A A A C
email
Retornando 88 resultados para o mês de 'Novembro de 2012'

Terça-feira, 20/11/2012

Leitura na Tela e no Papel

Tags: 9ªcre, blogdeescola, eletiva, gec.

O Ginásio Experimental Carioca Von Martius, da 9ª Coordenadoria Regional de Educação, desenvolveu o Projeto "Leitura na Tela e no Papel" na Eletiva da Sala de Leitura onde procura aliar as novas tecnologias ao "velho" habito de leitura, levando seus alunos a valorizarem tanto a leitura na tela como no papel.

 

 

 

 

O projeto "Leitura na Tela e no Papel" vem sendo desenvolvido desde o 2º semestre de 2011 e foi elaborado pela professora Maria Cristina J. Neves, que atualmente faz parte do grupo de exatas do ginásio, mas que na época era a professora regente da Sala de Leitura. Na primeira fase, ela contou com a colaboração da professora Vanessa, de História, e hoje conta com a participação da professora Juliana, também de História.

 

 

 

 

O projeto vem sendo publicado no Blog Leitura em Tela e no Papel, criado especificamente para os registros desta Eletiva. Vale a pena conhecer o blog e todas as etapas deste projeto que estão registradas nos Arquivos Publicados e nas Páginas internas – Lendo no Papel, Lendo na Tela, Vídeos dos Livros, Meninos e Meninas.

 

 

 

Quem nos fala sobre o objetivo e o desenvolvimento do Projeto “Leitura na Tela e no Papel” é a Professora Maria Cristina:

 

O projeto 'Leitura na Tela e no Papel' é desenvolvido para compreensão da leitura virtual e da leitura dos livros da Sala de Leitura (acervo). Ele se desenvolve em sala de aula com Data-show, som e netbooks para o professor e para os alunos, ligados na plataforma da EDUCOPÉDIA, na matéria Grandes Obras Literárias, com alunos de turmas de 7º ao 9º anos.

 

 

As tecnologias são meios que trazem para o universo cultural, novas formas de expressão, de representação e comunicação e implicam novas relações com a leitura e escrita. São ambientes em permanente e rápido processo de conhecimento. Contribuirá na formação integral do aluno, promovendo a criatividade, interpretação, leitura e construção de conhecimentos para produção de material editado em um BLOG, que será elaborado pelos alunos dessa eletiva.

 

 

 

Vídeo da 1ª edição do projeto em 2011

 

 

JUSTIFICATIVA: A educação abre grandes possibilidades de transformar o ser humano em um sujeito participante, reflexivo e responsável pelos seus atos. E as mídias como o cinema, o desenho, a TV e a Internet estão intrinsecamente ligados ao cotidiano dos jovens. É cada vez mais difícil a escola competir com tamanha rotatividade de informações, em que tempo e espaço se confundem e geram atividades prazerosas. Pensando em levar aos jovens uma possibilidade de inclusão digital através do desenvolvimento de leitura na internet e nos livros da biblioteca, buscando modificação e informação de que precisam, desenvolvi o projeto “Leitura na tela e no papel”.

 

 

 

 

O objetivo geral foi contribuir para a construção de uma consciência crítica e cidadã, colaborando na inserção do indivíduo num mundo onde a tecnologia é ferramenta indispensável à sobrevivência e fator de inclusão social. E os objetivos específicos foram: levar o aluno a compreender que a Internet é a maior biblioteca do mundo; levá-los a conhecer novas formas de leitura, expressão, representação e comunicação, produzindo textos digitados sobre a leitura do livro; fazer com que possam criticá-los ou elogiá-los e, de construir sugestões sobre o tema abordado com criatividade; fazer com que valorizem o desenvolvimento de atividades que utilizam como ferramenta, softwares de autoria, edição, para produção de material semanal para postagens no BLOG.

 

 

 

 

O Tempo previsto para duração de uma eletiva é de um semestre e os conteúdos utilizados foram: Aulas Virtuais da plataforma EDUCOPÉDIA em Grandes Obras Literárias; Livros com temas diferenciados e Atuais; Leitura de textos selecionados ou escolhidos pelos alunos; Montagem de comentários: digitação e publicação do trabalho no BLOG.

