A A A C
email
Retornando 39 resultados para o mês de 'Novembro de 2013'

Terça-feira, 12/11/2013

Mostra de Ciências na Educação de Jovens e Adultos

Tags: 2ªcre.

Os alunos da turma 162 da Educação de Jovens e Adultos da E. M. Dr. Cocio Barcellos realizaram uma Mostra de Ciências sob a orientação da professora Lucineia Alves.

 

A professora Lucineia Alves, regente da disciplina Ciências, enviou um relato ao portal Rioeduca contando sobre as atividades realizadas com os alunos da Educação de Jovens e Adultos direcionadas pelos temas das aulas de Ciências para este segmento.


A sociedade contemporânea tem como elemento relevante a presença cada vez maior da ciência e da tecnologia no cotidiano de todos. Com essa visão, a Professora Lucineia Alves, que ministra aulas de Ciências para a Turma 162 da Educação de Jovens e Adultos da Escola Municipal Dr. Cocio Barcellos, organizou com seus alunos uma “Mostra de Ciências”.


Os alunos foram divididos em grupos, escolheram os temas e, como primeira parte do trabalho, montaram um cartaz com conteúdos relacionados aos respectivos temas.

 

Elaboração prévia dos cartazes pelos alunos.

 

 

Após a montagem dos cartazes, os alunos montaram a parte prática. Diz a professora Lucineia: “Eles se empenharam bastante para organizar, preparar e apresentar os trabalhos. Foi ótimo orientar, acompanhar cada etapa da atividade e poder verificar como eles estavam aprendendo Ciências”.

 

Dia do evento – Os grupos com seus respectivos trabalhos: “O átomo”, “Os inventos fabulosos, “As propriedades gerais da matéria” e “As moléculas”.

Dia do evento – Os grupos e seus respectivos trabalhos: “Ciência, Tecnologia e Sociedade”, “As mudanças de estados físicos”, “Os fenômenos físicos e químicos” e “Os estados físicos da matéria”.

 

Os alunos das outras turmas da EJA da escola foram convidados para a Mostra de Ciências, assim como seus respectivos professores. Foi um momento de grande interação e aprendizagem para todos. 

 

Apresentação dos trabalhos aos outros alunos da EJA e aos professores.

Participação das professoras Viviane e Tereza no evento.

 

Como parte de um processo de aprendizagem, cada grupo apresentou o trabalho para o avaliador que atribuiu uma nota para cada um dos seguintes critérios: apresentação, dinâmica do grupo, explanação de conteúdo teórico e materiais expostos.

 

Avaliação dos trabalhos pelo diretor adjunto da Escola, Prof. Luís Henrique.

 

A alegria de muitos alunos por terem participado pela primeira vez na vida de um evento como este foi contagiante e todos se sentiram consagrados quando, ao final da Mostra de Ciências, ao receberem uma pasta com um certificado de participação com seu respectivo nome. 

Recebimento do certificado de participação.

 

“A Mostra de Ciências que foi realizada na nossa escola mostrou que a Ciência não consiste em um conjunto de resultados listados, assimilados através de uma mera escuta passiva, mas sim em uma atividade viva, engajada e estimulante para os alunos”, diz a professora organizadora do evento. Ela ainda acrescenta: “Foi uma atividade realmente prazerosa para todos”.

 

A professora Lucineia agradece a todos os alunos da EJA, às professoras Viviane, Teresa e Glória, à Cláudia e Eliane, ao Coordenador Pedagógico Sérgio Alves, ao Diretor Adjunto Luís Henrique M. Santos e à Diretora Geral Solange D. F. da Costa pelo apoio e contribuições.


Agradecimentos à professora Lucineia Alves, por enviar o relato de seu trabalho com as turmas de EJA ao portal Rioeduca. Sucesso a todos!

 

Gostou desta publicação? Deixe um comentário e clique em curtir para compartilhá-la com seus amigos no Facebook.

 

 Renata Carvalho – Professora da Rede e representante do Rioeduca, na 2ªCRE
Email: renata.carvalho@rioeduca.net
Twitter: @tatarcrj


 

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 12/11/2013

Conversando e aprendendo sobre a Consciência Negra

Tags: 11ªcre, consciência, negra.

