A A A C
email
Retornando 45 resultados para o mês de 'Novembro de 2016'

Terça-feira, 08/11/2016

III Festival de Cultura do GEO Juan Antonio Samaranch

Tags: 1ªcre, projetos, eventos.

 

 

 

Festival mostra à Comunidade Escolar trabalho Interdisciplinar desenvolvido no GEO de Santa Teresa.

 

O Festival de Cultura do GEO Juan Antonio Samaranch (GEO Santa Teresa) já se tornou uma festa tradicional da escola. “Trata-se de um evento que tem como objetivo apresentar à comunidade escolar os resultados do trabalho pedagógico de elevado nível acadêmico, desenvolvido, nesse ambiente escolar, sob a perspectiva da interdisciplinaridade, buscando contribuir para a formação ampliada dos jovens envolvidos”. Explica Mariane, uma das Coordenadoras da escola.

 


Nessa terceira edição do evento, o tema escolhido foi os “Anéis Olímpicos”. Os professores da escola, juntamente com seus respectivos alunos, foram divididos em grupos e trabalharam assuntos como música, idiomas, costumes, gastronomia, dança e símbolos  de diversos países. Todas essas atividades pedagógicas foram apresentadas à comunidade numa bela festa no ginásio da escola, onde foram expostas as produções dos alunos, com muitas comidas, músicas e danças típicas dos países estudados.

 

Painel de Bandeiras confeccionadas pelos alunos

Os professores Cláudio (Humanidades), Júlio (Exatas), Helena (Inglês), Kamila (Inglês), Lucineia (Exatas) e Roberto (Humanidades), do 7º ano, responsáveis pelo “Anel Azul”, escolheram trabalhar, com seus respectivos alunos, todos os países que sediaram os jogos Olímpicos no continente europeu nos tempos modernos, além de Portugal, que ainda não sediou esses jogos, mas faz parte da nossa história.

Os alunos recriaram as bandeiras desses países com papéis picados obtidos de revistas velhas. Essas foram exibidas em um belo painel durante a festa.

Orientados por seus respectivos professores, os alunos  realizaram pesquisas sobre a cultura de cada um desses países e elaboraram cartazes que também foram expostos aos participantes da festa. Além da exposição dos cartazes elaborados pelos alunos, foi montada uma exposição de objetos oriundos de alguns países da Europa e exibido um vídeo sobre a Itália .

 

 

A barraca montada pelo grupo contou com a colaboração dos responsáveis e dos alunos do 7º ano durante toda a festa. Foram várias comidas típicas dos países estudados e a pizza, comida típica italiana, foi o prato principal. 

 

 

O momento mais esperado da festa foi o das danças. Alunos do grupo do “Anel Azul” se caracterizaram de camponeses italianos e dançaram a “Tarantela”, dança típica da Itália, muito comum nos séculos XIV e XV.

 

 


“O III Festival de Cultura do GEO Santa Teresa foi uma linda e maravilhosa festa! Espero que muitas outras aconteçam nos próximos anos, pois esse festival tem se constituído de momentos muito especiais de aprendizagem, alegria e congregação de toda a nossa comunidade escolar.” – diz a Professora Lucineia, do grupo do “Anel Azul”.

 

Para Saber Mais:

Ginásio Olímpico Juan Antônio Samaranch

Rua Marcel Prost, 201 – Santa Teresa

Direção: Ana Christina do Nascimento Quintella

E-mail: geo@rioeduca.net

Telefone: 3972-0916

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 08/11/2016

Oficina de Experimentos Didáticos em Ciências

Tags: 11ªcre, ciências, oficina, ufrj.

 

 

 

A E.M. Conjunto Praia da Bandeira, localizada na Ilha do Governador, em parceria com o setor de Biologia da UFRJ, realizará a Oficina de Experimentos Didáticos: Dinamizando Saberes nas aulas de Ciências,  no dia 17 de Novembro às 13h em seu laboratório de Ciências.

 

A oficina é voltada para professores de Ciências e PII (PEF Anos Iniciais). As inscrições estão abertas e serão limitadas a 30 vagas!

 

 

 


A oficina faz parte do Projeto Fundão – Setor Biologia que vem realizando, desde 1983, atividades articuladas ao ensino e à pesquisa no ensino de Ciências e Biologia, tendo como principais objetivos à melhoria do ensino público e a valorização do professor que atua na Educação Básica.