 

 

 

As Estratégias foram a apresentação e identificação das aulas da plataforma EDUCOPÉDIA, a utilização de aplicativos e ferramentas de autoria de blogs como: internet  e cliparts, a composição e digitação de pequenos textos, enfocando diferentes opiniões sobre a leitura escolhida e pesquisas de imagens, sons ou textos que abordem o assunto lido.

 

 

 

 

Vídeo da 2ª edição do projeto em 2012

 

 

Utilizamos diversos recursos como: Data-show, som ambiente, diversos netbooks, Internet, Livros, a composição de um BLOG, leitura em voz alta para compreensão de todos, resumos semanais sobre a leitura lida e publicação de comentários dos alunos no Blog.

 

 

 

 

Procuramos avaliar o projeto através da observação quanto aos seguintes aspectos: leitura, criatividade, organização, envolvimento, sociabilidade, autonomia, participação, hábitos e atitudes; Relato/avaliação, escrita e digitação sobre o que foi vivenciado na Eletiva; Comentários críticos e sugestões postados no Blog da Eletiva.

 

 

 

 

“O que as tecnologias digitais nos trazem de especial é a ampliação das possibilidades de produzir conhecimentos, divulgá-los e compartilhá-los.”

 

 Profª Mª Cristina J. Neves

 

 

Venha participar você também deste espaço. 

Compartilhe conosco uma atividade que a sua escola realizou.
 

 

Contatos da Representante da 9ª CRE:
Profª Márcia Cristina Alves
E-mail: marciacerqueira@rioeduca.net
Twitter: @marciacrisalves
Tel.: 94420157

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 19/11/2012

Portinari nos 20 anos da Creche Municipal Santa Terezinha

Tags: 10ªcre, evento, educação infantil.

 

Comemorando duas décadas de intensas atividades, a festa da Creche Municipal Santa Terezinha, no dia 1º de novembro de 2012, deu destaque às obras de Cândido Portinari.

 

 

 

Como em todas as festas de aniversário, na Creche Municipal Santa Terezinha, da 10ª Coordenadoria Regional de Educação, foi cantado o "parabéns para você" e realizada a distribuição de lembranças, refrigerante e bolo.

 


 Além da participação das crianças, dos professores, dos auxiliares de creche, dos demais funcionários e de muitos pais e responsáveis, registrou-se a presença simbólica do pintor Cândido Portinari, com base no projeto que vem sendo desenvolvido pela creche desde o início de 2012.

 


 Lucélia e a diretora adjunta, Rosimar, juntamente com a equipe de profissionais da creche, vêm dando ênfase ao Projeto Brincando com Portinari que oferece às crianças a oportunidade para o conhecimento e o contato com as mais diversas manifestações artísticas.

 


 Na festa do aniversário, a diretora Lucélia fez questão de homenagear os funcionários e os pais; tanto os que acompanham o trabalho da creche desde a sua fundação, como queles que chegaram este ano. Todos receberam uma fotografia imantada da creche, com a frase: “Eu faço parte dessa história!”

 

 


Na mensagem de abertura das comemorações dos vinte anos de fundação da Creche Municipal Santa Terezinha, a diretora Lucélia fez uma breve retrospectiva histórica, citando o início das atividades, em 1992, com a creche ainda vinculada à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social.

 


Em seguida, ela destacou a ascensão e as conquistas, notadamente a partir da administração da secretária Claudia Costin, quando foram incluídos professores de educação infantil, contrataram-se auxiliares de creche e surgiram novas propostas pedagógicas.  Nessa gestão, as brincadeiras e os jogos para o desenvolvimento infantil a partir de projetos ganharam maior relevância.  Citamos, como exemplo, o “Brincando com Portinari”.

