A A A C
email
Retornando 88 resultados para o mês de 'Novembro de 2012'

Terça-feira, 27/11/2012

III FLIRÃ, Festival Literário da Escola Municipal Irã

Tags: 5ªcre, blogsdeescolas, literatura.

 

Sustentabilidade foi tema do III Festival Literário que aconteceu na Escola Municipal Irã, um evento que mexeu com todos os alunos, incentivando e despertando o prazer da leitura.

 

 

No diia 30 de outubro aconteceu a III FLIRÃ, Festival Literário da Escola Municipal Irã. Estive presente representando o Portal Rioeduca na 5ª Coordenadoria Regional de Educação.


Cheguei cedo, fazia naquela manhã muito calor no Rio de Janeiro, e fui recebida pela diretora adjunta, professora Lúcia Maria Gomes. Logo em seguida, conheci a responsável pela Sala de Leitura professora Margareth Knupffer que, no mês de outubro, compartilhou com o Portal Rioeduca um trabalho desenvolvido com as turmas chamado O Cabelo de Lelê, e o Desfile de Penteados Afro. Baseado em histórias da cultura afro-brasileira, fazia os alunos refletirem sobre o negro em nossa sociedade, principalmente no tocante ao preconceito, além de valorizar o que há de belo em cada um. 
 

Muito solícitas, Lúcia e Margareth me deixaram à vontade para conhecer todo trabalho desenvolvido pelos professores e alunos.

 

Passei a conhecer e observar alguns detalhes que me chamaram atenção, como os Bancos da Leitura, onde alunos sentavam para ler livros que, curiosamente e interessantemente, estavam presos a elásticos. Trabalhos de artes plásticas estavam sendo desenvolvidos no pátio externo da escola alternando as turmas. De hora em hora, alunos faziam o troca-troca de sala de aula para uma atividade sobre meio ambiente diferente. Alunos, na sala do relaxamento, deliciavam-se com música ambiente de sons da natureza. No pátio de trás da escola, alunos alternavam-se no circuito ecológico com a professora de Educação Física. No corredor, alunos deixavam seus recadinhos para uma escola mais sustentável, além de curiosidades sobre os animais. Enfim, era uma escola trabalhando e respirando meio ambiente, através da sustentabilidade.

 

 

 Aunos no circuito ecológico com a professora Mirian, de Educação Física. Alunos nos painéis do corredor cultural.
 

 

 Corredor Cultural Literário

 

A escola estava muito movimentada e seus professores esfuziantes realizavam o que de melhor eles sabem fazer: educar para a vida.

 

 Professora Margareth (Sala de Leitura). Alunos visitando a exposição. Alunos na Oficina de pintura. Obra desenvolvida por Vick Muniz feita a partir de materiais reciclados expostas no corredor literário.

 

 Corredor cultural literário, sala do relaxamento e Oficina de pintura

 

 

Organização do III Festival Literário

 

 

Segundo a professora Margareth, o III Festival Literário foi organizado a partir do projeto desenvolvido durante o ano, em que todos puderam mostrar um pouco do que foi trabalhado.

Seu objetivo foi incentivar e despertar nos alunos o prazer pela leitura.

As atividades foram desenvolvidas em dois dias para que todos pudessem aproveitar ao máximo todos os momentos. No primeiro dia, aconteceu a abertura e várias oficinas: pintura, relaxamento, corredor literário, visita à exposição, quizz e circuito ecológico. As turmas circularam em todos os espaços junto com seus professores. Foi um dia muito especial. No segundo dia, as turmas fizeram suas apresentações além de contarem com a presença das professoras da Sala de Leitura, Angélica da E. M. Luxemburgo e Celeste da E. M. Alfredo de Paula Freitas. Os alunos do GEC Mário Paulo de Brito, acompanhados das professoras Inês, da Sala de Leitura, e Auziléia, de Educação Física, fizeram uma apresentação de dança que abrilhantou ainda mais este dia.

