A A A C
email
Retornando 39 resultados para o mês de 'Novembro de 2013'

Terça-feira, 26/11/2013

Aprendendo a Dizer Não ao Bullying

Tags: 2ªcre.

 

A Escola Municipal Shakespeare, em parceria com o Sesc Copacabana, apresentou aos alunos o tema bullying de forma lúdica e divertida.

 

 

De acordo com o portal Brasil Escola, a palavra bullying tem origem na língua inglesa e faz referência a vários tipos de agressões, sejam elas verbais, psicológicas ou físicas.


O bullying é um problema mundial e pode acontecer dentro dos diversos grupos sociais que uma pessoa está inserida: escola, faculdade, família, local de trabalho e, até mesmo, na vizinhança.


Conversar e conscientizar as crianças e adolescentes sobre o assunto é muito importante, pois praticar ou sofrer bullying pode gerar consequências negativas na vida dessas pessoas.


Uma boa forma de apresentar e discutir o assunto com os pequeninos é expor o tema através de uma peça de teatro bem animada. E foi isso que aconteceu por meio de uma parceria entre o Sesc Copacabana e a E. M. Shakespeare.


 

 

Atores da companhia de teatro "Cia Atores de Mar".

 


O espetáculo "Bullying" é apresentando pelos atores da companhia de teatro “Cia Atores de Mar” e retrata o dia a dia do aluno em sala de aula, mostrando o problema e indicando algumas possíveis soluções, sempre de forma lúdica atraindo a atenção dos educandos. Os personagens são bastante divertidos e interpretados pelos atores: Patrick Moraes, Junior Beéfierri, Adriana Raquel e Renata Samek.

 


 

Apresentação da peça teatral "Bullying".

 

 

O espetáculo é dividido em quatro cenas, intercalando músicas sobre o tema e danças. Os esquetes buscam trabalhar a formação do caráter do aluno e a valorização da ética.


Ao final da apresentação, o diretor e roteirista do espetáculo Mar Junior conversou com os alunos sobre o tema. Mar Junior também é autor do livro "BULLYING - EU sofri. EU pratiquei. EU hoje conscientizo”, da Editora Novo Ser.

 

 

 

Diretor e roteirista do espetáculo, Mar Junior, conversando com os alunos.

 

 

 

Diretor da peça, Mar Junior, entregando o livro de sua autoria para a diretora Cyntia.

 

 

Parabéns à E. M. Shakespeare e a companhia de teatro “Cia Atores de Mar” por promoverem ações que instruam os educandos no exercício da ética e da cidadania.

 

Conheça mais sobre o trabalho da E. M. Shakespeare visitando seu blog!
 

 

Gostou desta publicação? Deixe um comentário e clique em curtir para compartilhá-la com seus amigos no Facebook.

 

 

 Renata Carvalho – Professora da Rede e representante do Rioeduca, na 2ªCRE
Email: renata.carvalho@rioeduca.net
Twitter: @tatarcrj

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 25/11/2013

Ações de Sucesso na Escola Municipal Portugal

Tags: 1ªcre, projetos.

 

A Escola Municipal Portugal, localizada na Avenida do Exército, 175, no bairro Imperial de São Cristóvão, desenvolve com seus alunos projetos que dinamizam questões importantes, atuais, de relevância para o planeta e que estão contextualizados com o Projeto da escola: "Nosso Planeta, Nossa Casa".

 


Escola Sustentável

 

O projeto, norteado pelo Projeto Político Pedagógico da escola, teve como tema gerador central "vida sustentável", com o título: “Buscando Caminhos para Uma Escola Sustentável”.

 

Mural do Projeto na Mostra PCHAE.

 

 

Durante o decorrer do projeto, os alunos, pesquisaram e adotaram ações de conscientização. Debateram, dialogaram, fizeram rodas de conversa. Assim, começaram a utilizar o espaço escolar como um meio de torná-lo mais harmônico com o planeta, na relação do homem com a natureza.

