A A A C
email
Retornando 54 resultados para o mês de 'Dezembro de 2013'

Quarta-feira, 18/12/2013

Alfabeclicando - Tecnologia Educacional

Tags: 3ªcre, blogdeprofessor.

O computador se tornou amigo dos professores e alunos em sala de aula. A professora Luciene Vales, para trocar experiências na rede, auxiliar seus colegas e ficar mais próxima da sala de aula, criou um blog com coletâneas de materiais e jogos digitais.

 

Depois de trabalhar na E. M. Hermenegildo de Barros e ter aprofundado seus estudos focando na Tecnologia Educacional, Luciene Vales, professora das equipes de Tecnologia Educacional da SME/RJ na 3ª CRE, criou sua primeira coletânea em 2004, idealizando um projeto pensado em 2000, quando dinamizava um curso de Tecnologia Educacional.

 

Professora Luciene Vales.


O projeto teve seu nome sugerido por uma das professoras participantes do curso onde era dinamizadora, mostrando a importância que a troca de conhecimento tem no novo perfil do professor, sempre aberto a aprender e a ensinar. O objetivo principal era disponibilizar as produções e compartilhar ideias de como dar aulas com informática e tecnologia para crianças da educação infantil e em processo de alfabetização.


ALFABECLICANDO foi criado para auxiliar as escolas que estavam recebendo laboratórios de informática na 3ª CRE. Uma coletânea onde crianças iriam se alfabetizar “clicando". Era uma opção para os professores, que estavam iniciando no uso do computador na escola, em que o acesso à internet ainda era precário. Como os jogos rodavam direto do CD, era uma opção mais viável de se trabalhar com os alunos.

 

 

Não poderia ser diferente, a coletânea foi um sucesso e, em 2010, houve a criação do primeiro blog, Blog Alfabeclicando (versão 2010), onde foram disponibilizadas ideias e materiais para professores. Hoje, com o avanço rápido e constante, o blog foi atualizado e ficou muito mais prático e bonito, com materiais para download e sugestões de uso em sala de aula.

 

Blog Alfabeclicando atualizado. Clique na Imagem.

 

Respeitando temas, sempre com novidades, o Alfabeclicando já está com sua segunda edição e está no FacebookTwitter, no Google + e tem seu próprio canal de vídeo no Youtube.

 

 

"Os jogos educativos são uma área que pode tornar-se alvo de inúmeras pesquisas. Se o
ensino for lúdico e desafiador, a aprendizagem prolonga-se fora da sala de aula, fora da
escola, pelo cotidiano, num crescimento muito mais rico do que algumas informações
que o aluno decora".
(NETO, 1996, p.43)


Os personagens que acompanham o blog também é criação da professora, que adora desenhar e cria lindas crianças que enfeitam o projeto. Parabéns, professora Luciene!!

 

Professora Luciene e sua turminha.

 

Escolas e professores, não deixem de compartilhar atividades ou projetos no nosso Portal Rioeduca. Procure o representante de sua CRE!!
Clique aqui para conhecer seu representante
.
 


Profª Elidia Correia

Representante 3ªCRE no Rioeduca

elidiacorreia@rioeduca.net

Twitter:  @ElidiaCorreia

Facebook: Elidia Correia  e  Grupo Rioeduca/3ª CRE

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Quarta-feira, 18/12/2013

Dia Internacional da Pessoa com Deficiência

Tags: 8ªcre.

 

O dia 3 de dezembro foi instituído pela Assembleia Geral das Nações Unidas (ONU) como o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência. Para comemorar a data, as escolas da rede municipal do Rio de Janeiro organizaram diversas atividades!

 

O Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, 3 de dezembro, é uma data comemorativa internacional promovida pelas Nações Unidas desde 1998. A data tem o objetivo de promover uma maior compreensão dos assuntos concernentes à deficiência e mobilizar a defesa da dignidade, dos direitos e o bem-estar das pessoas com deficiência.

