A A A C
email
Retornando 45 resultados para o mês de 'Novembro de 2016'

Sexta-feira, 11/11/2016

Seminário RIO – PREFEITURA SUSTENTÁVEL

 

 

 

INTRODUÇÃO

A Fundação Planetário deu os primeiros passos em sua Estratégia de Baixo Carbono e Eficiência Energética. Publica desde 2012, Inventários Corporativos de Gases de Efeito Estufa e gerencia projetos de eficiência energética orientados pelas boas práticas instituídas, incluindo a concessão da Etiqueta PBE EDIFICA para o projeto de reforma do Planetário da Gávea.

Em sua missão de disseminar conhecimento em Astronomia e Ciências Afins, orientada pelas aspirações e iniciativas traçadas no Plano Estratégico Visão Rio 500 , e atenta aos compromissos assumidos pelo Brasil no Acordo de Paris, a Fundação Planetário deseja somar seus esforços às demais forças da Prefeitura e atores da Sociedade Civil em direção aos prédios públicos ecoeficientes, à neutralização das emissões da Cidade, e à redução de emissões na matriz energética.

Como primeiro passo propomos a discussão das oportunidades de construção de uma estratégia de Sustentabilidade Corporativa na Prefeitura. O Seminário RIO – PREFEITURA SUSTENTÁVEL tem por objetivo envolver os diversos interessados na troca de ideias e informações a respeito das medidas necessárias para conquistarmos a ecoeficiência dos prédios públicos, sempre com o intuito de melhor atender aos nossos clientes: os cidadãos cariocas. No Seminário serão apresentadas 11 palestras, cada qual com 20 minutos, mais 10 minutos reservados para perguntas e comentários. As palestras estarão distribuídas em 4 temas, da gestão de gases de efeito estufa


TEMAS E PALESTRAS

1. GESTÃO DE GASES EFEITO ESTUFA

Relatos da realização de inventários de emissões de GEE da Cidade do Rio de Janeiro, e o futuro dessa atividade no âmbito municipal; e apresentação dos princípios gerais de contabilização, relato e verificação de inventários corporativos de GEE;

Luis Roberto Arueira da Silva: Engenheiro Civil. Diretor de Informações da Cidade no Instituto Municipal de Urbanismo Pereira Passos (IPP), Prefeitura do Rio de Janeiro.

Felipe Mandarino: Geógrafo (UFRJ). Atua na Diretoria de Informações da Cidade do IPP em sistemas de monitoramento de emissão de GEE, vulnerabilidade e adaptação às mudanças climáticas e sistemas de informação geográfica. 

Renzo Solari: Engenheiro Florestal (Universidade de Chile), MSc em Planejamento Ambiental (COPPEUFRJ). Atua como consultor na área de mudanças climáticas e em diversos projetos ambientais. É sócio da EOS Ambiental.

 

2. GESTÃO DE EFICIÊNCIA ENERGÉTICA PREDIAL

Apresentações da política e princípios de aplicação de etiquetas de nível eficiência energética em edificações; estruturação de projetos de eficiência energética, e oportunidades de financiamento; caso prático de aplicação das metodologias apresentadas;

Antônio Raad: Engenheiro Eletricista (UFRJ), Mestre em Planejamento Energético (COPEE/UFRJ), pósgraduação em Conservação de Energia (CEFET/RJ), especialização em Gerenciamento de Projetos de Eficiência Energética (EUREM/COPPE). Milita na área de eficiência energética. É responsável na LIGHT pelo Planejamento e Gestão do Programa de Eficiência Energética.

Marcos Borges: Engenheiro Civil (UFRJ), Mestre em Sistemas de Gestão (UFF). Chefe da Divisão de Qualidade Regulatória e Coordenador do Programa Brasileiro de Etiquetagem (PBE) do Inmetro.

Elisete Cunha: Arquiteta e Urbanista (UFF), MBA em Planejamento e Gestão Ambiental (UVA), MBE em Economia e Gestão da sustentabilidade na Construção Civil com ênfase em HIS (UFRJ). Arquiteta do Departamento de Projetos de Eficiência Energética da Eletrobras, atuando em Etiquetagem de Edificações, Selo Procel Edificações e Desempenho Energético Operacional (DEO).

Rodrigo Calili: Mestre em Engenharia Elétrica (PUC-Rio); Doutor em Engenharia Elétrica (PUC-Rio e École Nationale Supérieure des Mines - Paris). Profissional com carreira em distribuidoras nas áreas de comercialização de energia, gestão de Eficiência Energética e P&D. Professor e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Metrologia.

