A A A C
email
Retornando 87 resultados para o mês de 'Dezembro de 2011'

Quinta-feira, 15/12/2011

Escola Aberta

Tags: 1ªcre, projetos, riodeleitores.

 

A Escola Municipal Portugal encantou a Comunidade de São Cristovão com

um evento repleto de arte, cultura, Educação e beleza.

 

Durante todo o ano de 2011, a Escola Municipal Portugal tem desenvolvido um trabalho de sucesso. São projetos, pesquisas, eventos e atividades que fazem alunos e professores cada vez mais orgulhosos de pertencerem a unidade. Mas, de onde será que vem este sucesso?

 

Não há dúvidas, que a Escola Municipal Portugal é uma instituição na qual trabalham educadores que compartilham da mesma paixão. E esse sonhar junto, nasce na gestão, contagia os professores, incentiva os alunos e motiva a família.

 


É este trabalho coletivo,construído com desejo ardente de fazer a Educação Carioca dar certo, que causa esta revolução na unidade. As aulas são estimulantes, os educadores mediadores do conhecimento e os alunos são jovens que compartilham saberes e adquirem conhecimento através de aprendizagem significativa.

 

Todo os anos, no mês de novembro, acontece o evento Escola Aberta, para que a comunidade de São Cristovão, bairro no qual a unidade está localizada, conheça o excelente trabalho desenvolvido. Durante o evento, projetos são mostrados para o público, que se surpreende com a arte, cultura e competência do que é feito na Educação Pública.

 

 ARTE E DANÇA

 

Dia 28 de novembro a escola deu início a Escola Aberta com as apresentações dos grupos de teatro das turmas 1.401 e 1.501, sob o comando da professora Leila, de Artes Cênicas. Os grupos apresentaram duas versões para a peça “Os quatro elementos”, cujo tema central foi o Projeto Gerador de todo o trabalho no ano letivo de 2011.

 

 

 

Os convidados também viram a apresentação do coral de alunos da turma 1.502, que é regido pela Diretora Adjunta da escola, Professora Marta e que também fazem parte da Orquestra Vozes de Meninos. Ainda no dia 28, foi apresentada a coreografia da Mostra Municipal de Dança 2011. Os alunos, sob o comando da Professora Solange, de Educação Física, realizaram uma coreografia que homenageou o centenário de nascimento de Maria Bonita. Sucesso de crítica, a mostra foi convidada a se apresentar na cerimônia de premiação dos Jogos Estudantis, no dia 13 de Dezembro, no clube do Servidor Municipal.

 

 

 

MOMENTO SESC- NAQUELA ESCOLA


Dia 29 a animação continuou com atividades desenvolvidas pelo SESC Tijuca com o Projeto NAQUELA ESCOLA. Durante todo o dia os alunos participaram de várias oficinas:


- De saúde: onde as agentes de saúde do SESC deram dicas de escovação e distribuíram escovinhas e creme dental para as crianças.
- De criatividade: os alunos criaram fantoches a partir de sucatas;
- De Óleo: os alunos aprenderam a criar sabão a partir do óleo de cozinha, que seria desperdiçado, aprendendo com isso noções de Sustentabilidade.
- Oficina do corpo: a professora do SESC ensinou aos alunos técnicas de relaxamento e
de como evitar as tensões antes de realizações de testes e avaliações.
- Toalhas customizadas: com uso de toalhinhas de mãos, os alunos aprenderam a confeccionar lindos presentinhos de natal.

 

 

Para encerrar o evento,o auditório se transformou em um grande teatro: o SESC proporcionou um momento mágico para nossas crianças: Elas se divertiram e se encantaram  com as graças da personagem Maria Minhoca e seu amado Chiquinho, numa peça de Maria Clara Machado.

 

 

 

MOMENTO  CECÍLIA MEIRELES

 

Para fechar o evento com chave de ouro, a Sala de Leitura organizou uma linda exposição para o público sobre Cecília Meireles.


A professora Glória,responsável pela Sala de Leitura Cecília Meireles, desenvolveu o projeto “Quem conhece Cecília?”, um convite para que as crianças buscassem conhecer um pouco mais do trabalho dessa inconfundível escritora, cujos poemas tem uma marca própria, que une beleza e brincadeira em seus escritos, tornando a leitura uma diversão.

 


 

Conhecendo os poemas, as crianças tiveram a oportunidade de ilustrá-los, reescrevê-los e criar seus próprios poemas. Chamou atenção das crianças o poema “ O último andar”, exatamente o local onde fica a nossa Sala de Leitura: 

 

“ No último andar é mais bonito, do último andar se ver o mar.

