A A A C
email
Retornando 23 resultados para o mês de 'Outubro de 2016'

Sexta-feira, 14/10/2016

Semana de Alfabetização na E.M. Lycio de Souza Carvalho

Tags: 9ªcre, alfabetização, semana.

 

 

 

Depoimento da equipe da Escola Municipal Lycio de Souza Carvalho sobre a Semana de Alfabetização, realizada em setembro de 2016.

 

 

“Nada é impossível para um coração cheio de vontade!” 

"A frase colocada à entrada de nossa escola retrata os momentos especiais que vivemos na IV Semana de Alfabetização/SME, encerrada na sexta-feira, 09 de setembro. Tivemos a oportunidade de pensar um pouco mais em nossa prática, ouvindo o outro, refazendo, revivendo. Além dos momentos de estudo, apresentamos aos nossos responsáveis o que fazemos em sala de aula e eles puderam se ver como participantes e incentivadores de seus filhos, com toda a sua importância. Esses momentos só nos confirmaram o que já sentíamos.

 

A Alfabetização envolve relacionamento, compromisso, priorizar a necessidade do outro. Que alfabetizar é mostrar um mundo real, ainda escondido sob as sombras das letras, dos números e de uma infinidade de palavras. É acrescentar sentido ao que está bem perto, envolto numa multidão de símbolos, de histórias, de vivências. Quando a gente pensa em Alfabetização pensa em como ela se dá e aí vem a certeza de que não há metodologia ou material que dê conta desse contato, que substitua a presença de quem ajuda a desvendar esse mistério, esse espaço novo,vivo, transformador.

 

 

 

Nosso respeito e carinho a todos os colegas alfabetizadores, em especial ao time de Alfabetização da E. M. Lycio de Souza Carvalho. Vocês realmente fizeram acontecer!"

 

 

Contato com a escola pelos telefones 3394-1632 e 2394-6624 ou pelo e-mail emlcarvalho@rioeduca.net.

 

 


   
           



Yammer Share

Postado por Rita Faleiro Ver Comentários (0)

Quinta-feira, 13/10/2016

Semana da Alfabetização 2016 - Se for para chover, que chovam palavras!

Tags: 3ªcre, alfabetização, exposição.

   

 

 

Aproveitando a Semana da Alfabetização 2016 da Secretaria Municipal de Educação, as Professoras Liette Machado e Andreia Teixeira da Escola Municipal Suécia realizaram a exposição "Se for para chover, que chovam palavras“. Vamos conhecer um pouco desse trabalho...
 

 

Dando vida a proposta de alfabetização “Leitura em todo lugar” as professoras de alfabetização Marcilane, Nilza, Kátia, Flávia, Aline, Bianca e Fernanda, junto da equipe de direção da Escola Municipal Suécia, composta pela diretora Eudiléia e Diretora Adjunta Janaina, realizaram diferentes atividades de alfabetização. De forma lúdica e criativa, envolveram os responsáveis e alunos na elaboração de trabalhos de arte e textos coletivos, que transformaram o dia da Alfabetização de portas abertas num grande sucesso. Intitulado “Se for para chover, que chovam palavras” os trabalhos inundaram a escola de poesia, de lindos trabalhos e de muita criatividade.

 

 

O objetivo principal foi incentivar a prática da leitura nos diferentes ambientes e ainda orientar e conscientizar toda a Comunidade Escolar sobre as técnicas e recursos utilizados para o trabalho de alfabetização realizado na Unidade Escolar. A regente de Sala de Leitura, professora Andréia Teixeira, a diretora adjunta, professora Janaina Rodrigues, e a professora de Artes, Liette Machado, coordenaram a atividade que envolveu toda a escola durante a semana da Alfabetização.

 

 

Segundo palavras da diretora Adjunta, a equipe da Escola Municipal Suécia procura sempre trabalhar com inovação e criatividade em seus projetos. Aproveitando a Semana da Alfabetização a Direção e as Professoras Liette Machado e Andreia Teixeira realizaram a exposição "Se for para chover, que chova palavras". As demais professoras realizaram atividades como textos coletivos com os alunos e, no dia da Alfabetização de portas abertas, os responsáveis participaram de diversas atividades com seus filhos!

 

 

O estímulo para leitura é constante nos projetos da E. M. Suécia e apresentamos para a comunidade Escolar como é realizado o trabalho com o concreto na alfabetização! O lúdico e a leitura misturam-se nos Projetos da U.E. despertando interesse nos alunos! A leitura está no pátio, corredores, no recreio e em todos os ambientes da Unidade Escolar.

 

 

Este projeto bem sucedido demonstra a integração entre equipe e Comunidade. Os alunos e responsáveis aprovam o incentivo a leitura e os profissionais da U.E. efetuam essas ações com excelência e grande empenho! Alunos amantes da leitura é o que queremos.