 

 

A cada ano, o tema deste dia é baseado no objetivo do exercício pleno dos direitos humanos e da participação na sociedade, estabelecido pelo Programa Mundial de Ação a respeito das pessoas com deficiência, adotado pela Assembleia Geral da ONU em 1982. É necessário, portanto, que cada vez mais medidas sejam tomadas visando a garantia dos direitos das pessoas com deficiência.

 

A inclusão é um processo em fase plena de desenvolvimento. Diante desse fato, é na escola que ela precisa ser entendida como parte da formação de uma sociedade justa, em que todos são responsáveis por pensar em estratégias que possibilitem maior acessibilidade e participação da pessoa com deficiência nos grupos com os quais convive.

 

 

No CIEP Professora Célia Martins Menna Barreto, o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência foi o tema das atividades nos dias 3 e 4 de dezembro.

 

A professora regente da Sala de Recursos Multifuncional, Silvia Soares, foi quem direcionou as ações para estes dias. Toda a escola esteve envolvida nas atividades que, de forma lúdica e muito agradável, abordou o tema que é de enorme seriedade. Ela organizou uma exposição com os materiais adaptados que são usados na Sala de Recursos. Nessa exposição, também apresentou os símbolos usados para a identificação de diferentes deficiências, o que despertou a curiosidade dos alunos.

 

 

Após a leitura de livrinhos sobre o tema e a exibição do filme "Meu Pé Esquerdo", a avaliação das atividades foi feita através da livre expressão escrita ou apresentada em forma de desenhos. Com base na produção dos alunos, pode-se avaliar que estes dias foram proveitosos!
 
"Os alunos surpreenderam com as produções de texto após a exibição do filme!
Entendimento, reflexão e associação com suas vivências."
 
Trecho retirado do Blog do CIEP C. M. Menna Barreto.

 

O trabalho nas Salas de Recursos e nas Classes Especiais é de fundamental importância para o desenvolvimento das crianças com deficiência, porém, ações como estas, em que toda a escola faz reflexões sobre os diferentes desafios a serem vencidos para a acessibilidade, a aprendizagem e a inclusão, são o caminho para um futuro de mais possibilidades e menos preconceito!


"Não é no silêncio que os homens se fazem, mas na palavra, no trabalho,
na ação-reflexão."

Paulo Freire

 

 

*        *        *

 

Saiba mais sobre as ações do CIEP Célia Martins Menna Barreto visitando o blog abaixo:

 

http://celiammbarreto.blogspot.com.br/

 

Professor, compartilhe conosco suas experiências. Este espaço é todo seu!

Procure o representante Rioeduca na sua CRE.

 

 

 

Professora Neilda Silva

Representante Rioeduca da 8ª Coordenadoria Regional de Educação

neildasilva@rioeduca.net

Twitter: @Prof_Neilda

 

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 17/12/2013

Premiação da Maratona Escolar Guimarães Rosa

Tags: 7ªcre, projetos.

 

A premiação da Maratona Escolar Guimarães Rosa ocorreu na Academia Brasileira de Letras. Entre os seis alunos premiados, duas alunas são da 7ª CRE. O evento aconteceu com a presença da Secretária de Educação Claudia Costin, acadêmicos da ABL, Evanildo Bechara, Arnaldo Niskier, professores e representantes das CREs.

 

Este ano, o escritor acadêmico escolhido para ser tema da Maratona foi João Guimarães Rosa. Os alunos do 8º e 9º ano do Ensino Fundamental e PEJA II (Educação de Jovens e Adultos) foram incentivados a participar da Maratona, escrevendo redações sobre a vida e obra do autor.

 

 

Premiação da Maratona Escolar Guimarães Rosa na ABL. Com seta, as alunas premiadas da 7ª CRE.

 

Na 7ª CRE, as alunas premiadas foram: Alana Raquel da Silva Lino, da E. M. D. Pedro I e Lucrécia Vieira de Mendonça da E. M. Pio X. O Rioeduca conversou com as duas alunas. Confira abaixo: 

 

Alana Raquel, aluna da turma 1902, da E. M. D. Pedro I, também foi premiada anteriormente no concurso promovido pelo Rioeduca O Encanto desta Cidade é Meu.