Todos os participantes receberão certificado da UFRJ de 2 horas. A oficina será ministrada pela Profª Drª Maria Margarida Gomes da UFRJ

Licenciada em Ciências Biológicas pela UFRJ - Universidade Federal do Rio de Janeiro (1984), Mestre em Currículo e Ensino pela KU - Universidade do Kansas (1995) e Doutora em Educação pela UFF - Universidade Federal Fluminense (2008). É atualmente Professora Adjunta do Departamento de Didática da Faculdade de Educação da UFRJ, exercendo atividades de ensino, pesquisa e extensão com estudantes de Graduação e Pós-Graduação. Atua no Programa de Pós-Graduação em Educação, no NEC - Núcleo de Estudos de Currículo e no Projeto Fundão Biologia - UFRJ. Tem experiência na área de Educação, principalmente em Currículo e suas relações com o ensino das Ciências e Biologia, a história das disciplinas escolares, os conhecimentos escolares, os materiais didáticos escolares e a formação de professores. (Lattes http://lattes.cnpq.br/3774832858930395)

 

 

Quer saber mais sobre:

Unidade escolar:  E.M. Conjunto Praia da Bandeira

Endereço: Rua Frei Inocêncio, s/nº

Bairro: Praia da Bandeira - Ilha do Governador

 


 Para realizar sua inscrição CLIQUE AQUI.

 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 07/11/2016

Projeto “Feira das Nações” na Escola Municipal Cardeal Arcoverde

Tags: 5ªcre, feira cultural, olimpíadas.

 

 

Com o objetivo de valorizar a cultura, os aspectos históricos e geográficos de diversos países, a E. M. Cardeal Arcoverde, aproveitando o momento dos jogos olímpicos, mostrou, através do Projeto “Feira das Nações”, a importância do trabalho coletivo e inclusivo.

 

 

 


Entre apresentações artísticas e exposições em estandes no evento, as turmas produziram ações que contemplaram a realidade de países que participaram das Olimpíadas Rio 2016, como África do Sul, Argentina, Austrália, Canadá, China, Espanha, Itália, Japão, e México.

A escola atende da Educação Infantil ao 9º ano. Nosso primeiro desafio foi pensar na participação de todos os segmentos num mesmo evento. Partiu do corpo docente a ideia de que o Fundamental I faria a apresentação das danças típicas de cada país. Dessa forma, a Educação Infantil representou o Brasil, foram os anfitriões do evento. As turmas do 1º ao 5º ano apresentaram danças dos países participantes e os alunos do 6º ao 9º ano ficaram responsáveis por todo o trabalho de pesquisa, confecção das bandeiras, montagem dos estandes e explicação sobre os trabalhos.

 

 


Para a realização das atividades propostas, cada turma foi organizada em 09 grupos, que deveriam contemplar alguns itens previamente estabelecidos como história do país, comidas típicas, riquezas, economia, características climáticas, personalidades, curiosidades, artesanato, flora, fauna, pontos turísticos, bandeiras, entre outros. Para a confecção das bandeiras cada turma recebeu da escola um tecido da mesma cor e tamanho e pode contar com dois ou três professores orientadores que acompanharam o processo de elaboração de todas as etapas.

 

 


Iniciamos o evento com o desfile das bandeiras que foram apresentadas ao público por dois alunos caracterizados com trajes típicos e outro caracterizado com a principal modalidade esportiva do país. Um ex-aluno fez a passagem da tocha olímpica e em seguida tivemos a execução do Hino Nacional. Após a cerimônia de abertura, deu-se início à apresentação das danças típicas e à visitação dos estandes.

Cabe ressaltar que o projeto possuiu cunho unicamente pedagógico, não promoveu nenhuma disputa entre as turmas nem premiação, tendo como objetivo maior incentivar a formação do aluno cooperativo e a importância do trabalho em equipe.

 

 


O Projeto Cultural Feira das Nações teve por objetivo valorizar a cultura, os aspectos históricos e geográficos, as danças, as comidas típicas, o idioma, e as crenças de diversos países. Dessa forma, nossos alunos ampliaram seus conhecimentos sobre os aspectos culturais de cada país. Trabalhamos também nessa oportunidade valores transversais como: socialização, amizade, respeito, ética etc.


O processo de elaboração do projeto se deu em quatro etapas:

- 1ª etapa: A pesquisa (1º e 2º segmentos);
- 2ª etapa: Confecção das bandeiras dos países selecionados (2º segmento);
- 3ª etapa: Apresentações artísticas (Educação Infantil e 1º segmento);
- 4ª etapa: Montagem dos estandes.

 

 


A culminância do Projeto aconteceu no dia 21/07 e o professor José Carlos, além de colaborar como regente nas suas turmas, filmou todo o evento e produziu o vídeo. A professora de Artes, Gisele Alves, foi incansável. Trabalhou com todas as turmas ( EI ao 9º ano) e foi fundamental para o sucesso do nosso evento. Mas o sucesso desse projeto está diretamente relacionado ao comprometimento e envolvimento de todos os alunos, professores, funcionários e a gestão da escola. Essa união foi o grande diferencial para o êxito dessa atividade!

