A A A C
email
Retornando 87 resultados para o mês de 'Dezembro de 2011'

Terça-feira, 20/12/2011

Mês Especial na E.M.Escritora Clarice Lispector

Tags: 7ªcre.

 

 A E.M. Escritora Clarice Lispector está localizada no Rio das Pedras e atende cerca de 350 crianças da Educação Infantil. Dezembro é um mês marcante para a escola.Mês do aniversário da patronesse Clarice Lispector, criação da escola em 31 de dezembro de 2004, inauguração da Sala de Leitura Daniel Munduruku em dezembro de 2007 e claro, época de comemorações natalinas!


A patronesse Clarice Lispector nasceu em 10 de dezembro de 1920 e faleceu em 9 de dezembro de 1977.Era contista, cronista e romancista de destaque na literatura brasileira, não é brasileira nata: nasceu na atual Ucrânia e veio para o Brasil ainda criança. Com 12 anos transfere-se do Recife onde morava até então para o Rio de Janeiro para cursar o secundário. Mas já escrevia antes disso: aos sete anos mandava contos ao semanário infantil. Sempre recusados. Ainda estudante escreve seu 1° romance (Perto do Coração Selvagem). Lispector tem uma prosa introspectiva e intimista, que explora o caráter do ser humano e os conflitos interiores, com um estilo dramático e irônico. Além de vários romances como A hora da Estrela e A Paixão segundo G.H., Clarice redigiu também contos.

 

OBRAS DE CLARICE LISPECTOR

 

 

  

HISTÓRIA DA ESCOLA

 

A Escola está completando 7 anos e tem como Projeto Político Pedagógico o tema “Semeando... Crescendo... Acontecendo...”.Teve seu trabalho reconhecido através do Prêmio Anual de Qualidade da Secretaria Municipal de Educação em 2010.Participou das Trocas de Experiências Bem Sucedidas da Educação Infantil (SME) com trabalhos selecionados em 2006,2007 e 2009 .

 

A sala de Leitura Daniel Munduruku foi inaugurada em dezembro de 2007 com a presença do autor em um momento de festa para a escola e comunidade. Daniel Munduruku nasceu em Belém, PA, filho do povo indígena Munduruku. Formado em Filosofia, com licenciatura em História e Psicologia, integrou o programa de pós-graduação em Antropologia Social na USP. Lecionou durante dez anos e atuou como educador social de rua pela Pastoral do Menor de São Paulo. Entre outras atividades, participa ativamente de palestras e seminários destacando o papel da cultura indígena na formação da sociedade brasileira.Escreve, principalmente, sobre a temática indígena.

 

A escola proporciona aos alunos momentos constantes de aprendizagem com alegria e garante aos pais, a participação freqüente em encontros diversos, favorecendo a parceria necessária para o bom desenvolvimento das crianças. A escola conta com um vasto acervo fotográfico e de vídeos de todos os projetos e atividades realizados na escola, sendo difícil selecionar os momentos mais marcantes . O espaço fica pequeno para tantos registros da trajetória da escola,sendo apenas uma pequena seleção diante da coletânea disponível .

 


 MOMENTOS MARCANTES

Exposição sobre a patronesse Clarice Lispector ( 2005)

 

Maratona de Histórias - Teatro apresentado pelos professores da Escola

 

Parceria com a Guarda Municipal em apresentações e palestras para a comunidade

 

Visita ao Museu do Açude em 2008

Caminhada Ecológica no Floresta Country Club com alunos e responsáveis em 2009

 

Atividades sobre a Obra de Tarsila do Amaral em 2010

 

 No ano de 2011, o eixo temático foi “ Cidadania em Diferentes Linguagens".Os principais objetivos foram:


.construir práticas em parceria com a comunidade, respeitando e acolhendo a diversidade;
.oportunizar o conhecimento do mundo , favorecendo o desenvolvimento e a formação das crianças;
. vivenciar a cidadania.

 

No decorrer deste ano também aconteceu o "Tempo de Ler" que buscou incentivar e despertar o gosto pela leitura através do contato prazeroso com a literatura.Acontecendo uma vez por semana ocorrendo apresentação para todos os alunos da escola.Para a comunidade, aconteceu o " Balaio de Histórias" com acervo  de livros doados que foram colocados à disposição para empréstimos.Mensalmente, os responsáveis se encontraram para falar de suas histórias, como um "sarau" literário.