 


Atualmente a Creche Municipal Santa Terezinha conta com a diretora Lucélia e a diretora adjunta Rosimar; com quatro professoras de educação infantil, Bárbara, Flávia, Aline e Vanessa; quatro cozinheiras e lactaristas, Elizabeth, Luciara, Lígia e Jaqueline; três auxiliares de serviços gerais, Erbi, Rosa e Consuelo e vinte e seis agentes auxiliares de creche: Patrícia, Mônica, Amanda, Vânia, Vera, Tereza, Ediléia, Liliane, Letice, Damulle, Abigail, Nelciane, Maria de Fátima, Édrita, Zilda, Bárbara, Débora, Cátia, Heloísa, Patrícia Mendes, Cristiany, Juliana, Sandra, Kênia e Keli.  Todos fazendo parte da história mais recente da creche.

 

 

 


Observando alguns dos trabalhos produzidos pelas crianças durante a realização do projeto, percebemos que as professoras e as auxiliares de creche, aproveitando as telas de Portinari, ensinam a releitura de imagens a partir do olhar.

 


Este trabalho é sugerido pelo “Guia Prático para o Ensino Fundamental I, Arte, O universo infantil de Candido Portinari”, que pode ser visto em http://revistaguiafundamental.uol.com.br

 

 

 

 


O que se pode constatar, com o olhar atento, na Creche Municipal Santa Terezinha, a releitura das imagens mostra a visão individualizada de cada criança; aquilo que cada uma percebeu, observando alguns dos quadros do famoso pintor brasileiro, principalmente da sequência de obras do universo infantil, como “Palhacinhos na gangorra”; “Meninos soltando pipa”, “Menino com estilingue”, dentre outros.

 


Parabéns a todos da Creche Municipal Santa Terezinha pelos vinte anos de funcionamento e pela escolha de um tema tão fascinante para a realização do projeto “Brincando com Portinari”, com a finalidade de marcar duas décadas de excelentes trabalhos dedicados ao maternal e à educação infantil.

 


Sinvaldo do Nascimento Souza, professor representante do Rioeduca na 10ªCRE
E-mail: sinvaldosouza@rioeduca.net

Twitter: @SinvaldoNSouza
Facebook/SinvaldoSouza
 

 

 

 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 19/11/2012

Astronomia Encanta Jovens Cientistas

Tags: 1ªcre, projetos.

 

Quem não gosta de ver um céu estrelado? Que dirá, então, aprender mais sobre ele de um jeito bem especial? Os alunos da Escola Municipal João de Camargo, situada em São Cristovão, tiveram essa oportunidade na própria unidade. No dia 8 de novembro, o SESC, parceiro constante da João de Camargo, levou o encanto do planetário até as crianças.

 

 

Planetário Móvel

 


O Planetário Móvel é uma cúpula inflável onde imagens do céu noturno são projetadas em 180º e, nele, os alunos podem observar e entender os movimentos celestes. O equipamento foi instalado no pátio da escola, atraindo a curiosidade de todos! O que será que acontecia dentro daquela bolha? Os alunos do 3º ao 5º ano logo descobriram, e aprenderam um pouco mais sobre o universo em que vivemos.

 

 

 


Os olhos curiosos eram a prova de que experiências como esta despertam o interesse dos jovens cientistas. Eles perceberam que a ciência está presente em nossas vidas e que é importante conhecer cada vez mais sobre o mundo em que habitamos.

 

 


 

Eliene Braga, gestora da unidade, e toda sua equipe consideram que essa iniciativa estimula o interesse dos alunos pela Astronomia, além de contemplar alguns conteúdos do Caderno Pedagógico de Ciências, sendo assim um grande aliado na aprendizagem dos alunos.

 

 

Jovens Cientistas

 

A equipe do SESC também proporcionou momentos lúdicos, nos quais os alunos puderam interagir com jogos projetados na sala de leitura. Certamente, essas atividades proporcionaram momentos inesquecíveis!

 

 

 

Olhar estrelas tão de perto e conhecer nosso universo de um modo tão especial tocou a emoção das crianças. Assim, dia 8 de novembro é uma data que ficará guardada na memória das crianças, afinal, quando perguntados sobre o que aprenderam no planetário, eles descrevem as maravilhas dos planetas e, principalmente, falam sobre a importância de cuidar de nossa Terra, lugar que vivemos e amamos.
 