 

 

No dia da Culminância do projeto, os alunos  realizaram exposição dos trabalhos desenvolvidos ao longo do ano. As crianças utilizaram brinquedos e brincadeiras desenvolvidos a partir de reaproveitamento de materiais e jogos com a finalidade de despertar para a importância do uso consciente dos recursos naturais.

 


 

Troféu Casa de Curioso

 


"PCHAE" é o Programa Ciência Hoje de Apoio à Educação na Rede de Educação do Rio de Janeiro. Uma parceria da Secretaria Municipal de Educação (SME) com o Instituto Ciência Hoje (ICH) que, juntos, buscam promover a educação científica junto ao público infanto juvenil.

.

Exposição de materiais reciclados confeccionados pelas crianças.
 

 

A Escola Municipal Portugal participou de dois momentos importantes com o Programa Ciência Hoje: Mostra Regional e Mostra Municipal.

 

A Mostra Regional aconteceu no Centro de Artes Caloustre Gulbenkian, na Cidade Nova. A turma 1.401, da Professora Maria Cecília Rodrigues da Cruz, apresentou um excelente trabalho acerca da "Reciclagem" na busca de uma vida sustentável no planeta.

 

Alunos da Escola Municipal apresentam exposição na Mostra PCHAE.

 

Através de experiências e jogos de trilhas, os alunos da turma 1.402, da Professora Fernanda Raquel Nunes de Oliveira, discutiram a Existência da Vida no Planeta. A turma 1.501, da Professora Suelane Maria do Nascimento, apresentou pesquisas e experiências acerca da formação do "Pré-Sal", assunto que despertou grande interesse em virtude da atualidade do tema. Para concluir, a turma 1.502, da Professora Luciana Ribeiro Parreira, apresentou "A descoberta do DNA".

 


A Mostra Municipal do Projeto Ciência Hoje das Crianças (PCHAE) foi realizada na Escola de Samba Padre Miguel. O trabalho "Pre-Sal", apresentado pela turma 1.501 regida pela Professora Suelane, fez grande sucesso. A atualidade do tema despertou a curiosidade da turma, que se envolveu num trabalho de pesquisa e experiências, o que rendeu o troféu "CASA DE CURIOSO".

 

 A equipe gestora é enfática ao declarar que o segredo do sucesso da escola é a união que há entre entre professores, coordenação, direção e pais, pois, com o apoio de todos, é possível vencer as barreiras que existem, além de oferecer sempre o melhor para as crianças!

 

 

* Professor, queremos conhecer e divulgar o blog e os projetos desenvolvidos por sua escola. Aproveite este espaço que é feito para nós! Entre em contato com o representante do Rioeduca em sua Coordenadoria e participe. *

 


Professora Rute Albanita
 Representante Rioeduca.net da 1ª Coordenadoria Regional de Educação
ruteferreira@rioeduca.net
Twitter: @Rute_Albanita

 

 

COMPARTILHE E COMENTE!

 

 

                              

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 25/11/2013

Oficina Stop Motion

Tags: 6ªcre, capacitação, educopédia, mídias.

 

 

A professora Maristela Porto ministrou a oficina de animação Stop Motion em 12 de novembro, às 9 horas, na Escola Municipal Rose Klabin. Teve como público-alvo os professores Embaixadores e Articuladores da Educopédia. O objetivo principal é oferecer aos educadores novas possibilidades de trabalhar conteúdos em sala de aula.

 

Stop Motion é uma técnica de animação quadro a quadro usando uma máquina de filmar, com uma câmera fotográfica e um computador. Utilizam-se modelos reais em diversos materiais, sendo o mais comum a massinha de modelar.

 

Os modelos são movimentados e fotografados. Essas imagens são montadas em uma película cinematográfica, criando a impressão de movimento. Nessa fase, podem ser acrescentados efeitos sonoros, como fala e música.

 

A técnica Stop Motion é utilizada como instrumento pedagógico pela professora Maristela Porto, da Escola Municipal Paraíba. Através da técnica, a educadora trabalha vários conteúdos com os alunos de forma dinâmica e criativa.