 


 


Rioeduca: Como se sentiu com mais esta premiação?


Para mim foi mais uma vitória. Depois de tantos esforços, juntamente com a professora Ana Maria, que sempre esteve ao meu lado, é muito gratificante saber que tudo que eu treinei por longos meses valeu a pena. Senti-me excepcionalmente alegre, uma sensação de realização que é inenarrável.
 

 

Rioeduca:Quais os planos para o futuro?



Quero ser professora de língua portuguesa e francesa. Esse meu interesse vem desde antes de eu começar a escrever minhas redações, e, foi crescendo ao longo deste período. Além de diversos outros planos que ainda vou conquistar com muita perseverança, vou começar cursos profissionalizantes e o primeiro vai ser Francês. Sou apaixonada! Eu procuro começar agora o que quero fazer para conseguir o que desejo mais à frente. As leituras de Machado de Assis e Guimarães Rosa me deram uma noção maior da leitura e escrita, que me ajudaram muito em minhas redações. Manterei-me firme nos meus propósitos!

 

Alana Raquel com a professora orientadora Ana Maria Rodrigues.

 

Lucrécia Vieira de Mendonça, aluna da turma 1901, da E. M. Pio X


 

 

Rioeduca: Como se sentiu ao saber da premiação?


Um tanto incrédula! É algo mágico ser parabenizada pela minha forma de escrever. E ser premiada.

 

Rioeduca: Quais são seus planos para o futuro?


Publicar um livro, quem sabe? Servir de inspiração para outros adolescentes? Vamos aguardar os próximos capítulos a serem escritos...

 

Lucrécia Vieira com a professora orientadora Mônica Ferreira.

 

Os alunos das seis redações selecionadas, além de professores e representantes das Coordenadorias Regionais de Educação (CREs), participaram da entrega dos prêmios, que consistiu em kits de livros para os alunos, professores orientadores e escolas, além de um certificado.

 

Durante a realização da Maratona Escolar nas unidades escolares, a Academia Brasileira de Letras promoveu palestras dos imortais da instituição sobre a vida e a obra de Guimarães Rosa ao longo do mês de setembro. As escolas também foram beneficiadas com a aquisição de livros do autor para o acervo.


Além da Alana Raquel da Silva Lino, da E. M. D. Pedro I, e da Lucrécia Vieira, da E. M. Pio X, os alunos premiados foram: Drielli Almeida de Oliveira, da Escola Municipal Pedro Bruno; Daniel Braz da Silva de Sousa, da Escola Municipal Rose Klabin; Ester Ramos Ventura, da Escola Municipal Mario Casasanta; e Mayris Karen Silveira Malheiros, da Escola Municipal Anísio Teixeira.

 

 PARTICIPEM, TAMBÉM, DESTE ESPAÇO QUE É NOSSO, DAS ESCOLAS, DOS PROFESSORES, DOS ALUNOS E DEMAIS FUNCIONÁRIOS QUE FAZEM A EDUCAÇÃO CARIOCA!

 

CONFIRAM, NO LINK A SEGUIR, QUAL É O REPRESENTANTE DE SUA CRE
E DIVULGUEM O QUE SUA ESCOLA REALIZA!
RIOEDUCA NET - A REVOLUÇÃO ACONTECE: QUEM SOMOS NÓS?

http://portalrioeduca/sobrenos.php

 

Contato:

 

Roberta Vitagliano

é professora da rede municipal

e representante do Rioeduca da 7ªCRE

 

robertavitagliano@rioeduca.net

twitter: @robertacarmina

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share

Terça-feira, 17/12/2013

Convivência: um Exercício de Valores

Tags: 2ªcre, riodeleitores, artesvisuais.

A Escola Municipal Luiz Delfino, localizada no bairro da Gávea, organizou suas ações para o ano letivo de 2013 em torno do eixo “Convivência: um Exercício de Valores”.