 

Apresentação dos alunos da Escola Municipal Irã

 

 

 Apresentação das professoras Angélica, EM Luxemburgo. Celeste, EM Alfredo de Paula Freitas. GEC Mário Paulo de Brito com o grupo de dança (foto do meio). Visitação de alunos e responsáveis à exposição.

 

 

Construindo uma Irã Sustentável: Reduzindo, Reutilizando, Reciclando e Preservando

 

Os professores das turmas de E.I. ao 6º ano, juntamente com os da Sala de Leitura, Educação Física, Educação Artística, Coordenação Pedagógica e toda a equipe administrativa, devido aos enormes problemas vividos atualmente no mundo, escolheram trabalhar este ano sustentabilidade, aproveitando o evento que ocorreu no Rio de Janeiro, o Rio + 20.


“Tivemos como objetivo desenvolver em nossos alunos uma consciência sustentável para que, quando adulto, suas atitudes responsáveis em relação ao meio ambiente se transformem em hábitos praticados naturalmente. Iniciamos o projeto exibindo, na Sala de Leitura, o filme “Os Sem Floresta” e, após reflexão, cada professor deu início às atividades em sala de aula. As atividades desenvolvidas ao longo do projeto foram realizadas a partir de rodas de leitura com vários livros relacionados ao tema, incluindo: passeios, produções de texto, poesias, vídeos, reportagens, músicas, aulas expositivas no Data Show, construção de instrumentos musicais, brinquedos, gambiarras e outros, utilizando materiais reciclados, além de palestras na Light e CEDAE”, relata a professora Margareth Knupffer.

“No primeiro bimestre, a escola teve como principal objetivo o primeiro R que é Reduzir. No segundo bimestre Reutilizar, aproveitando as técnicas artísticas com materiais reutilizados. No terceiro bimestre Reciclar e no quarto bimestre Repensar”, finaliza a professora da Sala de Leitura, Margareth Knupffer.

É preciso realmente repensar nossos hábitos de consumo que, por muitas vezes, são exagerados.

 

Painés e exposições na FLIRÃ

 

 

Parabéns à equipe Escola Municipal Irã pelo lindo trabalho desenvolvido com os alunos!

 

Visitem e comentem nos Blogs:

Escola Municipal Irã http://escolaira.blogspot.com.br/

Sala de Leitura da Escola Municipal Irã http://www.saladeleituraira.blogspot.com.br/

 

 

 Escolas e professores participem das publicações do portal Rioeduca enviando para o representante da sua CRE projetos desenvolvidos e/ou atividades que impactaram a aprendizagem de seus alunos.

Clique aqui para saber o e-mail do seu representante.

 

Acompanhem e comentem nos blogs das Escolas da Rede Municipal de Educação da Cidade do Rio de Janeiro.

 

Representante do Rioeduca na 5ªCRE _ Professora  Regina Bizarro

Twitter: @rebiza / Facebook: rebiza

E-mail: reginabizarro@rioeduca.net

 

                                


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 27/11/2012

Leituras Poéticas, Narrativas e Dramáticas

Tags: 7ªcre, projetos.

 

 

 

A Escola Municipal Professor Teófilo Moreira da Costa está localizada em Vargem Pequena e atende diariamente cerca de 700 alunos do 6º ao 9º ano do Ensino Fundamental e turmas de projetos. A Maratona de Contação de Histórias da unidade escolar aconteceu no dia 26 de outubro e contemplou o projeto da Sala de Leitura de 2012 “Leituras poéticas, narrativas e dramáticas”.

 

 

 

Com o objetivo de promover a leitura de textos literários, considerando diferentes  gêneros textuais compreendidos e compartilhados pelos alunos, a Maratona de Histórias 2012  da E.M. Teófilo Moreira da Costa trouxe narração, drama e poesia. A professora Luiza Margarete recebeu, na Sala de Leitura, duas turmas por tempo de aula para uma apresentação de cerca de trinta minutos, envolvendo as vinte turmas da escola nos dois turnos.