 

Uma de suas animações é o curta Os Vermes Perigosos, criado em 2011 pelos alunos da turma 1.201 da Escola Municipal Paraíba. A animação foi toda feita em massinha de modelar e conta a história de um verme que resolveu constituir família dentro da barriga de uma menina. O final é surpreendente! Vamos assistir?

 

 

Animação produzida sob a orientação e direção da professora Maristela Porto.

 

A Articuladora da Educopédia Thaís Duarte convidou a professora Maristela Porto para realizar uma oficina de animação para os Embaixadores da Educopédia da 6ª Coordenadoria Regional de Educação e para os Articuladores da Educopédia das outras CRE's. O convite foi aceito de imediato e com muita alegria!

 

A oficina Stop Motion foi realizada no dia 12 de novembro, na Escola Municipal Rose Klabin, às 9 horas, em parceria com a Subte - Subsecretaria de Novas Tecnologias -, representada pela professora Susan Rocha - Coordenadora dos Articuladores -, e com a Gerência de Educação da 6ª CRE através da professora Patrícia Fernandes.

 

Para criar o Stop Motion, a professora Maristela utilizou um computador, um programa para edição de vídeos - o Muan -, uma máquina fotográfica e massinha de modelar de várias cores para a criação das personagens.

 

 

A história do Stop Motion remonta aos primórdios do cinema. O mágico e ilusionista francês George Méliès viu nessa arte uma ótima possibilidade para dar sequência aos seus truques misteriosos que encantavam a todos.

 

 

Planeje sua filmagem! Procure elaborar um roteiro, espaço de movimentação dos personagens e cenário para não ter nenhuma surpresa durante a filmagem e acabar perdendo tempo e trabalho.

 

Os professores produziram dois vídeos com a técnica Stop Motion. O primeiro vídeo teve duração de onze segundos e mostra um pássaro indo em busca de comida. O segundo durou dois segundos e fez uma homenagem à Proclamação da República através da bandeira do Brasil. Confira os vídeos clicando AQUI.

 

Os professores ficaram encantados com a técnica de animação e com as diversas possibilidades de uso desse instrumento como recurso pedagógico: desenvolvimento do trabalho em grupo, aprimoramento da escrita e da leitura, construção de habilidades manuais e de manuseio de instrumentos tecnológicos; além do desenvolvimento da habilidade de contar histórias.

 

Todos saíram da capacitação com ideias interessantes para colocar em prática e, principalmente, pensando em novas formas de fazer educação através de uma proposta que incentive, cative e surpreenda os alunos. Isso é fazer educação de qualidade!

 

 

Suavidade de movimentação: para tornar mais real sua animação, suavidade nos movimentos é essencial.

 

 

Usada tanto em desenhos animadas quanto em filmes com atores reais, essa técnica é bastante difundida no meio cinematográfico e há algumas décadas faz parte da rotina criativa de diversas pessoas ao redor do mundo.

 

Parabéns a todos os envolvidos no processo de organização da oficina Stop Motion e, principalmente, à professora Maristela Porto, que transmitiu de forma simples e criativa o seu fazer pedagógico, contribuindo para a melhoria da educação carioca. É um prazer ter o seu trabalho no Portal Rioeduca!

 

Quer ter o seu trabalho publicado no Portal Rioeduca? Entre em contato com a representante do Rioeduca da sua Coordenadoria! Este espaço é meu, é seu, é nosso! Até a próxima semana!

 

Professora Patrícia Fernandes - Representante do Rioeduca na 6ª Cre

E-mail: pferreira@rioeduca.net

Twitter: @Paty_PFF

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 22/11/2013

Projeto Livrão das Lendas

Tags: 5ªcre, projetos.

Alunos do 6º ano Experimental da Escola Municipal Leonor Posada, ao estudarem sobre lendas, pesquisaram das mitológicas até as urbanas e criaram um livrão desenvolvendo o entendimento desta cultura e compartilhando com outras turmas da escola.