Arq. Myrthes Marcele F. Santos: Arquiteta e Urbanista (UFRJ), Mestre em Planejamento Energético (COPPE/UFRJ); MBA em Administração pela (Coppead/UFRJ); Pós-graduação em Sistemas Energéticos pela (UFAM / Unifei). Consultora em Sustentabilidade e Eficiência Energética em Edifícios, Equalize Consultoria Técnica / GIZ.


3. EDUCAÇÃO PARA A SUSTENTABILIDADE

Apresentação de experiência de ações educativas em sustentabilidade na Secretaria Municipal de Educação;

Alexandre Rodrigues: Professor do Ensino Fundamental da Rede Municipal de Educação da Cidade do Rio de Janeiro. Graduado em Geografia pelas Faculdades Unificadas Campo-grandenses e Pós-Graduado pela UERJ (Gênero e Sexualidade). Atua na gerência de projetos da Subsecretaria de Ensino, como Gestor Operacional do Projeto Ginásio Experimental de Novas Tecnologias Educacionais e como ponto focal da SME da parceria entre a Prefeitura do Rio e a NASA.

Maria Inês Mauad: Bióloga e professora de Ciências de Ensino Fundamental da Escola Municipal Minas Gerais. Supervisora de Ciências de Ensino Fundamental; elaboradora Caderno Pedagógico do 9º ano na SME-RJ; Professora Coordenadora Regional da Olimpíada Brasileira de Astronomia; e NASA Earth System Ambassador Teacher 2015/2016.

 

4. CIDADES SUSTENTÁVEIS: VISÃO DE FUTURO

Apresentações de estratégias de preparação das Cidades para o enfrentamento das mudanças climáticas: Resiliência e Sustentabilidade

Maria Fernanda Lemos: Doutora em Urbanismo (PROURB/FAU/UFRJ). Professora de Projeto e Planejamento Urbano da PUC-Rio. Diretora do Departamento de Arquitetura e Urbanismo (DAU/PUC-Rio) e Coordenadora do Núcleo Interdisciplinar de Meio Ambiente (NIMA/PUC-Rio). Pesquisadora em resiliência e adaptação urbana para a mudança climática.

Cristina Mendonça: Engenheira Química (UFRJ); MBA Executivo em Administração (COPPEAD/UFRJ); Mestre em Engenharia Urbana e Ambiental (PUC-Rio). Assessora do Presidente e Diretora do Escritório Rio de Janeiro do C40 Cities Climate Leadership Group.

Luciana Nery: Graduada em Letras - Literatura e Inglês (UERJ); MBA em Administração (FGV); Mestrado em Relações Internacionais (PUC-Rio / Université Pierre Mendés – Grenoble). Gerente do Projeto Rio Resiliente (Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro).

Pedro Junqueira: Graduado em Marketing (IBMEC). Chefe Executivo de Resiliência e Operações no Centro de Operações Rio

 

 

Acesse o documento através do link: Seminário RIO – PREFEITURA SUSTENTÁVEL

Abaixo link (imagem) para o convite.

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 10/11/2016

Mostra de Dança - Etapa da 3ª CRE

Tags: 3ªcre, mostra de dança.

 

 

 

 

   A XXXIII Mostra Regional de Dança da 3ª CRE aconteceu no dia 20/09/2106 e contou com a participação de várias escolas que, com muito capricho e talento, fizeram um grande Espetáculo no teatro Abdias Nascimento, na FAETEC de Quintino. O Espetáculo aconteceu em dois momentos e foi repleto de momentos de muita beleza, alegria e colaboração.

 

 

 

 

 

 

A primeira coreografia a se apresentar pela manhã foi "Sambando", da E. M. São Domingos. Orientados pela professora Cláudia Lobão, os alunos deram um show de alegria e samba no pé.

A segunda escola a se apresentar foi a E. M. Levy Neves, que trouxe a coreografia "Diversidade". Orientados pela professora Denise Valle, apresentaram com graça e talento uma linda reflexão sobre a aceitação do outro.

A próxima a se apresentar foi a E. M. Maranhão, com a coreografia "Operários de Tarsila", um belo trabalho coreográfico baseado na vida e obra da pintora Tarsila do Amaral. Orientação: professor Diego Endrigo.

 

 

No show do Intervalo, contamos com a participação do grupo Arte de Rua, grupo de alunos da E. M. Maranhão, que nasceu de aulas na Oficina de dança na própria escola.

A próxima escola a subir ao palco foi a E. M. Levy Neves, com a coreografia "A Luta pela Sobrevivência no Sertão do Nordeste". Orientada pelas professoras Rita de Cassia Brito e Francisca Celia de Queiroz, trouxe a obra de Euclides da Cunha através da dança.

A última escola a se apresentar foi a E. M. Maranhão, com a coreografia "Danças Urbanas". Sob a orientação do professor Douglas Luanderson, os alunos da Oficina de Dança se apresentaram com muita animação.