 

 

A cinquentenária  Escola Municipal Suécia está situada no bairro de Pilares e tem como missão: Oferecer a todos os alunos a formação integral, elevando os níveis de aprendizagem e desenvolvendo a cidadania, através de práticas inovadoras, monitorando processos e avaliando resultados. Parabéns para toda a equipe da Escola Municipal Suécia pelo trabalho de qualidade se faz todos os dias.

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 12/10/2016

Ocupa Escola: A Cultura do Hip Hop invadindo a Rodrigo Otávio

Tags: 11ªcre, ocupa, escola, grafite.

 

 

No dia 29 de Setembro os alunos da Escola Municipal Rodrigo Otávio, localizada na Ilha do Governador, tiveram a oportunidade de conhecer pessoalmente a cultura do Hip Hop, através do projeto Ocupa Escola. Dj, breakdance, graffiti e rap fizeram parte da experiência. CONFIRA!

 

O projeto Ocupa Escola, que é realizado em onze escolas municipais, incluindo a E. M. Rodrigo Otávio, acabou lotando a quadra da escola com diversos artistas do movimento Hip Hop da Ilha do governador, fazendo a alegria dos alunos.

 

DJ e alunos aprendendo sobre Afrika Bambaataa, o pai do Hip Hop

 

Cerca de 280 alunos do 6º ao 9º ano participaram do evento e puderam ver de perto como é feito o grafitti, além de terem oficinas de breakdance, DJ e de Rap. O projeto se estendeu até a noite com as turmas do PEJA e culminou com uma disputa de MCs convidados.

O diretor Adjunto Michel Serpa ressalta a importância de eventos como este, pois vê neles uma oportunidade para os alunos conhecerem mais sobre esta cultura. Mas sem dúvida, o melhor disso tudo foi o aprendizado que todos tiramos. Nossa Escola é viva e isso nos enche de orgulho! afirma Michel.

 

Batalha de MCs

 

O projeto visa tornar mais acessível a estudantes, comunidades e o público em geral a produção artística da cidade, sendo desenvolvido pela Casa da Arte de Educar em parceria com a Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro, a partir de uma proposta do Núcleo de Arte e Educação do movimento Reage Artista.

A infraestrutura construída das escolas é utilzada para formação de uma Rede Complementar de Cultura, beneficiando as artes e impactando na formação dos alunos, através de ocupações artísticas constantes e agregadoras.

 

Grafitti na parede da quadra

 

Os grafites procuraram retratar as características da escola, que são a sustentabilidade, educação de qualidade e o respeito pelas diferenças. 

COMO FUNCIONA

Em cada escola, uma equipe de 3 articuladores culturais locais vai produzir uma Ocupação Artística gratuita a cada 15 dias. São 2 programações por mês: uma focada no público escolar, durante a semana, com 3h de duração e outra no final de semana, aberta à comunidade, com 5 horas de duração.

As programações serão construídas de modo participativo, envolvendo alunos e comunidade. As escolas também vão se tornar espaços para grupos artísticos locais realizarem uma Residência Artística e ministrarem oficinas aos alunos.

 

Parabés a todos os envolvidos da E. M. Rodrigo Otávio por manter viva a escola, com projetos e eventos como este!

 

 

Quer saber mais sobre?

Unidade Escolar: E. M. Rodrigo Otávio

Telefone: 3367-7528 ou 3383-8867

E-mail: emotavio@rioeduca.net

 

 

Contato para publicações:

Laura Fantti Davilla Serpa - Representante Rioeduca da 11ª CRE
Facebook: https://www.facebook.com/groups/1607751852842237
E-mail: lauradavilla@rioeduca.net


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 12/10/2016

Semana de Alfabetização na 2ªCRE

Tags: 2ªcre, semana de alfabetização.

 

 

A Semanam de Alfabetização aconteceu no início do mês de setembro e reuniu professores para discutir e trocar experiências sobre o assunto.

 

 

No início do mês de setembro os professores da 2ª CRE se reuniram para realizar os encontros da Semana da Educação e compartilhar práticas pedagógicas.


A Gerente da Gerência de Educação 2ª CRE, professora Denise Barcellos, deu abertura à Semana de Alfabetização, no Colégio Logosófico, dia 06 de setembro no turno da manhã. À tarde a Assistente, professora Adriana Monteiro, deu prosseguimento ao encontro com os professores regentes do 3º ano.


A ação aconteceu através de uma parceria entre a equipe de formação da Gerência de Educação 2ª CRE e a equipe da Escola de Formação do Professor Carioca Paulo Freire, que planejaram o encontro com os regentes dos anos iniciais, visando a discutir as questões referente às escritas das crianças, a partir das experiências culturais dos alunos, buscando refletir sobre a diversidade de leituras e textos e a vinculação entre práticas de leitura, de escrita e os gêneros discursivos trazidas pelo professor Luiz Antônio Senna (UERJ), a partir do programa Interações Pedagógicas do 1ª ao 3ª ano da MultiRio.

