de pequeno porte, com dez salas de aula e com turmas desde a Educação Infantil até o 6º ano. Os alunos participaram do show de talentos realizando passos e dançando músicas desde funk e rock até pop internacional!

 

Jurados do turno da tarde: Aline, Estella, Wagner e a professora Cristiane.

 

Todos foram observados pelos juízes que deram o parecer final. Somente os mais desenvoltos ganhariam medalhas de ouro.

 

Diferentes turmas dançando no Show de Talentos.

 

Foram duas turmas ganhadoras, a do turno da manhã e a do turno da tarde. Ambas ganharam medalhas de Ouro!

 

Exemplos de coreografias e músicas é o que não falta para essa garotada! Só no Rio de Janeiro são realizados dois importantes festivais de música: o FECEM e o Rock in Rio.

 

FECEM - 11ª CRE

 

O Festival da Canção das Escolas Municipais (FECEM) caracteriza-se como um projeto artístico-cultural, com foco na produção musical dos alunos, promovendo a divulgação do universo musical brasileiro. O festival, que acontece há 25 anos, privilegia o espírito de participação, a colaboração e o senso crítico, importantes eixos na construção da cidadania plena dos estudantes. 

 

Fotos dos alunos da 11º CRE cantando e dançando no palco do FECEM.

 

O FECEM é um evento bastante esperado pelos professores e alunos, pois é nele que talentos são revelados.

 

 

Rock in Rio

 

Um festival de música famoso mundialmente é o Rock in Rio. Desde sua criação, é reconhecidamente o maior festival musical do mundo latino.

 

 

Parabéns aos envolvidos por proporcionar aos estudantes oportunidades de demonstrarem seus talentos musicais, pois trabalhar também a Inteligência Corporal Cinestésica é de suma importância!

 

Laura Fantti Davilla Serpa
Representante Rioeduca da 11ª CRE
Facebook: http://www.facebook.com/laura.fanttidavilla
Site: http://lauradavill1.wix.com/rioeduca11cre
Twitter: https://twitter.com/laurafanttini

E-mail: lauradavilla@rioeduca.net

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 14/10/2013

Educação Ambiental no GEA

Tags: 1ªcre, projetos.

 

O Ginásio Experimental de Artes Visuais Vicente Licínio de Cardoso, situado à rua Edgar Gordilho, Saúde, é uma recente iniciativa da Prefeitura do Rio. No Ginásio, foram implantados  os mesmos moldes de três escolas voltadas ao esporte: os Ginásios Experimentais Olímpicos.

 

Os alunos do Ginásio Experimental frequentam a escola em horário integral, das 8h às 16h. Nesse tempo, eles têm cafe da manhã, almoço e lanche. Além das aulas regulares, há também aulas eletivas. Como o Ginásio é vocacionado para Artes Visuais, as eletivas são os ateliês. Nove opções são oferecidas: Artes Gráficas, 3D, Textura, Desenho, Cor, Pintura, Outras Mídias, Novas Tecnologias e Seres e Natureza. Cada estudante escolhe a aula que mais lhe atrai. Assim, alunos das três turmas, do 7º, 8º e 9º ano do Ensino Fundamental, trabalham juntos.

 

Alunos do GEA preparando a Eco Bag para recolher materiais recicláveis.

 

Os jovens são incentivados pelos professores a vencer seus medos e ultrapassar limites. E o GEA tem o compromisso de ajudá-los nessa missão. Assim, os alunos recebem reforço escolar nas matérias em que apresentam mais dificuldade e participam dos programas Projeto de Vida e Protagonismo Juvenil.

O primeiro desenvolve o tipo de ser humano que cada um quer ser, um trabalho que começa na primeira semana de aula e é desenvolvido com o professor ao longo do ano. Eles definem o que esperam da escola e de suas vidas como um todo. O segundo programa objetiva alcançar o conhecimento sobre si mesmo e sobre o ambiente. Assim, eles podem melhorar a escola e o relacionamento com os colegas.


Projeto de Educação Ambiental - “Ecos do Porto” 

 

O GEA Vicente Licínio Cardoso está participando ativamente do projeto “Ecos do Porto”, desenvolvido nos bairros da Saúde e da Gamboa e no morro da Providência. Esse projeto é uma parceria com a Concessionária Porto Novo, com a ONG Defensores da Terra e com a Secretaria Municipal de Educação. O objetivo é conscientizar integrantes da comunidade escolar, seus familiares e residentes na região portuária a manterem boas práticas de limpeza e reciclagem.

 

"Ecos do Porto" pretende preparar as bases para a futura implantação do sistema de coleta seletiva e reciclagem na região portuária. Assim, as escolas são envolvidas para criar uma nova fonte de geração de emprego e renda para os moradores. Além disso, a ideia busca reduzir a quantidade de resíduos sólidos dispostos incorretamente, melhorando, dessa forma, a qualidade de vida comunidade.

 

Tempo que os materiais demoram para se decompor na natureza.

 

Para que haja resultados efetivos, a colaboração de todos é fundamental! Assim, a campanha é que todos ajudem na redução da geração de lixo, principalmente através da reciclagem e reaproveitamento de resíduos. É também foco do trabalho despertar na comunidade a importância do uso consciente de outros recursos como a energia elétrica e a água. Dessa forma, será possível reduzir o consumo e evitar o desperdício, adotando novos valores para uma melhor qualidade de vida para as atuais e futuras gerações.

 

As Escolas Municipais Darcy Vargas, Francisco Benjamin Gallotti, Antônio Raposo Tavares também participam do “Ecos do Porto". Juntamente com o GEA, já realizaram as seguintes Atividades:


  • Palestra de sensibilização para os alunos;
  • Oficinas com material reciclável;
  • Campanha com cartazes;
  • Eco Bag - Bolsa construída por alunos para recolher recicláveis;
  • Alunos mobilizados a recolher material reciclável numa gincana entre as escolas;
  • Concurso de objetos confeccionados pelos alunos com material reciclável e com tema alusivo ao Natal.

 

Educação Ambiental é compromisso do GEA com a comunidade escolar e de toda a zona portuária.

 

Veja, no vídeo abaixo, a importância do ato de reciclar:

 


 

 

* Professor, queremos conhecer e divulgar o blog e os projetos desenvolvidos por sua escola. Aproveite este espaço que é feito para nós! Entre em contato com o representante do Rioeduca em sua Coordenadoria e participe. *

 


Professora Rute Albanita
 Representante Rioeduca.net da 1ª Coordenadoria Regional de Educação
ruteferreira@rioeduca.net
Twitter: @Rute_Albanita

 

 

COMPARTILHE E COMENTE!

 

 

                              

 

 

 


   
           



Yammer Share