A A A C
email
Retornando 55 resultados para o mês de 'Novembro de 2017'

Quarta-feira, 08/11/2017

Torneio Estadual de Games 2017

Tags: games, torneio, couch masters.

 

Equipe da E.M. Celestino da Silva após a disputa da final e a conquista do 2º lugar.
Professor Thiago Fortunato líder do time, Professora Tay Lima, diretora adjunta da unidade escolar e Luciana Cortes, membro da GITE

 

 

O videogame ainda é visto por muitos como inimigo e, para começar a quebrar esse mito, a For Games, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação, organizou o Couch Masters 2017, segunda competição intercolegial de e-games, que contou com a participação de 21 escolas públicas e particulares.

Dia 31 de outubro, foi realizado na escola SESI a etapa final do Couch Master 2017, campeonato de games que visa trazer o videogame como um aliado da aprendizagem e um elemento de aproximação da escola, além de revelar novas habilidade e talentos como reitera o diretor da For Games Victor Prado, “temos uma geração ávida por tecnologia e comunicação e os games podem ser usados para atrair a atenção dos alunos, e levá-los a aprender conceitos de física, matemática, raciocino lógico, línguas.”

A final da competição reuniu seis escolas do Rio de Janeiro, entre elas três unidades da rede municipal: E.M Santa Catarina, com o time liderado pelo professor de matemática Marcelo Imbroisi, E.M. Pedro Bruno, comandado pelo professor de Educação Física, Pedro Romanholli e E.M. Celestino da Silva, que tinha como líder o professor de matemática, Thiago Fortunato. 

 

Escolas Municipais finalistas: E.M Santa Catarina, E.M. Pedro Bruno e E.M. Celestino da Silva

 

As três escolas da rede eram as únicas representantes do Ensino Fundamental e apresentaram ótimos resultados, incluindo o segundo lugar geral na competição, conquistado pela E.M. Celestino da Silva.

Entretanto, o destaque da competição e o grande prêmio da tarde foi para a postura e comprometimento dos estudantes envolvidos, que demonstraram o que é competir de maneira saudável e respeitosa, reagindo de forma surpreendente as derrotas e vitórias dessa tarde de games e de trocas de experiências. 

Em relação a participação dos estudantes, o professor Thiago Fortunato ainda acrescenta: “A final do Couch Masters é a culminância de um projeto de integração entre alunos e escola, onde o resultado foi a valorização das múltiplas habilidades dos alunos e também a criação de um novo espaço escolar que se aproxima e quebra o paradigma, derrubando a lenda de que escola é lugar de tudo aquilo que é chato. É incrível o comprometimento e o orgulho que sentem ao representar a escola e durante os treinos também foi possível trazer para mais pertos alunos que não se enxergavam na escola.”

Texto: Luciana Cortes
 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 08/11/2017

Prêmio Professores do Brasil - O livro da vida dos bebês

Tags: 3ªcre, destaque, bebês.

 

  

Destaque na categoria Creche da 10ª edição do Prêmio Professores do Brasil, a professora Claudia Cabral Tavares generosamente divide sua experiência com o Rioeduca e apresenta seu projeto vitorioso "O Livro da Vida dos Bebês"

 

 

Iniciativa do Ministério da Educação, o Prêmio Professores do Brasil tem por objetivo  reconhecer, divulgar e premiar o trabalho de professores de escolas públicas de todo o país  que contribuem para a melhoria dos processos de ensino e aprendizagem desenvolvidos nas salas de aula.

Esse ano, o Prêmio está em sua 10ª edição e apresenta seia categorias: Creche, Pré-escola,Alfabetização 1º,2º e 3º anos, 4º e 5º ano, 6º ao 9º ano e Ensino Médio.

 

 

São objetivos do Prêmio:

- reconhecer o trabalho dos professores das redes públicas que, no exercício da atividade docente, contribuem de forma relevante para a qualidade da Educação Básica no Brasil.

- valorizar o papel dos professores como agentes fundamentais no processo formativo das novas gerações.

- dar visibilidade às experiências pedagógicas conduzidas pelos professores, consideradas exitosas e que sejam passíveis de adoção por outros professores e pelos sistemas de ensino.

- estimular a participação dos professores como sujeitos ativos na implementação do Plano Nacional de Educação.

- oferecer uma reflexão sobre a prática pedagógica e orientar a sistematização de experiências educacionais.