 

Pra conhecer ainda mais os projetos dessa Escola Municipal de Sucesso,
clique no link abaixo:

 

http://emjcamargo.blogspot.com.br/

 

* Professor, queremos conhecer e divulgar o blog e os projetos desenvolvidos por sua escola. Aproveite este espaço que é feito para nós! Entre em contato com o representante do Rioeduca em sua Coordenadoria e participe. *

 


Contatos:
Rute Albanita
 Professora e Representante Rioeduca.net da 1ª Coordenadoria Regional de Educação
ruteferreira@rioeduca.net
Twitter: @Rute_Albanita

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 19/11/2012

Ler para Aprender a Ler!

Tags: 4ªcre, projetos.


 

 

 

O mundo mágico da leitura proporciona uma viagem sem fronteiras para onde a imaginação levar.   A escola, que tem a formação de leitores como um dos objetivos principais, deve despertar no aluno o interesse e o prazer pela leitura logo na primeira infância. 

 

 

Ler todos os dias. É assim que a ação passará a ser corriqueira e, com o tempo, se tornará um hábito inadiável.

O ato de ler pode ser considerado um ritual.  Veja como a Professora Laura desenvolve esse ritual com a sua turma.

 

 

 

 

 

 

"Durante o mês de outubro, a turma 1.101 (1° ano) do CIEP Dr. João Ramos de Souza, passou a utilizar a cadeira e o microfone para ler em voz alta como se os alunos estivessem em um palco.

O tema do trabalho, "LER PARA APRENDER A LER", foi estabelecido de acordo com o projeto da SME que visa a estimular o hábito da leitura por prazer entre alunos e professores.

 A cada dia, a professora escolhia 3 alunos para que, no dia seguinte, realizassem a leitura do livro "O Ratinho, o Morango Vermelho Maduro e o Urso Esfomeado".

 

 

Diariamente, a professora reservava 50 minutos da aula para a leitura do livro pelos alunos escolhidos no dia anterior.  Um de cada vez subia na cadeira, colocava o microfone, lia as páginas e mostrava a figura para os demais.  Os outros alunos observam e votavam no final.

 
A leitura do livro deveria ser completa, mesmo quem não conseguia ler com fluência não ficava de fora!  Deveria pelo menos ler silabicamente ou soletrar a palavra. Os próprios colegas de classe votavam para atribuir os conceitos MB, B, R ou I.

Como consequência houve uma notável diminuição das faltas e uma disputa de quem iria ser o próximo leitor, pois todos queriam ler no dia seguinte!

A culminância do projeto foi o simulado para a prova Alfabetiza Rio realizado durante os dias 12, 13 e 14 de novembro.  Os alunos fizeram 30 questões de leitura, escrita e matemática, exigindo concentração, leitura e atenção.

As regras eram:
1° Não falar durante a prova;
2° Não levantar ;
3° Não copiar a prova do colega.

Os resultados das provas eram anotadas em uma tabela exposta no mural.

 

 

 



As regras foram obedecidas a risca e o resultado foi um sucesso!

No último dia de prova, após o somatório das notas, estabeleceu-se o ranking geral.  Os 10 melhores alunos foram premiados com bombom e um diploma em que se lia: "Nas Olimpíadas, os melhores levam Ouro! Aqui também! Os melhores levam "Ouro Branco"!

A premiação ocorreu na presença da diretora Patrícia e da coordenadora Mônica, para alegria dos pequenos!" Texto:
 Professora Laura Fantti Davilla - CIEP Dr. João Ramos de Souza

 

 

Parabéns à Professora Laura por levar seus alunos a descobrirem o mundo da leitura,  da fantasia, permitindo-lhes regular e compreender as suas próprias vivências.

 

 

Ana Accioly
Professora e Representante Rioeduca.net da 4ªCoordenadoria Regional de Educação
anaaccioly@rioeduca.net
Twitter: @Ana_Acioly

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share