Tempo de Ler: Atividades de Incentivo à Leitura

Natal

Apresentação Natalina em 2010 e 2011

 

Visite o blog da escola para saber mais:

www.semeamar.blogspot.com

Para saber mais sobre Daniel Munduruku:

http://danielmunduruku.blogspot.com/

 

 

 

Parabenizamos a equipe da escola pelo ótimo trabalho desenvolvido  e um parabéns especial para as diretoras Maristela e Eliete pelo profissionalismo e dedicação nesses 7 anos!

 

PARTICIPEM TAMBÉM DESTE ESPAÇO QUE É NOSSO, DAS ESCOLAS, DOS PROFESSORES, DOS ALUNOS E DEMAIS FUNCIONÁRIOS QUE FAZEM A EDUCAÇÃO CARIOCA!

CONFIRAM NO LINK A SEGUIR QUAL O REPRESENTANTE DE SUA CRE
E DIVULGUEM O QUE SUA ESCOLA REALIZA!
RIOEDUCA NET - A REVOLUÇÃO ACONTECE: QUEM SOMOS NÓS?
http://portalrioeduca.mstech.com.br/sobrenos.php

 

 

                                                                           

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 20/12/2011

O Ano da Química no Núcleo de Arte Leblon – Parte 1

Tags: 2ªcre, artesvisuais, artescênicas.

 

A partir de uma proposta da IUPAC (União Internacional da Química Pura e Aplicada) o ano de 2011 foi reconhecido pela UNESCO como o “Ano Internacional da Química”.
Em 2011 os professores do Núcleo de Arte Leblon receberam o desafio de estabelecer um diálogo entre a química e a arte.

 

Equipe de professores do Núcleo de Arte Leblon

 

No mês de dezembro tive a oportunidade de entrar em contato com o professor André Brilhante, que me apresentou o espaço dedicado ao Núcleo de Arte Leblon e o belíssimo trabalho realizado pela equipe durante este ano.

 


O ano de 2011 trouxe experiências inovadoras para os professores que atuam neste espaço, pois receberam o desafio de estabelecer um diálogo entre a química e a arte, procurando discutir as questões relacionadas ao campo da química na área da arte.

 


O tema proposto foi desenvolvido com bastante habilidade pelo grupo de professores. Foram oferecidas durante o ano de 2011 oficinas de Artes Visuais, Arte Literária, Ballet, Dança Acrobática, Dança Contemporânea, Música, Teatro, Vídeo e Vídeodança.

 


Nesta postagem conheceremos um pouco sobre as oficinas de Arte Literária, Teatro, Vídeo e as Aulas Abertas.

Arte Literária


Arte Literária vivenciou em 2011 uma experiência única. “A Química das Transformações”. Ideias foram transformadas em ação dramática e dessas misturas resultaram várias histórias e duas fotonovelas: “As aventuras da turma da pesada” uma aventura adolescente e “O relógio desconhecido e as viagens pelo mundo”.


“Trabalhamos imaginação, roteiro, texto e imagens e tivemos momentos de alegria e de farta produção. Com os alunos iletrados fizemos livros de pano partindo desde a tintura do pano em conjunção com Artes Plásticas até as histórias inventadas por eles a partir do sensível proposto pela química.” - Relato dos professores.

 

Teatro


Nas oficinas de teatro os alunos puderam participar da elaboração de diversas peças teatrais como: “A Química da Folia”, “Chocolate com Feitiço”, “O Tesouro de Bresa” e “As Trapalhadas de pai Francisco e Catirina...”.


“A linguagem teatral traz inúmeros benefícios para a formação do aluno, tais como: auxílio na leitura e na escrita, a perda da timidez, o desenvolvimento da criatividade, da corporeidade, da socialização e formação de plateia”. – Relato dos professores

 

Vídeos


“Ampliamos o trabalho em Vídeo em 2011 para uma pesquisa acerca da imagem estática (fotografia) e em movimento. Com o trabalho, educamos o aluno do Núcleo para estabelecer um novo olhar sob o ambiente ao seu redor, enxergando a Química através de um novo prisma.”-  Relato dos professores


Aulas Abertas


As Aulas Abertas tem o objetivo de divulgar o trabalho realizado no Núcleo de Arte Leblon. Nestas aulas alunos das escolas municipais e familiares são convidados para assistirem e participarem de oficinas, proporcionando uma integração Núcleo/Escola/Família.

