A A A C
email
Retornando 53 resultados para o mês de 'Outubro de 2014'

Quarta-feira, 29/10/2014

Talentos da Rede na 8ª CRE: Professor Carlos Pimentel

Tags: 8ªcre, talentosdarede.

 

Carlos Pimentel é professor de Artes Cênicas na Escola Municipal Tasso da Silveira e no Espaço de Extensão Escolar - PET Presidente Médici, na 8ª CRE. Além de realizar seu trabalho com empenho e dedicação, o professor se multiplica e se reinventa em diferentes ações que hoje o destacam como um talento especial na Rede Municipal do Rio de Janeiro.

 

 

Professor Carlos Pimentel e alunos da E. M. Tasso da Silveira.

 

Carlos Alberto da Silva Pimentel nasceu no Estado de São Paulo, tem 54 anos, e iniciou seus estudos artísticos em 1975, através de atividades e cursos promovidos pelo Museu de Arte Moderna de Resende, Rio de Janeiro.

Formou-se em 1982, no curso de Bacharelado em Artes Cênicas da UNIRIO (Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro). Em 1988, concluiu o curso de Licenciatura em Educação Artística, habilitação Artes Cênicas, na mesma Universidade.

Residindo no Rio de Janeiro, no período de 1979 a 1996, participou como ator em várias montagens teatrais na cidade, sob a direção de respeitados diretores como Luis Arthur Nunes, Alexandre Mello e Jacqueline Laurence.
 

 

Professor Carlos Pimentel em uma das nove corridas em que participou: Circuito Adidas Verão 2012.

 

Iniciou sua carreira de professor de Artes Cênicas do ensino fundamental no Colégio Verbo Divino, situado no município de Barra Mansa, onde ministrou aulas no período de 1985 a 1988.

Em 1990, obteve uma das sete primeiras colocações no concurso para Professor de Artes Cênicas da rede municipal de ensino do Rio de Janeiro, tendo sido designado para lecionar na E. M. Tasso da Silveira, situada no bairro de Realengo, onde desenvolve seu trabalho até hoje.

Em 2003 foi aprovado em primeiro lugar para a região da 8ª CRE em novo concurso para a mesma rede de ensino. Foi designado para lecionar na mesma escola. 

O professor Carlos Pimentel obteve premiações, como professor orientador no Concurso de Dramaturgia “Tirando a Droga de Cena” (edições 2004 – 2º lugar e 2005 – 3º lugar) e no Terceiro Festival Estudantil de Teatro – 2004, promovido pela Secretaria Municipal de Educação e Centro de Artes Calouste Gulbenkian, com o espetáculo "Infinitos Minutos", que foi escolhido como um dos cinco melhores espetáculos do Festival!

 

Grupo de participantes do Projeto Laboratório Cênico.



Na área de produção cultural, foi corresponsável pela implantação de projetos de teatro e música no Centro Cultural Candido Mendes, unidade Praça XV, Rio de Janeiro, no período de 1988 a 1990, e realizou trabalhos de dinamização cultural nas unidades do SESC de Barra Mansa (1987) e Nova Friburgo, Rio de Janeiro (de 1997 a 2000).

Desenvolveu projetos teatrais para as empresas Souza Cruz, Banco Nacional e Mesbla.
Em 1996, mudou-se para Nova Friburgo, onde, contratado pelo SESC, iniciou um projeto de dinamização do setor cultural da instituição.

Concebeu e coordenou os projetos Cena Aberta, de formação de plateias, SESC Boa Praça, de ações culturais nos bairros da cidade, e SESC Memória, de resgate da história e memória cultural de Nova Friburgo.

Organizou e coordenou, ainda, as Mostras de Teatro de Nova Friburgo, edições 1997 e 2003, e os Festivais de Teatro de Nova Friburgo, edições 1998, 1999 e 2000.
Em 2000, solicitou seu desligamento do quadro de funcionários do SESC e fundou o Laboratório Cênico, projeto de pesquisa e produção teatral, que esteve sediado na instituição durante dez anos e que até hoje desenvolve atividades culturais nessa cidade.

Participou como professor responsável pelo módulo de teatro do Projeto Cinema pela Verdade, realizado pelo Instituto Cultura em Movimento-ICEM, em parceria com o Ministério da Justiça, nas edições de 2012, 2013 e 2014.

 

 

Imagem de uma das obras de pintura do professor Carlos Pimentel.