É lá que eu quero morar”

(Cecília Meireles)

 


Conheça mais a Escola Municipal Portugal,

acessando http://escolamunicipalportugal-rio.blogspot.com/

 

Sua escola realizou um projeto de sucesso?
Envie relato com fotos ou vídeos para
ruteferreira@rioeduca.net

 

                                                                            

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 15/12/2011

O Universo Infantil na E.M. Tenente Pedro

Tags: 4ªcre, educaçãoinfantil.

 


 

             Uma Escola que aposta na brincadeira, que se utiliza das diferentes linguagens no processo de ensino/aprendizagem, que envolve a família na estrutura e funcionamento da Unidade, sobretudo, está voltada para a valorização da Educação Infantil como um espaço de construção do conhecimento

 

 

 

 

  "Concebemos a Escola de Educação Infantil como um Tempo/Espaço de atendimento pedagógico, de contribuição para a formação da cidadania, reconhecendo o direito de toda a criança à infância. Percebemos neste processo que a criança é ao mesmo tempo produzida e produtora de cultura, capaz de transformar a sua comunidade. Por todos esses motivos, em nossa prática pedagógica reconhecemos e valorizamos os saberes infantis, entrelaçando o conhecimento dos professores, das crianças e das famílias." Professora Milze Santos Motta

 

 

 

 

A Escola Municipal Tenente Pedro de Lima Mendes, fica no Galeão-Ilha do Governador. Dedicada à Educação Infantil, com 16 turmas e dois turnos, tem a Equipe de Gestão formada pelas Professoras Cátia Suzane - Diretora, Ana Maria - Diretora Adjunta e Milze - Coordenadora Pedagógica.

 

A Unidade possui um acervo de quase 3.000 livros que fazem parte do universo infantil, os quais os alunos mantem contato diário, além das aulas de Educação Física, os alunos desfrutam de um espaço externo totalmente desenvolvido e adaptado às demandas da faixa etária entre os três e cinco anos.

 

O grupo de profissionais que trabalha na escola é  integrado, crítico e visa contribuir com o sucesso do coletivo. Além disso, a comunidade escolar é muito presente e integra uma bela parceria com essa Instituição de Ensino.

 

 

 

 

"Investir na formação continuada do professor e funcionário, divulgar o trabalho desenvolvido na Unidade e buscar parcerias com a comunidade, é o segredo do nosso sucesso." Coordenadora Pedagógica da U.E.

 

Assista ao vídeo e fique por dentro das atividades e dos trabalhos desenvolvidos no ano de 2011!

 

 

Parabéns Equipe Pedagógica, Alunos e Comunidade Escolar por juntos realizarem um trabalho de excelência em Educação Infantil!       

 

                                                    

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


 


   
           



Yammer Share

Quinta-feira, 15/12/2011

Feira Cultural - Escola de ontem, hoje e amanhã

Tags: 9ªcre, blogsdeescolas, feiracultural.

 

A E. M. Ministro Alcides Carneiro nos apresenta sua Feira Cultural "Escola de ontem, hoje e amanhã", que é a culminância do projeto que ocorreu durante o ano letivo e que buscou integrar os vários segmentos da escola: Turmas do 6º ao 9º; Projeto Aceleração e Realfabetização; PEJA; Professores; Funcionários; Responsáveis e muito mais.

 

 

 

 

 Quem nos conta detalhes é a equipe da escola, vamos ver?

 

Com objetivos de resgatar valores, proporcionar a troca de experiências entre diferentes gerações e facilitar o diálogo e a compreensão do adolescente geração Z em diferentes esferas sociais, a comunidade escolar Ministro Alcides Carneiro, em planejamento participativo, elaborou e colocou em prática, durante este ano letivo, diversas atividades baseadas nos acontecimentos e nos valores de cada geração.

 

A culminância do Projeto da Feira Cultural "Escola de ontem, hoje e amanhã", em concordância com o Projeto Político Pedagógico "Diferentes sim, mas iguais na busca por uma sociedade mais humana" oportunizou a troca de experiências entre alunos do 6º ao 9º ano, Projetos Aceleração e Realfabetização, PEJA, professores, funcionários, pais, comunidade, representantes de colégios particulares da comunidade, Associação de Moradores e representante da 9ª CRE - professora Daniele Cuña. O encontro de diferentes gerações foi uma experiência gratificante!