 

 

Ninguém melhor do que a professora Claudia, para explicar o seu premiado projeto "O livro da Vida dos bebês".

Segue o relato da professora, apresentado ao projeto Professores do Brasil:

O livro da Vida dos Bebês compreende-se como um chamado sobre uma história que começou sobre as relações entre escola-família-comunidade. Conhecemos nossos bebês a ponto de sabermos sua verdadeira história, sua origem ou sua essência cultural?

Com essa temática sobre Identidade em conjunto com a comunidade em forma de parceria, foi elaborado este projeto que abrange uma aproximação real dessas interações. Fiz inicialmente uma busca por suas realidades para compreender tais questionamentos. E com a canção icônica de Vinícius de Moraes "A casa" que coloquei para soar em uma reunião de responsáveis, encontrei uma porta aberta sobre a sensibilidade destas famílias e implantação do meu futuro projeto.

 

 

O projeto “O Livro da Vida dos bebês” baseou-se em uma maleta com um livro que seria construído pelas famílias, as principais características sendo analisadas por seus familiares que convivem diariamente com nossas crianças. Um portifólio com fotos e perguntas pessoais sensíveis, que traria muitas interpretações para meus bebês assim que fosse apresentado a eles no momento da leitura.

 

 

Este Livro ganhou vida e espectadores que tiveram a oportunidade de serem vistos como reais protagonistas dessa linda história. Suas fases foram desenhadas através do contexto global, a família era a primeira parte a ser impactada por esta experiência e por fim nossos queridos bebês.

 

 

Os resultados principais dessa grande viagem que “O Livro da Vida dos bebês” proporcionou quando visitou cada lar, são os reflexos de compreensão de que mesmo os bebês não tendo sua oralidade completa ainda, eles podem se comunicar através de expressões faciais, balbucios e linguagem gestual que dizem muitas coisas a nós professores do Berçário.

Basta estarmos abertos a essas leituras de mundo.

“A leitura do mundo precede a leitura da palavra” (Paulo Freire)

Finalizo meus anexos com a certeza de que tentei elucidar ao máximo esse projeto tão importante para mim.

Claudia Cabral Tavares
20-10-2017

 

O recebimento de  um prêmio é, antes de tudo o reconhecimento pelo trabalho realizado com os alunos, pela escola, todos os dias. É o resultado das atividades que acontecem nos bastidores do projeto, naqueles instantes de aprendizagem que despertam nos alunos a curiosidade e a vontade de aprender. São os olhos brilhantes dos alunos que fazem a diferença e que, captados com sensibilidade pela professora Claudia, demonstraram o sucesso desse trabalho.

 

Parabéns para a professora Claudia e para toda a equipe da Creche Municipal Engenho da Rainha  que, sem dúvida alguma, apoiaram o projeto e forneceram importantes  subsídios para que ele fosse um destaque regional da 10ª Edição do  Prêmio Professores do Brasil.

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 07/11/2017

Resgatando as Tradições Folclóricas Brasileiras - Do Oiapoque ao Chuí.

Tags: 2ªcre, educaçãoinfantil, folclore.

 

Os alunos do EDI Casa da Criança estão estudando as tradições brasileiras e conhecendo mais sobre a cultura do nosso país.

 

A professora Michelli Guido, regente no Espaço de Desenvolvimento Infantil Casa da Criança, enviou ao portal Rioeduca um relato sobre as atividades desenvolvidas durante o projeto anual que tem como título “Resgatando as Tradições Folclóricas Brasileiras - Do Oiapoque ao Chuí”.

 

 

Encerramento do projeto no primeiro semestre.

 


Dentre os objetivos das atividades realizadas no projeto estão: resgatar a história da formação do povo brasileiro; reconhecer a diversidade cultural existente em nosso país bem como os costumes e tradições; conhecer as regiões brasileiras, abordando aspectos econômicos, geográficos, étnicos, culturais e históricos; perceber os diferentes modos de vida; destacar a importância e a necessidade de respeitar todas as culturas e conhecer os pontos turísticos das diferentes regiões do país.