 

 

"Profissionalmente, além de professor, sou também diretor e ator. Gosto muito de esportes: já participei de nove corridas. Também curto desenhar, pintar e interesso-me por fotografia, principalmente da natureza e de viagens. Também escrevo e tenho alguns trabalhos publicados."

                                                                     Professor Carlos Pimentel

 

O que move o professor Carlos é a mesma paixão que existe em tantos outros professores da rede municipal de ensino. É o desejo de multiplicar-se, de crescer com a participação e com a generosidade da troca de saberes e experiências.

 

 

(Matéria feita com base em currículo e material enviado pelo professor Carlos Pimentel)

 

O Rioeduca parabeniza o professor por tantos projetos e ações bem-sucedidas dentro e fora da sala de aula!

 


  Você também gostaria de participar do Talentos da Rede?

Entre em contato com o Rioeduca

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 29/10/2014

Mostra Regional de Sala de Leitura na 3ª CRE

Tags: 3ªcre, salasdeleitura.

 

Nos dias 13 e 14 de outubro realizamos a Mostra de Sala de Leitura na 3ª CRE. Essa data foi escolhida para que estivesse em consonância com a abertura da Maratona de Histórias da Rede. Assim, a 3ª CRE abriu a sua Maratona contando suas histórias e mostrando seus trabalhos!

 

 

Evento sonhado, planejado e realizado em conjunto, principalmente por professores regentes das Salas de Leitura Polo e Satélites e da Equipe de Mídia e Educação da 3ª CRE. E amplamente "abraçado" pelas equipes das escolas e da Gerência de Educação da Coordenadoria.

 


Conhecedores dos belos trabalhos construídos e produzidos no interior das escolas pelos regentes de Sala de Leitura com os alunos, havia o desejo de torná-los visíveis para que outros "muros" e outras "gentes" também tivessem o privilégio de conhecê-los. Com esse desejo conjunto, a Mostra de Sala de Leitura na 3ª CRE se torna real.

 

 

As Salas de Leitura Satélites da Polo Rio Grande do Sul reuniram-se na Escola Municipal Rio Grande do Sul, sob a coordenação da regente de Sala de Leitura e CP da escola professora Ana Cristina.

 


 

As Salas de Leitura Satélites da Polo Ministro Orosimbo Nonato reuniram-se na Escola Municipal Ministro Orosimbo Nonato, sob a coordenação da professora regente de Sala de Leitura Albertina.

 

 

E as Salas de Leitura Satélites da Polo George Sumner reuniram-se na Escola Municipal República do Peru, que sempre cede gentilmente seu espaço (não havia espaço apropriado disponível na George Sumner), sob a coordenação da professora Marcele, regente da Sala de Leitura Polo George Sumner.

 

 

Os trabalhos apresentados foram fantásticos! Criativos, inovadores, cuidadosamente preparados, com temas interessantes e de acordo com os projetos das escolas, inspiradores!

Houve também outras formas de fazer com que as pessoas se encantassem com a leitura de textos literários: contação de histórias, oficinas, dramatizações, palavras cantadas, danças coreografadas. E o objetivo foi cumprido: os visitantes saíram mais sensíveis do que entraram, com certeza!

 

 

Durante a Mostra de Sala de Leitura, alguns trabalhos foram melhor apreciados. Essa apreciação foi realizada através de votação e pesquisa feita com os visitantes. Os trabalhos mais votados serão apresentados em novembro, nos espaços da sede da E/3ª CRE, para que as pessoas que não puderam ver nas Salas de Leitura Polo, tenham mais essa oportunidade.


 


 

 

 

 


 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 28/10/2014

Gentileza Gera Gentileza e Quem Ama Cuida

Tags: 2ªcre.

 

 

A Semana da Educação Infantil na Escola Municipal Casa da Criança foi marcada pela integração entre família e escola.

 

 

A Semana da Educação Infantil na Escola Municipal Casa da Criança foi um sucesso! A equipe pedagógica pensou em uma proposta para receber as famílias e para articular o projeto anual “Gentileza gera gentileza” e o subprojeto do 3º bimestre sobre meio ambiente “Quem ama cuida”, no qual o valor trabalhado foi "responsabilidade".


Colocando em debate a questão do lixo no planeta, foram trabalhados: a prática da coleta seletiva e os “3 R's” reduzir / reutilizar / reciclar. Cada turma confeccionou com suas famílias um brinquedo a partir de materiais recicláveis. A participação das famílias foi intensa. As crianças ficaram muito felizes com seus pais na escola e muita coisa bonita foi feita.