 

 

 

 

 

"Durante muitas décadas se definia geração como aquela que sucedeu aos seus pais, portanto, se calculava geração pelo tempo de 25 anos. Durante os últimos 50 anos, houve uma aceleração do tempo no modo de fazer as coisas, no jeito de se produzir.A  tecnologia hoje é decisiva para criar marcas de tempo. O intervalo entre as gerações ficou ainda mais curto. Hoje já se pode falar em uma nova geração a cada 10 anos. Isso significa que mais pessoas  diferentes estão convivendo em casa, na escola e no mercado de trabalho."


Mário Sérgio Cortella  - Educador e Filósofo

 

 

 

Da geração baby boomers (fim da 2ª GM) até a geração Z (uma geração moldada pela tecnologia), muitos acontecimentos marcaram a história e alguns valores importantes para o relacionamento humano ficaram pelo caminho. 

 


"A geração Z não compreende a si mesma sem que haja a digitalização do mundo. Ela não se compreende e não compreende a vida fora disso. Não tem idéia de tempo, de maturação. É moldada pela tecnologia da comunicação instantânea e não depende do “ olho no olho”. Se comunicam tanto que ficam isolados na própria casa. Selecionam o que querem ouvir. Não conversam muito com a família e, sim com os amigos na internet."


Eline Kullock

 

 

 

“O complicativo é quando se juntam, na mesma organização, pessoas de diferentes gerações, porque um não sabe que o outro tem um modelo mental diferente, tem uma cabeça diferente, porque teve uma história e uma educação diferente.”
 

 Eline Kullock – Presidente do Grupo Foco

 

 

Destacamos o trabalho de oficina com reciclagem , onde os alunos do PEJA estão inseridos.


Um trabalho motivador e que pode trazer aos partiicipantes uma visão do lixo que vira luxo.


Parabéns à professora Ana Carolina pela dinâmica do trabalho com o envolvimento dos alunos.


 

 

 

 

A Horta Urbana é uma iniciativa do governo Federal e Município do RJ , em decorrência da sustentabilidade e do valor que cada um cidadão deve ter em relação a sua alimentação. Este projeto foi firmado com a Fazenda Modelo e no estilo  de se apropiar de metodos onde os alunos e comunidade voltassem para o seu espaço, não importando com  tamanho ou propriedade de grande proporção. O professor Castilho coordena este trabalho , que é promover a limpeza dos locais com reciclaveis e utilizá-los como fonte de estudo com várias espécies de hortaliças, pantas medicinais e leguminosas. Parabenizamos aos alunos e familias que estão implantando este metodo em suas residencias.

 

 

 

 

 Hoje, a Família Ministro Alcides Carneiro sabe que isso é possível pois, somos


"DIFERENTES SIM, MAS IGUAIS NA BUSCA


POR UMA SOCIEDADE MAIS HUMANA"!

 

 

 

Parabéns a equipe da E. M. Ministro Alcides Carneiro que vem desenvolvendo trabalhos importantes na busca de uma sociedade melhor.

 

 Fonte: http://blog-da-alcides.blogspot.com/ 

 

 

 

Se a sua escola está integrada em algum projeto, aproveite para divulgar. Este espaço foi criado para isso. Basta enviar um e-mail ao representante da sua CRE com um breve relato e registros de imagens (fotos, vídeos ou ppt), que você também poderá fazer parte desta REVOLUÇÃO.

 

 

Onde me encontrar:
Representante do Rioeduca na 9ªCRE - Profª Márcia Cristina Alves
E-mail: marciacerqueira@rioeduca.net
Twitter: @marciacrisalves

 

 

                                                                            

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 14/12/2011

Ginásio Experimental Carioca, Protagonismo e Solidariedade

Tags: 10ªcre, gec, visitas.

 

                 Alunos do Ginásio Experimental Carioca da Escola Municipal Princesa Isabel, 10ª CRE, visitam Unidades Municipais de Acolhimento da Prefeitura e fazem doação de brinquedos e roupas.        

 

Professor Alex Gaudêncio (primeiro à direita), com alguns dos alunos do Ginásio Experimental Carioca da E.M. Princesa isabel, 10ª CRE, na chegada à U.M.A. Boa Esperança, no bairro dos Jesuítas, em Santa Cruz, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

 

 

De acordo com o texto do e-mail enviado pela coordenadora pedagógica do Ginásio Experimental Carioca da Escola Municipal Princesa Isabel, professora Mariza Alonso, as visitas dos alunos às Unidades Municipais de Acolhimento da Prefeitura aconteceram no dia 29 de novembro de 2011 (terça-feira) na parte da manhã.