 

Relatório Final do Núcleo de Arte Leblon - 2011

 

Parabéns aos professores do Núcleo de Arte Leblon pelo excelente trabalho realizado em 2011.

 

Conheça mais sobre o trabalho do Núcleo de Arte Leblon acessando o blog http://naleblon.blogspot.com/

 

O portal Rioeduca é um espaço feito por professores e para professores que fazem a educação carioca. Os relatos dos projetos realizados em sua escola também podem ser divulgados aqui, basta entrar em contato com o representante do Rioeduca em sua CRE.

Gostou desta publicação? Então deixe um comentário.

 

Professora Renata Carvalho – Representante do Rioeduca 2ª CRE
Twitter: @tatarcrj
Email: renata. carvalho@rioeduca.net

 

 

                                                                            

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 20/12/2011

Café Literário na E. M. Jorge de Lima com Escritor Herick Punchinelli

Tags: 9ªcre, blogsdeescolas, riodeleitores.

 

A Escola Municipal Jorge de Lima contou com a presença do escritor Herick Punchinelli, autor de “O Garoto Rico que queria se comparar com Um Menino Pobre”, no Café Literário oferecido aos alunos e a comunidade local.

 

 

 

Herick Punchinelli - Escritor e ex-Aluno Da E. M. Jorge De Lima

 

 

O autor falou aos responsáveis sobre a importância da interação entre a escola e a comunidade, falou também  sobre a  importância dos pais participarem ativamente na educação de seus filhos e o quanto é necessário que estimulem a leitura desde  cedo, sendo estes, os responsáveis, os maiores exemplos de leitores.

 

 

 

 

Os alunos realizaram diversas apresentações através de leitura prévia. Inclusive os alunos da turma 1401, da professora Célia Pureza, apresentaram a encenação do livro "O GAROTO RICO QUE QUERIA SE COMPARAR COM UM MENINO POBRE". Que encantou a todas da escola.

 

 

 

O autor que é ex-aluno da Escola Municipal Jorge de Lima autografou livros e com muita simpatia fotografou, juntamente com sua agradável esposa, com a equipe pedagógica e administrativa da escola, com alunos e também responsáveis.

 

 

Fátima (9ª CRE), Valéria Dias (Dir. Geral), Herick (Autor), Helenice (Dir. Adjunta),
Andréa (Coordenadora Pedagógica)

 

 

Foi um dia bastante agradável onde a valorização da leitura esteve presente e os nossos alunos puderam ver de perto o sucesso de alguém que como eles, cresceu nesta comunidade, foi aluno da mesma rede de ensino e alcançou seus sonhos de criança: Ser um escritor!

 

 

Herick (Autor) e Fátima (Representante da 9ª CRE) 

 

 

O vídeo a seguir traz as imagens completas do evento

 

 

 

 

“A vida me ensinou a dizer adeus às pessoas que amo, sem tirá-las do meu coração.” Charles Chaplin

 

 

O Rioeduca gostaria de prestar uma homenagem especial a Diretora Valéria Dias que tanto contribuiu para o importante trabalho que vem sendo desenvolvido nesta unidade escolar. Que a sua despedida, depois de tantos anos, tenha um sabor de dever cumprido. Parabéns a você e a toda equipe da E. M. Jorge de Lima, que sempre nos brinda com seus projetos.

  

 

Fonte: http://emjorgelima.blogspot.com/

 

 

 

 

Se a sua escola está integrada em algum projeto, aproveite para divulgar. Este espaço foi criado para isso. Basta enviar um e-mail ao representante da sua CRE com um breve relato e registros de imagens (fotos, vídeos ou ppt), que você também poderá fazer parte desta REVOLUÇÃO. 

 

 

 

Onde me encontrar:
Profª Márcia Cristina Alves
Representante do Rioeduca na 9ªCRE
E-mail: marciacerqueira@rioeduca.net
Twitter: @marciacrisalves

 

 

                                                                            

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


 


   
           



Yammer Share

Segunda-feira, 19/12/2011

Educar para viver

Tags: 10ªcre.

 

Alunos da Escola Municipal Joaquim da Silva Gomes, da 10ª CRE, participam de esquete sobre a valorização, integração e dignidade do doente de AIDS, com apresentação do Grupo pela Vidda RJ

 

 

“Não busque feitos espetaculares. O que importa é a
doação de si mesmo, o grau de amor que você coloca
em cada uma de suas ações”.