Assista o vídeo da festa aqui.


Parabéns a todos os envolvidos nesse trabalho de excelência da Escola Municipal Cardeal Arcoverde! São trabalhos assim que contribuem para a educação de qualidade na nossa rede municipal de ensino.

 

 

Sobre a escola:
 

Unidade Escolar: E/CRE(05.15.054) - Escola Municipal Cardeal Arcoverde
Diretora: Nancy de Siqueira Ribeiro
Diretora adjunta: Daniela Regina
Coordenadora Pedagógica: Luciene Blese
Professora de Sala de Leitura: Helena Langoni
Endereço: Rua Agostinho Barbalho 401
Bairro: Madureira - Telefone: 2464-5501 / 3018-2558
E-mail: emcardeal@rioeduca.net

 

Escolas e professores, participem das publicações do portal Rioeduca enviando para o representante da sua CRE projetos desenvolvidos e/ou atividades bacanas e que gostariam de compartilhar. Clique aqui para saber o e-mail do seu representante.

 

 

 

 

 

 


   
           



Yammer Share

Sexta-feira, 04/11/2016

Criando e Contando

Tags: 4ªcre.

 

 

A dramatização ou apresentação teatral na escola é de grande valia, isso porque possibilita uma melhor compreensão dos conteúdos, além de promover  socialização, aumento da criatividade, memorização entre outros fatores positivos na construção do conhecimento.

 

"(...) a construção do conhecimento apóia-se, de maneira primordial, no uso de um amplo conjunto de instrumentos simbólicos e na interação com outras pessoas (...). Entre estes instrumentos simbólicos de mediação, a linguagem ocupa um lugar privilegiado devido a sua dupla função representativa e comunicativa. Esta dupla função possibilita que as pessoas possam, através da linguagem, tornar públicas, comparar, negociar e, finalmente, modificar as suas representações da realidade no transcurso das relações que mantêm com outras pessoas (...)."  Coll e Onrubia (1998:79)

 

A Escola Municipal João de Deus desenvolveu o projeto "Criando e Contando", o qual envolve a produção de texto coletiva e a dramatização, ambas  realizadas pelos próprios alunos envolvidos.
  

Ao recorrer a esse tipo de trabalho o professor terá a oportunidade de observar e avaliar a postura de cada aluno, especialmente ligados ao comportamento desenvolvido coletivamente ou individual. Além disso, privilegiar a produção coletiva requer uma negociação entre professores e alunos e entre os próprios alunos. Pois ambis devem negociar sobre o que deve ser escrito, em que ordem deve ser escrito e como deve ser escrito. Por assim dizer, na produção textual se instaura a capacidade de autoria e  nela também aparecem diferentes pontos de vista sobre os quais os alunos podem compreender que há vários modos de “acertar o tom” do texto e escolher o seu modo próprio de escrever. 

 

 

"O projeto é desenvolvido com todas as turmas. Entretanto, o enviado foi desenvolvido com o 3° ano e apresentado a todas as turmas. O projeto é desenvolvido durante todo o ano. As apresentações não têm data estipuladas. Geralmente parte das histórias produzidas pelos alunos, outra de livros de história. Há peças em que os responsáveis são convidados.Esse trabalho objetiva tornar o aluno protagonista da leitura e escrita, estimulando o gosto pela arte à medida que dramatiza os textos. Segue depoimento da aluna Isabela Christi Pereira Rocha de 8 anos de idade. “Achei tudo muito divertido e bom para o desenvolvimento da nossa imaginação. A criação de histórias é muito importante para quem quer ser escritor”. Texto enviado pel Coordenadora Pedagógica - Petronilha Alice A. Meirelles.

 

 

A E. M. João de Deus reconhece o quão grande é a importância de métodos educacionais que incluam atividades dramáticas, e não os deixa de lado, como algo a ser trabalhado apenas se “sobrar tempo”. Na verdade, os tem como prática, trazendo a dramatização como parte da realidade no ambiente escolar, pois por meio dela é possível o resgate de muitos alunos com baixa aprendizagem, os quais podem desenvolver a sua expressão comunicativa. 

 

 

Parabéns a todos os envolvidos nesse processo!

 

 

                                            Escola Municipal João de Deus                                               Endereço: Praça Antônio José de Almeida, S/N -

Penha Circular, RJ - RJ, 21011-490     

Telefone: (21) 3885-9481

 

 

 


   
           



Yammer Share

Postado por Ana Accioly Ver Comentários (0)