 

 


Além da coordenadora pedagógica, Mariza Alonso, dos alunos, e do professor Alexandro Gaudêncio, de Artes, e da Eletiva Brinquedoteca, compareceram também as professoras Miúcha, Sonia, Janaína, Regina e a psicóloga Patrícia Alexandra.

 


O objetivo das visitas, muito além de realizar a doação dos brinquedos feitos pelos alunos na Eletiva Brinquedoteca, coordenada pelo professor Alex Gaudêncio com o apoio da professora Janaína, cumpriu alguns dos preceitos do Ginásio Experimental Carioca que, em sua metodologia, propõe a educação para valores, estímulo ao projeto de vida do aluno e protagonismo juvenil.
 

 

Para o professor Alex Gaudêncio, que trabalha na Escola Municipal Princesa Isabel desde 2001, a ideia de levar a produção dos alunos na Eletiva Brinquedoteca para doação às crianças de Unidades Acolhedoras da Prefeitura, “talvez tenha sido a coisa mais bacana desses 10 anos na escola. E que, a partir de agora, outras ações como essa, possam ficar cada vez mais comuns como uma prática de solidariedade entre os alunos.”

 

Aluna Raíza, da turma 1904, 9º ano do Ginásio Experimental Carioca Princesa Isabel, em companhia dos seus colegas, mostrando um dos jogos de damas às crianças da Unidade Municipal Acolhedora Boa Esperança.

Aluna Júlia, da turma 1902 (primeira à esquerda), explicando o funcionamento do "vai-e-vem", que foi um dos brinquedos feitos pelos alunos do Ginásio Experimental Carioca Princesa Isabel, doados às crianças da Unidade Municipal Acolhedora Boa Esperança.

Professora Mariza Alonso, coordenadora pedagógica, com alunos do Ginásio Experimental Carioca Princesa Isabel, da 10ª CRE, em visita às crianças da Unidade Municipal Acolhedora Boa Esperança, em 29 de novembro de 2011.

Alunos dos Ginásio Experimental Carioca Princesa Isabel brincando com as crianças da Unidade Municipal Acolhedora Boa Esperança.

 


Se depender da direção do Ginásio Experimental Carioca Princesa Isabel, dos seus colegas e da coordenadora pedagógica, os planos do professor Alex Gaudêncio para 2012 serão concretizados pois segundo Mariza Alonso, o entusiasmo dos professores após as visitas às Unidades Municipais Acolhedoras foi tão grande que todos já estão sugerindo a inclusão de outros objetos, além dos brinquedos, que possam ser produzidos pelos alunos em novas eletivas e doados às crianças do Programa Família Acolhedora da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS).

 


Foram visitadas pelos professores e alunos do Ginásio Experimental Carioca Princesa Isabel, a Unidade Municipal Acolhedora Boa Esperança e a Unidade Municipal de Reinserção Nova Nery.
 

 

São programas da SMAS que contam com a parceria da Vara da Infância, da Juventude e do Idoso e, principalmente, com a solidariedade das famílias que acolhem em suas casas, por um período de tempo determinado, meninos ou meninas que vinham sofrendo algum tipo de situação de risco.

 


Em todo o processo, desde a produção dos brinquedos para doação às Unidades Acolhedoras, até o encontro dos alunos do Ginásio Experimental Carioca de Santa Cruz com as crianças assistidas, o que aconteceu foi de fato uma experiência de protagonismo juvenil, tal como é descrito pelo pedagogo Antônio Carlos Gomes da Costa, no seu livro “Protagonismo juvenil: adolescência, educação e participação democrática”, da Fundação Odebrecht, já que houve participação autêntica, autônoma, competente e solidária dos alunos do GEC Princesa Isabel.
 

 

Saiba mais sobre o Ginásio Experimental Carioca Princesa Isabel, da 10ª CRE:

Professora Mariza Alonso e o Ginásio Experimental Carioca Princesa Isabel

http://www.rioeduca.net/blogViews.php?id=1276

Soletrando no Ginásio Experimental Carioca da 10ª CRE

http://www.rioeduca.net/blogViews.php?id=990

Alunos do Ginásio Experimental Carioca visitam a Rádio Roquete Pinto

http://www.rioeduca.net/blogViews.php?id=1134

 

O Rioeduca em visita ao Ginásio Experimental Carioca Princesa Isabel da 10ª CRE

http://www.rioeduca.net/blogViews.php?id=1608

 

 

                                                 

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


 


   
           



Yammer Share