 

 

Na parte da tarde, nossa Mostra continuou com mais talentos.

O primeiro a se apresentar foi o Núcleo de Arte Nise da Silveira, com a coreografia "Entre Fadas e Bruxas não Existe o Impossível". Sob a orientação da professora Denise Sá, os alunos trouxeram a mágica dos contos ao palco.

A segunda apresentação foi a do Clube Escolar do Engenho de Dentro, que trouxe a coreografia "Canta Brasil", homenageando a alegria do povo brasileiro, sob a orientação da professora Claudia Fonseca.

A terceira apresentação foi da E. M. Barão de Macahubas, que trouxe ao palco um passeio da Grécia Antiga aos dias atuais, na coreografia " Da Grécia ao Rio, De Zeus ao Redentor: Uma Viagem Olímpica com a Barão. Orientação da professora Vania Teixeira Talhado.

A próxima apresentação foi do Núcleo de Arte Nise da Silveira, sob a orientação da professora Denise Sá, trouxeram a coreografia "A Massa", retratando a busca por um mundo melhor para todos.

 

 

No intervalo, tivemos a participação do grupo de dança dos alunos da E. M. Maranhão, que animou a galera, com sua alegria. A próxima a subir ao palco foi a E. M. Lauro Sodré, com a coreografia "Brasil, show de cores". Orientados pela professora Sheila Guedes, os alunos fizeram uma bela homenagem às belezas de nossa terra. 

Após, tivemos a E. M. Londres, que subiu ao palco com a coreografia "Esporte, Arte e Cultura - Olimpíadas e Paralimpíadas da Londres". Sob orientação da professora Claudia Fonseca, os alunos trouxeram o clima dos Jogos Olímpicos.

O Clube Escolar do Engenho de Dentro voltou ao palco com a coreografia orientada pela professora Alda Kemmer, "Caboclinhos", trazendo toda a beleza do Folclore Brasileiro.

A última apresentação foi do Núcleo de Arte Nise da Silveira, com a coreografia "Eu posso, eu consigo". Orientados pela professora Denise Sá, os alunos trouxeram uma linda mensagem para os presentes.

 

 

Foi um dia de grandes talentos e tudo isso graças ao competente trabalho de nossos professores que, com carinho e dedicação, prepararam seus alunos.

Parabenizamos mais uma vez os professores, responsáveis pelas belíssimas coreografias apresentadas. E as Direções, que deram seu apoio para que este espetáculo fosse possível.

Nosso mais sincero agradecimento aos nossos Jurados, que aceitaram com todo carinho participar desta XXXIII Mostra Regional de Dança. Professora Lúcia de Fátima, professora Elizabeth Silva, professor Fernando Giusti, professora Júlia Ramos e professora Maila Martins.

Nosso agradecimento especial à Equipe da Gerência de Educação, que mais uma vez desempenhou um belíssimo trabalho, com competência e alegria.

E a toda a Equipe do Teatro Abdias do Nascimento, que nos recebeu com tanto carinho.

E damos os parabéns!!! Ao Núcleo de Arte Nise da Silveira, com a coreografia "A Massa", a E. M. Maranhão, com a coreografia "Operários de Tarsila" e a E. M. Londres, com a coreografia "Esporte, Arte e Cultura - Olimpíadas e Paralimpíadas da Londres",  pela classificação para a Mostra de Dança Municipal.

 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 10/11/2016

Concurso de Remoção

Tags: resolução, concurso, remoção, do.

 

 

RESOLUÇÃO SME N.º 1435 , DE 07 DE NOVEMBRO DE 2016 (PUBLICADA NO DO DE 08/11/2016)

Regulamenta o Concurso de Remoção do Pessoal de Magistério para regência no ano 2017.

 

A SECRETÁRIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO, no uso das atribuições que lhe são conferidas pela legislação em vigor e,

CONSIDERANDO o disposto no § 4º do art. 192 da Lei Orgânica do Município do Rio de Janeiro, de 5 de abril de 1990;

CONSIDERANDO o disposto no § 2º do art. 30 da Lei n.º 94, de 14 de março de 1979;

CONSIDERANDO o disposto no art. 38 da Lei n.º 5.623, de 1º de outubro de 2013, e

CONSIDERANDO a necessidade de garantir a continuidade do processo de realocação de professores no âmbito das Coordenadorias Regionais de Educação,

RESOLVE:

Art. 1º O concurso de Remoção do Pessoal do Magistério - Professor I, Professor II, Professor de Educação Infantil e Professor de Ensino Fundamental, para regência nas Unidades Escolares, no ano 2017, dar-se-á no período de 10 a 16 de novembro de 2016, nas seguintes modalidades:

I – Remoção INTRACRE: no âmbito de cada Coordenadoria Regional de Educação - E/CRE;

II – Remoção INTERCRE: entre as Coordenadorias Regionais de Educação.