Durante o mês de Novembro, a sala de leitura da E. M. Belmiro Medeiros realizou contações de histórias sobre o Brasil Colonial e a Escravidão. A importância do povo africano na formação da cultura nacional foi destaque com a professora Edilma Trajano. CONFIRA!

 

A professora da Sala de Leitura Edilma Trajano trabalhou o tema Consciência Negra com as turmas da Classe especial e o primeiro segmento (1°, 2° e 3° ano). Foram trabalhadas as histórias: "Escrava Esperança", "Menina Bonita do Laço de Fita" e "Bruna e a Galinha de Angola".

 

A professora, antes de iniciar a contação de histórias, explicou o surgimento da data comemorativa e contextualizou para os alunos compreenderem a sua importância, como explica Edilma: "Eu fiz uma contação de histórias sobre os escravos, falei da escravidão, do fim da escravidão, dos quilombos, de Zumbi e por fim da herança cultural deixada pelos negros!"

 

Turma do 2° ano trabalhando sobre a história da Escrava Esperança.

 

"Em 1770, muito antes da Princesa Isabel, uma escrava chamada Esperança Garcia destacou-se pela sua coragem ao redigir uma petição dirigida ao governador da Capitania do Maranhão, Gonçalo Lourenço Botelho de Castro, os maus-tratos sofridos nas mãos de Antônio Vieira de Couto, inspetor de Nazaré, localidade que hoje é o Município de Nazaré do Piauí (PI). Na mais antiga petição escrita por um escravo no Brasil, ela denuncia os maus-tratos sofridos a partir do confisco das fazendas dos jesuítas pela Coroa Portuguesa. Pediu ainda que fosse devolvida à Fazenda Algodões e que sua filha fosse batizada."

(http://www.senado.gov.br)

 

Mural final com a história da Escrava Esperança.

 

"Não preciso ter ambições. Só tem uma coisa que eu quero muito: que a humanidade viva unida... negros e brancos todos juntos."

(Bob Marley)

 

Turma especial realizando um trabalho sobre o livro "Menina Bonita do Laço de Fita". Destaque para o Cantinho da Literatura Afro-Brasileira, com livros dessa temática.

 

Turma da Classe especial trabalhando sobre o livro "Bruna e a Galinha de Angola".

 

Sobre o trabalho desenvolvido, a professora finalizou: "Em todos os trabalhos procurei incentivar a produção espontânea dos alunos e sua criatividade nos desenhos. Também confeccionamos juntos os murais para que assim pudessem se sentir valorizados vendo seus trabalhos expostos pela escola."

 

Clique aqui e conheça mais sobre os projetos da professora Edilma Trajano.

Conheça a E. M. Belmiro Medeiros da 11ª CRE.

 

Parabéns à professora Edilma Trajano e toda equipe da E. M. Belmiro Medeiros por propiciar momentos de sabedoria e reflexão a seus alunos! 

 

Laura Fantti Davilla Serpa
Representante Rioeduca da 11ª CRE
Facebook: http://www.facebook.com/laura.fanttidavilla
Site: http://lauradavill1.wix.com/rioeduca11cre
Twitter: https://twitter.com/laurafanttini
E-mail: lauradavilla@rioeduca.net 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 11/11/2013

100 Anos de Vinicius

Tags: 1ªcre, projetos.

 

A Creche Arara Azul, em Benfica, homenageou “O Poetinha” em grande estilo. Em continuidade ao Projeto Pedagógico Anual 2013 “Nós, Pequenos Artistas, Seremos os Melhores em 2013, com Romero Britto e Vinicius de Moares”, dezenas de atividades que retratam a vida e a obra do artista foram cantadas, contadas e transformadas em arte.

 

 


 

Borboleta  em arte, confeccionada pelas crianças, inspirada no poema de Vinicius.

 

 

O projeto contou com o apoio de toda a equipe da creche, tornando-o ainda mais belo. As crianças descobriram em Vinicius a possibilidade da criação, da arte e da alegria. Enquanto realizavam as atividades, era possível perceber o quão encantadas estavam! A poesia de Vinicius tem “vida”, transforma e sensibiliza. As crianças da Arara Azul são prova disso!