 


A leitura é o mais importante elemento do imaginário. Ler significa refletir, pensar, estar a favor ou contra, comentar, trocar opiniões, posicionar-se, enfim, exercer desde cedo a cidadania.

Dessa forma, percebe-se o papel da leitura na formação do aluno. Acreditando nisso a professora Margareth do 6º ano Experimental, da Escola Municipal 05.15.032 Leonor Posada, turma 1602, resolveu criar um projeto que motivasse seus alunos à leitura através das lendas, como reconhecimento da importância da preservação do imaginário popular.

 

 

 

Através de vasta pesquisa, eles compreenderam que lenda é uma narrativa fantasiosa transmitida pela tradição oral através dos tempos. De caráter fantástico e/ou fictício, as lendas combinam fatos reais e históricos com fatos irreais que são meramente produto da imaginação humana. Então, professora e alunos resolveram criar um livrão transformando em prática esse conhecimento e compartilhando com outras turmas da escola.

 

 

Projeto Político Pedagógico, Formação de Leitores = Livrão das Lendas

 

Segundo a professora Margareth, o Projeto Político Pedagógico da escola é voltado para a formação de leitores e, através dos objetivos, criou meios de estimular mais os alunos que mergulharam no fabuloso mundo da leitura. Orientando seus alunos, eles confeccionaram o Livrão das Lendas, fato esse que dará muitos frutos, pois possibilitará outros alunos a participarem deste projeto.

 

Alunos da turma 1602,  junto a professora Margareth, trabalhando na produção do Livrão das Lendas.

 

“Através da leitura podemos viajar num piscar de olhos de um continente ao outro, de um século ao outro. Penso que esta iniciativa criativa e dedicada dos meus alunos, venha a influenciar aos demais alunos da escola a produzirem também”, conta-nos a professora Margareth Souza.

 

De acordo com a professora, a confecção do livrão passou por algumas dificuldades, como a assistência individualizada para cada grupo, tendo em vista que os alunos da faixa etária de 12 a 13 anos não gostam muito de esperar.

 

 

 

Alunos da turma 1602, junto a professora Margareth, trabalhando na produção do Livrão das Lendas.

 

 

Espírito de Equipe

 

A professora Margareth nos conta que no início deste ano a turma 1602 não tinha um espírito de equipe, era cada um por si sem nenhum senso de organização. Hoje a turma se mostra unida, cooperativa e interessada ao que lhe propõe.

 

“Tendo em vista o espírito de equipe, acredito ser este o segredo do sucesso destes alunos, pois toda a confecção deste livrão foi um grande trabalho em equipe. Todos foram importantes, cada um representando uma pequena parcela do resultado final. Enfim, todos os alunos trabalharam coletivamente em prol de um objetivo comum: a confecção do Livrão das Lendas”.

 

 

Alunos da turma 1602, junto a professora Margareth, expondo o Livrão das Lendas.

 

 

“Quero agradecer o empenho da turma 1602 pelo carinho na produção dos desenhos, a vontade de fazer bem feito. Tenho certeza de que este Livrão das Lendas proporcionou a todos muitos momentos de alegria, diversão e suspense com algumas de nossas histórias. O nosso trabalho será mais um livro utilizado na sala de leitura”, finaliza a professora.

 

 

A Coordenadora do 6º ano Experimental na 5ª CRE, professora Susana Bastos, junto a professora Margareth Souza.

 

Agradeço a professora Margareth Souza, pelas informações fornecidades da Escola Municipal Leonor Posada, assim como agradeço a sua direção, professoras Maria de Fátima Netto e Juliana Cordeiro por este maravilhoso trabalho compartilhado com todos através do Portal Rioeduca.
 

Regina Bizarro é professora representante do Portal Rioeduca/5ªCRE.

 

E-mail: reginabizarro@rioeduca.net
Twitter: @rebiza
Facebook: @Regina Biza


Rioeduca/5ªCRE no Facebook:

https://www.facebook.com/groups/rioeduca5cre/

 

 

                               

 


   
           



Yammer Share