 

 

Equipes GED 2ªCRE e Escola Paulo Freire

 


Com o objetivo de ampliar as reflexões e diálogos sobre a leitura e a escrita, organizaram-se espaços para o encontro com os regentes de 1º e 2º ano, contemplando a participação de todos os interessados nos debates e nas oficinas promovidas por professores das equipes Gerência de Educação 2ª CRE e Escola de Formação do Professor Carioca Paulo Freire.


Ainda na terça feira, no Colégio Logosófico, os professores regentes do 3º ano assistiram ao programa interativo e a apresentação de práticas de leitura e escrita da regente Ana Lúcia, da E. M. Presidente João Goulart com o projeto desenvolvido com a turma, a partir do livro “A Verdadeira História da Chapeuzinho Vermelho”, num relato emocionante.

 

 

Professores participando de oficinas na Semana de Alfabetização

 


A professora Beatriz Custódio, da E. M. Djalma Maranhão, relatou o desenvolvimento de várias atividades diversificadas em sala de aula.


Ambas destacaram a importância do afeto com as crianças. Nessa apresentação, o encontro contou com a participação das professoras Bonnie Axer (UERJ) e Maria Clara Camões (UERJ), que possibilitaram reflexões e enriqueceram o conhecimento dos participantes através dos seus discursos nas mediações feitas em mesa redonda.


Na quinta-feira, os professores do 4º e 5º ano compareceram ao Colégio Logosófico para refletirem sobre “Escrita e Leitura na Escola: Propostas Inter e Transdisciplinares” com apresentação de experiências bem sucedidas das professoras Aldenira Mota (E. M. México), Teresa Cristina (E. M. Almirante Barroso) e Sylvia Amélia ( E. M. Diogo Feijó).

 

Professora Beatriz Custódio, E.M. Djalma Maranhão, compartilhando práticas pedagógicas.

 

Nesse mesmo dia, no Museu do Amanhã, professores da E/2ª CRE participaram de evento promovido pela Secretaria Municipal de Educação com a participação das professoras Maria Teresa Tedesco e Thereza Penna Firme que possibilitaram reflexões significativas sobre leitura, escrita e avaliação, no Dia Internacional da Alfabetização.

Nas unidades escolares, ocorreram paralelamente ações na Semana de Alfabetização com a participação de toda a comunidade escolar. Abaixo conheceremos as atividades realizadas na Escola Menezes Vieira.

A turma 1.101, junto à professora regente Carolina Ferraz, fez um trabalho muito produtivo e prazeroso na Semana da Alfabetização. A princípio a professora contou a história do livro “O Chapéu” do autor Paul Hoppe e quando acabou a contação, as crianças usaram a imaginação e conversaram sobre no que podemos transformar um chapéu. Criar diferentes funções para ele e a partir disto montar frases primeiramente em grupo e depois individualmente.

 

 

Alunos participando das atividades da Semana de Alfabetização.

 

No segundo dia a partir da música ”O meu chapéu tem três pontas”, organizaram palavras para formar frases e tiveram a oportunidade de criar seu próprio chapéu. Já no terceiro dia destacaram as palavras com “ch” na história e em diferentes tipos de texto e músicas. Fizeram caça-palavras com o “ch” e jogos para relacionar figura à palavra. No dia seguinte ao final do turno tiveram a visita de seus familiares para mostrar suas produções.

 

Produções dos alunos.

 

A turma 1.301, da professora Sandra, já havia explorado o livro “A família de Marcelo”, da Autora Ruth Rocha, trabalhando o convívio social, tipos de família, quem faz parte dela e cada um fez a sua árvore genealógica. Falaram também sobre a amizade, carinho e a solidariedade e fatos importantes de cada família que representasse esses valores. Fizeram até a flor da amizade. Este mês estão trabalhando os tipos de moradia e os materiais utilizados na sua construção, sobre como é a sua moradia e a convivência na vizinhança. Produziram também uma autobiografia para colocar no mural e mostrar a seus familiares em visita à escola.

Agradecemos a professora Magda Guedes de Medeiros e Albuquerque, da Gerência de Educação da 2ªCRE, por nos enviar o relato sobre as ações da Semana de Educação. E também a equipe da Escola Menezes Vieira por compartilhar conosco as vivências deste período.

O contato da GED 2ªCRE é gedcre2@rioeduca.net e da Escola Menezes Vieira é emvieira@rioeduca.net

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

Renata Carvalho - Professora da Rede e representante do portal Rioeduca na 2ª CRE

renata.carvalho@rioeduca.net

 


   
           



Yammer Share