 

Em 2013, a Escola Municipal Luiz Delfino foi escolhida para fazer parte do Primário Carioca, tendo em sua constituição o 6º Ano Experimental.


Assim, a equipe pedagógica, por sentir a necessidade de trabalhar com questões ligadas a relações interpessoais, decidiu organizar suas ações políticas e pedagógicas em torno do eixo “Convivência: um Exercício de Valores”.

Essas ações foram de encontro ao Projeto do Comitê Olímpico Brasileiro, que selecionou a unidade escolar para participar do projeto “Ensinando Valores Olímpicos”, abordando os valores olímpicos e paraolímpicos – coragem, determinação, inspiração e igualdade. Valores estes que já estavam incluídos no Projeto Político e Pedagógico da escola para 2013.


No dia 30 de novembro a escola realizou a culminância do Projeto “Ensinando Valores Olímpicos: Conceitos e Atividades para a Educação Olímpica”, que integrou arte, cultura e jogos.


O evento começou com a execução do Hino Nacional e do Hino da Unidade Escolar para demonstrar a importância do amor e do respeito pela nação e pela escola.


Após a execução dos hinos, houve a apresentação de uma performance “Futebol e Baile Funk”, do MC Baixinho, com o objetivo de conhecer a cultura dos alunos e priorizando o ensino do respeito e da compreensão das diferenças culturais.


A professora de Educação Física fez uma demonstração da adaptação do Rugby, o tag-rugby, promovendo o conhecimento e despertando o interesse de outra modalidade esportiva, o que tornou as aulas mais ricas.

 

Demonstração do tag-rugby feito pelo 5º Ano com a mediação da professora de Educação Física.

 

Em seguida, os pais foram encaminhados a participar das oficinas desenvolvidas pelas professoras do 4º e 6º ano: varal de poesias e alimentação saudável, envolvendo alunos e responsáveis no desenvolvimento do projeto e estimulando-os em atividades de escrita e de criação, tanto individual, quanto coletiva.

 

Trabalho envolvendo alimentação saudável com a participação dos alunos do 6º ano e dos responsáveis da unidade escolar no preparo de uma salada de frutas.

 

Montagem do varal de poesias pelo 4º ano. As poesias foram escritas envolvendo valores olímpicos.

 

Ainda durante a culminância do projeto, responsáveis e alunos puderam assistir ao vídeo “Show de Talentos”, produzido pelo 5º ano, cuja proposta foi despertar a aprendizagem coletiva, a cooperação, o uso positivo e criativo da imaginação. A fim de ajudar aos educandos a desenvolverem novas atitudes, maneiras de pensar sobre si e sobre os outros.
 

Os trabalhos de pesquisa sobre a origem dos Jogos Olímpicos, seus símbolos e cerimônias desenvolvidos pela sala de leitura, foram expostos nos murais no dia da culminância do projeto.

 

Pesquisa realizada pelo 6º ano sobre a origem dos Jogos Olímpicos em parceria com a Sala de Leitura.


É importante destacar o projeto "Gentileza", realizado pela professora de Artes que seguiu os ensinamentos e a estética de José Datrino, o “Profeta Gentileza”. Construindo coletivamente estandartes com elementos das culturas indígena e africana, assim como, a releitura das mandalas, de Beatriz Milhazes, nos convidando a um mergulho na diversidade cultural do nosso país.

 

Árvore de Natal confeccionada com o 4º ano a partir das bandeiras dos países que já sediaram os Jogos Olímpicos.

 

A Escola Municipal Luiz Delfino encerra sua participação em 2013 com a certeza de que foi plantado nos corações de alunos e responsáveis valores que farão deles cidadãos melhores e, consequentemente, em um país e mundo também melhores.

 

Gostou desta publicação? Deixe um comentário e clique em curtir para compartilhá-la com seus amigos no Facebook.

 

 Renata Carvalho – Professora da Rede e representante do Rioeduca, na 2ªCRE
Email: renata.carvalho@rioeduca.net
Twitter: @tatarcrj

 

 

                               

 

 

 


   
           



Yammer Share