 


A Sala de Leitura foi decorada como uma tenda, ao som de música árabe, com os alunos sentados sobre um tatame coberto por tecido. A plateia entrou no “clima” da narração das “Mil e uma Noites”. Os alunos Lucas Oliveira (T:1801), Isadora Teixeira (T:1902) e Mª  Juliana S. Silva (T:1902) fizeram uma leitura dramatizada da histórias Mil e uma Noites caracterizados pelos personagens Rei Shariar, Sherazade e Dinazarde, respectivamente.

 


A apresentação seguiu com a declamação da poesia “A natureza” de Ingrid Lima (T:1602) e que foi  enviada para o “Projeto Poesia na Escola”. A aluna Ana Vitória (T:1602) apresentou um solo de flauta, resultado das aulas de música na comunidade.

 

 


Em seguida, sob a direção do professor de Artes Cênicas Eduardo Hoffman, os alunos Brendo Araujo (T:1703), Yuri Guimarães (T:1703), Gleyce Lopes Pimenta (T:1903) e Rebeca Bello Pereira (T:1903) apresentaram um divertido esquete sobre a peça “O santo e a porca”, de Ariano Suassuna.

 


 

A apresentação foi finalizada com um canto do coral regido pela cantora e professora de Língua Portuguesa Márcia Feitosa Pereira de Araujo com as alunas da turma 1602: Isabela, Luêny, Amanda, Ana Gabriela, Ana Vitória e Nicoly. O coral contagiou a animada plateia que acompanhou a música.

 



 

 

 

 PARTICIPEM, TAMBÉM, DESTE ESPAÇO QUE É NOSSO, DAS ESCOLAS, DOS PROFESSORES, DOS ALUNOS E DEMAIS FUNCIONÁRIOS QUE FAZEM A EDUCAÇÃO CARIOCA!

 

CONFIRAM NO LINK A SEGUIR, QUAL É O REPRESENTANTE DE SUA CRE
E DIVULGUEM O QUE SUA ESCOLA REALIZA!
RIOEDUCA NET - A REVOLUÇÃO ACONTECE: QUEM SOMOS NÓS?

http://portalrioeduca/sobrenos.php

 

Roberta Vitagliano é professora da Rede Municipal

e representante do Rioeduca na 7ªCRE

 

robertavitagliano@rioeduca.net

twitter: @robertacarmina


 

 

 

                               

 

 

 

x


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 27/11/2012

Mestre Vitalino - A Arte do Cotidiano

Tags: 9ªcre, blogdeescola.

A professora Carla Medeiros Brum da E. M. Atenas, uma das Unidades Escolares da 9ª CRE, após uma aula passeio com a turma 1304 ao Museu Casa do Pontal, desenvolveu o Projeto "Brasil, um país multicultural - contribuição do povo brasileiro através da arte do cotidiano".

 

 

Professora Carla Brum e a Turma 1304

 

 

Vitalino Pereira dos Santos, Mestre Vitalino, se consagrou com sua arte de fazer bonecos em Caruaru, onde nasceu, em 1909. Ele usava o barro para se comunicar com o povo, já que não conhecia o mundo da escrita e da leitura. Fez da sua arte um movimento de representação da sociedade da época através do relato fiel do cotidiano.

 

 

 

 

Um homem simples, de vida economicamente difícil, não deixou de representar a sua história para o mundo. Esse paralelo foi mostrado para os alunos já que eles também precisam potencializar suas próprias habilidades e competências para transformarem a sua realidade - assim como fez Mestre Vitalino ao desenvolver sua habilidade artística.

 

 

 

 

 

É nessa vertente que a escola tem um papel fundamental: mostrar a realidade e capacitar os alunos a fim de contribuírem para uma sociedade melhor, mais justa e igualitária.

 

 

Na escola, além de assistirem ao documentário sobre o Mestre Vitalino, algumas obras foram reproduzidas com massa de modelar, assim como foram ampliados os conhecimentos a respeito da vida e obra do artista através de pesquisa em grupo. Colocando a mão no "barro" quer dizer, na massinha de modelar...