 

Vinicius de Moraes - O Poetinha

 

 

Menininha do meu coração
Eu só quero você
A três palmos do chão
Menininha não cresça mais não
Fique pequenininha na minha canção


"Menininha", de Vinicius de Moraes

 

 

Vinicius de Moraes, o "Poetinha", foi um dos fundadores da Bossa Nova, um dos mais importantes movimentos da música brasileira, reconhecido em todo o mundo. Ele também é autor de algumas das frases e dos poemas mais conhecidos na literatura brasileira. As músicas "Garota de Ipanema" (a canção brasileira mais tocada no mundo; parceria dele com Tom Jobim), "A Felicidade", "Manhã de Carnaval", "Chega de Saudade" e "Eu sei que vou te amar" têm lugar de destaque na história da música brasileira.

 

Vinicius Encanta as Crianças da Arara Azul

 

 

Crianças brincam com as músicas da "Arca de Nóe", de Vinicius.


 

O trabalho realizado homenageando o centenário de Vinicius de Moraes foi de riquíssimos ganhos. Vinicius, com suas poesias que não deixaram que a infância de cada um se apagasse, contribuiu e contribui ate hoje para a construção intelectual e lúdica do conhecimento de nossas crianças.

 

"Com diversos poemas de Vinicius, foi possível explorar um leque de conhecimentos em diferentes áreas da Educação Infantil, alcançando objetivos como o desenvolvimento da oralidade, através das musicas e declamações de poesias; noções de lateralidade com os movimentos necessários para dançar as músicas ou imitar os animais. O trabalho com as cores foi facilitado, uma vez que conjugamos musicas e poesias que tratavam deste tema"


Depoimento da professora Vivian, da EI 31.

 

 

Familiares admiram a exposição com os trabalhos realizados pelas turminhas.

 

O Poetinha há anos influencia o trabalho nas instituições educacionais, e a Creche Municipal Arara Azuk se orgulha de ter realizado uma rica homenagem à Vinicius. Veja mais sobre o trabalho acessando o blog da creche: http://araraazul1cre.blogspot.com.br/

 

 

 

* Professor, queremos conhecer e divulgar o blog e os projetos desenvolvidos por sua escola. Aproveite este espaço que é feito para nós! Entre em contato com o representante do Rioeduca em sua Coordenadoria e participe. *

 


Professora Rute Albanita
 Representante Rioeduca.net da 1ª Coordenadoria Regional de Educação
ruteferreira@rioeduca.net
Twitter: @Rute_Albanita

 

 

COMPARTILHE E COMENTE!

 

 

                              

 

 

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 11/11/2013

Maratona de Histórias 2013

Tags: 6ªcre, riodeleitores, eventos.

 

A Escola Municipal Antônio Francisco Lisboa realizou com os alunos da Educação Infantil ao 5º ano, no mês de outubro, a Maratona de Histórias, uma das ações do programa Rio, uma Cidade de Leitores.

 

O projeto Rio, uma Cidade de Leitores tem como objetivo principal disseminar uma cultura leitora no âmbito da Rede Pública Municipal de Ensino da Cidade do Rio de Janeiro, envolvendo a mobilização e a articulação de ações entre as escolas e as comunidades de seu entorno.

 

Três eixos de atuação norteiam o projeto: ampliação e melhoria dos acervos; formação de mediadores de leitura; projetos específicos e ações culturais de estímulo à leitura. Destes, destaco a Maratona de Histórias que é realizada sempre no mês de outubro em todas as Unidades Escolares, Coordenadorias Regionais e Nível Central.

 

Durante a Maratona de Histórias, todas estas instituições promovem, em seus espaços, atividades que contemplem a leitura literária, tais como contação de histórias, rodas de leitura, exposições literárias, apresentações, encontros com autores e palestras. Momentos de trocas de experiências e de ensinar o prazer da leitura!

 

Esta animação conta a história de Nina, uma menina que não gostava de ler, mas que, ao se deparar com o rico universo da leitura, descobre uma nova realidade.

 

Como a personagem da história acima, muitos de nossos alunos ainda não descobriram o prazer que um livro pode proporcionar. A escola pode ajudar a mudar esta realidade! O que você está esperando? Faça a sua parte!