A professora Michelli nos conta que a partir deste projeto a unidade escolar pretende levar o educando a conhecer o meio em que vivemos. E mostrar que isso é condição primordial para a promoção do desenvolvimento pessoal e das relações interpessoais, favorecendo a compreensão da contribuição de cada indivíduo para o coletivo. Este projeto tem por finalidade mostrar para as crianças que a cultura popular brasileira é plural, que o povo brasileiro é resultado de uma diversidade de sons, cores e valores que, ao se misturarem, formou este Brasil, um país, acima de tudo sincrético, miscigenado, com seu tempo e sua história.

 

Apresentação dos alunos. Ao fundo os murais com as atividades realizadas durante o projeto.

 

 


O projeto foi iniciou-se levando o aluno ao reconhecimento de si enquanto indivíduo inserido num meio social (Brasil) e das diferenças entre "nós" e o "outro".


E para alcançar estes objetivos os pequeninos da Educação Infantil têm participado de várias atividades lúdicas que agregam conhecimento sobre a cultura de nosso país.


Sobre as atividades realizadas durante o projeto podemos citar as rodas de conversas, contação de histórias e lendas típicas de cada região, observação do globo terrestre localizando o Brasil, apreciação de fotos e imagens sobre diversas culturas, trabalhos com artes envolvendo pinturas, colagem, sucatas, desenhos, vídeos sobre o assunto, apreciação de pratos típicos, danças e literatura dominante de cada região, pintura corporal, oficina de turbante, entre outras atividades relacionadas ao tema.

 

 

Apresentação dos alunos no encerramento do projeto no primeiro semestre.

 


No primeiro semestre, o encerramento do projeto foi uma grande festa cultural aberta às famílias. As crianças e as famílias demonstraram-se muito envolvidas durante o projeto, pois a cada dia aprendiam algo novo, mostravam-se ávidas para saber qual seria a novidade e a construção daquele dia. Aprender com significado é muito melhor!


Parabéns a toda comunidade escolar do EDI Casa da Criança e agradecemos por compartilhar esta rica experiência conosco.
 

O contato da unidade escolar é: cccrianca@rioeduca.net

 

 

Divulgue também o trabalho de sua escola no portal Rioeduca.

Entre em contato com o representante de sua CRE.

 

 

Renata Carvalho - Professora da Rede e representante do portal Rioeduca na 2ª CRE

renata.carvalho@rioeduca.net


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 07/11/2017

DIA I - Dia da Inclusão

Tags: 11ªcre, inclusao, dia i.

 

A Escola Especial Municipal Rotary Club comemorou o DIA I - Dia da Inclusão, realizando diversas atividades referentes à inclusão dos alunos nos espaços, tais como: oficinas, palestras e apresentação da Educação Infantil, além do Festival Inclusivo na Vila Olímpica Nilton Santos. CONFIRA!

 

 

No dia 10 de outubro de 2017 foi dedicado ao Dia I – Dia da Inclusão, que tem como objetivo promover a reflexão das ações das Escolas/Creches/EDIs no que se refere à Inclusão do aluno em seus espaços, favorecendo a aprendizagem em um ambiente que não exclui.

Oficinas de jogos inclusivos: Damas, bolinha de sabão,fantoches, bilboquê, jogo da memória, etc

 

Pensando nisso a E.E.M.Rotary Club realizou a exposição de trabalhos e de projetos pedagógicos inclusivos realizados durante o ano.

 

Confecção coletiva do mural: O mundo que nós queremos começa pelas nossas mãos

 

A comemoração foi aberta a toda comunidade escolar, os responsáveis foram convidados a assistir palestra com assistente social e além de oficinas de materiais adaptados.

Dia I - Dia da Inclusão na E.E.M. Rotary Club

 

A educação infantil também participou fazendo apresentação teatral.

 

Paralelamente a estas atividades, na quadra de esportes da Vila Olímpica Nilton Santos, ocorria o Festival Inclusivo, uma parceria entre a Escola Rotary Club e o GEO Nelson Prudêncio, com a participação das Escolas Municipais Brigadeiro Eduardo Gomes e Grupo Escolar Fundão.

 

Interação entre alunos: Jogos com inclusão

 

Foto com os alunos das escolas participantes e equipe de professores envolvidos.

União e inclusão entre os alunos: Respeito as diferenças

 

Equipe da Escola Especial Rotary Club

 

 

Quer saber mais sobre?

Unidade Escolar: E.E.M. Rotary Club

Telefone: (021) 2463-0156 e 3393-4215

 

 

Contato para publicações:


   
           



Yammer Share