Art. 2º Poderão participar do Concurso de Remoção de que trata a presente Resolução os professores admitidos até 31/12/2011.

Art. 3º As inscrições no Concurso de Remoção serão recebidas, somente, via internet ou intranet, por intermédio de requerimento específico.

Art. 4º O candidato será classificado conforme os critérios estabelecidos em Portarias a serem publicadas pela Coordenadoria de Recursos Humanos da Secretaria Municipal de Educação – E/SUBG/CRH.

Parágrafo único. As Portarias citadas no caput regulamentarão os procedimentos de que trata o artigo 1º desta Resolução.

Art. 5º Ao candidato será atribuído um total de pontos, observados os critérios estabelecidos pela E/SUBG/CRH.

Parágrafo único. A remoção atenderá, rigorosamente, à classificação dos candidatos, em ordem decrescente de pontos.

Art. 6º Somente poderão inscrever-se no Concurso de Remoção os professores em exercício na Secretaria Municipal de Educação.

Art. 7° Os professores requisitados para os diversos órgãos desta Secretaria e os detentores de Cargo em Comissão ou Função Gratificada, que atendam ao requisito previsto no art. 2º desta Resolução, poderão inscrever-se, desde que desistam, para o ano de 2017, da requisição, da função, do Cargo em Comissão ou da Função Gratificada, conforme o caso, estando cientes de que serão exonerados/dispensados, se beneficiados pelo Concurso de Remoção.

§ 1º Aos professores que foram beneficiados/amparados com a cessão entre Coordenadorias Regionais de Educação no ano de 2016 caberá, necessariamente, participar da remoção prevista nesta Resolução – modalidade INTERCRE. A não participação no Concurso de Remoção/2017 – modalidade INTERCRE – implicará, obrigatoriamente, o retorno do professor à E/CRE de origem.

§ 2º Para os fins previstos no §1º deste artigo, o professor deverá atender a condição prevista no artigo 2º da presente Resolução.

Art. 8° Os atos referentes à classificação final dos professores inscritos no Concurso de Remoção e a data de escolha de Unidade Escolar para nova lotação serão publicados no Diário Oficial do Município, cabendo ao candidato acompanhar tais publicações.

Parágrafo único. Será responsabilidade das Coordenadorias Regionais de Educação a ampla divulgação das datas de que trata este artigo.

Art. 9º Os professores poderão participar de uma única modalidade prevista no Concurso de Remoção/2017.

Art. 10 Os casos omissos serão resolvidos pela Coordenadora da E/SUBG/CRH, ouvidos os titulares da Gerência de Administração de Recursos Humanos e das Coordenadorias Regionais de Educação, e respectivos Gerentes de Recursos Humanos.

Art. 11 Esta Resolução entra em vigor na data de sua publicação, revogadas as disposições em contrário, especialmente a Resolução SME n.º 1366, de 10 de novembro de 2015 e a Resolução SME n.º 1367, de 10 de novembro de 2015.

 


Rio de Janeiro, 07 de novembro de 2016

Bettina Maria Cantuária Libonati
Substituta Eventual da
Secretária Municipal de Educação
Decreto “P” n.º 141, de 18/03/2016, publicado
No DO Rio n.º 05, de 21 de março de 2016

 

 

Acesse na imagem abaixo o link de inscrição


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 10/11/2016

Fechamento do Ano Letivo de 2016

Tags: ano letivo, fechamento, .

 

 

Circular E/SUBE nº 57

                    Rio de Janeiro, 09 de novembro de 2016.

Assunto: Orientações para o Fechamento do Ano Letivo de 2016 e Virada para o Ano Letivo de 2017

Sr(a). Coordenador(a) de E/CRE
Sr(a). Assessor(a) de Integração da E/CRE
Sr(a). Gerente de Educação da E/CRE
Sr(a). Assistente de Informática da E/CRE
Sr(a). Diretor(a) de Unidade Escolar

 Com o intuito de minimizar, ao máximo, erros de lançamento de dados e garantir a fidedignidade dos resultados da avaliação escolar e a confiabilidade dos documentos (Histórico Escolar e Boletim Escolar) entregues aos responsáveis e alunos, encaminhamos as orientações relativas ao fechamento deste ano letivo.

 

Acesse aqui o documento na íntegra: 

Circular E/SUBE nº 57 - Orientações para o Fehamento do Ano Letivo de 2016 e Virada para o Ano Letivo de 2017 

 

 

 


 


   
           



Yammer Share