 

A Escola Municipal Antônio Francisco Lisboa já está fazendo a parte dela neste processo de formação de um Rio de Leitores, através da realização da Maratona de Histórias com os alunos da Educação Infantil ao 5º ano. A equipe pedagógica desta unidade escolar tem por meta formar alunos leitores e autores, a partir de uma aprendizagem colaborativa.

 

A Maratona de Histórias aconteceu no dia 14 de outubro, quando a escola já estava com sua rotina normalizada. A abertura do evento contou com a leitura do livro O Reino do Aqui Pode, realizada pela professora de Sala de Leitura, com o apoio dos alunos do 1º ano (turno da manhã) e do 2º ano (turno da tarde).

 

A formação do leitor inicia-se no âmbito escolar e se processa em longo prazo, tendo como mediador o professor, em quem encontramos a possibilidade de diversificarmos o conhecimento.

 

O comportamento do ato de ler não pode ser delegado somente à escola, deve ser uma parceria entre escola e família.

 

É importante que a leitura se constitua como uma prática social de diferentes funções, pelas quais estudantes podem perceber que precisam ler não somente para compreender, mas também para se comunicarem, ampliar os horizontes em relação ao mundo e as questões inerentes ao seu bem estar social.

 

Em seguida, a merendeira Márcia, realizou, no refeitório, a leitura do livro Eu Nunca vou Comer um Tomate, de Lauren Child. No Cantinho do Vinícius, os alunos do 4º ano da manhã e do 3º ano da tarde, fizeram a leitura de poesias de deste encantador poeta brasileiro.

 

Na atividade Historiando pelo Mundo, os alunos monitores do 5º ano da manhã e do 4º ano da tarde leram histórias tradicionais de países dos cinco continentes. A leitura de lendas do nosso folclore, na Ciranda das Lendas,  foi responsabilidade dos alunos monitores do 3º ano da manhã e do 2º ano da tarde.

 

Através da realização de todas estas ações na Maratona de Histórias, os professores estão garantindo o acesso a bons livros e criando um ambiente em que a leitura é prazerosa; condições essenciais e eficazes para se formar leitores de literatura.

 

Ler todos os dias é a chave para alfabetizar e formar uma comunidade louca por livros.

 

Na leitura, o que realmente interessa é a cumplicidade entre o leitor e a obra, alicerçada no prazer que só a leitura é capaz de proporcionar.

 

A leitura é  um hábito mais que saudável, a ser preservado e disseminado, e de suma importância na chamada sociedade da informação em que vivemos.

 

Faça como os professores da Escola Municipal Antônio Francisco Lisboa! Envolva a história dentro da rotina escolar, valorizando os momentos de contação. Faça do livro um importante material! Prepare cada momento de leitura com carinho e apreço. Antes de contar um livro, leia-o! Conheça-o! Saia da sala de aula e conte a história em espaços diferentes! Crie! Inove!

 

Deixe que as crianças tenham o momento de contar as histórias umas para as outras. Permita que elas levem os livros para casa! Não tenha medo que ele rasgue! Dessa forma, você estará também incentivando a leitura em família! Enfim, torne cada momento inesquecível para a criança!

 

E não esqueça! Leia muito! Torne-se uma referência para seus alunos! Eles verão em você uma leitora apaixonada e determinada! O exemplo ensina mais que mil palavras e, assim como os professores da Escola Municipal Antônio Francisco Lisboa, você estará ajudando a formar um RIO DE LEITORES!

 

Parabéns a toda equipe da Escola Municipal Antônio Francisco Lisboa por influenciar, decisivamente, como a comunidade escolar vê, sente, pensa, decide e age em relação à leitura.  É um prazer ter o trabalho de vocês no Portal Rioeduca!

 

Quer conhecer um pouco mais o trabalho da Escola Municipal Antônio Francisco Lisboa? Então clique AQUI! Até a próxima semana pessoal!

 

Professora Patrícia Fernandes – Representante do Rioeduca na 6ª Cre
Twitter: Paty_PFF
Facebook: patrícia_pff@yahoo.com.br
E-mai: pferreira@rioeduca.net

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share