 

 

 

Releitura da vida cotidiana em homenagem a Mestre Vitalino.

 

 

BRINCADEIRAS INFANTIS

 

 

TRABALHO: VIOLEIRO, CASA DE FARINHA, VENDEDOR

 

 

EMOÇÕES: RELAÇÕES FAMILIARES E MORTE

 

 

Textos produzidos em sala pelos alunos, a partir da proposta:
Desenhe e escreva, use a sensibilidade e a imaginação e seja também um artista.


 

 

Os textos selecionados mostram a pluralidade acerca da obra figurativa que tem como representante Mestre Vitalino. Os textos foram colocados na íntegra, com seus erros ortográficos para evidenciar uma prática pedagógica pautada na coerência de buscar no dia a dia a construção de uma educação significativa e com qualidade. Em que o erro faz parte do processo e é através dele que crescemos e desenvolvemos nossas potencialidades. Afinal, as práticas de leitura e escrita precisam ter significado para quem escreve, pois nada adiantaria se os educandos não refletissem sobre sua escrita e reproduzissem textos mecânicos desprovidos de significados e significantes.

 

 

O livro Mestre Vitalino de André Neves, editora Paulinas, faz parte do acervo da Sala de Leitura e é perfeito para produção textual e enriquecimento sobre a cultura nordestina.

 

 

 

 

Visite o Museu Casa do Pontal e descubra a arte de um povo simples que se reinventa através de suas obras. Para mais informações acesse www.museucasadopontal.com.br.

 

 

Acesse esse e outros projetos no Blog da E. M. Atenas

 

 

Venha participar você também deste espaço. 

Compartilhe conosco uma atividade que a sua escola realizou.
 

 

 

Contatos da Representante da 9ª CRE:
Profª Márcia Cristina Alves
E-mail: marciacerqueira@rioeduca.net
Twitter: @marciacrisalves
Tel.: 94420157


 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 27/11/2012

Juventude e Poesia

Tags: 2ªcre, blogsdealunos.

 

Matheus e Gabriel, alunos do 8º ano do Ensino Fundamental da Escola Municipal Madrid, criaram o blog “Cartas de um Jovem Poeta” para compartilhar a autoria e o gosto pela poesia.

 

 

Os blogs são uma forma de publicação da Web 2.0 que propicia a autoria.  Eles integram uma geração da web que propõe o compartilhamento das informações e a colaboração na construção do saber. Uma das características da Web 2.0 é que podemos deixar de ser simplesmente receptores de informações - como acontecia na Web 1.0, vista apenas como repositório - para sermos produtores de conhecimentos e informações  compartilhadas e discutidas no universo online.

 

A professora Renata, representante do portal Rioeduca na 2ªCRE, ao visitar o blog “Cartas de um Jovem Poeta”, entrou em contato com a professora Nívea Segreto, professora de Língua Portuguesa da Escola Municipal Madrid, que mediou o contato com os meninos poetas.  Assim, conseguimos conhecer um pouco sobre estes jovens e o interesse deles pela poesia.

 

 

 

Imagem do blog criado por Matheus e Gabriel

 

A professora Nívea nos enviou um relato contando como os alunos desenvolveram o gosto pela leitura e pela criação de textos poéticos.


No último bimestre, a turma 1.802 da Escola Municipal Madrid realizou uma pesquisa e uma apresentação sobre a história do RAP (em inglês, a sigla significa "Rhythm and Poetry", ou seja, "ritmo e poesia") através do Projeto UCA (Um Computador por Aluno) nas aulas de Língua Portuguesa.


 

 

Professora Nívea Segreto

 

A pesquisa incentivou a produção de textos visuais e muitos poemas que foram apresentados e lidos publicamente, em sala de aula, pela professora Nívea Segreto. Essas atividades motivaram os alunos Gabriel Cícero Veras e Matheus Mayworm, ambos com 14 anos, na criação de um blog no qual divulgariam suas produções poéticas.