Madre Teresa

 

A frase acima, de autoria da Madre Teresa, resume de forma muito apropriada o encontro dos professores e alunos das turmas do Projeto Autonomia Carioca Aceleração II e III da Escola Municipal 10.19.047 Joaquim da Silva Gomes, da 10ª Coordenadoria Regional de Educação com os atores do Grupo pela Vida RJ, que desenvolve o Projeto Educar para viver, com o objetivo de trabalhar pela valorização, integração e dignidade do doente de AIDS.

 


O encontro aconteceu no dia 12 de dezembro de 2011 (segunda-feira), com apresentação de um programa humorístico em forma de esquete, quando o trio de atores voluntários do Grupo pela Vidda, fez a encenação da peça teatral baseada na “Carta de Princípios”, que defende a garantia dos direitos das pessoas com HIV e AIDS; informação e orientação visando acabar com qualquer tipo de discriminação e preconceito; garantia de voz política às pessoas que vivem com AIDS, e, sobretudo, fazer com que todos possam entoar a convocação: “VIVA A VIDA!”

 

Alunos das turmas do Projeto Autonomia Carioca, Acelera II e Acelera III da EMJSG, acompanhando a encenação do esquete sobre HIV/AIDS. À esquerda a professora Ana Maria e o professor Alexandre, regentes das turmas.

Em primeiro plano os atores voluntários Tetsuo Takita, Mara e Mônica, do Grupo pela Vidda, após a apresentação do esquete sobre prevenção de DST e AIDS para os alunos da EMJSG.


Jucimara de Almeida Moreira, a Mara, coordenadora do Projeto Educar para Viver, explicou que o trabalho vem sendo desenvolvido desde 1989, ano em que o “Grupo Pela Vida/RJ” foi fundado pelo escritor Herbert Daniel, expandindo-se por outros estados, sempre defendendo a promoção da qualidade de vida das pessoas com HIV e AIDS.

 


Mara também falou sobre a importância da parceria do “Grupo Pela Vida/RJ”, com a Secretaria Municipal de Educação da Prefeitura do Rio de Janeiro, tendo em vista a sensibilização dos professores e alunos para a temática de DST e AIDS, bem como as visitas itinerantes que os atores fazem às escolas, mantendo contato direto com os adolescentes e jovens.

 


Sobre os alunos, a coordenadora do “Projeto Educar para Viver”, disse que em geral são interessados, atenciosos e participativos, e que já começaram a sua vida sexual sem qualquer orientação familiar, recebendo informações apenas dos professores e nas escolas, razão pela qual, é muito importante falar sobre a prevenção, já que é nesse momento que os jovens começam a se relacionar, podendo acontecer gravidez indesejada e até mesmo DST.

 


Após a encenação do esquete, os alunos da Escola Municipal Joaquim da Silva Gomes fizeram várias perguntas e receberam material informativo sobre saúde e prevenção nas escolas; guia do sexo seguro; uso da camisinha; termos que devem ser evitados, quando se fala sobre AIDS, como, por exemplo, “pegar AIDS”, que é incorreto, sendo preferível usar o termo “contrair o vírus HIV”.

 


Falando sobre o esquete do “Grupo pela Vidda”, o aluno João, do Projeto Autonomia Carioca Aceleração II, da Escola Municipal Joaquim da Silva Gomes disse que foi de grande importância para ele, porque recebeu informações atualizadas e valiosas, transmitidas de maneira simples e engraçada, mesmo tratando-se da AIDS, assunto que deve ser visto com toda a seriedade.

 

 


O encontro dos alunos da E.M. Joaquim da Silva Gomes com os atores do “Grupo pela Vidda” encerrou-se de forma alegre e descontraída, com todos cantando as paródias das músicas “Prevenção” e “Sexo só com camisinha”, e apresentação dos atores voluntários, Mônica, Tetsuo Takita, o Tedi, e Mara Moreira, coordenadora do grupo e autora da peça, que deu  emocionado depoimento falando sobre a sua integração ao grupo, conclamando todos a buscarem uma gotinha de prevenção e de solidariedade em suas vidas.
 


 

 

 

 

 

                                                                           

 

Print Friendly and PDFPrintPrint Friendly and PDFPDF


 


   
           



Yammer Share