A turma 11, da professora Carmem, produziu bilboquês com garrafas pet com seus familiares. E os pais também conheceram um pouco da rotina da turma participando da rodinha inicial.

 


 


A turma 12, da professora Elaine, produziu quebra-cabeças com embalagens de pizzas. Muitos pais se surpreenderam com os resultados.

 

 

 


A turma 13, da professora Luciene, produziu jogo da velha com tampinhas de garrafa pet, durex colorido e papelão. Depois realizaram um divertido campeonato de jogo da velha.

 

 


 


A turma 21, da professora Sylvia, produziu binóculos com rolos de papel higiênico. A sala de aula virou um observatório.

 


 

E a turma 22, da professora Priscila, integrou várias atividades: começou com a contação da história “A menina do feijão suculento”. Após, produziram potes para transportar as mudas de feijão que foram plantadas anteriormente. E, finalmente, experimentaram um gostoso caldinho de feijão.

 


 

A equipe pedagógica relatou ao portal Rioeduca que a unidade escolar prima pela integração com a comunidade. Esses eventos colaboram para o desenvolvimento da criança de forma global. Os pais mostraram-se muito satisfeitos e elogiaram bastante a Semana da Educação Infantil e o trabalho realizado pela equipe.

 

Agradecemos a Escola Municipal Casa da Criança por enviar o relato das atividades da Semana da Educação Infantil e os parabenizamos pelo trabalho realizado com os pequeninos e suas famílias.
 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca! Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

Renata Carvalho - Professora da Rede e representante do portal Rioeduca na 2ªCRE

renata.carvalho@rioeduca.net

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 28/10/2014

Professor Vagner Lemoine é Talento da Rede

Tags: 7ªcre, projetos.

 

 

A campanha Talentos da Rede apresenta o professor Vagner Lemoine de Andrade. Além de professor de Educação Física, Vagner se apresenta em orquestras tocando violoncelo e outros instrumentos musicais.

 

Vagner Lemoine de Andrade é professor de Educação Física da rede municipal de ensino desde 2008 e, atualmente, trabalha no CIEP Carlos Drummond de Andrade. Junto com seus alunos, já esteve presente em algumas edições dos Jogos Estudantis e dos Jogos do Rotary.

 

 

 

Vagner Lemoine gosta de música desde pequeno e participa de apresentações e eventos mostrando seu talento como músico, apesar de não ter feito nenhum curso ou escola específica para isso. Veja o que Vagner nos conta:

 

Sempre gostei muito e cresci ouvindo muita música, de todos os tipos. Toquei flauta doce quando pequeno, "brincava" com violão na adolescência, principalmente pelo fato de acampar muito, saxofone, flauta transversa (a flauta doce me ajudou devido ao dedilhado parecido) e violoncelo. Nunca fiz uma escola formal de música, sempre tive uma relação intuitiva. Os instrumentos, exceto a flauta doce (tive aulas na escola e particular), fui aprendendo autodidaticamente, perguntando a um como faz isso, a outro como faz aquilo e assim foi.

 

 

Invasão Cultural de Manguinhos.

 

 

   Festival da Escola de Música Villa Lobos.

 

 

 Show no Ibam.

 

 

Atualmente, o professor Vagner Lemoine  toca em uma Câmara Lírica, orquestra da ACM (que acompanha o coro) e em eventuais festas, casamentos etc. Ele também está retomando  um dueto de violoncelos que surgiu a partir de um quarteto que acabou. Já participou de diversos eventos musicais e sociais como a Invasão Cultural em Manguinhos, Show no Ibam, apresentações na Escola de Música Villa Lobos, entre outros.

 

 

Invasão Cultural em Manguinhos.

 

 

Cantata Isaías na Igreja São José.

 

A campanha Talentos da Rede apresentou o professor Vagner Lemoine de Andrade que, além de desenvolver um competente trabalho como professor de Educação Física na rede municipal, também tem um talento especial como músico.

 

Passeio com alunos no Forte do Leme.

 

Parabéns, professor Vagner, pelo seu talento que ultrapassa os muros escolares!

 

Agradecemos a professora Fátima Costa pelo envio da sugestão do nome do professor para participar da Campanha Talentos da Rede.

 

 

 

                                           

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share