 

Cartas de um Jovem Poeta – O gosto pela poesia

 

"O gosto pela poesia começou no 6° ano, quando minha professora de Língua Portuguesa, Eliana Dittadi, nos mostrou poetas famosos como Mário Quintana, Carlos Drummond de Andrade, Vinícius de Moraes e Shakespeare. Tanto Eliana Dittadi quanto Nívea Segreto me ajudaram com a gramática e, principalmente, com a pontuação.   Desde então, escrevo minhas poesias.   Criei meu blog para que o mundo as visse.", diz Gabriel Cícero, da E.M. Madrid.

 

 

 

Aluno Gabriel Cícero - Escola Municipal Madrid

 

O encontro de Gabriel Cícero com Matheus Mayworm, na turma 1.802, aproximou as afinidades e o gosto por poemas. Segundo Matheus, suas primeiras produções poéticas aconteceram ainda na infância. Este ano, ele e Gabriel tornaram-se amigos e pensaram em uma forma de divulgar suas produções através da internet. Gabriel foi quem sugeriu a criação dos blogs poéticos para, inclusive, divulgar os textos um do outro.

 

"As aulas de português me incentivaram no momento em que a professora Nívea Segreto começou a recitar poesias e ler textos conosco em sala de aula.  Isso me ajudou, assim como ajudou o Gabriel. Principalmente com a pontuação que, até o momento, não era assim tão boa... Tudo começou quando a professora leu um poema, então me veio a ideia de mostrar para ela e ver como iria reagir. É... Deu no que deu...", afirma Matheus.

 

 

 

Matheus Mayworm - Aluno da Escola Municipal Madrid

 

"Fiquei um pouco envergonhado, porém feliz ao mesmo tempo. Acho que é um pouco de medo de ser ''zoado'' pelos meus colegas, mas depois que a professora Nívea as leu em sala, perdi o medo de escrever e recitar minhas poesias, tendo assim incentivo para a criação do blog.", afirma Gabriel.  Inicialmente, Matheus compartilhou da mesma insegurança: "Fiquei com um pouco apreensivo, pois não sabia se meus amigos iriam aceitar ou não."

 

Os jovens poetas chegaram a compor dois textos juntos para o blog, mas consideraram "saudável" a separação a fim de que cada um criasse seu próprio espaço virtual para a divulgação.  Atualmente, a timidez e insegurança iniciais se converteram em um sensacional processo criativo, respeitado e admirado por todos os colegas de classe. "Isso colaborou não só em um melhor desenvolvimento das habilidades linguísticas na produção escrita, mas também no incentivo à leitura, no desenvolvimento das sensibilidades, em uma melhor relação social com os colegas e na elevação da autoestima desses meninos.", diz a professora Nívea Segreto.

 

Gabriel amplia seu acervo poético através de leituras de escritores consagrados, nos quais se inspira: "Eu me volto muito às poesias e sonetos de Shakespeare, mas também leio muito Vinícius de Moraes, Carlos Drummond de Andrade, principalmente os poemas de amor que eles escrevem. Isso prende minha atenção aos poetas e poemas.". Já Matheus busca suas inspirações em situações experienciadas no dia a dia: "Sempre me inspirei em um amor, nas amizades, nos meus sentimentos... E também uso a poesia para denunciar governos corruptos!".

 

Parabéns ao Gabriel e ao Matheus pela iniciativa de compartilhar os textos poéticos e estimular o gosto pela poesia. Agradecimentos à professora Nívea Segreto por nos enviar o relato deste lindo trabalho.

 

Clique e conheça o blog Cartas de um Jovem Poeta

 

Gostou desta publicação? Clique em curtir para compartilhá-la com seus amigos no Facebook  e deixe um comentário.

 

Contato:
Professora Renata Carvalho – Professora da rede e representante do Rioeduca, na 2ªCRE
Email: renata.carvalho@rioeduca.net
Twitter: @tatarcrj

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share